1. Spirit Fanfics >
  2. Black White - interativa kpop >
  3. Episódio 2 - Por trás das câmeras

História Black White - interativa kpop - Capítulo 3


Escrita por: soojou e stellexx

Notas do Autor


Olá! Bom dia a todos<3 Aqui é a @soojou e gostaria de pedir perdão pelo tempo de demora das atualizações, aconteceram coisas pessoais que ocuparam as duas autoras e nos fez enrolar um pouco no desenvolvimento do capítulo. Espero que gostem e queria ressaltar que as personagens aceitas só serão reveladas no capítulo da final do reality, até lá daremos atenção a todas nós capítulos.

Capítulo 3 - Episódio 2 - Por trás das câmeras


Fanfic / Fanfiction Black White - interativa kpop - Capítulo 3 - Episódio 2 - Por trás das câmeras

B L A C K W H I T E

Capítulo OO2 - escrito por @Soojou e @Stellexx


Mesmo se as ondas me atingem 

e os espinhos me perfurarem,

no final eu irei vencer — TWICE


× × × × × × × × ×


15/10/2019.


Entre diversas quantidades e posições escolhidas para captar cada ângulo da casa, as lentes eram focadas nas recém moradoras do alojamento fornecido pela empresa, no qual é responsável pelo futuro grupo. Cada passo e movimento eram captados pelas câmeras, no qual as obrigava a manter uma boa imagem durante todo seu dia, medindo suas palavras e ações perante sua rotina, ao final da semana as imagens seriam editadas e exibidas em um dos aplicativos da emissora como um programa pago em correlação com o hoout, tendo um episódio lançado também a cada semana. As primeiras imagens foram ao conhecimento do público após o primeiro capítulo do reality, mostrando a audiência os detalhes e cômodos da casa, assim como o sistema de divisões dos quartos. 



O tilintar dos relógios concretizava um novo dia após as doze badaladas, o silêncio reconfortante das ruas e o breu que acompanhavam da noite, traziam um grande reconforto, junto das estrelas que eram ofuscadas pelas luzes espalhadas em abundância pela cidade. Assim como as calçadas se mantinham em constante clima ameno, contando somente com sons de transportes e animais que rondavam solitários em busca de alimentos. O alojamento trazia o clima e a paz exterior do ambiente para dentro de si, onde a maior parte das moradoras já se encontravam adormecidas em seus próprios dormitórios, no qual continuam a divisão de idades, unnie, middle e maknae line. Em seu total, três garotas ao oposto da maioria, se encontravam acordadas apesar de seu cansaço eminente, como o caso de Jinjoo.


O vento emanado do pequeno ventilador ligado em sua potência média, girava repetidamente de um lado ao outro, refrescando a jovem de fios longos e escuros, amarrados em um coque que já se soltava do elástico pelos constantes movimentos, comandados pelo ritmo de um som abafado de uma música antiga — saindo pela já bastante usada caixa de som — mas bastante animada, sendo escolhida a dedo por ela. A música em loop infinito, assim como foi programada, recomeçou pela vigésima vez naquele dia sem descanso. A franja já úmida com o suor dela, se encontrava grudada em seu rosto, assim como os fios soltos do penteado mal feito. Seu peito subia e descia em movimentos rápidos e constantes, evidenciando sua falta de ar naquele momento, passando o resto da música sentada ao chão recuperando o controle de seu corpo, enquanto em sua cabeça as batidas e a voz ecoavam sem fim. Após alguns longos minutos que se estendiam ao máximo possível, ela retornou à posição inicial e recomeçou a contagem de passos em sua mente, ficando a frente do celular que usava para gravar seus movimentos e depois de alguns takes, anotar o que fazia de errado para corrigir sua troca de peso ou ritmo.


… 


Com uma pequena constelação em seus olhos, portando uma própria galáxia junto de si, a jovem Nishimura se encontrava inerte ao olhar o brilho da lua que refletia a mais pura e bela luz, trazendo um sentimento nostálgico e com leve melancolia, soterrada pelas emoções boas do dia em questão. Recordava dos momentos em que passava com sua família no Japão e sua imensa saudade deste país, trazendo à tona algumas lembranças de anos atrás e de seu irmão Riki, que deveria estar em uma situação semelhante a ela, em treinamento em alguma empresa ou em busca de realizar esse sonho que eles partilhavam a anos, somente tinha acesso a poucas informações do que acontecia na vida de seus familiares com as restritas mensagens trocadas em seu horário livre, assim como as outras integrantes. O sorriso de Nanako se mantinha ainda em seu rosto ao ver que ainda havia algumas barracas de alimentos em funcionamento, pensava em um dia sair com as mais velhas para conseguir passar um tempo com elas e as levar para se conhecer melhor, fortalecendo esse laço que já se criava entre elas.


— O que ainda faz acordada? — Um tom em preocupação é audível perto de Nanako, que ao focar sua visão na garota de fios loiros, analisando suas feições com a pouca luz vinda da sala e sendo uma das únicas fontes de claridade, percebeu ser Hannah.


— Eu estava vendo a rua, aproveitei para ver o céu. — As mãos da mais jovem apontam em direção ao belo abóbada celeste, que nesse momento era pouco estrelado pela claridade das ruas. — A lua está muito bonita. — Seu olhar se prenda no rosto da mais velha ao se arrumar melhor em frente a janela, sentada em uma cadeira que arrastou da mesa de jantar.


— Não está conseguindo dormir? — Em resposta, apenas ganhou um acenar em concordância com a questão feita.


— Você também está acordada. Não conseguiu dormir? Está nervosa? — Uma pequena agitação em seu tom é perceptível, mas ainda era presente uma leve moleza em seus comportamentos.


— Eu estava esperando a Emy voltar para o dormitório — Um apelido não tão comum do nome americano de Jinjoo é citado. — Está com sono? — Disse ao notar o ritmo do comando de seu corpo a fazê-la coçar seus olhos.


— Não… só um pouco, quando eu fecho os olhos ele passa. — Sua cabeça é apoiada no encosto da cadeira, ainda focando sua atenção na nova companhia que esperava que continuasse ali consigo. — Está chegando perto da gravação do segundo episódio.


— Quer comer alguma coisa? Isso pode ajudar. — Uma rápida resposta é tida, os olhos da jovem Nanako se abrem em alegria e surpresa, acenando diversas vezes sua cabeça em afirmação, junto de um grande sorriso. — Ainda sobrou Tteokbokki, vou esquentar ele para você. Vou usar o microondas, fica aqui. — Seu aviso fez com que a jovem continuasse ali em seu lugar, apenas acompanhando os movimentos de sua companheira de casa.


Ao fim do preparo das sobras da refeição tida no jantar, no horário habitual, estabelecido entre elas próprias no cronograma, foram armazenada na geladeira em um pote contendo divisórias suficiente para separar os ingredientes que não deveriam se misturar no preparo, resultando nas duas garotas sentadas na mesa saboreando o delicioso prato preparado por Qian, um Tteokbokki — conhecido pelo seu sabor apimentado. Feito com rolinhos de arroz macio e molho doce de pimenta vermelha (gochujang), é provavelmente a comida de rua mais comum disponível na Coréia —, sendo ensinado por Tsuki a prepará-lo, juntamente com acompanhamentos para completar a refeição e saciar a todas as garotas. Por volta das três da manhã,  todas retornaram a seus dormitórios e conseguindo por fim deixar que sua mente levasse para longe os insistentes pensamentos que as mantinham despertas, relaxando seus corpos e recarregando as energias utilizadas durante o dia que passou. 


18/10/2019.


Aquele cenário ainda era uma novidade para todas, câmeras sempre sendo o foco principal de cada uma, tentando ser seu melhor lado a frente da grande platéia que já havia organizado seus votos e sua comemoração, tendo suas favoritas e outros se dividindo em querer as conhecer melhor, ao início de tudo, as mais bonitas e perto do padrão tinham melhores comentários nas redes de comunicação, tendo diversas fotos tiradas de forma amadora, restauradas de suas antigas escolas ou redes sociais de famílias, descobrindo o passado de cada uma aos poucos. Elas poderiam considerar que em pouco tempo seriam um dos assuntos mais comentados, a expansão do público de seu programa crescia cada vez mais, trazendo pessoas estrangeiras interessadas nesse novo grupo que iria se formar. Talvez isso se tornasse uma porta de entrada para se juntar a outras empresas se fossem mandadas embora ou não ficassem na line up final, tendo grandes chances de serem reconhecidas.


Uma nova informação sobre a continuação das provas as fizeram entrar em novo estágio de ansiedade, uma colocação em hanks que poderiam decidir se você era boa o suficiente para continuar dentro dos episódios, após inúmeras apresentações solos das integrantes e constantes defeitos apontados sobre cada uma, principalmente aparência ou tempo de treinamento, uma conversa de longos minutos entre os júris foi tida antes de revelarem o resultado final do episódio. Ahri segurou a mão das duas garotas ao seu lado, Sarang e Boo, tentando as tranquilizar, ela queria poder acalmar a todas ou simplesmente as fazer algo que as tranquilize e amenizasse o tenso clima que tinha em cima de cada uma.


— Bom — J.Y. Park inicia ao ter a atenção e foco de todos sobre si, assim como levou a sua a cada rosto em feições de aflição das garotas acima do palco — Vou ser sincero, em minha opinião todas deveriam melhorar um pouco em suas apresentações — Seu olhar caiu entre as folhas que tinha em suas mãos, utilizadas para colocar pontuações e adendos sobre cada uma — As expressões e a presença no palco não agradaram a todos. — Dizia em referência às duas outras juradas que o acompanhava nos julgamentos.


— Jihye, eu vejo que você tem potencial e uma ótima técnica, mas deveria ter mais confiança em seus movimentos e tente se conectar mais com a música, a dança é uma porta de conexão com os sentimentos, tente passar eles em seus movimentos, assim como a música, devemos deixar em evidência a emoção que queremos transmitir. — Momo prosseguiu o assunto que era indicada pelo seu superior.


— Vou melhorar! — A jovem olha em direção a câmera que focava em seu rosto e fecha seus pulsos e os levanta na altura de seu rosto em um sinal de hwaiting. — Irei suprir minha dança com minhas outras habilidades, espero agradar a todos!


— Vejo que está bastante otimista. — J.Y. Park diz com um sorriso contagiado pela animação da garota que aos poucos tinha o foco da fala — Espero que eu tenha oportunidade de ver esse talento em você nos outros testes.


— Acho que não tenho muito o que comentar sobre a dança das outras participantes, ao contrário, eu gostei da técnica usada por todas. Espero que continuem melhorando, vocês ainda estão em um nível aceitável para as primeiras etapas — Com um fraco sorriso, a mais velha dentre as júris femininas se pronunciou.


Após o encerramento do tempo que deveriam esperar para se passar os comerciais e por fim encerrar a grande questão das posições de cada uma no hank, no telão atrás de todas foram aos poucos sendo revelado a colocação de cada uma dentro dos três grupos, Leader, Main e Support, no qual Bae, Jinjoo, Chunja, Boo, Hwayoung, Nanako e Ahri ficaram com o grupo que avaliaram ter melhor performance, ficando no denominado como Leader. Emi, Qian, Stella, Tsuki, Grace, Sarang foram designadas ao grupo main, aquelas no qual tem uma boa atenção dos júris, mas ainda tem pontos falhos. Por fim, Minji, Bada, Youjin, Minseo, Sukja, Lexy e Jihye ficaram no grupo no qual eles acharam as apresentações e performances simples. As últimas citadas tinham uma feição um tanto triste e demonstravam a decepção com elas mesmas ao falharem a ponto de ficarem em último lugar, trazendo o medo e a insegurança de não conseguirem se superar e ultrapassar o talento que as outras tinham. 


[...]


O dia estava parcialmente cansativo, após as meninas serem julgadas pelo júris, foram levadas novamente para o dormitório, o silêncio tinha permanência sobre elas. A exaustão e preocupação falava mais alto, a vida de trainee não era fácil, as dificuldades aumentavam sempre, mas a única coisa que podia ser mostrada era o mínimo daquilo. Esconder, era o que elas tinham que fazer, sem mostrar que estavam cansadas demais ou tristes com as coisas que aconteciam, todas desejavam somente um banho quente e uma refeição calorosa – essa que seria feita por Tsuki, com ajuda de Hwayoung –, talvez só isso melhoraria as coisas. Assim o dormitório tomava certas formas, o barulho de água quente do chuveiro em sua resistência e o leve aroma de arroz fresco com kimchi, – refeições simples que traziam saudades de casa –. 


— O que estão fazendo? - Ahri havia acabado de sair do banho, em suas mãos levava uma toalha para que seus fios fossem secos. 


— Arroz e kimchi de cebolinha. Bang também irá fazer lamens. - Tsuki ditou sorrindo enquanto colocava o tempo para o arroz ser feito. 


— Está com um cheiro ótimo, unnies! - Youjin foi a segunda a chegar na cozinha, a mais nova das presentes era incrível. Sempre mantinha seu belo sorriso, mesmo estando abalada. 


— Claro, sou eu que estou fazendo. - Foi a vez de Hwayoung se pronunciar, a loira dizia com um ar brincalhão, arrancando risos da mais nova.


— Até parece - Tsuki falava enquanto ria 


— Isso é realmente uma cena engraçada… - A atenção foi dada para a mais velha. — Ver a Tsuki e a Hwayoung trabalhando juntas? - Soltou um leve riso. — Vocês vivem como o Tom e o Jerry, como isso é possível? Toda vez que a fiscal olha sua cama, ela briga contigo. - Ahri dizia se referindo a bagunça que Hwayoung deixava em seu canto. E bem, Tsuki odiava aquilo, sempre gostava de deixar a casa limpa e bem organizada.


— Pois é, e eu ainda não vi a cama dela hoje - O sorriso brincalhão de Hwayoung sumiu por um minuto, fazendo Youjin rir alto de sua cara. 


— Unnie, você está encrencada. - Ditou se divertindo com a situação. 


No outro lado do dormitório, onde as maknaes descansavam até o jantar ficar pronto, a conversa entre Bada e Minji era um pouco preocupante. Os murmurinhos de Bada acabaram se tornando chatos para Minji, a doce garota não concordava com nada daquilo, mas queria ver até onde a colega de quarto chegaria, respirando fundo a mesma observava o como aquilo era errado, acabando por ficar quieta e somente ouvir o que a mais velha tinha a dizer. Estava tão decepcionada, nunca imaginou que a amiga seria desse tipo, e tinha certeza que assim como ela fazia com as outras, faria com ela também. Minji contava até dez para não se irritar, mas não conseguiu se controlar quando escutou Bada falar sobre Jihye, uma das pessoas mais doces que ela já conheceu. 


— Me desculpe, mas não posso ficar escutando essas bobagens! - Ditou estressada, se levantando diante a ela. 


— Achei que não se incomodaria com a verdade. Somos amigas, não somos? - Bada dizia ignorando totalmente a irritação da mais nova. 


— Olha, Bada. Achei que fôssemos sim, mas você é uma pessoa que não quero ter amizade, isso que você faz machuca as pessoas! - Falou convicta, fazendo Bada rir cínica. 


— É sério que está irritada? Eu só disse a verdade, Jihye foi péssima, e metade dessas meninas não deveriam estar aqui - Aquilo cortou o coração de Minji, que ficou estática. 


— Você realmente tem sorte das câmeras estarem desligadas agora… - Balançou a cabeça negativamente. — O programa não chama "Bada", ele não foi feito somente para você, então todas deveriam estar aqui sim. Todas mereceram, e deveríamos apoiar umas as outra, não ficar falando mentiras! - A paciência de Minji se esgotou, o que era difícil de acontecer.


— Sério que está brava com isso? - Ainda carregava um sorriso cínico nos lábios. — Quer saber, você não serve para ser minha amiga mesmo, não venha me procurar! - Virou a cara para a mais nova, sendo completamente ríspida. 


— Acha mesmo que irei atrás de você? Eu não quero ser sua amiga!  Odeio pessoas como você, gosto de pessoas do bem, não de lixo. - Se irritou, saindo dali. 


Minji deu sua palavra final, dando as costas para a colega de quarto, saindo daquele ambiente que estava a fazendo mal. Ela conseguia ouvir a outra dizendo algumas coisas, mas ignorava completamente, aquele dia já tinha sido exaustivo, não queria mais coisas em sua cabeça. Era óbvio que a mais nova queria dizer a todos que Bada era má, que falava mal de todas, mas ela não podia fazer aquilo. Em sua cabeça, sairia com fama de fofoqueira e poderia até ser atacada por causar o excluimento de uma das garotas. E bem, quem iria saber que suas palavras eram mesmo reais? Somente ela e Bada estavam no quarto…Então, resolveu se calar e ignorar a mais velha, fingindo que a mesma não existia, mas a tratando com respeito.


— O que houve, Minji? Você está pálida… - Grace ditou observando a mesma, que tinha acabado de chegar na sala de estar. O som da conversa foi quebrado, fazendo todos notarem a pequena ali. 


— Não é nada. - Mentiu. — Eu só achei ter visto algo, mas não era nada - Sorriu de forma tímida. 


— Se tiver visto um fantasma. Por favor, me avise… pra eu fugir daqui! - Ditou brincalhona, arrancando risos da menor. 


— E pra mim também! - Youjin fez biquinho, fazendo Jinjoo apertar suas bochechas. 


— Está pronto! - Tsuki gritou da cozinha, colocando a última tigela de arroz sobre a mesa. 


Aquilo era um verdadeiro banquete caseiro, não havia nada demais ali, mas já trazia calmaria para o coração. Era aconchegante uma bela comida fresquinha e de infância, havia algumas frutas e sucos sobre a mesa também, mas o que mais recebeu atenção foi kimchi e o peixe frito – que este tivera alguns queimados por Hwayoung –. Todas se sentaram sobre a mesa, o clima parecia tranquilo, Minji sempre escondia as coisas muito bem, ignorando a existência de Bada ali. A conversa logo preencheu o local, onde as câmeras logo se ativaram novamente, para pagar as cenas mais naturais das garotas juntas. Havia tempo que elas não faziam algo assim, e quase não se importavam por serem novas moradoras do local. 


— Está delicioso! - Dava para ouvir os hashis de Chunja bater no fundo de sua tigela de arroz, a mesma se deliciava. 


— Claro, fui eu que fiz - Hwayoung repetiu sua fala, fazendo algumas soltarem um riso fraco. 


— Se eu fosse você, não diria isso… - Ahri levantou um dos peixes que estava visivelmente queimado.


— Isso foi somente um erro… - Fez bico, fazendo a mais velha rir.


— Tadinha… - Tsuki ditou. — Não a julgo, ela foi uma boa ajudante - Sorriu para a menor, afagando os seus fios da loira sentada ao seu lado.


— Certeza que hoje chove… -. Minseo ditou com um tom engraçado, fazendo as garotas rirem.


— Pode ter certeza que vai - Concluiu Jinjoo, que estava próxima de Bada – que nitidamente era a única que estava estranha e calada. –


— Você está se sentindo bem, Bada? -. Alexy chamou a atenção de todas para a mais nova. 


— Não, está tudo bem! - A mesma respondeu séria, quase sem esboçar expressão nenhuma. 


— Está com uma cara amarrada… - Boo completou, ainda observando Bada. 


— Só me deixem em paz! - Seu tom foi um pouco ríspido, se levantando e saindo dali. 


Silêncio, foi o que preencheu a mesa naquele momento. Todas ficaram preocupadas, menos Minji, que sabia que aquilo era cena para todos terem dó dela. A mesma balançava a cabeça negativamente, ignorando o acontecido e continuando a comer seu arroz e kimchi. Aquilo era constrangedor, ninguém sabia o que dizer ou fazer, as câmeras estavam ligadas e era possível somente ouvir a água pingar do registro da cozinha. As meninas se entreolharam se perguntando quem começaria um diálogo ali, todas estavam em estado de "choque", não esperavam essa reação da mais nova, seria realmente difícil lidar com aquilo…


— Será que aconteceu alguma coisa? - Myōi se pronunciou após alguns minutos, quebrando aquele silêncio. 


— Não faço ideia… - Byeol estava ainda sem acreditar, não conseguia entender o motivo daquilo. — A última a falar com ela foi a Minji, não foi? - Os olhos de todas chegaram a mais nova. 


— Aconteceu alguma coisa, pequena? - Sarang perguntou olhando a mais nova, que somente balançou a cabeça negativamente pela segunda vez. 


— Só vou dizer que temos que prestar atenção nas pessoas, somente assim conhecemos elas de verdade. - Minji completou sua fala se levantando também, deixando todas ali sem entender nada…


[...]


Pois é, nem tudo são flores e contos de fadas, será que uma rivalidade irá se formar? Isso você irá saber somente semana que vem, no próximo episódio…



 Continua na próxima semana...



Notas Finais


Interação: até o momento, já está torcendo para alguma personagem? E o que acharam desse comportamento da Bada?
Me digam se estamos fazendo de maneira correta as ações e falas de suas personagens, qualquer erro é só nos contatarem!
Até o próximo capítulo 💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...