História Black Widow - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce, Eldarya
Personagens Castiel, Debrah, Ezarel, Leiftan, Miiko, Nevra, Valkyon
Tags Dama Da Noite
Visualizações 121
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Magia, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Ela não é humana


Fanfic / Fanfiction Black Widow - Capítulo 23 - Ela não é humana

 — Claro! - Elizabeth aceita sorrindo

 

 — O teste será feito agora de tarde para saber em qual das guardas você vai ficar.

 

 — Certo! Me desculpe pela reação, é bom saber que vou voltar a ser humana. E eu que prometi a mim mesma não chorar na frente de mais ninguém.

 

 — Não se preocupe, guardo segredo! - Miiko enxuga uma lágrima sorrindo

 

 — Mudando de assunto, e a festa? Você decidiu se vai fazer? 

 

 — Não, não vai haver festa! Não tenho esse interesse em festa, muito menos passar a madrugada acordada.

 

 — Tem certeza? Você vai praticamente deixar de festejar sua "coração".

 

 — Nós não temos recursos o suficiente para uma festa luxuosa. A comida é pouca, estamos passando por um período de pouca comida, não quero festa nessa situação.

 

 — Me Desculpe a pergunta, mas da onde vem a comida de Eldarya? Por vezes se parece muito com a do mundo humano.

 

 — ... É... - Leiftan entra na sala acompanhado de Yrka e Kero

 

 — Olá Elizabeth! - ela corresponde com um sorriso leve

 

 — Elizabeth, teremos uma reunião agora, poderia se retirar? - Elizabeth, afirma e sai — Está faltando a Huang e os três chefes de guarda...

 

 — Eu estou aqui! - Huang se aproxima

 

 — E eu aqui... - Valkyon entra acompanhado de Ezarel

 

 — Só falta o Nevra! 

 

 — Esse vai demorar, viu um rabo de saia e foi atrás.

 

 — Não acredito! Eu vou matar esse vampiro infeliz...

 

 Enquanto isso, Elizabeth seguia em direção ao jardim do Q.G, para respirar melhor, quando passou pelo refúgio e viu Nevra dando em cima de uma das garotas da guarda do Valkyon. Ela se sentiu fraquejar, mas não poderia fazer nada, o relacionamento que tinham era apenas algo nada sério, em outras palavras, umas transa e mais nada. Nevra ao lhe ver se recompõe e antes que podesse imaginar a mulher no qual se jogava para ele se joga em seus braços e lhe tasca um beijo.

Elizabeth revira os olhos e tenta disfarçar a raiva que instantaneamente surgiu. Nevra se solta da garota e vai até ela, que evita toques.

 

 — Elizabeth... Eu posso ex...

 

 — Você não me deve satisfação, deixou bem claro que não era nada sério. Eu se eu fosse você iria a sala do cristal, a sua chefe não está de bom humor pra esta te esperando. - ela ignora o que ele iria falar e saí

 

 Na sala de reuniões, todos aguardavam o Nevra até que enfim chegou com o rabo entre as pernas.

 

 — Eu mato ele agora ou Depois? - Miiko pergunta a Leiftan, que faz sinal pra esperar

 

 — Nevra, achei que fosse responsável!

 

 — E sou! Me perdoem o atraso! É que uma das minhas ex... Venho me dá uma notícia... Um tanto...

 

 — Ela tá grávida! - Ezarel diz sorrindo 

 

 — Não rir... Nessa hora fui inresponsável!

 

 — Não acredito Nevra! Estamos evitando o máximo possível de termos crianças no Q.G e você me vem com essa.

 

 — Calma Miiko! Vamos ver o assunto da reunião, depois você mata o Nevra.

 

 — O baile de coroação não poderá acontecer por causa disso.

 

 — Por que? - Leiftan indaga

 

 — O estoque de comida vai estar pouquíssimo quando a criança nascer. E já está pouco! Não quero diminuir as rações de ninguém!

 

 — Como assim? E os portais para o mundo humano? - Valkyon Pergunta assustado.

 

 —  Dá última vez que mandei irem buscar. Foi informado que não havia mais comida onde costumavam buscar. - diz decepcionada — Falei com outros países de Eldarya e se encontram na mesma situação.

 

 — E agora? Vamos morrer de fome? - Ezarel arregala os olhos — Eu não posso ficar sem o meu mel!

 

 — Ei... A Elizabeth pode nos ajudar, ela me falou ontem de vários locais que tem comidas, bebidas, frutas.

 

 — Mas... E se ela não vai querer voltar?

 

 — Jamom não querer Elizabeth ir embora! 

 

 — Nem eu, a Elizabeth me ajudou muito nos últimos dias. - Diz Valkyon

 

 — Por que estão tão apegados a essa humana? - Ezarel comenta

 

 — Por que ela não é uma simples humana. - Valkyon diz pensativo

 

 — Por que diz isso? - Miiko olha curiosa junto com Nevra

 

 — É por que?

 

 — Essa semana ela estava me ajudando com o treinamento da obsidiana. E uma mulher não conseguia fazer um dos golpes aéreos, Elizabeth começou a importunar o bastante para as duas começarem uma luta e eu observei cada movimento, ela é agiu demais para moléculas humanas. Mas o que mas chamou atenção foi força, ela conseguiu tomar a espada da mão da outra de uma maneira que aplaudi a ela. No final da luta consegui o que queria, a mulher aprendeu o golpe e pode aprender uma das táticas de ensinamento dela.

 

 — Você conseguiu distinguir o nível de força?

 

  — Bom, não sei se ela mede forças, mas diante do que vi, ela chegava ao estremo de um kitsune ou um succubus, e era bem mais que um humano comum.

 

 — De todo jeito, continua sendo humana.

 

 — Yrka, anote essas informações! - Miiko olha pra Ykhar, que afirma e escreve tudo que Valkyon havia lhe falado.

 

 — Anotado!

 

 — Ótimo! Voltando ao assunto...

 

 — Não sei vocês, mas deveríamos falar com ela primeiro! - Nevra diz olhando a todos

 

 — Verdade, nunca vamos saber se não conversamos com ela. É só esperar um pouco a mais para festa. - Huang diz

 

 — Uma pessoa próxima a ela, pode conversar com ela. O Valkyon e o Nevra são os mais próximos, vão fazer isso! - Miiko diz decidida

 

 — Com todo respeito, Discordo! - Valkyon diz retraído

 

 — Sim, concordo com o Valkyon!

 

 — Vocês tão recusando uma ordem? - Nevra e Valkyon começam a tremer

 

 — E-espera... T-temos argumentos! - Nevra diz nervoso

 

 — O que estão esperando? Aguentem?

 

 — E... Que... 

 

 — Vocês estão tirando minha paciência!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...