História Bleach - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bleach
Visualizações 4
Palavras 737
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Luta, Shoujo-Ai, Shounen
Avisos: Drogas, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Cap II


Fanfic / Fanfiction Bleach - Capítulo 2 - Cap II

Ao chegar em casa, percebi que nem meus pais e nem meu irmão tava lá, suspirei e o levei pro meu quarto. Quando cheguei coloquei ele em cima da cama de baixo, coloquei uns curativos nele e subir pra minha cama deitando na mesma. Tenho uma beliche pelo simples fato de sempre que meu irmão sente medo ele vem dormir comigo.

Sem perceber acabei adormecendo, eu tava cansada e hoje o dia não foi nada fácil.

[...]

Acordei e mim deparei com o rosto daquele garoto colado ao meu, com uma palma de mão que separava. Suspirei e empurrei seu rosto logo sentando.

-Desculpa Akemi.- falou se sentando junto.

- Tudo bem, qual o seu nome?- perguntei coçando a nuca.

-Kei Yokki.- sorriu simpatico e eu retribui o sorriso.

-Então Kei, pode começar com a explicação..- falei com as duas mãos na nuca.

-Bem, eu sou um Shinigami e vim aqui pra uma missão.. sabe aquele hollow que você viu.?.

-Hollow? - Não mim importava pra coisas daquele tipo, então não sabia muito.

-Sim, aquele monstro que você viu.. Então, eles estão atacando o mundo humano e muitas pessoas estão morrendo por causa disso..- terminou de falar.

-Entendo, então esses são os motivos pelas mortes estranhas que estão acontecendo aqui é por causa disso.- falei pensando e o olhei, ele pareceu um pouco surpreso, provavelmente por eu tá acreditando nele. -ok, eu tenho vários motivos pra não acreditar em você. Mas também não é todo dia que eu vejo alguém lutando contra um "hollow".. falando nisso, quem pode te ver?- perguntei lembrando das pessoas que mim olhavam estranho enquanto eu passava com ele.

-Só pessoas que pode mim ver são as que estão mortas, outros Shinigamis e as que sentem o reiatsu. 

-Entendo. O que foi aquilo que você fez comigo hoje?- Eu mim sentia normal depois de tudo.

-Meio que te transformei.. Não.. Você se transformou em Shinigami quando se jogou pra cima da espada..-

-Entendi..

-Falando nisso, por que você se jogou ? Você podia morrer sabia?- perguntou enquanto nós dois saíamos de cima da cama.

-Não é tão ruim a ideia de morrer..-Falei em um sussurro mas ele ouviu. Um silêncio tomou o quarto, até ele se pronunciar.

-Quero te levar em um lugar.- Falou segurando minha mão. Eu confirmei com a cabeça e saímos de casa.

Andamos um pouco antes de chegar em uma loja. Mim pergunto o que ele quer em uma loja.. olho pra minha mão que o mesmo ainda tá segurando, acho que ele percebe porque ele solta depois e vira pra frente um pouco corado.

-..hm.. o que tem esse lugar?- perguntei já que estávamos parado ali por um tempo.

-É que.. aqui é.. Só vem comigo- falou andando pra dentro da loja.

-Ok..- entrei junto com ele.

Lá dentro só tinha comida e coisas que manteriam uma pessoa viva caso rolasse um apocalipse zumbi. Segui ele é fiquei o olhando, ele foi conversar com o gerente ou sei lá o que era aquele homem e eu fiquei olhando uma pratileira onde tinham algumas coisas que eu gostava. 

-Yokki-Kun! O que faz aqui?- Perguntou outro homem, que por sinal era mais estranho que o outro e foi pro lado de Kei. 

-Ah, Urahara-san.. -Falou e eu suspirei voltando olhar para as coisas que mim interessava. Já que o Kei mim trouxe aqui ia aproveitar, peguei um fone de ouvido, um pacote de doces e uma lâmina e levei até o balcão. 

-Eh.. quanto é?-perguntei pegando o dinheiro do bolso.

-Uh, tudo isso custa 100 iens.-falou e eu paguei, olhei pra Kei.

-Kei.. te espero lá fora.- o mesmo acenou com a cabeça e eu saí. 

Não demorou muito e ele saio. Só que agora ele tava diferente, tava com uma camisa branca, uma calça jeans e tênis. Ignorei isso e segurei sua mão.

-Agora é minha vez de te levar até um lugar.-Falei o puxando.

Levei ele até um lugar perto da floresta e fiquei feliz ao ver a Hiyori. 

-Hiyo! Vem cá!- chamo e ela vem correndo até mim.

-Oiii onii-chan!- fala mim abraçando.

-Hiyo, esse é o Kei, Kei, Hiyori.- apresento e solto a Hiyo que vai até ele.

-Oiii Kei-chan!-Falando sorrindo.

-..Oi Hiyo!- fala um pouco sem jeito.-Eh.. posso falar com você rapidinho Akemi?-Ele pergunta e eu aceno e vou até ele e a Hiyo vai brincar.

-O que?-perguntei.

-Você sabe que ela está morta né?..-Fala olhando para baixo.

-Eu sei.. mas ela esteve aqui por muito tempo, deve ser ruim né?- perguntei sorrindo e fui brincar com a Hiyo.-Vem também Kei!-Chamo ele que vem sorrindo até a gente.


Continua




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...