História Blood and Tears - Imagine Reiji e Shuu (EM HIATUS) - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Blood And Tears, Diabolik Lovers, Reiji, Reiji Sakamaki, Shu, Shu Sakamaki
Visualizações 117
Palavras 1.609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Volteeeeeeeeeeeeeeiii! Hi amorzíneos do meu coração! Cês tão bem? Espero que sim, eu não estou. Eu mal consigo fazer nada hoje em dia. Então vamos ao capítulo!

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 37 - Ciúmes Podem Resultar Em Algo Mais, Não É Mesmo Shu?


Fanfic / Fanfiction Blood and Tears - Imagine Reiji e Shuu (EM HIATUS) - Capítulo 37 - Ciúmes Podem Resultar Em Algo Mais, Não É Mesmo Shu?

Lilyth ON

MANO! Eu nunca fiquei tão feliz de me trancar num quarto em uma casa onde moram seis vampiros sádicos e maníacos por sangue doce! Aaahhh! Que saudade da minha cama e agora que a Yui morreu, a vida será mais fácil, por que aquela distração loira que mais parece um anta com babyliss natural É MUITO LESA! EU E HARU TÍNHAMOS QUE OLHAR ELA SENÃO UM SEM NOÇÃO ESTUPRA ELA ALI NA ESQUINA QUE NEM GRITAR POR AJUDA ELA GRITA! Claro, as noivas terão que dividir sangue agora, pelo menos somos quatro, dois vampiros cuidam de cada uma. Nesse momento de agora eu to mesmo é cagando pra isso, eu quero é dormir.

Fechei os olhos e esperei o sono chegar com aquela normal calmaria, você começa a ver uma luz e de repente sabe, mas ao mesmo tempo não sabe, que está sonhando, mas então eu escuto uns gemidos UM TANTO QUANTO ALTOS no quarto ao lado. Da vontade de ir lá e arrombar a porta e gritar “Ô CARAI! EU QUERO DORMIR! PORRA! VÃO SE FUDER EM OUTRO CANTO”.

Maaasss, como sou uma pessoa da paz, eu me levanto e me dirijo para o melhor segundo quarto da história do Japão: A sala de música! Eu me deito no sofá perto da janela e boto os fones no som máximo, coloco a minha playlist sofrência pra dormir mais rápido. Tá lá eu nos Bogo Shipda da vida quando eu sinto um peso ao meu lado, abri um dos olhos apenas. Shu.

Shu: Não diga nada. Eu só quero dormir e ao seu lado para me certificar que ninguém irá roubar o que é meu novamente.

Eu só fecho os olhos e chego mais perto dele abraçando seu braço e entrelaçando minha perna na dele e uso ele de travesseiro. Sabe aquele travesseiros compridos que botam no berço pra o bebê não botar o braço pra fora? Eu estava obrigando-o a fazer um cosplay disso pra me mim. E logo aquela sensação boa de adormecer não foi interrompida por algum sem noção com fogo insaciável no cu.

Quebra de Tempo

Eu abro os olhos e por milagre, Shu ainda está lá. Ele é tão fofo dormindo, mesmo que continue sério. Eu tava quase dormindo denovo, quando algo quebra a janela assustando nós dois que em menos de um segundo já estávamos na porta olhando o que quer que fosse. 

Era meu amiguinho The MorcegoFlash. Ele tinha um papelzinho no pescoço. Tinha a letra da Akina. 

“Oi migas, 

Eu e os Mukamis tivemos a ideia de assinar um trabalho de paz entre as mansões. 

Na verdade a ideia foi minha, por que, né? Isso já dura tempo até demais, tá pior que treta de novela mexicana entre Maria Cláudia e Juliana Afonssete pelo Valfredo Vigarian (inventei sas miséria agora).

Aí qual foi minha ideia? Fazer um pic nic no parque num canto longe DE TODAS AS ESPÉCIES DE SERES HUMANOS, por que do jeito que Laito, Ayato e Kanato aparentam ser, daria muita merda e também por que eu tive uma péssima má impressão das fãs do Kou. Eu mandaria uma mensagem, mas aquelas merdas que chamamos de pais, na verdade a gente não chama assim, pegaram o meu. O seu também? Acho que nossa nova via de mensagens é o WhatsMorcegoApp. Que acha? Nome bosta né? Foi o Kou criou. Miga. Acho que gosto dele ou sei lá.

Eu sei que tu odeia ler bíblias como essa, mas tu é curiosa entao sei que tu vai ler.

Ass.: Aki-chan ♥︎“

Eu li aquilo e escrevi uma resposta rápida no verso, amarrei de qualquer jeito na pata daquele mamífero preto voador e joguei ele pela janela. Depois eu fiz cosplay de Usain Bolt e fui na cozinha. Peguei uma colher de pau e uma panela. Me virei pra trás e Shu me olhava com a cara de sempre, mas em seus olhos a mensagem era visível “NÃO FAÇA ISSO!”

Eu apenas sorri e corri pelo extenso corredor em que tinham os quartos batendo a colher na panela e acordando tudo e todos daquela mansão.

Eu: ACORDAAAAAA! VAMOS LEVANTAR! O DIA ESTÁ RADIANTE E SHU JÁ ACORDOU, ENTÃO MILAGRES ACONTECEM! ENTÃO É A VEZ DE VOCÊS LEVANTAREEEEEEEM! 

Eu só vi a aura negra saindo de dois quartos. Me uma das portas, uma figura baixinha de cabelos arroxeados e um olhar mais psicopata que nunca me sorria com Teddy nos braços e na outra porta, a figura de longos cabelos negros e olhos escuros tão sem vida como um buraco negro prestes a me engolir me olhava sem expressão alguma no rosto.

Kanato e Haru: Olá, Lilyth. 

Agora eu vou fazer cosplay de BTS e meter o Daishi Run daqui. Eu não sou K-Pop, mas eu corri mais rápido que tiro de comeback. Enquanto eu passava em frente ao quarto de Subaru, eu ouvi a voz dele falando.

Subaru: Parece que tudo voltou ao normal agora.

Eu sorri com isso e desci a escada pelo corrimão e fui correndo até Reiji aparecer na nossa frente com aquele reflexo nos olhos que não dá pra gente ver nada.

Reiji: Onde pesam que vão e o que pensam que estão fazendo.

Eu: Estamos correndo pela mansão, um exercício seguro dentro de casa.

Haru: Isso mais parece, na verdade, Parkour.

Antes que a situação piorasse e além de uma anta morta tivessem uma meia bruxa das sombras e uma meia ninfa da água mortas, eu falei logo o que queria.

Eu: Ah! Os Mukamis enviaram uma proposta de – Fiz aspas com os dedos. – “tratado de paz”.

Reiji: Perdão, como?

Eu: Aqui.

Entreguei aquela carta para ele, que leu em pouco tempo. Assentiu com a cabeça e chamou o mordomo. Nossa, faz tempo que não vejo esse mordomo. 

Reiji: Ele irá providenciar tudo, vocês se arrumem. Saíremos de casa na hora do almoço. – Se virou para o topo da escada onde todos sem exceção observavam. – Todos sem exceção, ouviu, Shu?

Shu: Tsch.

Ele foi embora então foi a chance para que eu e as meninas nos olharmos. Corremos para o quarto de Haru, já que era o mais perto e pegamos qualquer roupa do guarda roupa, muita sorte usarmos o mesmo número de roupa e sapato. A banheira também era grande o suficiente para nós quatro. Após um banho quente e com algumas guerras de água, fomos nos vestir. Optamos por umas roupas meio fofas e essas coisas aí. (N/A: Capa do capítulo).

Fizemos umas maquiagens leves e fofas também, mesmo que Haru tenha ficado relutante. Quando descemos, já era 12:00, graças a Haru, chegamos pontuais na mesma hora que Reiji que sorriu ao ver sua namorada naquela camiseta de botão com saia cinza xadrez de suspensório.

Depois foi Subaru, que apenas encarava Akiko em sua saia preta e sua camiseta rosa claro de mangas. Ela ficou meio corada e sorriu para ele. Eles começaram a conversar algum tempo depois. Que bonitinho, gentih!

Ai chega Laito que apenas encara Elise. EPA! PRODUÇÃO! PRODUÇÃO! PARA TUDO! ELE TÁ OLHANDO NOS OLHOS DELA! QUE MILAGRE É ESSE PRODUÇÃO? É A PRIMEIRA VEZ QUE ELE OLHA NOS OLHOS DE ALGUÉM E NÃO NAS PERNAS OU NO VOLUME DOS SEIOS! ELISE! VOCÊ FAZ MILAGRES!

Se recomponha Lilyth… então Shu chegou me encarando com um sorriso mínimo. Eu to parecendo uma executiva, mas eu gostei muito dessa roupa. Se rir de mim leva voadora! Ayato e Kanato chegaram e então fomos para o parque. O lugar marcado era beeeeeeem longe de qualquer canto onde pessoas tentem ir, mas era um lugar muito lindo. Ficava em frente a um lago com uma cachoeira que formava um arco íris. A vegetação era baixa e brilhante com um pouco do resquício do orvalho da manhã. Era uma clareira com uma entrada de vento perfeita, lá na frente a gente viu Yuma, Ruki e Kou. Eles estavam na típica toalha vermelha dos filmes já com algumas comidas. 

Kou: OEEEEEEEE!

Kou foi o primeiro a percebe nossa presença e veio correndo até nós. Eu abracei o pescoço do meu amigo com força tentando enforcar ele só de brincadeira. Quando soltei ele, um certo vampiro loiro de fones me encarava. Eu já sabia que tinha feito merda.

Haru: Onde estão Akina e Azusa?

Kou fez Uma cara engraçada.

Kou: Azusa teve uma complicação com as faixas que Akina teve de resolver. Logo ela chega.

Fomos para perto dos outros. Ruki e Ayato ficavam se encarando direto e Kanato brigava com Yuma enquanto Laito ria de tudo. Eu e Elise conversávamos com Kou sobre varias coisas aleatórias e eu ria muito. Afinal, era engraçado ver ele todo desengonçado no vento. Eu, porém, sentia o olhar de Shu pesar em minhas costas. Eu não tenho tanto medo hoje em dia. É engraçado os ciúmes dele. 

Kou: Mas o que aconteceu com M-Neko-Chan?

Elise: Morreu. 

Kou: Como? Anemia? Finalmente ela perdeu as forças para aguentar as mordidas de Ayato ou Laito?

Eu: Se eu te disser, tu não vai acreditar.

Kou: Diga-me.

Eu: Morreu lavando um prato.

A gente se encarou, o jeito com que eu falei e o silêncio repentino causaram um ataque de riso tão grande, que todos nos encararam. Kou rolava no chão de rir e eu e Elise nos segurávamos uma na outra para não cair. 

Kou: ELA NÃO MORRE DE ANEMIA… HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHSHAHHAHAH… MAS… MORRE COM UM PRATO!

Eu: NÉ ISSO?

Então eu parei de rir de repente. Eu me virei. Eu olhei o olhar em chamas atrás de mim.

Shu: Lilyth.

Eu: Ha-hai.

Shu: Eu preciso te pedir algo antes de qualquer coisa.

Fudeu tudo, jão. 

CONTINUA…


Notas Finais


Foi isso! Espero que tenham gostado. Little kisses <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...