1. Spirit Fanfics >
  2. Blood And Vampires >
  3. Diana Prince 1

História Blood And Vampires - Capítulo 7


Escrita por: HardFrost

Notas do Autor


Esse capítulo ficou bem pequeno mas vai ter a continuação em breve, esse capítulo e pra quem gosta da Diana é da Gal.
.
.
.
.
.
.
.

Capítulo 7 - Diana Prince 1


Fanfic / Fanfiction Blood And Vampires - Capítulo 7 - Diana Prince 1

  Diana Prince era uma meia vampira, seus pais eram de mundos diferentes mas o amor deles resultou no nascimento de Diana em 1752.

  Seu pai Oliver Prince era um vampiro solitário, vivia em uma casa abandonada, gostava do silêncio, até que uma jovem mulher com um estilo de vida muito diferente cruzou seu caminho.

  Sua origem veio da Inglaterra onde sua família tinha uma forte conexão com a magia, vampiros não eram usuários de magia mas sua família era diferente.

  Oliver era o último da linhagem, suas habilidades mágicas eram até comparadas aos grandes magos.

  Margareth Lopes, não tinha família mas isso nunca a abalou vivia a sua vida de forma magnífica, cheia de amigos mas isso mudou quando decidiu explorar a floresta, é sua vida mudar para sempre

  Seus ancestrais vieram da África, Margareth nunca acreditou que ela tinha o sangue de um povo que conversava com espíritos, mas ela sempre sentiu que nunca esteve sozinha.

  Quando estava andando em uma rua, ela ouviu uma voz vindo da floresta dizendo para entrar nela.

  Seus mundos se encontraram no meio da floresta.

  Seus olhares se encontraram é uma conexão foi criada, pouco a pouco Oliver deixou se apaixonar por Margareth, ela o transformo e ele deixou de ser um vampiro solitário é decidiu se casar com Margareth.

  Isso resultou em um conflito de discussão entre os vampiros.

  Um híbrido entre um vampiro é uma humana significava um desastre para os vampiros, seus segredos podiam ser revelados.

  Porém Oliver os convenceu que se Diana não fosse capaz de se controlar ele a mataria e depois mataria a si mesmo.

  Margareth ficou gravida de Diana, sua morte foi inevitável, uma humana com um bebê de um vampiro.

  Oliver se culpou mas ele tinha Diana agora ele a ensinou tudo que aprendeu com Margareth, ensinando a Diana que podia ter uma vida sendo uma meia vampira.

  Aos 18 anos Diana deixou de envelhecer sua alimentação podia ser de comida humana ou sangue.

  Com uma vida eterna pela frente sua felicidade está abundante, se tornou ainda mais abundante quando descobriu que não era a única meia vampira.

  Mas seu mundo desmoronou, seu pai tinha sido morto por um grupo de lobisomens rebeldes. Que o mataram por pura diversão.

  Com as décadas se passando o mundo ficou mais moderno, isso também facilitou em achar eles e mata-los.

  Diana buscou vingança. Caçando os lobisomens que mataram o seu pai, ela ficou sem um propósito até que ela conheceu Steve.

  Steve precisava de uma especialista em magia espiritual, como ela a encontrou foi a que mais surpreendeu foi que Steve estava junto com Clarke que ainda não era o lobisomem Alfa.

  Havia ocorrido um incidente com humanos que poderiam descobrir o segredo dos lobisomens.

  Em um ato de desespero um dos humanos era parente de uma bruxa que lançou um feitiço de selo eterno em uma casa abandonada. 

  Diana recusou de cara, mas ela foi convencida por Clarke que a fez lembrar sobre a gentileza de salvar uma vida, mas também o significado de ainda está vivo.

  Ela os ajudou com o feitiço.

  Desde daquele dia Diana se tornou amiga de Clarke um lobisomem diferente dos outros, os três mantiveram contato, apenas iriam chamá-la caso fosse preciso, essa hora chegou.

  Atualmente ela vive na Inglaterra em uma bairro tranquilo cheio de humanos com vidas simples, não eram humanos problemáticos.

 

                    Atualmente 

 

  O grupo se encontrou em uma vizinha com várias casas, pela hora todos já estavam dormindo, apenas uma casa tinha luzes acesas.

  A casa tinha um telhado preto, assim como as paredes que eram uma combinação de concreto e madeira.

  – E o lugar certo – perguntou Wanda.

  –  Sim é bem aqui mesmo – disse Clarke mirando em uma das casas.

  – Tem certeza ? – perguntou Natasha que logo teve sua resposta.

  A casa que tinha as luzes acesas teve sua porta aberta, revelando Diana que usava uma roupa longa e confortável de tom roxo.

  – Eu senti que vocês viriam – disse Diana indo em direção ao grupo – Acho que está na hora de você retribuir aquele favor que fizemos pra você Diana – disse Steve olhando para a mulher.

  – Será uma honra meu Rei – Diana fez uma pausa, olhando para as duas mulheres ao lado dos homens – É uma honra conhece-las, a Líder das Bruxas Wanda é a Rainha dos Demônios Natasha.

  – Bom acho que as apresentações são desnecessárias, é bom ver você de novo Diana – disse Steve dando um abraço na mulher, deixando Nat com incômodo.

  Clarke a abraçou também, as mulheres se cumprimentaram, a mulher os convidou para entrar em sua casa, Diana tinha um estilo muito moderno em decoração.

  Todos se sentaram em uma mesa no centro da sala, uma mesa grande e redonda de vidro.

  – Eu imaginou que seja algo grande para os grandes líderes estarem aqui, por favor sentem. Querem algo para beber ? – perguntou Diana.

  – Não obrigado Diana, como você disse precisamos de sua ajuda para ler um livro – disse Natasha indo direto ao ponto.

  – Um livro? Acho que a Wanda podia lê-lo – disse Diana – Eu já tentei mas não consigo é muito antigo – disse Wanda.

  – Do que se trata esse livro ? – perguntou Diana.

  – Pela nossa fonte, esse livro possui a respostas para o quê ou quem está matando vários de nossos clãs, provocando esse massacre é causando instabilidade entre os clãs. Mas eu já tentei ler mas eu não consigo, é muito antigo mesmo – disse Steve.

  – Por isso estamos aqui Diana, se a Wanda não conseguiu então apenas você consegue, graças a suas ligações com os espíritos é a magia antiga – disse Clarke colocando sua mão em cima da mulher.

  – Muito bem vou ver o que posso fazer, pode me dar o livro Wanda – disse Diana.

  Assim que colocou as mãos no livro suas expressões faciais mudaram para dúvida, incerteza, mistério é anseio.

  Seus olhos percorreram por todas as páginas, até que ela reconheceu apenas uma palavra.

  Isso já seria o bastante para ajudá-la a encontrar o idioma do livro, pegando um de seus livros em um compartimento secreto, ela recitou uma magia antiga.

  Tatuagens azuis começaram a surgir em seu rosto é se expandiram até a sua mão direta onde com seu indicador ela apontava na única palavra que identifico.

  O idioma era chamando de Kolokiano.

  – Nossa – disse a mulher em espanto.

  – Descobriu alguma coisa ? – perguntou Steve – Apenas o idioma, Kolokiano um idioma muito antigo, usado no início dos tempos quando os idiomas é as regras da língua portuguesa estavam sendo ainda discutidos.

  – Então isso confirma o que eu disse, esse livro é pré-histórico mesmo – disse Natasha olhando uma das decorações da sala de Diana.

  – Tudo bem disso já sabemos, mas Diana você consegue ler ? – perguntou Wanda.

  – Estou trabalhando nisso agora, eu descobri algumas palavras que são bem duvidosas e assustadoras.

  – Como assim assustadoras, você pode dizer elas ? – perguntou Steve apreensivo.

  – São “monstro antigo",  “fera do mar"  , “fim de tudo"  é  “pesadelo" – Diana disse com um olhar sombrio para todos.

  A barriga de Clarke começou a se tremer por causa dessas palavras, isso era estranho.

  Assim como Wanda, Natasha e Steve estavam com um medo grande. Algo os deixava ainda mais incomodados.

  O que será que está escrito nesse livro afinal.

 

 


Notas Finais


Não se precupem estou me adiantando com assuntos de escola mas acho que em um ou dois dias já tenha novo capítulo, até.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...