História Blood Classroom - Capítulo 5


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Apocalipse, Escolar, Ficção, Loucuras, Lutas, Sobrenatural, Zumbis
Visualizações 26
Palavras 576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


∆{ italo_Dark}∆

Capítulo 5 - Entre lágrimas e sangue


Fanfic / Fanfiction Blood Classroom - Capítulo 5 - Entre lágrimas e sangue

Monstros... Essa é a palavra que definia aquelas coisas... Monstros que rodeavam o colégio, eles pareciam humanos possuídos... A maioria cobertos por sangue.. era tudo vazio... Inclusive... Minha mente...

"Antes do acontecimento"

Kagure: Kuro, ei idiota olha pra mim! 

Era o que eu escutava todos os dias no colégio...antes disso acontecer, quase todos da sala pareciam me odiar simplesmente por ser... Eu...

Talvez eu fosse esquisito, ou simplesmente não iam com a minha cara, todos mexiam comigo... E... Com minha fobia... Outros pareciam ter medo de mim e eu não entendo o porquê...

Kanui: Oi ku-

Kuro: se não calar a boca eu te mato desgraçado....

Será que... Eu sou o problema...acho que não pois alguém me disse uma vez... " Eu gosto de você, do jeito que você é... Kuro "

" Antes da aula"

Yuno: Kuro! Vamos pra aula, passei aqui agente poderia ir juntos...

Kuro: Yu-yuno?!!! O-oque tá fazendo aqui?!

Era estranho... Ela era uma menina legal, e minha única amiga... Agora... Porque ela se importava tanto comigo?

Yuno: vamos logo, a aula de kendo começa em 15 minutos- disse puxando minha mão...

Yuno era incrível mente habilidosa com espadas eu admirava isso... Quase tudo que aprendi ela que me ensinou, ela era incrível...

Kuro: Yuno... Porque você insiste tanto em ser minha amiga?...

Yuno: como assim?

Kuro: você sabe, quase todos da classe parecem me odiar, e você é o tipo de pessoa que todos gostam, tenho medo de barrar suas novas amizades...

Yuno: Kuro... Não pense assim... Eu sou sua amiga porque gosto de você do jeito que você é...

Foi quando...

Kagure: ei Kuro! Olhe aqui, acabei me cortando, não quer provar meu sangue?

Eu comecei a tremer... Minhas mãos e suavam frio... Sentia náuseas e calafrios pelo corpo...

Yuno: Kagure não começa!

Kagure: não vai defender seu namoradinho vai?!

Yuno: ele não é meu namorado...

Kagure: tem razão, quem namoraria esse bipolar doentio!- deu uma risada insana

Foi quando...eu desmaiei... A última coisa que escutei foram gritos de socorro...

Quando acordei a escola estava em um silêncio profundo...estava tudo tão... Quieto.

Kuro: a espada da Yuno... Ela deve ter esquecido...

Pensei que todos poderiam estar na sala, então comecei a andar pelos corredores...

Kuro: Yuno? Alguém?... 

Foi quando eu vi... Yuno de costas.

Kuro: Yuno! Aqui sua espada! Você a esqueceu... Ah, o que aconteceu lá? Não lembro direito sabe... Disse com um sorriso sem graça...

Yuno continuou de costas...ela poderia estar com raiva de mim, fui um babaca desmaiando, além de um belo covarde...

Toquei no ombro de Yuno...

Kuro: Yuno eu fui um...- pera o quê é....sa-sangue...

Minha mão estava trêmula, olhei para o ombro de Yuno... Estava totalmente dilacerado...

Kuro: Yuno?!!! Disse quase chorando

Ela se virou.... E me derrubou

Fiquei sem saber o que fazer não estava entendendo praticamente nada...Yuno tentava me morder como um animal... Não consegui segurar comecei a chorar

Kuro: Yu-yuno para por favor!

Então... Percebi que eu tinha um problema... Peguei a espada e enfiei na barriga de Yuno... E não parei... Continuei dilacerando-a mais e mais... Eu não sabia o que eu estava fazendo...

Kuro: o que diabos eu fiz?!

Comecei a correr pelos corredores vazios abraçando a espada da Yuno

Kuro: eu não queria matar ela eu não queria!!!...

Sangue estava espalhado em um pequeno quarto onde eu entrei... Lá dentro daquele apertado quarto mais pessoas mortas...

Soquei a parede com força quase quebrando meus dedos...

Kuro: o que eu fiz, sou um desgraçado!... Alguém... alguém me mata por favor... Eu... Eu amava ela...tenho...tenho que achar os outros... não quero que me esqueçam... Não quero morrer só... Eu só... Só...



Queria ser normal...

Dei um grito alto... Provavelmente alguém fora da escola escutaria...








AI: ouviram isso?...


Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...