História Blood Drops - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Stray Kids
Personagens Hwang Hyun-jin, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Hoseok, Imagine Bts, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Suga, Tae, Você
Visualizações 156
Palavras 1.268
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Ficção Científica, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo VII


Fanfic / Fanfiction Blood Drops - Capítulo 7 - Capítulo VII

POV Soon

-Eu só queria poder vê-los outra vez... -Digo num sussurro. 


-Eu sei... -Jin diz ao sentar em meu lado. -Mas saiba que não pode, sua nova vida não permite uma coisa dessas! Sua nova casa é aqui, nós... Somos sua nova família! Você não está sozinha Soon! -O mesmo toca em meu ombro. 


-É... É o melhor né? Melhor as coisas serem assim, para ninguém acabar se machucando! -Sorrio limpando minhas lágrimas. -Obrigada Jin! 


Logo me levanto e vou para meu quarto. Nesses últimos dias, Jin me apoiou muito. Não sei porque, mas... Tenho uma grande confiança em Jin, e estou sempre me abrindo para ele. 


Me atiro em minha cama e fico olhando para o teto. A saudade que Jung Hee fazia, era imensa. Mas é melhor ficarmos distanciados, pois ainda estou aprendendo a me controlar perto de humanos. Aliás, Tae tem sido muito vigoroso na tentativa de me ajudar a me acostumar apenas com o sangue dos animais. 


Ouço umas batidas em minha porta e logo digo um "entre". 


-Oi princesa! -Jimin se joga ao meu lado. 


-Oi... -Sorrio fraco para ele. 


-Estava chorando de novo, né!? -Ele limpa com o seu polegar o canto de meu olho. 


-Não é nada... -Suspiro. -Mas... Como está indo com Jungkook? -Andam tentando muito, fazer com que Jungkook sinta algo. E Jimin anda participando disso. 


-Fastidioso! -Diz revirando os olhos. Rio.


-Bacana! -Sorrio debochado. 


-Ah, vamos descer! -Ele diz me puxando. 


-Por que? -Olho-o sem entender.


-Porque Namjoon, quis fazer uma pequena janta. -Ergo uma de minhas sobrancelhas. -Com Jungkook!


-Ah... -Concordei com a minha cabeça. -Certo. 


POV Jin


Estávamos todos na mesa. Jungkook estava com um olhar tedioso, Yoongi e Hoseok estavam conversando. Namjoon estava tentando puxar algum assunto com o Jungkook. Jimin e Soon estavam rindo de algo. Taehyung estava brincando com os talheres. Nada como um ótimo jantar, em família! 


-É... -Taehyung cutuca em meu ombro. -Jungkook está claramente com raiva... -Ele aponta para o mesmo. 


-Ahn? -Olho para Jungkook que olhava com sangue nos olhos para Jimin e Soon. 


-Acha que é ciúmes? -Tae cochicha em meu ouvido. 


-Não sei... -Olho duvidoso. 


POV Soon


-Jungkook está nos olhando... -Sussurro no ouvido de Jimin que rapidamente olha para Jungkook, com uma cara nada boa. 


-O que foi, Jungkook? -Jimin olha sério para o mesmo.


-Nada, apenas imaginando sua namoradinha nua em minha cama. -Dito isso, Jimin se levanta rapidamente, mas o empurro para se sentar novamente. 


-Pare Jimin, quanto mais você se importar com o que ele disser, mais ele vai fazer! -Sussurro. -E... Jungkook! -Olho para ele, que logo formou um sorriso em seu rosto. -Pare de imaginar essas coisas, isso nunca vai acontecer!


-Pessoal, quero propor um brinde... -Namjoon se levanta com uma taça na mão. -Á Jungkook, por ter voltado... -Todos nós pegamos nossas taças, e levantamo-as esperando que Jungkook fizesse o mesmo. Demorou alguns minutos até Jungkook revirar os olhos e levantar a taça também. 


 

[...]

 

Estavam todos na sala, com suas taças cheias de sangue. Havia tomado apenas duas, pois prometi a Tae controlar minha sede.


-Soon! -Jin toca em meu ombro. -Podemos conversar? A sós? -Diz olhando para Jimin. 


-Claro! -Deixo minha taça com Jimin e logo subo com Jin.


-Ok... -Jin fecha a porta do escritório e logo vem até mim. -É sobre Jungkook.


-Jungkook? -Pergunto confusa.


-É... Não sei porque mas... -Jin passa sua mão em sua nuca.  -De alguma forma, você faz Jungkook parar de falar e fazer bobagens! 


-Não estou... Entendendo! 


-Na noite em que, Hoseok e Jungkook estavam discutindo... -Ele olha para baixo. -Depois de você ter dado aquele sermão para Jungkook, e ter saído... Ele automaticamente se retirou do local e foi para o seu quarto. -Jin olha em meus olhos. -Se fosse eu, ou qualquer um dos garotos, pedindo para que ele parasse, pode ter certeza que ele não pararia! E quando você pediu, ele parou...


-Ok... Está me dizendo que... 


-Você pode trazer Jungkook de volta! -O maior me interrompe.

 

Duas semanas depois

Com muito esforço, comecei a participar mais da vida de Jungkook. Lavava suas roupas, lhe dava comida, arrumava seu quarto, e conversava com ele. 


Ele apenas começou... A dar mais respeito a mim. Claro, que as vezes ele era um baita de um grosseiro. Mas nada me impedia de tentar trazer Jungkook de volta. Pois eu sei o quanto que Jungook é importante para eles. 


-Como está indo? -Pergunta Yoongi escorado na porta do quarto de Jungkook. 


-Difícil, mas nada impossível... -Suspiro. 


-Isso... -Ele se aproxima. -Que você está fazendo, é muito significativo Soon! Nossa, isso demonstra como você se importa conosco! -Ele cruza os braços sorrindo. -Sabe, eu sempre achei que você iria nos trair, sei lá... Nos deixar aqui e viver sua vida em outro lugar.


-Que isso Suga! -Coloco minha mão em seu rosto. -Vocês são minha nova família! -Beijo sua bochecha. Nunca deixarei vocês! -Sorrio. Ele beija minha testa e logo saí. 


-Você não me dá beijos! -Dou um salto.


-Puta merda! -Levo minha mão até meu peito. -Que susto Jungkook! -Ele cruza os braços. -Você não está sendo um menino bom! Por isso, que não te dou beijos! -Digo guardando suas roupas em seu armário.


-Aish! -Ele revira os olhos. -Quando eu for esse menino bonzinho, não vou querer meu beijo na bochecha e sim, na boca! -Ele sorri. 


-Sonha! -Rio. -Ok, Jungkook...


-Prefiro daddy! -Ele diz ajeitando sua gravata. 


-Jungkook! -Suspiro. -Me escute por um segundo! 


-To ouvindo... -Ele olha para mim. 


-Hoje a noite, teremos aquela caça! Não se esqueça.


-Hum... Ta! -Ele diz saindo do quarto. 

 

A tarde, não tive nada para fazer. Fiquei pensando em dar uma olhada na casa de Jung Hee, mas estou com medo. E se eu atacar ele? Como vai ser? Aish... Eu consigo! Eu consigo! Eu vou... Conseguir!


POV Jin


Nessas duas semanas, Soon esteve presente a cada momento com Jungkook. Eu acredito que ela vai traze-lo de volta. Jungkook a obedece na maioria das vezes, sem que nós estejamos por perto! Mas eu observo tudo o que ele faz, e sei que ele está voltando aos poucos. Eu sinto. 


-Está dando certo, não é!? -Jimin aparece atrás de mim. 


-Sim, sinto que ele está voltando aos poucos. -Me viro para ficar de frente com o menor.


-Que bom... -Jimin revira os olhos.


-Está com ciúmes? -Solto um sorriso.


-Não! -Ele cruza os braços. -Eu e Soon combinamos que... Não temos nada sério! -Ele sorri. 


-Isso não te impede de ter ciúmes! -Ergo a sobrancelha rindo.


POV Soon

Estava em cima de uma árvore que dava para ver perfeitamente o quarto de Jung Hee. Mas ele não estava... 


Entro em seu quarto pela janela. Olho ao redor vendo seu quarto impecável. Jung Hee nunca foi organizado... O que está acontecendo? 


-"Mudou bastante enquanto estive fora." -Penso e rio.


Abro a porta de seu quarto devagarinho olhando ao redor para ver se havia alguém. Escuto conversas lá embaixo, parece que vinha da cozinha. Curiosa, desço as escadas e olho para a cozinha, onde se encontrava a mãe de Jung Hee que chorava baixinho, e ao seu lado, seu pai. 


Ando calmamente até eles. Até eles perceberem minha presença. 


-Soon! Você veio! -Ela limpa as lágrimas e vem direto me abraçar. -Achei que você nunca tivesse recebido os recados que deixei para você! -Retribuo o abraço sem entender. 


-S-sim... -Me solto do abraço. -Mas o que houve? Onde está Hee? -Ela olha para seu marido e logo depois para mim. 


-Soon... Jung Hee... -Logo vejo suas lágrimas caírem sobre seu rosto. -Ele se suicidou! 

 

 

[...]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...