História Blood Moon - Capítulo 5


Escrita por: e Srt_Suga

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Drama, Jungkook, Misticos, Yoongi
Visualizações 32
Palavras 1.228
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus sereinhos e sereinhas!!

Olha titia chegou e trouxe comigo mais um capítulo!

Nesse capítulo tem muitas revelações!

Espero que realmente gostem!

Leiam bem!

》☆《

Capítulo 5 - 05- Livro da Lágrimas.


Fanfic / Fanfiction Blood Moon - Capítulo 5 - 05- Livro da Lágrimas.

   •Blood Moon




 Me levantei rápido sentindo minha respiração ofegante. Olhei no espelho meus olhos estavam pintados com a coloração vermelho vivo.


 Coloquei meu pijama, desci vendo meus pais cozinharem juntos.


 -Boa noite Jee!- papai sorriu.


-Annyeonghaseyo!-pisquei devagar.


-O que almoçou hoje? Já que estava sozinha?- mamãe perguntou preocupada.


- Hyun me levou pra almoçar! Ahh! Vocês não vão acreditar! O Hyun é um Híbrido!


 Papai me olhou e mamãe arregalou os olhos.


-Ele é um Híbrido de lobo, bruxo e … sei lá!-completei.


-Que legal Jee temos que convidar os pais dele para um almoço ou um jantar o que acha? - papai disse.


-É….- sorri.


-Já estou terminando o jantar, arrume a mesa por favor querida!- mamãe disse. Coloquei os pratos e me sentei.


-Não esqueça que amanhã cedo você tem injeção!- suspirei.


-Mas por que?- reclamei.- Eu não preciso disso!


-Precisa sim! Por ser uma vampira suas doses de vitamina são muito baixas, fora que você é descendente de Íncubo ou seja, precisa de plasma e doses para diminuir os hormônios!- explicou detalhadamente.


Na minha cabeça ecoava “foda-se, foda-se”, mas um puxão de orelha era a única coisa que eu não queria.



                          ~☆~


    Mesmo sendo particular a fila para tomar “injeção” estava um pouco grande, demorando umas 2 horas para eu e papai sermos atendidos.


    Eu entrei primeiro me sentando na cadeira de couro e tendo meu braço amarrado. Sentir a agulha entrando em meu braço era puro êxtase me sentia pura e relaxada, apesar de doer um pouco era uma dor totalmente suportável, além de ser rápido.


  Esperei papai sair da consulta dele e fomos almoçar em um restaurante qualquer no caminho para casa. Mamãe foi ao salão como ela mesma disse, “tenho que estar saudável para hoje a noite” . Eu pedi um sanduíche com duplo queijo cheddar e dois hambúrgueres e uma Coca-Cola bem gelada com limão.


   Resolvi dar uma volta no Shopping enquanto papai entrou em todas as concessionárias de carros para olhar os novos modelos.


    Olhei roupas, jóias, sapatos, maquiagens, mas apenas comprei um conjunto de cropped com uma saia.


   Fui até o banheiro, me olhei no espelho colocando uma mecha do cabelo atrás da orelha.


  -Fiquei sabendo do seu beijo com Hyun!- alguém disse de dentro de algum dos banheiros.


-É…. Quem é?- a pequena porta do último banheiro se abriu e Song Hee saiu. Puta que merda.


-Não se ache querida!- segurou meu queixo.- Ele é assim com todo mundo! Na verdade ele só vai te usar e depois acabar com você!


-Ah, mais é claro! Espero que ele faça comigo o que fez com você!- sorri Irônica.- Hyun é apenas um colega!- mordi o lábio, queria saber mentir melhor.


-Ah pequena coelhinha,- coelhinha?- não seja ingênua! O que ele quer você não pode dar - olhou para mim de cima a baixo e mordeu o lábio- logo vocês vão perceber isso e ele vai voltar pra mim!- sorriu sarcástica.


-Não está insinuando que ele estava com você só porque vocês transavam né?-olhei para ela.- Não precisa responder... Você é nojenta!- SunHee suspirou pesado e se aproximou.


-Vai se foder!- desferiu um tapa em meu rosto, logo saindo do banheiro.


-Isso vai lá chamar seu canil sua vadia!- respirei, coloquei a mão em meu rosto, vendo ele começar a ficar vermelho e sentindo aquela região latejar.


  Sai do banheiro rápido querendo apenas encontrar meu pai.


Coelhinha?


Kook?


    Yoongi estava sentado tomando milk-shake e mexendo no celular, ele estava todo de preto usando óculos escuros, estava realmente bonito. Umas meninas cochichavam algo e meus sentidos apurados me confirmaram o que eu já suspeitava, estavam falando de papai.


-Ou suas urubus! É meu pai!- gritei fazendo as garotas se dispersarem com cara de raiva.


-O que houve minha filha?- disse rindo, seus olhos se arregalaram e ele tocou devagar minha bochecha.- Ai meu Santo protetor dos Íncubos o que fizeram com minha pequena Jee?


- Nada de mais eu só levei um tapa!


- É bom que você saiba fazer uma maquiagem, se sua mãe ver isso...- balançou a cabeça.


                   ~☆~


A casa estava toda arrumada e a mesa organizada para 12 pessoas.


 Meus tios começaram a chegar, Jimin com a Lydia, Tae com Yumi, Hoseok com Sunny, Namjoon com Eunbin e Jin com Suzy.


Estava vestida com a roupa nova que havia comprado completando o look com o melhor tênis que eu tinha e jóias douradas.


-Filha termina a sobremesa pra mim! É só colocar o coco ralado e os morangos!


-Tudo bem!


Após terminar, me virei para colocar a sobremesa na geladeira.


Jade estava sentada no banquinho chorando com papai do lado.


-Mãe?- me aproximei. Coloquei minha mão em seu ombro, mas minha mão a atravessou, recuei, minha respiração acelerou.


“- Me desculpe Yoongi não posso te dar filhos!-mamãe disse entre lágrimas.


-Não diga isso meu amor! Podemos tentar de novo!- sorriu malicioso.


-Eu fui ao médico, fiz vários exames, e ele constatou que eu não posso ter filhos!”


Eu estava desesperada, eu não sabia nem ao certo o que tinha acontecido.-Jee!!- alguém me chamou. Olhei para trás vendo tio Jin me olhar espantado.- Seu nariz está sangrando!- peguei um pano próximo e limpei o sangue fresco.- O que é pequena? Uma visão, um pressentimento?


-Uma visão do passado!- franzi o cenho.


-Isso é ótimo! Seus dons de sereia estão evoluindo!-bateu palmas.


  -É… talvez…-sorri amarelo.


 -Venha vamos jantar! Estamos te chamando faz tempo.


Me sentei, vendo todos me olharem, para a minha sorte ninguém perguntou nada. Fizemos uma oração agradecendo aos Deuses pela proteção e alimento, e também pedindo a proteção de uma tal de “Coelho morceguinho”.


-Onde vocês vão passar a lua de sangue?- tio Taehyung perguntou enfiando o garfo na boca.


-Provavelmente em casa!- papai respondeu sincero.


“Pergunte Jee!” - uma voz aguda ecoou em minha cabeça. Ninguém mais parecia ter ouvido. A conversa fluía normalmente e os assuntos pareciam aumentar a cada instante.- “Pergunte Jee, pergunte!”- a voz ficava cada vez mais forte e aguda, fazendo minha cabeça doer.


- Cala a boca!- gritei, balançando a cabeça. Todos ficaram quietos.- Desculpa não é com vocês!- um soluço escapou. “Pergunte Jee!”. - Quem é Kook? O que é lua de sangue? Jade, como você me teve se não pode ter filho?- Mamãe arregalou os olhos e começou a chorar.


-Jee, eu….-balancei a cabeça eu não queria ouvir desculpas.


-Kook, é o Coelho Morceguinho! Ele era um amigo nosso na época do Mysticarum! Ele e sua mãe ficaram juntos por alguns dias, mas sua mãe ficou com seu pai e JungKook foi embora! Ele está morto!- Lydia disse calma como se já esperasse por isso.


-A lua de sangue acontece a cada 17 anos, é quando os espíritos podem habitar a terra e possuir as pessoas que aqui moram.- Jimin completou. Assim todos ficaram quietos novamente.


-Falta a última!- bati na mesa.


-E-eu, não podia ter filhos e a 17 anos era lua de sangue! Estava chovendo a noite e eu escutei alguém me chamar lá de fora e quando saí havia um livro. O livro das lágrimas. Eu fiz o pedido que eu mais queria, que era ter um bebê! E ele me deu! -soluçou e sorriu para mim.


-O livro das lágrimas é um livro do Demônio! Ele tira de alguém para te dar e foi isso que fez! Que merda eu nem filha de vocês sou!- me levantei chorando. Corri para meu quarto e bati a porta.









Notas Finais


Então?

Agora as coisas vão tomar um rumo boom!

Continuo?

Pra vocês que não leram a primeira e não entendem as referências aqui:
-the dark world-

https://spiritfanfics.com/historia/the-dark-world-9504781

Outra fanfic minha:
-the love behind the crime-

https://spiritfanfics.com/historia/the-love-behind-the-crime-9854878

Comentem o que acharam!

Até o próximo!

Amoo vcs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...