História Blood River - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Nicki Minaj
Tags Bts, Jin, Jungkook, Namjoon, Nicki Minaj, Suga
Visualizações 25
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 4 - Capítulo 4


 

The Blood River - Capítulo 4 : Somos iguais e únicos.

 

O Pálido andava e andava pela floresta e nada de seus preciosos anéis prateados, já estava fraco, nem suas asas apareciam mais, nem seus olhos brilharam, estava sem camuflagem, estava um humano qualquer e inútil, apenas com os anéis dourados que apenas o davam força para sugar o poder do mundo sobrenatural, sim, Yoongi tinha a capacidade de pegar o poder dos seres inferiores a ele, resumindo : Todos.

 

—  Eu tinha que perder logo aqueles, eu lembro de ter passado por aqui! - O Pálido resmungou olhando as árvores que conhecia e passou na noite passada, enquanto fugia daqueles que o percebiam : Os cavaleiros de seu pai, Lúcifer o príncipe do inferno.

 

Yoongi logo ouviu um barulho distante como folhas sendo pisadas e logo se escondeu em uma árvore próxima, sentindo a energia de algum ser desconhecido, não parecia ter classificação, não parecia ser anjo, lobo, vampiro, nada.

 

Se virou apenas para olhar se aquele sujeito estava ali, e se deparou com a mesma pessoa com o capuz de veludo preto, apenas se lembrava de ser nocauteado e acordar em casa, mais não se lembrava do rosto do sujeito, nem sabia se era uma mulher ou um homem, não estava lembrando.

 

Prestou atenção nos movimentos do sujeito, que pegou algo de seu bolso e o abriu, o pálido teve que tapar a boca com a mão para não fazer nenhum barulho ao ver os seus anéis de prata enrolados no pano vinho, e o sujeito botando em seus dedos rapidamente, logo as asas - que era de Yoongi - aparecerem e rasgarem o manto que o mesmo usava, e se abrirem.

 

O pálido retirou a mão na boca lentamente não entendendo ao ver as cores das asas, não pretas e nem brancas, mescladas, uma asa era preta e outra branca, franziu o cenho sem entender o por que daquilo acontecer, não era possível uma fundição com anjo e demônio, não era compatível.

 

Yoongi deixou esse pensamento de lado ao ver o sujeito com cuidado retirar seu capuz, e logo liberar a cabeça da bela moça dos cabelos negros como os do pálido, os lábios vermelhos como uma maçã e os olhos verdes em formato de esmeralda, sua pele levemente morena, o jovem-adulto pulou para trás ao ter os olhos da morena em si, como automático - mal ele sabia que ela podia ter os mesmos poderes, que eram sentir a energia vital, o medo, e a respiração de longe - Yoongi virou para trás na intenção de fugir, mais foi em vão.

 

A Mulher apenas levantou as mãos fazendo um sinal de aproximação e Yoongi logo foi puxado bruscamente pelo vento pela canela, e logo caiu, sendo puxado pelos pés, o pálido não gritava por que sabia que os cavaleiros do inferno, estavam próximos, se ele gritasse, seria ainda pior.

 

— Vamos Príncipe, não seja tão covarde, esperava que você fosse mais forte - A mulher se pronunciou calma, fazendo um movimento em direção a árvore, aonde Yoongi logo voou batendo com a costa e tudo no tronco, e logo caiu sentado.

 

— Oque você quer? Hum? Me diga - Yoongi se pronunciou e tentou se levantar mais nem isso conseguiu, pois a mulher se aproximou, começando a enforca-lo contra a árvore 

 

— Eu sempre soube que ter seus poderes era bom, mais não sabia que era ser tão legal, Min Yoongi - A Mulher falou e apontou para a marca vermelha no lado direito do seu rosto, que estava com a marca da mão do pálido, por conta do soco da noite anterior, e se auto curou - Está vendo? você não poderá fazer isso quando eu acabar com você - Falou e logo largou o pálido ao ver as asas brancas na costa do jovem que logo pulou, botando as asas como um escudo nas mãos.

 

— Pode vim, vamos ver quem morre primeiro - Yoongi falou e trincou o maxilar encarando a mulher que sorriu de lado, já esperando o seu momento, abrindo as asa negra, as raspando no pescoço do pálido que logo resmungou de dor, ao sentir o pescoço ser machucado e ferido, deixando uma fenda abaixo de seu maxilar.

 

— Vamos majestade, não briga com mulher? vai - Chamou a morena com as mãos e Yoongi não contestou e correu com os punhos fechados, mais não conseguiu acertar ao sentir a mulher teletransportar para a frente de Yoongi, logo o socando no rosto, que caiu quase desmaiado, mais ainda conseguia ver pequenas coisas - Me desculpa! Me descul..AH! - Yoongi não entendeu ao ouvir a morena se desculpar, e logo gritar colocando a mão na cabeça, com uma expressão de dor - Não liga para essa idiota, meu problema é só com você.. - A expressão e a voz da mulher mudou bruscamente em poucos segundos, e Yoongi logo entendeu oque estava acontecendo.

 

— Qual o seu nome? - Yoongi perguntou confuso, enquanto se distanciava com os pés da mulher que se aproximava lentamente.

 

— Onik..AH! E-eu não quero te machucar, mais ela qu..,Não ouça ela Yoongi, não ouça ela filho - A mulher estava possuindo duas expressões diferentes, e duas vozes diferentes, parecia que outro alguém estava querendo controlar a mulher que resmungava de dor, enquanto expelia pelos olhos o mesmo líquido que Yoongi expelia quando sonhava com a água.

 

O Pálido logo se desesperou e se levantou, fechando os punhos e acertando o rosto da mulher que logo caiu, e Yoongi aproveitando se sentou no colo da mulher e tampou a boca da mulher de gritar, e retirou os anéis do dedo da mulher que logo fechou os olhos respirando fundo, sentindo um peso sair de suas costas, Yoongi guardou os anéis em seu bolso e se concentrou na mulher em sua frente que se fez de pé, junto ao pálido, e não pensou duas vezes antes de o abraçar, fortemente, enquanto chorava o mesmo líquido verde florescente do jovem-adulto.

 

— Eles estão atrás de nós, eles querem nossos poderes, somos os únicos que podem controlar esse mundo - A mulher falou sôfrega e Yoongi sem ação apenas abraçou de volta.

 

— Nossos poderes? - Yoongi questionou

 

— Eu sou igual a você, eu controlo a energia desse mundo, inclusive a sua.

 

 

 


Notas Finais


Para quem tá perdido, Nicki é igual o Yoongi, resumindo os dois são seres místicos únicos e preciosos >m< se você tiver alguma dúvida em compreender a história, me pergunte nos comentários sobre isso, que eu respondo tudo bonitinho, para você poder compreender a história, por que essa história vai ter pequenas coisas, teorias, e etc <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...