História Blood Slaves - Capítulo 2


Postado
Categorias 2PM, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, EXO, Got7, HyunA
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aventura, Bts, Drama, Vampiro
Visualizações 294
Palavras 1.423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Armorinhaaaass... amorecooosss... ishauishaushuai
Enfim aqui estamos com mais um capítulo dessa fic que já chegou arrepiando os pelinhos da nuca... suahsuahusi
E já aviso, quem está sem forninho, pegue o microondas mesmo e bora guentar esses kokoros..
Estão prontas pra se arrepiarem deliciosamente??
Então vamos logo começar esse capítulo maravidignooo... suiahsuiashi
Boralá!!

Boa leitura!!

~SweetieArmy

Capítulo 2 - Wake Up


Fanfic / Fanfiction Blood Slaves - Capítulo 2 - Wake Up

~Wake up~

(Desperte)

 

 

s/n P.O.V

 

 

 

Acordo com a luz do sol batendo em meus olhos. Sinto meu pescoço latejar numa dor insuportável. Me remexo sentindo lençóis macios contra minha pele. Abro os olhos com certa dificuldade percebendo que não estava na minha casa. Por mais que fizesse pouco tempo que tínhamos nos mudado, sabia muito bem já reconhecer que eu não estava em nenhum dos vários cômodos da nova casa. Sinto que não estava sozinha, e me sento rapidamente na cama, dando de cara com os seis rapazes esquisitos. Vejo, finalmente, o rosto do encapuzado. E devo dizer que ele era muito, mas muito lindo. Se já me atraía antes, agora mesmo.

 

?? – Desculpe nossos modos. – Ele fala, sua voz era suave, como veludo. – Mas precisávamos agir antes que acabasse fazendo alguma besteira.

?? – Há quanto tempo se deita com o seu irmão? – Sinto meu sangue gelar. Como eles sabiam? – Nós sabemos muito mais coisas a seu respeito do que imagina.

s/n – Ok, chega com essa palhaçada. Quem são vocês e o que querem de mim? – Eles se entreolham e o tal rapaz misterioso se pronuncia, dando passos lentos até a cama em que eu estava deitada. Me encolho na cabeceira da mesma enquanto ele me encara.

?? – Desculpe se fomos grosseiros. Esse é Namjoon. – O mais alto acena sorrindo e mostrando suas covinhas. – Jimin. – O mais baixo sorri de um jeito extremamente sexy. – Tae. – Um sorriso quadrado me encara e não posso negar que seu sorriso o dava aparência inocente e um tanto infantil. – Hoseok. – Acabo soltando um suspiro quando o rapaz em questão sorri pra mim, transmitindo calma e inocência. – Jungkook. – O moreno abre um sorriso de coelho que o deixava muito fofo, mas não podia deixar de notar seus traços másculos e extremamente atraentes. – E eu sou Jin, o líder desses meliantes. Agora que todos fomos devidamente apresentados, permita-me contar uma história.

s/n – Mas eu acabei de acordar, não preciso de história pra dormir de novo. – Um dos rapazes deixa escapar uma risada fazendo o mais velho o olhar irritado. Ele se vira pra mim e me assusto ao ver seus olhos antes castanhos, agora completamente negros.

J – A história que irei contar não lhe fará dormir, senhorita, muito pelo contrário, tirará seu sono pra sempre. – Ele sorri mostrando suas presas. Me encolho ainda mais na cama. – Sim, somos todos vampiros, inclusive você, e antes que me pergunte, como assim Jin? – Fala afinando a voz ao final da frase. – Deixe eu explicar nossa origem.

s/n – Tô vendo que realmente, passarei a eternidade ouvindo essa história. – Mais risadas são ouvidas pelo quarto e o mais velho apenas fecha os olhos tentando conter sua raiva.

J – Tudo começou com uma maldição, senhorita. Sim, uma terrível maldição jogada sobre um casal que desafiou as ordens de suas famílias que eram contra sua união. Eles foram condenados a viverem sempre precisando se alimentar de sangue, fazendo todos os temer e ninguém jamais os amar. Sim, os primeiros vampiros. Parece meio clichê, meio Romeu e Julieta, mas eles não se preocupavam com isso. Se amavam, e para eles era o que bastava. Acontece que eles acabaram se vendo presos em uma vida onde todos que eles amavam morriam. Sim, a parte da maldição ignorada por eles os condenava a presenciar a morte de todos seus entes queridos por toda a eternidade, enquanto eles permaneciam intactos. Eles então decidiram criar semelhantes. E assim surgiram os primeiros clãs de vampiros. Eles criavam outros iguais para que vivessem em harmonia, porém, conforme eles iam criando novos semelhantes, estes acabavam desenvolvendo habilidades um tanto incomum. Namjoon por exemplo, consegue criar explosões e espalhar o caos e a destruição apenas com um comando da mente. Jimin pode ler mentes. Tae domina a terra. Hoseok a água. Jungkook é cem vezes mais forte que qualquer um de nós, apesar de já sermos muito mais fortes que qualquer outra pessoa. E eu, como líder, domino cada uma dessas habilidades.

s/n – Ok, e onde eu entro nessa história toda? – Já estava achando aquilo loucura demais.

J – Calma, já chegarei lá. – Reviro os olhos entediada. – Acontece que os vampiros começaram a querer mais e mais poder, iniciando uma guerra sem fim, afinal, seres imortais lutando, como que essa guerra poderia acabar? Enfim, durante toda essa guerra e disputa entre os clãs, nossos criadores decidiram que era hora de pôr um fim a tudo isso. Eles escolheram os clãs mais pacíficos para prosseguirem com sua linhagem e foram pessoalmente cuidar de tais confrontos. Oferecendo paz e perdão, eles conseguiram amenizar as disputas, criando leis para que pudéssemos conviver pacificamente. Anos de paz se passaram, os clãs ainda não se davam muito bem e acabaram se espalhando pelo mundo, tomando perímetros de domínio. Não demorou muito para que uma nova guerra iniciasse. Dessa vez por terras dominantes. Nossos criadores então, junto com uma poderosa feiticeira, decidiram que era hora de tomar medidas drásticas. Eles conseguiram o inimaginável, engravidar. A feiticeira então criou, desde o ventre da nossa mãe, uma ligação de sangue e alma entre o bebê e todos os vampiros. Uma menina nasceria tomando pra si todos os machos da espécie e dominando as fêmeas. Apenas ela poderia os satisfazer assim como eles deveriam ser sua única fonte de prazer. Muitas fêmeas ficaram descontentes com isso e acabaram tomando o controle dos machos de seus clãs, jurando jamais deixar que a tal Rainha dos Vampiros os tomassem delas. E é aí que você entra, minha cara senhorita s/n.

s/n – Vocês querem que eu ajude vocês a encontrar ela? – Olho para eles que me encaravam sérios.

J – Não minha querida. Você é a nossa Rainha. – Ele sorri de lado mostrando mais uma vez suas presas. O encaro por alguns instantes mais não consigo conter uma gargalhada. Já estava perdendo o fôlego de tanto rir quando percebo que eles continuavam me encarando sérios. Seco as lágrimas de tanto rir tentando me recompor.

s/n – Você só pode estar brincando né.

Nj – Falei que ainda não estava na hora. – Jin sinaliza pra que ele se cale.

Th – Um e nós tem que despertar ela.

Jh – Eu farei.

Jm – Cala a boca, é claro que eu é quem farei isso.

J – Quietos! Está bem claro quem deve despertar ela. – Todos o olham abaixando a cabeça. – Saiam. – Eles se levantam e saem nos deixando a sós. Jin se levanta da cama indo até a janela e a fechando completamente. O quarto mergulha na completa escuridão e logo velas vermelhas são acesas, deixando o ambiente com uma aparência um tanto tenebrosa. O vejo retirar a camisa que usava, deixando a mostra seu corpo definido. – Você saberá o que fazer quando chegar a hora. Apenas relaxe, a mordida fica menos dolorida quando está relaxada. – O olho arregalando os olhos.

 

Ele sobe na cama como se estivesse prestes a comer a presa caçada para o jantar. Meu corpo não me obedece e quando percebo estou em seus braços, enlaçada ao seu pescoço. Nossos lábios se unem e sinto suas presas arranharem minha língua. Jin separa nosso beijo tirando minha roupa e me deixando completamente nua em sua frente. O vejo tirar a calça e seu membro grande, muito grande, salta pra fora já ereto. O olho assustada e ele sorri com minha reação.

Voltando a me puxar para seu colo, Jin me penetra ao mesmo tempo em que crava suas presas em meu pescoço. Sinto um prazer indescritível. Seus lábios moviam-se habilmente contra minha pele, fazendo movimentos de sucção que eram capazes de me levar a outro nível de prazer enquanto ele estocava fundo em mim. Sinto meu corpo estremecer em uma onda de orgasmos que me invadiam de maneira arrebatadora. Sinto meu corpo ser deitado na cama e suas investidas se intensificarem. Meus gemidos saíam arrastados e um tanto desesperados, querendo cada vez mais daquela sensação. Resmungo manhosa quando ele afasta seus lábios de meu pescoço me olhando.

 

J – Agora é a sua vez. – Ele morde os próprios lábios me tomando para um beijo. Sugo seu sangue sentindo a cada gole a necessidade por ele aumentar. Alcançamos nossos ápices no momento em que minha mente começa a embaralhar e minha vista embaçar. – Agora relaxe, começou o seu despertar. – Ele fala com meu corpo convulsionando em seus braços. Acabo caindo na escuridão. Toda a história que ele havia contado agora rodava na minha cabeça como se fossem memórias. Eu estava me tornando a rainha deles. Sinto ondas de força saírem de meu corpo. Esse era meu chamado, meu aviso de que eu finalmente despertei.


Notas Finais


Ai meu santo Yoongi das calças caídas... que que isso meu Jin do céu...
ushauihsauihsuash
AAaaaaa eu também quero despertaaarrr..
Como estão os forninhos e os microondas? Os kokoros? estão firme e fortes??
Espero que estejam saudáveis... aishaiusha
Espero que tenham gostado, pois fizemos tudo com amor e carinhoooo... eee tudo pra vocês, é claro... então bora sentar esses dedinhos que eu sei que estão coçando pra digitarem aqueles comentários lindos que nós tanto amamos...

Um beijão da unnie Mel e da amada parceira @Park_Min_Hee_ !!! amamos vocês!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...