História Blood Type (Yoonseok) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Min Yoongi (Suga)
Tags Hobi, Hoseok, J-hope, Min Yoongi, Sope, Suga, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 14
Palavras 344
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Alor, sem leituras novas na vez. Mas o plano é começar Doutor Sono até amanhã. Quem sabe isso não me inspira a escrever algo maior, ein ein?
Quero agradecer à vocês que estão lendo e acompanhando desde já. O fluxo da escrita aqui vai variar muito, mas espero conseguir algo satisfatório, já que nada foi planejado e a ideia vem enquanto escrevo.
Obrigada mesmo à você que leu até aqui!

Capítulo 3 - Pacto entre línguas


Havia um silêncio mútuo e significativo entre questões importantes entre os dois. Honestamente, Yoongi preferia que falassem sobre isso e decidissem logo a resolução dos problemas, mas Hobi não concordava com isso, e sempre buscava alguma forma de fugir da dura e cruel responsabilidade de seu sangue e sua carne, o golpe que evitava a todo custo, mas que evidenciava as batidas ritmadas em seu peito febril: estava vivo, era mortal. Diferente de Suga que se encontrava um patamar acima da morte e alguns muitos degraus abaixo da vida. O relacionamento deles seguindo a lógica de tudo, era fadado ao fracasso e à desgraça.

Mas nada disso importava quando Hoseok sentava-se no pé da cama, abrindo as pernas o máximo que conseguia, desabotoando a camisa botão por botão enquanto deixava o pescoço alvo totalmente a mostra e a mercê de seu mestre, seu Suga. E claro, não havia preocupação alguma com a vida ou a morte na mente de Yoongi enquanto ele caminhava felino, pé ante pé, desabotoando e descendo as calças, retirando a camisa do corpo com rapidez e finalmente, tomava o que era seu para si.

Não haviam muitos pensamentos coerentes quando eles se beijavam. Haviam línguas, suspiros, saliva, arrepios, as mãos percorrendo e apertando cada pedaço de carne que encontravam. Haviam puxões de cabelo, mordidas, gemidos sôfregos, movimentos ininterruptos de vai e vem, fundo, forte, as vezes lento, as vezes rápido, e também, quando Yoongi não se controlava e Hoseok implorava, havia sangue.

E talvez isso quebrasse um pouco o clima do pós sexo, onde abraçados e tomados pelo cansaço, o Min sentia-se culpado por ferir aquele que amava e se alimentar dele em seu momento de maior vulnerabilidade. Hobi achava aquilo tudo besteira, e implicava que aquilo aumentava o prazer, e isso, apesar de não tranquilizar o mais velho em nada, tornava a se repetir na noite seguinte, e na outra e na posterior, e assim o ciclo de dor e prazer tornou-se a rotina torturante e viciante do casal, que com culpa e desejo, se devoravam até a exaustão.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...