1. Spirit Fanfics >
  2. Bloody Gamers - Sangue, Sedução e Video Games >
  3. A Inspiradora Lupina

História Bloody Gamers - Sangue, Sedução e Video Games - Capítulo 3


Escrita por: Jiraiya63

Notas do Autor


No Ultimo Episódio, Lucius mostrou um pouco de si para Sayuri, ela por sua vez mostrou um pouco dela. Agora a nossa Lupina será a inspiração para ele.

Capítulo 3 - A Inspiradora Lupina


Fanfic / Fanfiction Bloody Gamers - Sangue, Sedução e Video Games - Capítulo 3 - A Inspiradora Lupina

Sayuri fica olhando pra janela calada a noite caindo, ela começou a sentir fome, ela toca na bochecha dele e diz

Sayuri_ Ei... Vampiro estranho acorda .... Eu tô com fome

Lucius acorda com os toques e olha para ela, dá um sorriso, sem graça e levanta, ele a vê corada e o estômago dela roncando, ele olha pra ela

Lucius_ Nossa eu cochilei...

Sayuri_ Hum Lucius...  eu tô com fome...
 

Ele faz carinho no rosto dela e dá um sorriso.

Lucius_ Vou preparar algo para nós! ^^

Ele se levanta e vai para a cozinha sanduíches com que sobrou do almoço muito bem cheiroso por sinal, ela faminta ela indo até cozinha fica olhando os pratos. ela o olha que nem um cachorro com fome, Lucius sorrindo vendo ela  daquele jeito , então ele escuta campainha tocando, vai até a porta antes de abrir.

 

Lucius_ Quem é?

Era o pai dele, Lucius abre a porta e o pai dele entra:

Joseph_Sou eu Lucius! fez churrasco no almoço não é filho, Vejo q loba está faminta ~ri~ deixou ela cansada ontem pra hoje e agora faminta esse é meu garoto

Joseph bagunça os cabelos dele todo alegre, Sayuri  olhando pra o pai dele ela fica nervosa  mas comendo o sanduíche, ela fica com olhos brilhando de tão gostoso e até esquece por um momento do que o pai dele havia falado.O pai dele sorrindo e diz:

Joseph_ oras se vc não fizesse eu faria viu? Pelo corpo dela deve ser ótima na cama

Lucius_ Ela é sim mas seu filho tambem é um garanhão rs. Bom pai eu vou jantar com ela depois a gente vai para o segundo round, tá bem? ^^

Joseph_ Opa! aí sim mas eu vim pra avisar você que irei fazer uma festa , e queria q vc fosse né e mostrasse a sua cachorrinha.

Lucius_ Tudo bem quando será?

Ele fica surpreso mas Mantem a frieza

Joseph_Oras no seu aniversário né filho esqueceu está perto já do seu aniversário

Lucius_ Nossa é verdade! É que eu ando tão focado no meu trabalho e agora na minha cadelinha que eu esqueci completamente.

Joseph_Ora! isso é bom e sabe você terá outro presente mas só no dia vc irá saber, está bem?

Jospeh sorrindo, pega um pedaço de carne e olha pra Sayuri segura o rosto dela, ela quase morde ele furiosa com ele o pai dele sorrindo e vai embora o Lucius fecha a porta  e Sayuri olha aliviada para Lucius:

Sayuri_ Humpf! Odeio ele...

Ele fica com uma gota grande na cabeça e suspira pesado... ele vai até a cozinha de novo e senta ainda com aquela gotona na cabeça.

Lucius_Ufaa, Foi mal pelo meu velho.. ele é meio machista, trata as meninas como objeto

Sayuri_ hum... Espero q ele não peça nada pra eu fazer ou fazer você na frente dos outros porque senão vou querer mata-los!

Lucius_ Eu espero também... Fico intrigado em saber que presente é esse que ele vai me dar...

Lucius comendo um pouco devagar o sanduíche e pensativo.

 

Aiai.. Gostou dos sanduíches?

Sayuri_Estava uma delicia! hum... O que é aquilo ele deixou essa sacola? 

Ela se levanta da cadeira e vai ver a tal sacola, era roupas era pra ela , ela corada vira e mostra para Lucius, ele olha e fica completamente sem Graça.


Lucius_Meu pai é muito xarope
 

Sayuri_que bilhete é esse esse ?
 
Ela olhando a roupa , ele vê algo escrito " ela tem q usar esta roupa no seu aniversário"

Lucius_ Ele é tarado mesmo parece que ele personagem de anime um tal de Jiraya... é tarado igual a ele, tanto é que tem uma casa de prostituição... Uma não, várias

Sayuri deixa a roupa lá, da de ombros e vira se deitando no sofá olhando a lua, era lua nova então ela ficava apenas sentada, Lucius se senta no chão mas se encosta no sofá na frente dela e liga a tv no programa de reality show de confinamento.

 

Lucius_ humanos... não sei qual é a graça de ficar vendo esse povo confinado... Se fosse o Joe ou o Ray  eles iriam adorar... segundo eles iam parecer ratinhos numa jaula e eles os gatos.

Sayuri_ Hum.... Não tem outra coisa pra assistir não ?

Lucius olha para ela e entrega o controle para ela e sorri:

 
Lucius_ Põe onde você quiser vamos ver o seu gosto por televisão

Sayuri olhando pra ele, põe num aplicativo de seriados, coloca um em especial e ela fica ali prestando a atenção assistindo e diz:

Sayuri_ eu queria alguma coisa doce, você tem?

Lucius_ Eu não sou muito de doce mas posso pedir um sorvete para nós você quer? Tem uma sorveteria no térreo. eles trazem aqui.

Sayuri_ Eu adoraria!

Ela o olha e depois vê a série, já estava de noite, ele pega seu celular e manda uma mensagem pelo aplicativo para o pessoal da sorveteria, alguns minutos depois o funcionário sobe até o apartamento e toca a campainha,  ele vai até a porta e recebe e volta com uma tigela grande cheia de sorvete e confeitos e calda de chocolate.

 

Lucius_Mandei trazer um caprichado para nós.

Sayuri_ Uau! Deve estar uma delícia!

Sayuri olhando pra ele com os olhos brilhando, ele leva a tigela para perto dela e com uma colher tira uma porção com a mesma e leva na boca dela.

 

Lucius_ Olha o aviãozinho

Sayuri corada ela abre a boca com a gota na cabeça sem jeito porque ele estava fazendo isso , ela provando sorvete ele vendo o rosto dela daquele jeito, com isso ela fica com os lábios sujo pelo sorvete  ele vendo aquilo pensa

Lucius_ "Lábios sujo de chocolate. Ai a vontade de dar um beijo gostoso sentir a boca dela"

Ele continua carinhosamente dando Sorvete na boca dela. Ele estava sorrindo enquanto fazia isso. Ela lambendo lábios dela mesma  e olhando pra ele  e pensa:

Sayuri_ porque ele estava me olhando assim e cuidando de mim ?

Ele vê que ela está comenso e faz um carinho na cabeça dela.

 

Lucius_ boa menina

Ele pega a tigela dele e começa a comer, estava um pouquinho derretido mas devido a temperatura do ar condicionado conservou de certa forma o sorvete

Sayuri olhando pra ele e diz ela dá um  soco no braço dele ela sentada do lado dele.

Sayuri_ eu sou uma cachorrinha não, seu idiota!

Sayuri fica assistindo tv e olhando as vezes pra fora , pensa :

Sayuri_ “eles fizeram Isso pra ninguém morrer ..... Mas...”

Ela encolhida esconde o rosto nas pernas dela e fica lá calada, ele olha pra trás a a olha encolhida, ele se levanta e se senta do lado dela fica fazendo carinho na cabeça dela.

Lucius_ O que foi pequena porque está encolhida desse jeito?

Sayuri o Olha e encosta no ombro dele, ele com isso faz carinho nos cabelos dela

Sayuri_ Eto... Vc é tão estranho

Lucius_ porque você diz isso?

Sayuri_hum você é carinhoso, sei lá, é estranho pra um vampiro...

Lucius_ ah... vou te contar um segredo. A grande maioria dos Vampiros são frios porque por tradição eles passam por coisas horríveis para serem frios e sanguinários daquele jeito. Minha mãe era dessa linha de raciocínio. Ao invés de ficar frio, eu fiquei mais emotivo ainda. Meu pai pode ser aquele que você viu um tarado um machista, mas ele sempre gostou de mim mais até do que meus irmãos, na verdade de mim e da minha irmã... Ele sempre me protegeu e ficava de certa forma agoniado de me ver isolado e triste. É porque ele foi humano antes de ser transformado, por isso que ele Guarda esse comportamento e passa para mim e para minha irmã

Sayuri_ hum... Entendi vc tem emoções igual a um humano ?

Ela se afasta pouco para ela olhar nos olhos dele.

Lucius_ Mais ou menos... não deixo de ser um pouco frio mas também tenho um pouco de empatia... porque?

Sayuri_É estranho pra mim vê um vampiro sentimental .... Sempre vi os vampiros matando meu povo, minha mãe e meus irmãos na minha frente só ficando eu e minha irmã gêmea

Lucius_ Entendo... é uma treta antiga... vem desde a idade média se não me engano...

Sayuri_Sim... é igual a rivalidade étnica que os humanos tem, Judeus e Arabes, Chineses, Japoneses e Coreanos.

Lucius_ Brasileiros e Argentinos?

Sayuri_ é... nem é tanto mas sim!

Sayuri_ Lucius... logo chegará a lua vermelha é bom se preparar pra os machos ficarem aparecendo aqui viu.

Ela diz olhando pra o céu, Lucius fica enciumado e a olha.

Lucius_Esse prédio é alto e o único macho que está aqui sou eu... Não vou deixar ninguém tocar em você.

Sayuri olhando pra ele e com a gota na cabeça e pensa:

Sayuri_ “hum ele sabe q tecnicamente vou fica ...naqueles dias?”

ela coçando a cabeça dela e diz:

Sayuri_ Ahm.... Acho q vai ser até complicado pra vc mesmo né Lucius.

Lucius_Ah! Você ficará, ah menstruada???

Sayuri olha pra ele, pega almofada e Ataca  na cara dele, ele se desequilibra e cai no chão, ela olhando pra o lado

Sayuri_ Idiota...

Lucius_Ai... Não falei por mal!

Ele com um galo na cabeça pela queda

Sayuri_idiota! Não se fala desse jeito...  É por isso não tem ninguém!

Ela fica emburrada e com veia na testa, Lucius ouvindo isso ele fica quieto e se encolhe no chão, Sayuri olhando pra cara dele e diz

Sayuri_ hum idiota...

Ela puxa cabelo dele, ele grita de dor e ela diz

Sayuri_ para de fica assim! parece um bebê chorão!

Ela tentando animar ele , ele percebe isso dela e sorri um pouco e dá um abraço gostoso nela.

Lucius_ Obrigado...

Sayuri_ hum Bobo!

Eles estavam ali e de repente começa chover, caindo até raio, faz barulho e assusta ela, ela abraça ele e ficam no escuro sem energia, Ele abraçado afaga os cabelos dela.

 

Lucius_ Shhh calma ta tudo bem...

Sayuri com medo assustada , por causa do barulho, com as mãos nos ouvidos.

Sayuri_ Ouvindo sensíveis! odeio chuva ainda mas aqui que faz eco!


Ele pega os fones de ouvido sem conectar no telefone coloca nos ouvidos dela.

 

Lucius_ Toma Talvez isso ajude vai ajudar abafar o som.


Ela olhando pra ele e diz

Sayuri_ hum... Obrigada ... Seu apartamento faz eco demais..... Sabia ?-

Ela olhando pra ele com as mãos no peito dele

Lucius_ Eu sei ~ri sem graça~ Vamos para meu quarto lá no faz tanto eco...

Ela olhando e indo pra o quarto dele , ela senta na cama olhando em volta enxergando tudo, ele pensando olhando pra ela:

Lucius_ " está escuro e ai que vontade de me deitar com ela! mas sei que não seria de minha natureza, eu me sentirei mal por violar ela sem o consentimento..."

 

Ele começa a ficar um pouco excitado e começa a exalar o cheiro de novo

Sayuri corada olhando pra ele, ele sentado do lado dela , ela corada indo pra trás ele  segura a mão dela

Lucius_ Espere Para onde você vai não me deixa...

Sayuri corada, ela olhando pra ele segurando a mão dela, ela fica completamente sem jeito, ele tocando a mãos dela daquele jeito  ele sente sangue dele fluindo   e quente. Ele sentindo o coração dela bater um pouco mais forte estava um pouco excitado sim. Mas não era só a excitação, tinha algo a mais. Ela corada ela vermelha  encarando ele e pensa :

Sayuri_ “o que ele vai fazer?”

Ele aproxima as bocas e a beija, ela sente os lábios dele, ela acaba deitando na cama pelo beijo dele , ele fica encima dela, ela corada. Ele a beijando, acariciava seu rosto, o rapaz nunca havia beijado na vida mas mesmo assim beijava bem. Sayuri corada e a luz volta, ela abre os olhos e vê ele encima dela, ela vermelha, nota q estava encima dela e tocava no seio dela porque na hora que deitou ela no escuro não percebeu onde tocou, elee arregala os olhos e sai de cima rapido corado indo para o canto da parede.

Lucius_ Perdão!

Sayuri_ “esse idiota pervertido”

Sayuri encolhida na cama vermelha, ela corada ele pensando  ainda sentindo na mão dele...

Ele com vergonha e com os olhos arregalados vai para o escritório. ele se senta na poltrona e liga o computador e pensa.


Lucius_ O que eu fiz??? Que ela deve ta pensando de mim agora?

Então a Sayuri encolhida na cama ela vermelha ela sentia cabeça pega fogo de vergonha

Luicius_ nossa cara eu toquei nos seios dela, que vergonha...

Então Sayuri fica horas lá até acaba capotando e dormindo o Lucius continua programando e ainda pensava no que aconteceu, ele acaba elaborando uma personagem que parecia com ela, ele fica corado, ele fica olhando pra essa personagem a admirando por horas quando ele dorme na mesa, no dia seguinte sayuri preocupada com ele, se levanta e vai até a sala, abre devagar a porta entrando e olha as telas e a tamanha tecnologia que ele investiu para programar.

Sayuri_ Que isso! Eu nunca vi tanta tecnologia assim junta!

Ela vê o teclado, ela aperta uma tecla, o Computador Liga, um monte de luzes decorativas acendem, na tela aparece uma personagem do Jogo, ela olha e vê que personagem era igual ela, Sayuri fica vermelha, o sensor de movimento do computador detecta e a personagem fala:

Oi moça! me chamo Sayuri, prazer em te conhecer hihi, Oh... ele dormiu! acorde mi-lord

Sayuri olhando pra personagem, ela fica corada. Lucius dormindo profundamente.

Sayuri_ Lord? Que?

 

Lucius_ gomen sayuuuuuri... num era minha intenção...

 

Ele falava dormindo, Sayuri olhando pra ele , ela fala no ouvido dele.

Sayuri_ Acorda Lucius...

Lucius acorda de leve e olha meio embaçado pra Sayuri

 

 Lucius_ huh? Sa sa sa sayuri?

 

Ele pula na cadeira assustado e eles se entreolham, ele fica vermelho de vergonha.

Sayuri_ Oi...

Sayuri(Do Jogo)_ Oi Lordezinho!

Sayuri olha pra tela e fica com a gota  na cabeça, Lucius também fica com a Gota, ele fica completamente sem graça, Vermelho que nem pimentão.

Lucius_ ah... ela... eu fiz baseada em você! é que eu... gostei de vc e fiquei mal por ter .... colocado a mão onde não devia em você...

Sayuri olhando pra personagem ela diz

Sayuri_Sabe que eu nunca vou falar lord pra vc né, eu não sou meiga e fofa assim não!

Lucius_ eu sei, mas é que... eu guardo até hoje a lembrança de conforto que vc me deu quando chorei... não precisa falar Lordezinho, apenas esteja do meu lado...

Sayuri olhando pra ele corada  e diz

Sayuri_Ahm.... Você anda muito nesse mundo de Jogos viu? vem logo comer, você tem que ir trabalhar sei lá, ir na sua empresa...

Lucius_ eu trabalho em Home Office Sayuri, eu fico em casa programando os jogos, ganho 50 mil dólares por mês pra desenvolver esses jogos

Sayuri_ Sim, mas não sai não faz nada, eu vi três chaves de carros e não saiu com nenhum até agora! não se diverte nem nada, fica trancado em casa... A verdade é que eu tô cansada fica aqui dentro, será que não entendeu imbecil?

Um e-mail chega, ele abre e é da empresa.

Lucius_ Sayuri... deixa ler esse e-mail antes.

Ela Revira os olhos e depois olha pra ele:

Sayuri_ Tá...

Na tela do computador:

 

"Oi Lucius, como você está?

 

Eu vi a sua nova personagem, apresentei ao conselho e gostamos muito, tanto que incluiremos na base do nosso jogo como personagem jogável, Queremos sua presença na Gamecon em Los Angeles para apresenta-la ao publico, Estou te enviando duas passagens para você e sua namorada para ir para lá, sim, seu pai falou dela! Você chegará uns dias antes então curta a estadia pela região, sai de casa! Nem para um cara que nem você é saudável ficar tanto tempo em casa! Vai sair um pouco!

 

Atenciosamente

 

Mariko Fujiwara

Presidente da Fujiwara Games"

 

Lucius_ acho que achamos uma diversão para nós!

Sayuri_ Finalmente! Agora vê se compra roupas decentes e não faz igual seu pai...

Lucius_ Sim mas... como criei a personagem baseada em você, você será ela no evento!

Sayuri_ O QUE!!!!

A cena muda a parte externa do apartamento e uma pancadaria!

Sayuri_ SEU SANGUESSUGA PEVERTIDO! EU NÃO VOU USAR AQUELAS ROUPAS!!!!

A cena muda para um avião decolando.


Notas Finais


Ih! Olha o pau comendo! é meus queridos! agora vem a viagem ao evento!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...