1. Spirit Fanfics >
  2. Bloody Gamers - Sangue, Sedução e Video Games >
  3. Doce Presente

História Bloody Gamers - Sangue, Sedução e Video Games - Capítulo 4


Escrita por: Jiraiya63

Notas do Autor


E Nesse episódio que as coisas ficarão quentes para Lucius, tambem Sayuri terá uma grande surpresa!

Capítulo 4 - Doce Presente


Fanfic / Fanfiction Bloody Gamers - Sangue, Sedução e Video Games - Capítulo 4 - Doce Presente

A Cena mostra a cidade de Los Angeles, numa panorâmica, seus pontos turísticos, Hollywood ao longe, a calçada da fama entre outros, a cena mostra Lucius e Sayuri no Hotel se aprontando, ele olhando uma imagem da personagem e comparando com ela que está vestida com a roupa, ela estava corada, ele sorri:

Lucius_você está linda, a roupa serviu perfeitamente em você

 

Sayuri_ Idiota… só topei usar pois imagino o quanto isso seja importante para você!

A Cena corta para o centro de convenções e estava lotado, mostra Lucius em um Palco, ele estava explicando as funcionalidades, ela sorri e todos olhando para ela sentada ao lado dele, ela usava coleira camuflada por um acessório da roupa e ele mantinha a discrição quanto a isso ficando ao lado dela, Lucius posiciona o guarda-chuva para que tape o meio da saia para que pervertidos não vejam a calcinha dela.

 

Lucius_ A nova personagem tem maior interatividade com você, você pode falar com ela que a personagem responde, o software agora interage com sua webcam e microfone, é ideal para aqueles que se sentem solitários mas eu recomendo que saiam sempre!  Estará disponível no próximo mês e vocês poderão ter o prazer de interagir com ela!

Lucius faz um sinal e ela se levanta, ela fica do lado dele e ele a olha:

Lucius_Sayuri, é uma excelente lutadora, é fofa mas ao mesmo tempo sabe ser madura. enfim vocês vão gostar!

A personagem em 3D aparece do lado de Sayuri e ela tinha q fingir ser igual a que ele criou ela diz
Sayuri_Muito Obrigada! Nos vemos em breve Meus Lordes!

Ao dizer isso o público masculino na plateia ovaciona e ficam babando nela e falando monte de coisa, as duas sorrindo mas a Sayuri de verdade estava com veia na testa, Lucius ao ver a reação do Público ele põe a mão na cintura de Sayuri e se retira do palco com ela eles vão para um estúdio envidraçado na parte detrás, os dois se sentam ali, Lucius estava bufando de raiva.

 

Lucius_ É meu público mas... Pfs bando de Virgens! Desculpe te fazer passar por isso Sayuri... não contava que eles iam ser tão sedentos por uma mulher...

Sayuri_ Olha quem fala! Enfim, eles vão fica me observando onde eu for?

Lucius_ Hein? O que?

Ela olha para o vidro do estúdio e vê os garotos se reunindo olhando pra ela tirando fotos, ela corando e apontando, Lucius olha fica com uma veia na testa e fecha as cortinas do estúdio, estava com muito ciúmes.

 

Lucius_ eu? sedento por uma mulher? eu só queria uma companheira, eles imaginam fazendo coisas apenas! não me compare a esses imundos! Humanos!

Os meninos lá fora começam a falar:

 

Publico_ Poxa... esse cara só quer ela só para ele!

 

Os seguranças fazem um cordão de isolamento na frente do estúdio. Sayuri  olhando pra ele, vendo ele nervoso como nunca viu antes, vai pra trás ele  vai até ela segura braço dela, ela cora e fica com medo com medo pois estava sem os poderes dela.

Lucius_ eu não vou te machucar Sayuri, vem, vamos embora, a feira pra mim acabou!

 Eles saem pela escada de incendio e vão para a area dos carros onde ele alugou um carro de luxo e saem dali rumo ao hotel, Sayuri corada  sentada no banco do carro  olhando pra ele  a roupa dela deixava o corpo dela mas atraente q antes, ela não olha pra ele. Ele dirige e vai se acalmando, chegam no hotel ele sai do carro e abre a porta pra ela todo cavalheiro.

Lucius_ pronto, longe desses urubus só eu e você agora. Vamos para o quarto, vou pedir comida pra entregar lá!

Eles entram no elevador e vão para a o quarto, eles já no quarto, ela suspirando pesado e diz:

Sayuri_ Ahm Vou ter q me vestir assim até q horas?

Lucius_ Me desculpe... se quiser ir tomar um banho pode, eu ficarei aqui vendo tv, suas roupas estão na mala!

Ela se retira do recinto e vai até a mala, ela busca roupas mais leves, ela  vê que não é roupas sexy nem indecentes, ela sorri e vai no banheiro, tira a roupa e entra na banheira relaxando pouco na agua. Ele fica vendo TV e Tomando uma lata de refrigerante, nesse meio tempo chega a refeição e servem lá. Ela volta usando roupas leves e mais calma, ele sorri para ela e vai até ela e vai acariciando seu rosto, ela fica corada.

 

Lucius_ Novamente Me desculpe por ter feito você passar por isso hoje... eu vi que você se assustou a hora que eu estava bravo... Eu nunca te machucaria, eu gosto de você e não machuco quem eu gosto...

Sayuri_Ahm...É que eu fico indefesa com essa coisa no meu pescoço né seu bobão...

Lucius_Entendo...

Olha para Sayuri e cora muito mas toma coragem e dá um beijo, Sayuri corada olhando pra ele, ela arregala os olhos sentindo a boca dele nos lábios e fica com os olhos vermelhos, ele queria sangue. Ele muito carinhoso com ela terminando de beijar desce beijando seu pescoço até o local da mordida aí ele me morde devagar para não machucar muito e bebe um pouco de sangue, ela dá um gemido, ela corada fechando os olhos ela com a mão no peito dele então ele para de beber o sangue dela e olha para ela com um fio de sangue descendo pela boca.

 

Lucius_ Seu sangue é doce diria até um pouco picante... papai me disse que sangue de Lycan é  assim


Syuri_ Bobo!

Sayuri corada olhando pra ele, ela virado o rosto ele vendo sangue no pescoço dela ia desce até decote dela , então ele olhando pensa

Lucius_ “Ai meu Caim... é tão sexy ver o sangue escorrendo indo até o decote dela mas infelizmente não posso lamber”

 

Ele começa a se excitar e o ele exala seu feromônio, Sayuri sentindo o cheiro dele ela corada e abaixa alça da blusa deixa o decote maior ele vendo aquilo ela diz fora de si

Sayuri_ Lucius...San...

então ela pensa :
Sayuri_ “Que??! O que eu tô falando é por causa do cheiro dele?”


Ele olha para ela e começa a ficar mais excitado ainda, Sayuri corada ela pula encima dele , ela sorrindo embriagada pelo cheiro

Lucius_ O que você está fazendo??

Sayuri_ Lucius kun.....

Lucius_ Gomen...

 

Ele vendo o sangue nos seios dela, ele olhando para ela não resiste, ele coloca seu rosto nos seios dela e começa a lamber o fio de sangue do de baixo para cima até a ferida, terminando de lamber ele vai até a boca dela e dá um beijo intenso, ela corada e beijando ele de volta invadindo a boca dele com a língua ela corada ela pensando:

Sayuri_ Que merda é essa??!!! Por que eu não consigo me controlar .... Ele... o que?? O que é isso cutucando minhas coxas ?

Entrelaçando as línguas, Lucius estava de certa forma embriagado também pelos feromônios dela e coloca suas mãos na cintura dela, ela corada sentindo a língua dele na boca dela, ela apertando a blusa dele. Ele sente ela puxar os lábios dele mordiscando ela pensa:

Sayuri_ “não não faz isso droga Sayuri tenta se controlar tenta tomar controle dos seus instintos!!!!!

Ela olhando pra ele ofegante recuperando o folego ele também estava sem ar e excitado sentindo o corpo dela encima dele, Lucius tenta voltar a si e percebe que estava enfeitiçada pelos feromônios dela dessa vez.

 

Lucius_ Me desculpe...

 

Ele corre para o banheiro e acaba por se resolver por lá mesmo. Sayuri corada ela fica ofegante com a cabeça fervendo, então ela tenta se acalmar, o coração dela estava batendo rápido demais, ela vai pra terraço tomar ar pra se recompor. Ela ouve  ele tomando banho, minutos depois estava recomposto vestido  apenas com uma bermuda ele apesar de ser meio isolado gostava de praticar academia e tava com o peitoral todo trincado, Sayuri andando no terraço de um lado pra o outro se acalmando ela sentando ela olha pra o céu e pensa :

Sayuri_ “o que aconteceu ? Q diabos está acontecendo aquele idiota”

Ele estava um pouco cansado se deita na cama sem coberta mesmo porque o ar-condicionado está ligado.

 

Lucius_ Sayuri vem aqui por favor?

Sayuri olhando pra ele corada, ela entra mas se senta no sofá pois ela estava meio receosa de chegar perto e acontecer denovo, ela se senta na mesa e come algo, ele vendo ela na mini cozinha, ele olhando pra ela , ela termina de comer a parte dela de um sanduíche e vai até ele deita um pouco afastada dele, ele a olha e diz:

Lucius_ o que foi?

Sayuri_ Hum.... Seu pervertido

Ela corada, fica emburrada e se senta na cama

Lucius_ Pervertido eu? Eu simplesmente estava embriagado com seus feromônios... se eu fosse pevertido de verdade já teria feito sexo com você!

Sayuri corada vira de costa pra ele abraçando travesseiro, Lucius apaga a luz olhando ela e pensa:

Lucius_ “Está sendo difícil para cativar essa lobinha... mas acho que aos poucos ela está gostando de mim... ela apesar de estar com coleira ela nunca me mordeu ou agrediu... devo significar algo para ela eu acho...

Sayuri_ “Droga! fica calma Sayuri ele é só um idiota apenas um idiota nada mais nada”

 Ela dorme falando isso mentalmente pra ela , então no dia seguinte ele estava abraçando ela com rosto nos seios dela, ele estava todo fofinho parecia uma criança dormindo tranquilamente se sentindo bem. Sayuri sentindo respiração nos seios dela, acaba por acordar e vê ele, ela vermelha e pensa:
Sayuri_ “ele ... Está ... Ahm.... Porque eu tô com rosto quente denovo? Hã?

Ela ia tocar no rosto dele, o celular dele toca e ela corada abaixando a mão rápido ele não viu, ele sai do meio dos seios dela vira todo sonolento e atende o telefone.

 

Lucius_ Alô... oi Mariko... sim não fiquei muito contente com o que fizeram com a Sayuri ontem... Obrigado.... foi um sucesso, então as reservas para compra da extensão??O QUE???? A fila de espera está em mais de 20.000 pessoas??

 

Ele acorda meio que pula da cama, ele ouve algo e cai no chão desmaiado, Sayuri olha e vai até ele  e diz, ela tocando no rosto dele pra acorda-lo

Sayuri_ Lucius? Você está bem?

Lucius acorda novamente meio desnorteado

 

65 mil dólares... de salário!!!

Sayuri_ Hã???

Ela vê ele segurando ombros dela e beija ela empolgado e depois abraça ela. Ela não entende nada

Lucius_ Eles reconheceram nosso trabalho. Tem mais de 20 mil pessoas à espera desse jogo para comprar essa extensão fora a aquisição de novas cópias do software! A grande maioria senão todos os novatos compraram esse jogo por causa da personagem ao qual me inspirei em você!

Sayuri corada olhando pra ele e diz:

Sayuri_ por causa de mim ?

Ela  sendo pega no colo ele girando com ela , ela com a gota na cabeça sendo virada ficando zonza, Ele coloca ela no chão e dá mais um beijo de felicidade.

 

Lucius_ Sim foi por causa da personagem que eu me inspirei em você! Eles adoraram o seu cosplay apesar do ataque de ciúmes!

Sayuri_ Hã? Ciúmes ? Lucius seu telefone tá tocando de novo!

Ela cai  no sofá voltando ao normal, Lucius pega o telefone e atende, era seu pai.

Lucius_Alô!

Joseph_ Ei Lucius parabéns tá sabendo usar bem sua cachorrinha! haha vem logo pra Tóquio tem seu aniversário é amanhã esqueceu ?

Lucius_ Embarcaremos daqui a pouco pai!!!! Peça para me buscar no aeroporto... vou arrumar as malas...

 

Três horas depois já no avião estava na hora do almoço e eles estavam na primeira classe, Sayuri olhando em volta ela com coleira, as comissárias excitadas por Lucius, Sayuri ficando calada ele, segurando a corrente, ela corada, vira o rosto as meninas pirando pensando que ele era masoquista.

Lucius_ aiai... essas comissárias viu...

 

E dá um sorriso e a acena para elas, elas quase desmaiam,  Sayuri fica com a gota na cabeça, vira o rosto e olhando pra janela calada, um tempo depois já em Tóquio e dentro da limousine indo para uma casa de baladas onde estava tendo a festa dele. Era melhor casa de baladas da cidade e Joseph tinha fechado exclusivamente para a festa do filho, estavam reunidos os amigos do pai, a família, tios e os irmãos. Sua irmã Giovanna estava ansiosa Pela chegada do mano, Sayuri usando a roupa de empregada francesa que o pai dele exigiu que usasse, ela corada por estar usando aquelas roupas, ela estava atrás dele pra ser específico, Giovanna chega e o abraça apertado.

 

Giovanna_ Irmãozinho!!!

 

Lucius_ Giovanna!!!

 

Ele acaricia os cabelos da irmã e a olha com muito carinho.

 

Lucius_ Nossa Giovanna você cresceu!

 

Giovanna_é! Sumi por um tempo, papai exigiu que eu estudasse bastante.

Lucius_ Tá certo ele!

Sayuri calada olhando pra eles e depois olha pra baixo calada lembrando da irmã dela, então o pai se aproxima e o cumprimenta:

Joseph_ Ora! filho trouxe sua cachorrinha hum... Vejamos se ela está domada

Ele toca no rosto dela , ela mostrando os dentes rosnando, Quase morde ele denovo ela com os olhos brilhando roxos ela com raiva, Lucius meio que segura a corrente.

Lucius_ Calma Sayuri...Bonita festa hein pai você caprichou fechou a melhor casa de balada de Tóquio para fazer a minha festa de aniversário!

Joseph_ claro! Apenas o melhor pra meu filho né,  vem entra aqui comigo, tem outra coisa pra você, trás ela.

Lucius indo com o pai e trazendo Sayuri pela coleira estava um pouco constrangido pois estava gostando de Sayuri e não queria que ela se constrangesse, mas o pai é xarope...

Luicus_ Que você está aprontando pai?

Ele estala o dedo e mostra uma outra garota com menos curvas e mais baixinha porem a cara de Sayuri, ela arregala os olhos diz:

 Sayuri_Irmã!? Ora Seu!!!!

 Ela tenta ir pra cima do pai dele pra matar vendo a irmã presa ela vermelha usando roupas igual a dela, Lucius segura Sayuri.

Lucius_ Calma!!!! Pai! Mais uma???

Joseph_ sim que tal filho, ela irá ajuda você tambem no serviço, ela mas mansa q essa aí

Sayuri olhando pra irmã Sayori, a pequena corada sendo puxada pela coleira ela com medo deles vai até a irmã ela abraça a Sayori, Ele Abraça o pai.

Lucius_ Obrigado meu velho, agora deixe nos a sós pai traga alguma coisa para nós comermos e bebermos, para nós três, por favor.

Eles estavam em uma sala separada uma sala privativa, o pai sorrindo e indo então a Sayuri, enxugando lágrimas da Sayori, ela assustada, Sayuri olha pra Lucius seria

Lucius_ Eu realmente não esperava por isso... realmente me desculpe por isso juro para você que eu não tive nada a ver com isso

Sayori, que ao contrario de sua irmã é fofa demais e diz olhando pra irmã:

Sayuri_É... Sayuri, pensei que estava morta ... Então ele que está cuidando de você ?

Sayuri_ Bem... ele não é igual aquele velho idiota viu? Você está bem? Não fizeram nada com você né?

Entra uma garçonete e serve umas comidas muito gostosas e suco de cranberry e uma taça vermelha um tanto grande parecido com aquelas de conhaque tava com sangue dentro Sayori olhando pra o Lucius ela diz:

Sayori_ Irmã! Ele já  tocou em você ?

Sayuri corada da um soco na cabeça da irmã, Lucius bebe a taça e faz cara de paisagem.

Sayuri_ Bobona! Não!

Sayori_ Aiiin, Me desculpa!.... é que ele é bonito e pensei que você já teria virado mulher dele né

Sayuri corada pelos comentários da irmã, Lucius apenas observa e ele olhando para elas dando uma risadinha de leve:

 

Lucius_ Pelo visto não é só comigo que você é agressiva...

Sayori olhando sem jeito pra irmã:

Sayori_ Ahm... Ele está com.cheiro estranho Maninha!

Sayuri cora e chega perto de Lucius, o fareja e sente nada, ela lembra que ela não teve contatos com vampiros ela diz

Sayuri_ Ahm... Lucius ela nunca sentiu cheiro de vampiro...

Lucius estava começando a ficar excitado mas os feromônios dele ainda estavam fracos ele bebe um pouco de sangue para ver se dá uma baixada.

 

Lucius_ Ahm

Sayori olhando para ele e corada e diz

Sayori_ Que fofinho

Quando Sayori se aproxima dele, Sayuri fica na frente dele e a segura. ela vê que a irma ia pular no Lucius e Sayuri segurando ela e vai com ela no chão ele vendo as duas no chão.

Sayuri_ Maninha!.... Seja forte! -

Ela vê a irma ia pula no Lucius e Sayuri segurando ela e vai com ela no chão ele vendo as duas no chão, a festa continua bem agitada, então os irmãos dele aparecem pra ver o presente dele, Ele vê os irmãos entrando na sala. Eles eram mais velhos porem eram mais baixos que Lucius que tem 1,90 e eles 1,70

 

Lucius_ Joe, Ray??? Há quanto tempo que eu não te vejo!!

Joe_ E aí maninho como é que você está??

Ray_ tem duas cadelinhas de estimação não é??

 

Lucius_ eh... sim ~ri sem raça~

Ray_ podia emprestar elas para nós nos divertir um pouco.

 

Ray se aproxima e tenta pegar Sayori, logo é impedido por Lucius que o joga no chão.

 

Lucius_ tira a pata das minhas Lobas! você tem muito mais capacidade de conseguir uma garota por conta própria, eu ganhei do Pai, então...

 

Joe_ Ora ora que irmão egoísta não vai dividir as suas meninas com a gente...

Sayuri rosnando pra eles , os dentes de lobo por um instante parecem estar no lugar dos dentes humanos, Ray se levanta e olha pra Sayuri e diz:

Joe_ hum uma agressiva... E bem gostosa, deve ser muito bom dominar ela na cama ~ri maléfico~

Sayuri_ Se encostar a mão em mim ou na minha irmã eu arranco o coração de vocês seus sanguessugas.

Ray_Vai fazer nada sua Vagabunda!

Lucius dá um soco certeiro na cara de Ray, Joe tenta socar Lucius mas é impedido por Giovanna que entra na sala com o pai:

Giovanna_tá vendo Pai eu sabia que eles iam causar encrenca, não devia ter trazido eles do exterior para cá...

Joseph_  vocês dois fora daqui! Anda! ele quer ficar sozinho com as cadelas dele agora sai daqui pirralhos!

Joseph empurrando e chutando eles pra fora, Ray mexe o Maxilar que foi deslocado por Lucius, Giovanna chega perto da Sayuri e da Sayori, ela sorri e toca nos seios dela pra ver se é de verdade. Sayuri fica corada na hora, Lucius fica com uma gota na testa.

Lucius_ ah Mana???

 

Giovanna_maninho!! Você ta bem servido hihihihi

 

O pai dá um sorriso e vai para fora da sala.

 

Lucius_Errr. obrigado

 

Giovanna_ meninas podem ficar tranquilas, meu irmão não machuca ninguém, ele é meio estranho mas é muito amorzinho, vocês vão gostar dele! Vocês tem uma aliada! EU! Não deixarei ninguém se aproximar de vocês três para fazer mal nenhum...

 

O pai bate na porta, Giovanna corre pra porta.

 

Giovanna_estou indo pai! Até Logo meninas!

 

Giovanna sai da sala toda serelepe, Sayuri olha pra ele, ela com as mãos nos seios com vergonha.

Sayuri_ Hã? Ela é estranha viu Lucius?

Lucius_ errr... ela é da nova geração... mais livre pra ser quem ela é. Ela acabou ficando um pouco pevertida...

Sayori nesse meio tempo tinha tomado uma Garrafa de saquê quase inteira,  ela soluçando, Lucius e Sayuri olham pra ela.

Sayori_ uiiiiiiiiii ahahah tá tudo girando

Lucius tira a garrafa dela e a olha:

 

Lucius_ Chega! já bebeu demais garota... você quase secou a garrafa! Sayuri sua irmã é pirada assim mesmo?

Lucius olha para ela com uma gota grande na cabeça

Sayuri_ er.... Ela nunca saiu da alcatéia, ela é muito inocente! Mas ela tem mesma idade que eu Lucius, ela é inocente mas não se engane, ela vira um demônio quando precisa...

Ela olha Sayori pula na Sayuri esfrega o rosto nos seios ela  e diz:

Sayori_ Macios Irmãzona..... Seios são tão macios

Lucius_ E agora será que a gente vai para casa??

Sayuri_ é uma boa né ... Ela precisa tomar banho frio pra se acalmar.

Então eles vão pra casa, a cena corta para ele no quarto esperando elas saírem do banho e ouvia a Sayuri gemendo e sayori tbm ele fica pensando, estava ficando um pouco excitado só de ouvir o gemidos dela.

 

Lucius_ Porque que eu tinha que ficar nessa tortura meu Caim...

Ela gemendo imaginando cenas pevertidas, então ele corado elas saindo  e olha pra ele as duas coradas por sentir o cheiro dele

Lucius_ Meninas. vocês querem me matar não é

Sayori corada ela indo até ele ela presa na coleira assim como a Sayuri  indo ambas encima dele uma de cada lado elas olhando pra ele, corado olhando para as duas

Lucius_ Errrr....

Sayuri_ Lucius

Sayori_ Luzinho.

 Ele sente seios delas encima do peito dele e as coxas delas entre a dele tocando na intimidade dele por cima da roupa. Estava encurralado, não conseguia levantar e ir no banheiro para “se resolver” como sempre fazia.

Lucius_ Aah meninas...

Elas coradas pelo.cheiro dele, ele.sentindo o cheiro delas também e se embriagando de leve, ele salivando querendo sangue delas , ele com os olhos vermelhos, vira e fica encima delas, ele vendo elas coradas ofegantes, ele vai no pescoço de Sayuri porque ela já estava habituada a receber a mordida dele e morde devagar para não machucar começa a beber um pouco de sangue enquanto isso ele acaricia o rosto da outra garota, Sayori suspirando sentindo toque dele,  Sayuri gemendo sentindo mordida dele , ela corada ofegante as pernas dele entre as pernas de cada uma ele sentindo elas quentes sabendo por causa do cheiro dele, Ele termina de morder Sayuri e dá um beijo breve em sua boca acariciando seu rosto depois vai até Sayori aproxima-se de seu pescoço dá um beijo carinhoso e morde devagar, Sayori segura braço dele corada e solta gemido fofo, e ele fica mais excitado, Sayuri corada sentindo ainda o cheiro dele, ela encosta nariz no pescoço dele, Sayori se mexendo baixo dele fazendo ele sentir intimidade dela molhada, ele sentindo a intimidade dela molhada estava tomado pelo cheiro delas, não resiste acaba por tocar na intimidade de Sayori, havia terminado de sugar o sangue dela estava olhando para as duas corado.

 

Lucius_ Vocês duas são Malvadas Olha como eu estou não consigo nem me controlar direito

Sayori gemendo sentindo ela corada se contorcendo, Sayuri vermelha olhando pra ele e olha pra irmã , ela pensa:

Sayuri_ “Ele... Tocou nela primeiro ?....porque?
Ela olha pra ele emburrada virá o rosto, ele para não magoar Sayuri pega e toca nos seios dela também e dá um beijo na boca dela de língua.

 

Lucius_Não fique chateada vou dar atenção para as duas.

Sayuri_ Bo..Bobo!

Sayuri corada ela fechando os olhos ficando fofa ,ela corada gemendo  toca no peito dele apertando blusa dele  , ele sentindo pernas delas uma de cada lado  mexendo onde estava membro dele, ele estava super excitado Coloca a mão dentro da calcinha de Sayuri e coloca a outra dentro da calcinha da irmã começa a estimular o clitóris delas, elas vermelhas gemendo alto Sayuri morde ombro dele corada  sayori não sabia o que fazer fica apertando ombro dele forte, ele se posiciona na frente delas e remove a calcinha das duas, após isso fica na frente delas e abaixa a própria calça mostrando a sua intimidade para elas, as duas lado a lado e abre as pernas delas e vai na intimidade de Sayuri e dá uma linguada em sua intimidade enquanto estimula o clitóris da irmã, ela começa a gemer corada olhando pra o lado se inclinando, Sayori vermelha sentindo a mão dele no clitóris dela  ela se contorcendo, segura a mão da irmã as duas gemendo, lambendo e sentindo Mel de Sayuri ele troca começando a estimular intimidade da irmã enquanto toca a intimidade de Sayuri. Estava manipulando a própria intimidade enquanto isso. Sayuri e Sayori sentindo que não iam aguentar muito tempo elas tem orgasmos, uma nos dedos dele é a outra na boca dele, elas ofegantes e ele olhando pra elas. Sayuri corada olhando pra ele e empurra ele junto com Sayori ela tocando membro dele, lambendo a intimidade dele. chupava e a outra fazia o mesmo ele olhando pensa

Lucius_ “Que isso... o que deu nelas??? Estão fazendo tão gostoso que elas estão me deixando louco. Estou saindo de mim!”

Ele começa a dar gemidos fazendo carinho nas duas. Elas continuam, ele vê as línguas delas se tocando uma na outra ele fica louco com isso, elas lambendo a intimidade dele toda. Sayuri com a boca na Glande e Sayori na parte de baixo, ele não aguentando começa a ejacular, ela ia se afastar mas ele segura cabelos dela fazendo ela tomar, ela vermelha começa a tomar e sayori só vê uma gota na cabeça dele membro dele prova ele olhando elas

Lucius_ Aaah meninas vocês foram espetaculares cuidaram bem de mim.

Ele deitado mole e cansado agarrá-las para perto dele. Sayuri corada sentia sabor do “leite” dele, era doce, elas coradas olhando uma pra outra

Sayuri_ Ahm.... Seu cheiro... Está diferente Lucius .... Errr.... Esta perto da lua minguante  pelo visto

Sayori_ ele é doce né maninha?

Sayuri_ Sim é!

Sayuri corada olhando pra ele. Ele fraco e cansado abraça as duas relaxando.

Lucius_ Obrigado, vocês também são doces! E me deixaram esgotado

Sayuri olhando pra irmã e via ela sorrindo dormindo nos braços dele, ela também se aconchega, ela fica corada e olha nos olhos dele dando um beijo em seu rosto:

Sayuri_ Boa Noite Lucius, durma bem!
 


Notas Finais


E por essa semana é só! Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...