1. Spirit Fanfics >
  2. Blooming Youth >
  3. Prelúdio

História Blooming Youth - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoinhas estreladas ^^ ☆*:・゚(Ɔ ˘⌣˘)♥(˘⌣˘ C)☆*:・゚
Gente, to morrendo de sono, não editei ainda, então me perdoem os erros
Esse cap pode ser um pouco massante, mas é porque se trata de uma introdução, muita coisa ainda vai acontecer

Capítulo 1 - Prelúdio


Fanfic / Fanfiction Blooming Youth - Capítulo 1 - Prelúdio

Taehyung desceu do trem e fitou maravilhado a estação imensa a seu redor, pegou suas malas e caminhou até avistar uma cabeleira dourada e um jovem baixinho que abriu um belo sorriso ao avista-lo. Fora inevitável para ele não correr desajeitadamente até o primo e depositar as malas no chão o abraçando com emoção e sentindo os olhos marejarem, tamanha fora a emoção em reencontrar o amado primo após tanto tempo sem se verem pessoalmente.

– TaeTae, você está tão absurdamente lindo... Eu senti muita saudade de você, não tem ideia do quanto. – o loiro disse, correspondendo ao abraço amoroso do de cabelos castanhos.

– Você também está maravilhoso, hyung, como sempre. – respondeu com a voz embargada, as lágrimas finas molhando suas bochechas.

Alguns segundos se passaram com ambos se abraçando de forma emocionada antes de separarem e Jimin ajudar o mais novo com a pouca bagagem, ambos caminharam até o carro com Taehyung ainda chorando emotivo por rever Jimin. O loiro guardou a pouca bagagem do de cabelos castanhos no porta-malas e entrou no carro, sentando-se e dando partida rumo a sua casa que fica a poucos minutos da estação de trem.

– Taehyung-ah, você vai amar o quarto que arrumei para você, tive a ajuda dos meus pais para o organizar, tenho certeza de que vai amá-lo, mas sinta-se livre para mudar algo se não estiver de seu agrado. – Jimin soou cordial querendo deixar Taehyung confortável e sentindo-se bem com toda a mudança repentina acontecendo em sua vida.

O Kim acabara de deixar sua casa e toda a realidade com que estava acostumado para ir viver em Busan junto a Jimin, de início a ideia lhe pareceu a coisa mais improvável de acontecer em sua vida. Passou todos os seus 18 anos em Daegu e jamais viajara em toda a sua vida, Taehyung viveu junto ao pai, avós, tios e um primo em uma humilde fazenda e toda sua vida sempre se resumiu em ajudar nas tarefas da fazenda, estudar e ir à igreja nos fins de semana. As poucas vezes em que saia sozinho era apenas para ir ao mercado ou então para fazer algum trabalho em grupo, já que a família Kim sempre fora altamente rígida e conservadora, então se mudar para Busan realmente fora algo extremamente grandioso para si.

– Eu agradeço muito por todo o apoio e que você e sua mãe tem me oferecido, não sei o que faria se não fossem vocês dois, eu realmente agradeço muito, hyung e prometo não incomodar. – os olhos castanhos mais uma vez ficaram marejados devido a emoção de estar com o primo em um lugar totalmente diferente.

Jimin deu uma risadinha e fitou o primo brevemente, sabia de todas as dificuldades que Taehyung passou até que finalmente conseguiu ir embora da família e sentia-se extremamente orgulhoso de toda a força e coragem do Kim. Deseja de todo o coração que tudo de ruim que ocorrera ao mais novo agora possa dar lugar apenas a momentos bons e repletos de alegria.

-Não precisa agradecer, eu fico imensamente feliz em poder te receber na minha casa e meus pais estão ainda mais alegres, você não é incomodo algum. Não volte a repetir isso ou ficarei aborrecido, eu o amo e quero te ver bem, fui claro? – o tom sério do loiro deu a Taehyung a certeza de que o primo fala sério e qualquer mínimo resquício de vergonha ou incerteza deixara a mente do castanho no mesmo instante.

Buscando amenizar o clima, Jimin entregou seu telefone ao mais novo e pediu que este colocasse músicas que fossem de seu agrado, passaram o resto do caminho cantando e conversando sobre como a rotina de ambos seria incrível de agora em diante, repleta de inúmeros momentos alegres e novas experiências para o mais alto. Quando o primo anunciou que finalmente cegaram ao novo lar de Taehyung, fora impossível para ele não encarar surpreso o belo prédio de aparência moderna repleto de janelas espelhadas e com uma aura de luxo com a qual o castanho não possuía costume, jamais vira lugares como aqueles fora de fotos, então sentiu-se imensamente surpreso – e um tanto nervoso – com a ideia de que aquela seria sua casa de agora em diante.

Jimin estacionou o carro e ajudou Taehyung a carregar as malas até seu apartamento  localizado no segundo andar, durante todo o percurso Taehyung encarou tudo maravilhado, desde o saguão até os seguranças e o elevador prateado, tudo lhe parecia extremamente diferente e esplendoroso, um misto de sensações lhe tomando o peito tal como o medo de todo o novo mundo desconhecido para si.

– E então, o que achou da sua nova casa, TaeTae? – Jimin perguntou, assim que adentaram o apartamento belo e espaçoso, com a decoração de aparência opulenta que o Kim mais novo jamais imaginara ver ao vivo um dia. – Espero que você goste de morar comigo, garanto que a sua estadia aqui vai ser a melhor possível, promessa de Kim Jimin.

O castanho sorriu, depositando sua mala e sua mochila no chão e caminhando até o centro da sala, sua atenção voltada aos quadros onde se podem ver inúmeras fotos de Jimin com os pais ou com os amigos, as fotos e alguns poucos objetos são os únicos elementos a decorar a sala, tudo era bastante neutro e claro, sem muitos detalhes ou cores vibrantes.

– Sua casa é muito bonita, hyung, na verdade tudo nesse prédio é muito bonito. Nunca em toda a minha vida vi algo assim pessoalmente, me sinto um pouco estranho com tudo isso. – Sorriu tímido, dedos passeando nervosamente pela franja longa.

– Pois então trate de se acostumar, essa é sua casa também. Agora venha, vou te mostrar o seu quarto e te ajudar com suas bagagens, omma disse que quer te ver e pediu que o levasse até o café.

Taehyung assentiu e seguiu o primo até o local, sua boca se escancarou ainda mais ao deparar-se com o seu quarto, assim como a sala, este era muitíssimo neutro e espaçoso, possuía uma imensa cama, uma TV que o jovem teve certeza de não ter sido nada barata, tal como o notebook sobre uma cômoda clara.

– Omma queria decorar de forma mais detalhada, mas papai disse que seria melhor se você mesmo decorasse já que o quarto é seu. – Jimin disse entre risadinhas ao lembrar da briguinha dos pais para decidir como seria o quarto onde o sobrinho ficaria. – Agora vá logo se banhar, omma já me enviou umas 12 mensagens perguntando de você, ela está ansiosa para vê-lo.

Taehyung sorriu e assentiu, conhece bem o temperamento da tia e a última coisa que deseja é contraria-la ou a deixar ansiosa, Seokjin fizera muito por si e ele também morria de vontade de vê-la novamente. A Kim sempre possuiu uma péssima relação com sua família, então nas poucas oportunidades em que a viu e conversou com a mesma, Taehyung aproveitara ao máximo, sempre amou sua tia já que ela – diferente dos outros membros da família – era gentil e muitíssimo educada e inteligente, com ideais  totalmente diferentes de todos a sua volta. Seria mentira se dissesse não se sentir ansioso em revê-la, Seokjin o ajudara no momento em que todos lhe deram as costas e ele se viu desamparado e sem mais ninguém que o ajudasse, lhe ofereceu uma casa, um emprego... Deve muito a sua tia.

Não se demorou muito no banho e vestiu algo simples, apenas uma blusa branca de mangas curtas e uma jeans de cor clara um tanto gasta pelo tempo de uso, além do par de sapatos negros. O caminho até o café de Seokjin não era muito longínquo, então optaram por ir caminhando, assim Taehyung conheceria um pouco melhor a cidade.

Assim que avistou a cabeleira castanha e o sorriso tímido do sobrinho, Seokjin dera um gritinho e correra até ele o abraçando apertado e depositando inúmeros beijinhos nas bochechas acobreadas, Taehyung riu, correspondendo ao abraço carinhoso. – Olhe só para você, está tão bonito meu amor, ainda mais lindo do que a última vez e mais alto também.

A mulher disse animada, apertando as bochechas do sobrinho que corou ao notar a atenção de algumas pessoas no café voltada para si e a tia que não parecia nem um pouco incomodada. Taehyung apenas agradeceu ao elogio e encarou o lugar bonito e com uma decoração claramente escolhida a dedo por sua tia, os tons pasteis rosados gritavam “Kim Seokjin” assim como os doces bem decorados e de cheiro delicioso.

– Omma, ao invés de ficar aí envergonhando o TaeTae você poderia dar um pedacinho daquela sua torta de morango e creme pra gente. – Jimin finalmente se pronunciou, sentando-se em uma das mesas vagas e rindo ao receber um olhar desacreditado da mãe.

-Seu moleque insuportável, você pode ficar aí pra comer sua torta que eu vou mostrar ao TaeTae como as coisas funcionam por aqui já que de agora em diante ele vai trabalhar comigo. Venha meu amor, tenho certeza que você vai amar me ter como chefe, te garanto. – A Kim agarrou o braço do mais novo e saiu o arrastando, deixando um Jimin risonho e debochado para trás.

A dinâmica do café é bastante simples, Taehyung iria apenas servir as mesas juntos aos outros funcionários e ajudar na limpeza, seu horário é das 08h às 17h e ele teria 2 horas de intervalo. Além dele, tem outras duas garçonetes, Lee Siyeon e Kim Minji (esta apelidada de Jiu pelos mais íntimos), ambas mais velhas e extremamente simpáticas.

– Além da Siyeon-ah e da Jiu-ah, temos três cozinheiros e dois caixas, nem todos estão aqui já que estão de folga, mas na quinta, quando você vier trabalhar, será devidamente apresentado a toda a equipe. Espero que você se habitue logo, garanto que vai gostar de trabalhar aqui, afinal você possui a melhor chefe de todo o mundo. – Taehyung riu minimamente, já acostumado a personalidade narcísica da mais velha. – Agora vamos, falta alguém que preciso apresenta-lo.

A Kim fora até uma parte mais afastada do local e adentrou uma sala que Taehyung logo descobriu ser um tipo de sala de descanso para os funcionários, ao deparar-se com uma cabeleira de cor menta e intensos olhos escuros, o castanho pode jurar sentir as mãos suarem e a garganta secar. O ser a sua frente não poderia ser mais perfeito em sua concepção, lábios finos róseos, cabelos repicados claros numa cor desbotada de menta, olhos escuros e absurdamente intensos que lhe fitaram de uma forma que apenas o deixou ainda mais sem reação e para completar, Taehyung pôde ver alguns poucos desenhos sobre a pele pálida do homem sério a sua frente.

– TaeTae este é Min Yoongi, um dos caixas do café e também a pessoa mais rabugenta que já vi, além de ser meu braço direito por aqui. – Sua tia disse brincalhona, o despertando de seu transe e arrancando um sorriso mínimo do homem que devolveur a provocação da mais velha com um comentário ácido, a voz grossa soando bela demais para o castanho. – Yoongi, este é Taehyung, o sobrinho do qual lhe falei.

O Min levantou-se e encarou Taehyung por alguns instantes como se o analisasse antes de estender a mão em um cumprimento breve, mas que fora o suficiente para desestabilizar momentaneamente o mais novo. Jimin já havia lhe dito algumas vezes sobre o funcionário rabugento e bonito de sua mãe, mas o pouco que sabia não fora o suficiente para o deixar a par de toda aquela aura de superioridade que o esverdeado carrega.

– Seja bem-vindo, Taehyung. – O mais velho sorriu minimo, encarando os orbes do Kim e divertindo-se com seu jeito tímido e acanhado.

– Obrigado hyung.

 

Aquela seria a primeira de muitas vezes que os olhos escuros o desestabilizariam por completo


Notas Finais


Foi isso pessoinhas, me desculpem qualquer erro
A fanfic será atualizado aos fins de semana e terá por volta de 8 capítulos já que não é muito longa :3
Beijem minhas bolas de pano, comentem e tchal
PS: A ideia de fazer essa fic veio a partir de uma one minha, o link é esse https://www.spiritfanfiction.com/historia/lover-boy-19819380
Beijinhos da Orbit 🌏🌟🌈⭐💫
☽◯☾ .*:゚(`・ω・´)ゝ゚:*. ☽◯☾


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...