História Blue - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Hoseok Bottom, Taehyung Dom/top, Vhope
Visualizações 34
Palavras 1.091
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Azul é a cor mais triste. Cap. 1


–Taehyung-ah... Eu te amo...

–Eu também, hyung... Eu também te amo...


Era Natal. A neve caia mansamente naquele fim de madrugada. Estava frio e escuro e Hoseok apertou o travesseiro contra o peito. O quarto parecia grande demais pra só uma cama, Hoseok não gostava tanto de dormir no próprio apartamento, era solitário. Mas era bom, as vezes, era bom para pensar na vida.

E era isso o que Hoseok estava fazendo, pensado que ele estava se deixando rumar para os mesmos erros do passado. Pensando se era certo apenas deixar seu barquinho seguir aquela mare ou se ele deveria voltar para o s antes de afundar.

Hoseok tinha medo de se quebrar outra vez.

(…)

Dois anos antes.

Hoseok seguiu pelo corredor na sua corriqueira alegria. Apesar de todas as suas preocupações, ele sempre buscava ser feliz como podia. Afinal, quem não tinha problemas? E ele preferia não demonstrar fraqueza para evitar jogar seus fardos para os outros. Mas as vezes havia coisas que ele sentia a necessidade de dividir, coisas que ele não conseguia guardar só pra si e era por isso que ele estava entrando no estúdio mesmo que ainda fosse o horário do Suga e se deparou com a cabeleira desbotada desmaiada sobre o teclado do computador.

–Você não foi dormir outra vez?

Não ouve resposta, Yoongi apenas murmurou algo incompreensível enquanto o mais novo se sentava no sofá disposto no cômodo pequeno.

–Isso não é saudável, hyung!– Ele alertou enquanto o mais velho girava na cadeira pra se pôr de frente a si e naqueles segundos silenciosos que se seguiram, Yoongi aproveitou para ler a postura alheia. Hoseok abraçava os joelhos, recolhidos junto ao peito e cutucava algo nas unhas dos pés descalços. Aquilo não era uma pose comum ao mais novo e Suga, por conhecê-lo bem, já sabia que algo estava errado.

–O que foi?

Hobi levantou os olhos para o mais velho e levantou as sobrancelhas como se estivesse surpreso pelo questionamento.

–N-nada...

Ele respondeu sem veemência ao ver a expressão séria no rosto alheio e baixou os olhos novamente.

–Seok-ah... Se fosse realmente "n-nada" – ele imitou a voz de Hoseok. –Você não teria vindo até aqui...

O mais novo contraiu os lábios, Yoongi tinha razão. Suspirou e escondeu o rosto entre os joelhos.

–Eu estou namorando...– respondeu fraco e Yoongi arregalou os olhos tanto que, por pouco, eles não caíram das órbitas. Ele esperava ouvir aquilo de qualquer um, menos de Hoseok. Não que duvidasse das capacidades do mais novo, mas ele sempre era tão cuidadoso sobre tudo e aquilo soava como um ato meio inconsequente na posição em que eles estavam.

–C-como assim?! Namorando?!– A incredulidade na voz e o volume um pouco alterado fez Hoseok se encolher um pouco mais. Yoongi passou as mãos pelo rosto chocado e frustrado com a recém notícia, se levantou e foi se sentar ao lado do amigo. –Seok-ah... Me conta isso direito...

Hoseok hesitou um pouco, não sabia como falar sobre aquilo e ainda sem levantar a cabeça, soltou outro suspiro.

–Eu... Eu... estou... namorando...– Ele fez uma pausa entre as palavras como se estivesse tomando coragem e Yoongi, atento, comprimia os lábios esperando pela resposta. – O Taehyungie...

Ele jogou de uma vez a última informação e o mais velho continuou a olhá-lo como se não tivesse entendido e Hoseok levantou timidamente e apreensivo o olhar para conferir a reação alheia. O mais velho rodou os olhos pelo cômodo pequeno, respirou fundo e por fim passou ambos as mãos pelo rosto. Hoseok era mais louco do que ele podia apostar.

–Não... Você não está fazendo uma coisa dessas... Você não está...– Ele repetiu mais para si do que para o amigo que sentiu o peito se contrair triste e um pouco irritado pela reprovação recebida.

–Nós não estamos fazendo mau a ninguém!– Hoseok protestou, ele não estava convicto de suas palavras, mas sentia que precisava de algum modo se defender.

–Não estão fazendo mau?! Hoseok-ah! Olhe para o que você está dizendo!– Yoongi segurou o mais novo pelos ombros e o sacudiu. –De todos... De todos... Você era o último de quem eu esperava uma atitude irresponsável dessas...

–E o que têm de tão errado nisso?! Nós nos gostamos!– Hoseok protestou outra vez e se desvencilhou as mãos de Yoongi que levantou e passou as mãos pelos cabelos embaraçados com impaciência.

–Eu não estou ouvindo isso de você, Seok-ah! Eu não estou ouvindo!– Ele retornou para o mais novo e pôs as mãos na cintura numa pose altiva. –Você, mais do que ninguém, sabe que como pessoas como nós não temos esse direito... Você não é inconsequente, sabe o risco que está correndo... Se descobrirem vocês, o que não é nada impossível, a carreira dos dois e de todos nós vai por água abaixo... Já seria ruim se fosse um relacionamento "normal", imagina algo assim... – Yoongi fez uma pausa e respirou fundo, tentando retomar a calma vendo que Hoseok estava com os olhos marejados e uma expressão chorosa. –É injusto, eu sei... Esse mundo é injusto... Vocês não são culpados pelos seus sentimentos... Mas essa é a vida que vocês escolheram...– Ele voltou a sentar e abraçou os ombros do amigo, que havia se debruçado sobre o braço do sofá e escondia o rosto entre os braços. –Eu tenho certeza de que vocês não estão fazendo por mau... Mas vocês deviam parar pra rever se isso é mesmo o que vocês querem... Um namoro é algo muito sério e você sabe disso, principalmente na situação de vocês... Vocês são jovens, podem estar confusos... E se acabar? O relacionamento do grupo todo vai ser afetado... Eu não estou dizendo isso pro seu mau, pelo contrário, eu só quero o seu bem e de todos nós...– Suspirou pra si mesmo e deixou o corpo relaxar sobre o móvel ouvindo Hobi soluçar ao seu lado. Ele não queria soar como um preconceituoso, nem julgar o sentimentos deles, mas ele tinha que ser realista. Quem seria capaz de aceitá-los? Apesar dos ships de uma parcela das fãs, uma grande maioria não tinha maturidade pra lidar com aquilo, isso era inegável. Yoongi não queria que os amigos acabassem tendo que lidar com aquilo também.

–Eu tenho consciência de tudo isso...– Hoseok falou entre fungadas e soluços persistentes. –Eu sei o quanto é perigoso e arriscado... Mas eu nunca gostei de ninguém como eu gosto do Taehyungie... Eu não quero ter que abrir mão dele...

Yoongi contraiu os lábios. Ele não tinha mais o que fazer sobre aquilo além de lamentar e torcer para que o mais novo não acabasse na pior.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...