História Blue Lagoon - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Gigi Hadid, Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Jelena, Justin Bieber, Selena Gomez
Visualizações 300
Palavras 1.455
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Blue Lagoon - Capítulo 10 - Epílogo

 

Luzes, confetes, e inúmeras fotos.

Era como poderíamos definir a noite do baile, a noite de despedida.

Todos haviam ficado chocados, quando Gomez e Bieber chegaram de mãos dadas ao salão, mais com o passar dos minutos se tornaram apenas mais um, dos vários casais que ali estavam. Realmente havia sido uma noite para relembrar, Gigi havia dado seu primeiro ‘pt’, Barbara estava finalmente namorando finalmente, Cody havia sido a atração principal do baile e com seu violão em mãos conquistou a todos, Ashely havia se tornando a rainha do baile, mesmo contra sua vontade, e com a coroa uma surpresa venho junto, era seu antigo namorado Ryan, que havia se mudado no começo do colegial, mas estava de volta por conta da loira, que chorou rios quando o viu entrando com um lindo e enorme buquê de rosas vermelhas - suas preferidas- e foi zuada pelo amigos pelo simples fato de ter travado em cima do palco. Havia sido uma noite e tanto, inesquecível para qualquer um que ali estava.

E agora com todos sentados em uma mesa de seu restaurante favorito, era até difícil acreditar que no final havia ficado tudo bem, como um maravilhoso clichê.

_ Eu ainda não acredito que aquela garota pediu desculpas a você! - Gigi exclamou surpresa, após a irmã contar a todos na mesa sobre o ocorrido de dias atrás.

_ Nem eu. - riso fraco, se encostando ainda mais em seu namorado, que a abraçava pelo ombro. - Eu achei que ela iria me bater, mais nunca que iria pedir perdão. - Selena comentou, bebendo um pouco de seu milkshake de morango. - Mas, eu a perdoe. Sabe, éramos apenas colegiais com os nervos à flor da pele, não posso culpa-lá totalmente pelo o ocorrido, porque no final não teria me aproximado de Justin ou talvez nem estaríamos aqui juntos, hoje. - Deu de ombros, e uma chuva de awn, invadiu a mesa, fazendo com que todos rissem juntos.

_ Vocês são tão fofos que chega a dar náuseas. - Madison, a irmã mais nova de Ryan - atual namorado de Ashely- disse, rindo em seguida. - Mas, não mais que meu irmão e Ashely. - Fez uma cara de nojo, todos gargalharam.

_ OUUUUUUUU! - Ashley gritou. - Não somos não.

_ Ash, nessa eu concordo. - Cody se intrometeu, concordando com a mais nova, que estava ao seu lado.

_ Você só concorda por que tá dando uns pegas na Madison, seu traíra. - Ashley, dispara, rindo em seguida. - Ihh, não era para contar neh. - dispara, após ver seu namorado ficar vermelho. - A foda-se ela já é causa de maior, e você - apontou para o namorado - Sabe que o Cody é um  cara legal, então sem xilique. - Ryan ergueu as mãos como rendimento, e riu.

_ Eu já sabia, de qualquer modo. - Deu de ombros e riu. - è engraçado como vocês tentavam esconder de mim, mas tudo bem, já conversei com Cody sobre isso.

_ Vocês são tão aleatórios. - Justin,exclama.

Todos riram, e novamente entraram em um assunto sem fundamento.

Aquilo durou até Marty - o gerente do restaurante - os expulsarem gentilmente do local, que já havia passado da hora de fechar, que se matia aberto somente pelo grupo de amigos.

Rindo, se despediram do lado de fora e ali uma promessa havia sido feita.

_ Daqui cinco anos, todos aqui no mesmo local, não importa onde estiverem morando, se virem e vem para cá, será nosso reencontro. - Zayn disse, e apenas em um aceno todos concordaram e entre abraços cada um foi para seu lado.

|| Cinco anos depois ||

 

Selena Gomez Point of view

15H30MIN PM

Nova York, Estados Unidos

 

Respiro fundo, e retiro o grosso edredom de cima do meu corpo, me sento sobre a cama e encaro Justin dormir tranquilamente, sorrio fraco, e sai da cama, caminhando até o quarto ao lado, aonde Stella e Skyllar já estavam mais que acordadas, rio ao ver ambas em uma espécie de luta com o próprio pezinho e caminho até a mesma, que resmungando algo que não entendo ao me verem. Com apenas cinco meses, elas já eram bem espertas, já conseguiam ficar sentadas, mais muitas das vezes na preguiça elas ficam deitadas, essa parte acho que puxaram a mim.

Eu ainda me lembro quando contei ao loiro que estava grávida, ele havia surtado, e surtou ainda mais no dia que descobrimos que eram duas garotinhas. Eu me lembro bem, ele chegou na casa de seu pai gritando e pulando, enquanto apenas todos riam de sua comemoração. Engravidei em exatos quatro meses depois de nosso casamento, que havia sido simplesmente maravilhoso, ver novamente todos meus amigos ali de novo, juntos, minha família, todos aqueles que eu amo.

Pego com cuidado as duas garotinhas, que agarram meu pescoço, e volto até meu quarto, onde o loiro ainda continua dormindo, rio fraco e coloc ambos garotinhas sentadas sobre a cama, e imediatamente ambas vão para cima do pai, subindo em cima de seu corpo, e puxando seu cabelo - de um forma bem hostil, comparado com que são apenas bebês- elas o acorda todos os dias, da mesma maneira, com tapas, puxões de cabelo, e até mesmo algumas lambidas no rosto.

Gargalho alto ver a loirinha bater com tudo no rosto de Justin, que acorda assustado. Pego Sky e a coloco em pé em minha frente, lhe dando suporte para se manter em pé.

_ Que bela maneira de acordar. - murmurou, segurando Stella que estava sobre sua barriga, ele estava sendo irônico, apesar de adorar suas filhas, odeia quando coloco ambas para acordá-lo. - E a culpa disso tudo é sua. - apontou para mim, eu ri, fazendo me fazendo de inocente.

_ Eu não, elas também são suas filhas, e eu não estava com disposição alguma para descer lá para baixo com elas agora. - Explico.

_ Você nunca tem. - brinca. Bato em seu braço e rio junto.

_ È melhor acordar, temos voo às nove e meia, e eu sei se ficar aqui, você dorme até lá. - Justin morde a bochecha da garotinha em seus braços, que reclama com um ruído irritado. Rimos.

_ Ela odeia isso. - Rir.

_ Sim, e você ainda irrita ela, quero só ver com ela começar a chorar. - Dito e feito, depois dos murmúrios, venho o choro, não escandaloso, mas aquele do drama que as crianças adoram fazer. - Eu avisei. Agora, se vira. - Rio, e volto minha atenção a garotinha que brinca com o meu cabelo.

De onde estou posso ver, o loiro se sentar na cama, e com carinho trocar algumas palavras com a filhas, enquanto suas mãos faziam carinho em seus ralos cabelos e em sua costinha, ela vai se acalmando aos poucos, até parar de chorar.

Ele sempre as acalmava, me acalmava.

Ele é nosso porto seguro.

Sorrio com a cena e me deito ao seu lado, colocando a moreninha sobre minha barriga.

Características. Algo que ambas são bem diferentes, apesar de serem a cara uma da outra, Stella é loirinha e Sky tem seus cabelos negros, assim como os meus, mais seus olhinhos são do tons  do pai, com todo certeza.

Stella era a mais agitada, sempre acordava primeiro e consequentemente acorda a irmã com seus murmúrios altos, ela com certeza dará trabalho para o pai,quando crescer. Skyllar é a mais quietinha, a mais tímida. Ela sempre se esconde quando pessoas que são estranhas para ela, vem brincar ou conversar com ela, isso a deixa ainda mais fofa.

Mama, papa.

Saio dos meus devaneios a escutar as duas palavrinhas serem pronunciadas juntas, uma por cada garotinha, me sento rapidamente no colchão, com cuidado por conta de Sky sobre mim, encarei Justin que está tão surpreso quanto eu.

_ Você também, ouviu? - Pergunto rindo, beijo as bochechas da criancinha em meus braços, arrancando gargalhadas da mesma.

_ Sim. - Ri. - Acho que perdemos a aposta.

Havíamos feito uma aposta mês passado - somos super adultos, sim!- sobre qual das garotas iria falar primeiro papai ou mamãe, eu havia apostado em Stella por ela estar mais espertinha, e Justin em Sky, dizendo que apesar de ela ser mais quieta, falaria primeiro. Pelo visto, ambos acabamos perdendo ou ficamos em empate, não sei ao certo.

O que eu sabia no momento era que aquilo era o que eu sempre procurei.

Um rapaz que me amava intensamente, e uma família a qual eu poderia doar todo meu tempo e amor, no final o que apenas importa é o agora.

O futuro só a Deus, pertence, e no momento eu só tenho a agradecer aquela pequena ilha no pacífico.

 


Notas Finais


Finalmente, finalizada!
Finalmente eu voltei, e com um final.
Eu agradeço a cada um de vocês que leram está história, eu demorei muito para finalizar eu sei, mais finalmente consegui.
Não com um maravilhoso final, mais sempre deixei claro que era uma história clichê.
Novamente muito obrigado por tudo, e espero que possam deixar seu último comentário por aqui.
Muito obrigada por tudo, vejo vocês em Pillowtalk.


https://www.spiritfanfiction.com/historia/pillowtalk-5683366


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...