1. Spirit Fanfics >
  2. Blue Love >
  3. O primo de Jungkook

História Blue Love - Capítulo 5


Escrita por: e pandaheavenly


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 5 - O primo de Jungkook


Era manhã de domingo; e eu me encontrava deitada em minha cama em plena 8:00 horas da manhã, não acredito que acordei cedo no final de semana, e ainda foi por um erro meu, tudo porque eu esqueci a janela aberta, estava tão cansada ontem que nem lembrei disso e isso acabou que prejudicando mais horas de sono minha. 

Estava com muita preguiça, então apenas fiquei na cama olhando para o teto. Escuto alguém bater na porta do meu quarto, certamente era a Gabe.

– Pode entrar, tá aberta - falei com voz de sono me enrolando mais no cobertor.

– Que estranho, você acordou cedo em pleno domingo - Gabe diz entrando no quarto e vindo até mim 

– Eu sei!!! - digo me debatendo na cama tirando o cobertor de cima de mim e bagunçando a cama - Eu tô frustada comigo mesmo, eu queria dormir mais, fui muito burra de esquecer a janela aberta, argh!! - choramingo pegando um travesseiro e jogando na janela.

– Para de chorar por causa disso, mais tarde você dorme mais - ela pega o travesseiro do chão e joga em mim, jogo se senta em minha cama - Agora, eu tenho algo para te contar 

– Hm, o que você tem pra me contar? - me sento na cama

– Ontem eu fui em uma festa, curtir meu final de semana, e nessa festa eu conheci um cara, e que cara em, a gente conversou e acabamos por ficar e eu fiz uma coisa que nunca imaginei fazer, eu quase transei com o cara no banheiro 

– Você só pode estar louca né, você transou com o cara no banheiro!!! - berrei - Eu já falei pra você ir em festas descentes, mas você não me ouve, já pensou, e se você engravidar? o que vai fazer? 

– Calma ______, eu disse que quase transei com ele, isso praticamente nem chegou a acontecer, fica tranquila. E eu sei me cuidar, não precisa se preocupar, não vou engravidar de um cara que conheci na balada

– Eu estou calma, só estou chocada - dei se ombros - Então, você tem alguma foto dele aí? queria vê-lo pra saber se ele é bom o bastante pra você

– Ai lá vai você julgar as pessoas mesmo sem a conhecer

– Eu não vou julgar ele, só quero ver se ele é bonito o bastante pra você

– Tá bom, está bem, espera aí - ela pega seu celular e entra no Instagram do garoto, assim me mostrando uma foto dele.

– É, ele não é de se jogar fora, é bonito mas nem sempre caras bonitos são legais, então toma cuidado pra não querer algo com ele pra ele só te usar - me levanto da cama e faço um coque no cabelo.

– Mas olha, o Jungkook é bonito e é legal...e não, eu não vou e nem quero algo com ele, ele é mais novo do que eu, eu gosto de caras mais velhos, ele só foi um rolo na balada - a garota da de ombros


1 semana depois....


Uma semana havia se passado desde quando Jungkook havia chego, não mudou muita coisa, ele estava aprendendo bem o inglês, conseguia se comunicar para o necessário, aquilo me deixava um pouco orgulhosa, a claro, as garotas começaram a se atirar mais para ele, agora que o mesmo entendia o inglês, elas podiam dar em cima dele, mas o engraçado é que ele não dava bola, estava sempre comigo e meus amigos, como sempre, Vitória e Jean amavam, eu só ficava quieta para não falar nada além do necessário. 

Hoje teria aula, eu estava terminando meu café, Gabe estava arrumada também, hoje ia tentar arranjar um novo emprego, disse que não aguentava mais ficar em casa sem fazer nada. 

- Gabe estou indo, bom dia - sorrio para ela e saio de casa.

Eu já havia saído de minha casa, agora estava na frente de casa, esperando Jungkook, o por que disso? Também não sei, acho que está virando costume estar acompanhada dele para ir à escola. Não demorou muito, ele saiu de sua casa, parecia estar animado, a vontade de perguntar era meio grande e eu perguntei 


- Por que está tão animado ? - cruzo meus braços e arqueio uma sobrancelha 

- Bom dia para você também - Jungkook diz enquanto trancava seu portão - Estou animado porque hoje chega alguém especial 

- Ah...quem é ? 

- Meu primo, veio da Coreia, vai passar uns dias aqui - ele se vira para mim - Vamos 

- Entendi - começo a caminhar ao seu lado - Ele sabe o inglês 

- Ele sabe sim, estudou a língua desde criança - Jungkook sorri - Meu primo é bonito e inteligente, eu o admiro porque consigo ser só uma dessas coisas, ou seja, bonito 

- Que bom, não vou precisar te dar mais aulas - sorrio caminhando

- Claro que vai - ele ri - Meu primo odeia ensinar os outros, e eu já me acostumei com você - ele sorri - Meu primo vai chegar para o almoço 

- Que seja - suspiro derrotada - Entendi, mas não vai se esquecer das aulas de hoje.

............

A manhã na escola foi normal, ou melhor, quase, muitas meninas olhavam para nós, quer dizer, Jungkook, ele ficava com vergonha, eu apenas caminhava com meu rosto sério de sempre, quando chegamos na sala, a garota mais atirada veio falar com ele, não sei o porque, mas me senti brava por ver aquela cena, Jungkook foi simpático, mas não deu muita bola para ela. Agora estávamos no intervalo, Jean, Vitória, Jungkook e eu, todos sentados em uma mesa, comendo.

- Jungkook, vai comer sua maçã? - Vitória pergunta devagar, para que ele entendesse bem a frase 

- Hm...acho...que...não - ele diz formulando a frase, estava evoluindo, isso era bom - Toma - ele dá para ela 

- Obrigada - ela sorri comendo 

- ______ - Jean me chama

- Fala bi - olho para ele 

- O que foi aquilo na sala? - ele me pergunta e eu olho sem entender - Na hora que a Clarisse foi falar com Jungkook, sua cara para ela 

- Eu estava normal poxa - suspiro - Não gosto daquela garota, se atira para cima de todo mundo 

- Isso é verdade - ele bufa - Mas você parecia estar com ciúmes 

- Eu? Claro que não - começo a rir - Ciúmes dele? Nem somos tão próximos assim 

- Se você diz - Jean volta a comer e eu também.

O sinal havia tocado, então fomos para sala, como de costume, no mesmo lugar de sempre. O resto da aula foi normal, eu ajudava Jungkook em algumas coisas, nós quatro ficávamos conversando quando terminávamos as lições, entre outros. Havia tocado o sinal, finalizando as aulas

- Não se esqueçam do trabalho, você e sua dupla devem tirar uma fotografia de algo que gostem - o professor sorri - podem trazer imprimido para apresentar para sala, o trabalho é daqui a duas semanas, tenham um bom dia 

Sim, tinha um trabalho em dupla e minha dupla? Jeon Jungkook, nem essa sorte de cair com outra pessoa eu tenho, e o pior, é difícil termos algo em comum, só há uma coisa e me recuso a tirar uma foto com isso. Guardo meu material e vou caminhando até a porta, onde estavam os três me esperando, pelo menos eu não iria sair sozinha. 

Saímos da escola, Jean e Vitoria seguiram seu caminho, eu e Jungkook fomos caminhando até o ponto de ônibus, que não demorou muito para chegar, subimos nele e nós sentamos no fundo 

- Ele vai chegar agora - Jungkook diz inquieto 

- Relaxa Jungkook - digo balançando a cabeça 

- Eu to ansioso, não tem como 

- Que seja - suspiro mais uma vez e começo a prestar atenção na rua

Logo chegamos no nosso ponto, que não era longe de casa, caminhamos em silêncio, quase, se não fosse por Jungkook ficar inquieto e falar as mesmas coisas toda hora, aquilo estava me irritando já. Ao chegarmos em frente a casa, me despedi do maior e entrei para minha casa, indo direto para cozinha, sentindo aquele cheiro delicioso de almoço, Gabe estava cozinhando 


- Cheguei - me sento na mesa - como foi lá? 

- Bom - ela sorri - eu consegui - ela da pulinhos de alegria 

- Que coisa boa - sorrio - ah...meu dia foi um pouco estressante 

- Por que? 

- Além das meninas irem encher o saco de Jungkook, não que isso me importe, mas como ele passa a maioria do tempo comigo, eu tenho que aturar junto - suspiro - Jungkook não parava quieto 

- Hm...cheiro de ciúmes - diz a mesma colocando as panelas na mesa - Mas por que ele estava assim? 

- Não é ciúmes, é só estresse - reclamo - Ele disse que um primo dele ia chegar na hora do almoço 

- Mais velho ? 

- Deve ser - pego um prato e começo a tirar a comida. 

- Hm...vou pedir para ele me apresentar - ela sorri  

- Gabe - a repreendo - Vamos almoçar, daqui a pouco tenho que ir da aulas de inglês 

- Vou com você 

- A não vai não 

- Vou sim 

- Não 

- Sim 

- Não 

- Tudo bem - ela sorri - Você venceu

O almoço com a Gabe até que foi calmo hoje, a gente conversou sobre coisas aleatórias, ela fazia algumas piadas as vezes em relação a mim a ao Jungkook, isso me deixava com um pouco de raiva confesso. Terminei minha refeição e subi para o banheiro, escovei os dentes e depois fui para o meu quarto, onde troquei de roupa, colocando uma mais leve. Sai do quarto e desci para a sala onde Gabe estava.

– Estou indo, Gabe...até mais tarde - digo indo até a porta principal

– Está bem, já que você não quer me levar mesmo, se divirta então

Mostro língua pra ela que joga uma almofada em mim, mas antes que a almofada pudesse me acertar, eu saio pela porta fechando a mesma, passo pelo o portão de casa o trancando e vou até a casa do Jungkook, a única coisa boa nisso tudo de dar aula pra ele, era que eu não precisaria andar quilômetros, e sim apenas 5 passos. Apertei a campainha e logo sou atendida por Jungkook

– Veio rápido - diz ele dando espaço pra eu entrar

– Jungkook, eu moro do lado da sua casa - entro e ele fecha o portão, acompanho ele até a porta principal de sua casa

Ele da um sorriso de lado, entramos em sua casa e eu tiro o sapato como de costume lá, deixando o mesmo ao lado da porta, fui para sua sala e me sentei no tapete, colando as coisas lá e esperando Jungkook aparecer para começarmos a aula. 

- bem, vamos começar - dou uns papéis para ele 

- Aish...e lá vamos nós - ele suspira cansado 

- Sem reclamar - me encosto no seu sofá - isso nem é difícil 

- Tudo bem, tudo bem - ele começa a fazer as coisas 

- Quem tá aí ? - um rapaz aparece na sala, ele era alto, coreano, tinha sua pele um pouco mais escura que a do Jungkook e não vou negar, ele é totalmente bonito - ah... você deve ser a _______ - ele sorri e se curva - prazer, me chamo Namjoon 

- Olá Namjoon, vejo que o Jungkook falou de mim - rio 

- É, ele disse, só não me disse que você era tão bonita assim - ele sorri, aquela covinha no seu rosto, tão bonita 

- Tudo bem Nam, agora dá licença, eu quero estudar - Jungkook diz concentrado no papel 

- Desculpa aí, eu vou ir fazer algo para nós comer - ele sai da sala 

- Esse meu primo - Jungkook suspira - só toma cuidado com ele 

- Relaxa Jungkook - rio - eu sei me cuidar bem

As aulas foram normais, tirando o fato de que Namjoon estava sempre aparecendo na sala e as vezes me irritando por tirar a concentração de Jungkook, foram bem 

- terminei - Jungkook me dá o último papel 

- Tudo bem, vou corrigir quando chegar em casa - digo guardando a folha - bem, já vou indo 

- Espera, fica pra tomar café, só hoje - ele diz sorrindo 

- Hm...não sei - penso em uma desculpa - a Gabe tá sozinha em casa

- Sua prima sabe se cuidar - ele cruza os braços - aish, é só um café 

- Tá bom, tá bom - suspiro derrotada - vamos logo - me levanto 

- Isso - Jungkook sorri e se levanta também - vamos - ele caminha em direção a sua cozinha e eu o segui - você pode se sentar aqui 

- Oi de novo ________ - Namjoon diz sorrindo - que bom que vai tomar café com nós 

- É - me sento na mesa - legal 

- Eu também acho - Jungkook se senta ao meu lado, logo o pai de Jungkook aparece no local, sorrindo para nós e eu pude perceber, que o sorrio do pai dele era idêntico ao dele - boa tarde pai 

- Boa tarde filho - ele diz se sentando na frente dele - boa tarde Nam, que maravilha ver você __________

- Boa tarde senhor Jeon 

- Vamos comer - Namjoon coloca tudo na mesa para nós se servir. 

Eu deixei eles se servirem primeiro por serem da casa, depois eu fui, peguei só um pouco de comida, pois não estava com tanta fome. Nós tomamos café, conversamos uns com os outros, o pai de Jungkook era bem empolgado, dava para perceber a semelhança nos dois, seja por aparência ou personalidade, Namjoon era uma pessoa bem simpática e legal, Jungkook estava meio quieto, não sei o porque, mas prefiro não saber muito sobre isso 

- Bem, acho que já vou indo - me levanto, caminhando até a pia e colocando minha sujeira lá, para poder lavar 

- Ah não ________, deixa que eu lavo - Namjoon se levanto 

- Tudo bem então - digo me afastando 

- __________ o que acha de jantar com nós, está ajudando tanto meu filho, acho que é uma maneira de compensar - o pai dele diz me encarando 

- Hm...não sei, preciso ver o que minha prima vai querer fazer essa noite - digo tentando arranjar uma desculpa 

- Pois traga ela - ele sorri 

- Isso, traga ela - Jungkook sorriu 

- Tá...tudo bem, então, até mais tarde

Saio dali, indo pegar meus sapatos, Jungkook me acompanhou até o portão, não precisava, mas ele insistiu. Caminhei para minha casa e não demorei muito para entrar e quando entrei, vi Gabe jogada no sofá da sala, assistindo Tv e comendo salgadinho, quando ela me viu, abriu um sorriso 

- Como foi lá ? - ela pergunta se sentando - senta aqui do meu lado 

- Foi normal - me sento ao lado dela e peguei um pouco do salgadinho - Conheci o primo dele 

- Me conta, como ele é? - ela pergunta se animando 

- Bonito, o inglês dele é muito bom - digo comendo - E, ele é mais novo, azar seu Gabe sorte minha - sorri dando de ombros.

- Hm, pensei que não gostasse de ninguém - ela sorri surpresa

- E não gosto, mas ele é bonito e inteligente, então...- sorrio tombando a cabeça para o lado - Ah...o pai do Jungkook nos convidou para jantar - respiro fundo - Mas eu não quero ir 

- Pois vamos - ela se levanta - Eu to afim de conhecer o pai dele e o primo e...

- Gabe, menos - faço sinal de menos com a mão - Nós vamos, mas, se comporte 

- Eu vou - ela sorri - Relaxa, vai ser o melhor jantar - ela sai da sala toda animada.

- Ou não - digo para mim mesma e fecho os olhos por um momento

Fiquei assim por um tempo, de olhos fechados pensando em algumas coisas, principalmente na minha mãe, não falo com ela faz um tempo, ela não liga pra mim e eu estou preocupada, mas penso que se ligar pra ela vou estar atrapalhando já que ela viajou a trabalho, e o horário de onde ela está é diferente do nosso, então não sei bem quando devo ligar, talvez mais tarde eu ligo pra ela.

Abri meus olhos ao ouvir um barulho de notificação do meu celular, peguei o mesmo e abri na mensagem, era o Jungkook, estava avisando o horário do jantar, iria ser as 7:00h da noite, faltava apenas duas horas. Sai da sala e fui atrás da Gabe, ela estava na cozinha.

– Ei Gabe, o que está fazendo? - me sentei na bancada.

– Nada, só tomando um suco, quer? - ela diz servindo dois copos

– Quero - pego um copo e bebo um pouco - Ah, o jantar na casa do Jungkook vai ser daqui duas horas

– Nossa, é rápido demais, não vai dar tempo de me arrumar

– Rápido Gabe? não é um jantar de gala, é só um jantar normal, com pessoas normais, e é aqui do lado

– Mesmo assim, vai ser com pessoas novas, eu tenho que estar apresentável

– Está bem então, mas não se vista tão formalmente - terminei o suco e levei o copo até a pia lavando o mesmo

– Bem vou me arrumar - Gabe deixa o copo na pia pra mim lavar e sobe correndo para seu quarto

Aproveitei que estava na cozinha e a organizei, depois subi para meu quarto e fui para a varanda, me sentei no banco que havia lá e fiquei encarando o celular que estava no contato da minha mãe. Será que eu devo ligar? - me questionei. Tomei coragem e liguei para ela

– Alô, quem é? - uma voz masculina atende

– Ahm, aqui é a filha da senhora Collins...ela está? - pergunto receosa, porque um homem estaria atendendo o celular da minha mãe? 

– Ela está no banho, só um minuto - ele a chama - Alô? - era ela

– Mãe?!, é a ______, faz tempo que a gente não se fala e...ahm, quem é esse homem que atendeu o telefone?

– Não é ninguém, mais tarde eu te ligo filha

– Espera...- sou interrompida assim que ela desliga o telefone

Confesso que fiquei com um pouco de raiva, e com uma vontade imensa de chorar, porém segurei o choro. Me encolhi no banco e coloquei a mão no rosto, estava frustada, ela nem me deixou falar e muito menos me disse quem era aquele homem, espero mesmo que ela me ligue mais tarde. Me levanto passando a mão no meu cabelo os puxando um pouco, olhei para a frente e vi o Jungkook me olhando de sua varanda, o ignorei e entrei no meu quarto, fui para o banheiro e me despi, entrei no box e liguei o registro, entrei debaixo do chuveiro sentindo a água gelada cair sobre meu corpo.

Eu estava pensativa, eu estava com saudades da minha e pensando em ligar pra ela a muito tempo e quando finalmente crio coragem ela desliga na minha cara, não entendo o que aconteceu. Tentei esquecer. Terminei meu banho e sai do banheiro enrolada na toalha, escolhi uma roupa confortável mas não tão casual nem tão formal, vesti uma calça preta, como sempre uma camisa grande e coloquei a parte da frente dentro da calça, deixando a parte de trás solta. Como tinha lavado o cabelo, peguei o secador e comecei a secar o mesmo enquanto penteava.

Ao terminar passo um gloss labial, e um blush apenas pro meu rosto não ficar muito pálido, passo um perfume, calço um all star amarelo e visto um casaco xadrez. Pego meu celular e vejo as horas, faltava ainda 20 minutos para podermos ir, então decido ir até o quarto de Gabe pra ver o que ela está fazendo

– Gabe, já está pronta? - entrei em seu quarto e encontrei a mesma ainda só de toalha e arrumando o cabelo - Ainda Gabe? eu comecei depois de você e já estou pronta, sorte sua que ainda falta 20 minutos

– Eu gosto de me arrumar com calma - ela me olha - Você também não precisa se arrumar muito pra ficar bonita, afinal, você é ruiva, de olhos azuis e ainda tem essas sardas como charme, e qualquer roupa caí bem em seu corpo

– E lá vamos nós - reviro os olhos - Você também não precisa de muito pra ser bonita, é só se valorizar mais e ser menos insegura, você é linda, só não percebe isso.

– Você sempre me motivando e me colocando pra cima, obrigada - ela sorri - Agora sai, me espera na sala, vou terminar de me arrumar e já desço.

Sorri e assenti, assim sai do seu quarto e desci para a sala, me sentei no sofá e fiquei olhando pra porta, pensando se ainda dava tempo de desistir, mesmo eu querendo muito não ir, eu não poderia fazer isso com a Gabe, ela está bastante animada, e também é só um jantar. 15 minutos depois, Gabe desce para a sala e para em minha frente

– Eai? como estou? - ela da uma voltinha e sorri, Gabe estava com uma calça jeans azul claro e um cropped moletom

– Está linda - sorrio.

– Já está na hora? - Ela pergunta ansiosa.

– Falta apenas dois minutos

– Ainda - ela se joga no sofá - Tô com fome

– Calma, temos sorte ainda de não ter que andar muito

– Você tem razão - ela pega seu celular pra ver as horas - Vamos, já está na hora

– Vamos então - peguei meu celular

Saímos de casa e fomos até o portão da casa vizinha, aperto a campanha e Jungkook veio nos atender. Entramos em sua casa e como sempre tiramos os sapatos, ficando apenas de meia. Ao entrarmos o Sr. Jeon veio em nossa direção

– Que bom que veio ______, e...- ele olha pra Gabe

– Gabe, prazer Sr. Jeon - ela sorri

- vocês podem ir para cozinha - Sr. Jeon sorri - meu filho e o primo dele estão esperando por vocês 

- Okay - caminho na frente, Gabe vinha logo atrás de mim - olá - digo entrando 

- Olá - Jungkook se pronuncia sorrindo - olá Gabe 

- Gabe? - diz Namjoon, que mexia na panela - Gabe está aqui? - ele logo se vira 

- Boa noite Jungkook e - ela logo olha para o rapaz e se assusta - Namjoon? 

- Vocês se conhecem? - pergunto a olhando 

- Pelo visto sim - Jungkook coloca a mão em sua testa e balança a cabeça 

- Longa história - Namjoon sorri nervoso - não sabia que...você era prima da __________

- Nem eu sabia que você era primo do Jungkook - ela diz nervosa, algo não cheirava bem 

- Que bom que todos se conhecem - O pai de Jungkook entra na cozinha - vamos jantar

Eu me sento em uma cadeira, Gabe se senta ao meu lado, Jungkook em minha frente e Namjoon na frente de Gabe, Sr. Jeon se senta na ponta. Todos pegamos um prato e começamos a nos servir, dava pra ver o nervosismo no olhar de Gabe com Namjoon, tenho uma leve certeza que esse foi o cara que ela quase transou, ela vai ter que me dar uma bela explicação. 

O jantar estava silencioso, por um lado aquilo estava me incomodando, mas as vezes era bom comer em silêncio, e eu estava, até Jungkook abrir a boca e começar a falar junto de seu pai, ele adora quebrar um silêncio né? 


- ______, me filho não te deu nenhum trabalho até agora né - o pai dele pergunta me olhando 

- Bem - olho para o Jungkook, eu bem que poderia contar todos os podres, mas como sou uma boa colega - nenhum senhor - sorrio olhando para ele 

- Que coisa boa Jungkook - o mais velho diz olhando para seu filho - daqui um tempo já estará falando muito bem em inglês e eu poderei pagar você em dinheiro _________

- Ah...não precisa senhor - solto um riso 

- Mas eu insisto - ele sorri 

- Não precisa Sr Jeon, de verdade - limpo minha boca com o pano - guarde para o senhor 

- Bem, então tudo bem - ele diz terminando de comer - Gabe, não tem nada a dizer? 

- Eu? - Gabe olha para ele - ah...isso aqui está uma delícia - ela sorri

- Obrigado - Namjoon se pronuncia - foi eu que fiz 

- Ah...sério - ela sorri nervosa e limpa sua boca 

- Eu vou lavar a louça - Namjoon se levanta, pegando os pratos 

- Deixa que eu lavo meu prato - sorrio para ele 

- Não, deixa que eu lavo - ele pega 

- Eu lavo meu prato - digo pegando de novo 

- Então me ajude com a louça - ele pega meu prato de novo e caminha até a pia 

- Tudo bem né - me levanto indo até ele e olho para Jungkook, que estava com o semblante sério, parecia não gostar disso 

- Nós três vamos para sala, ver o que podemos jogar - o pai de Jungkook se pronuncia, saindo dali, Jungkook e Gabe seguem ele. 

- É, agora só está nós dois - Namjoon diz tirando seu casaco, ficando apenas com a regata que usava, deixando seus músculos amostra - você gosta de lavar ou secar? 

- Prefiro secar - tiro minha blusa xadrez e pego um prato - você chegou hoje né? - digo encostada na pia 

- Hm...cheguei sim - ele sorrio - por que? 

- Nada não - começo a secar a louça que ele terminava de lavar 

Ali ficamos nós dois, ele lavava as coisas e eu secava, as vezes trocávamos algumas palavras, ele tentava ser fofo comigo, mas nunca colava, eu não ligava para o que ele dizia. Após terminar tudo, pego minha blusa xadrez e caminho para sala, onde estava Gabe, Jungkook e o Sr. Jeon jogando uno, eu me aproximo, me sentando ao lado de Jungkook, já que era o único espaço vago, pois o Sr. Jeon estava do lado de Gabe e Namjoon havia se sentado na poltrona

- ________ - Jungkook me olha - o que acha de nós sairmos? 

- Ah...não sei, acho que está meio tarde - digo olhando para o relógio da sua sala 

- Não está não - o pai de Jungkook se pronuncia - por que vocês quatro não saem? Aproveitem e apresentem o bairro para Namjoon 

- Okay - me levanto - então vamos logo

Todos concordaram, eu e Gabe nos despedimos do Sr. Jeon, colocamos nossos sapatos e eu visto meu casaco xadrez novamente, assim saímos de casa e ficamos andando até chegar na praça. Eu estava andando ao lado de Gabe e ela ao lado de Jungkook, e Jungkook ao lado de seu primo. Eu e Gabe estávamos conversando sobre coisas aleatórias, até que somos interrompidas por Namjoon quem entra no meio de nós e começa a puxar assunto comigo, fazendo Gabe e Jungkook ir pro outro lado conversando

– Então Namjoon, você vai ficar quanto tempo aqui no Canadá? - pergunto

– Talvez eu more aqui, dependendo dos negócios dos meus pais lá na Coreia

– Ah, entendi...então quer dizer que você irá estudar na mesma escola que eu e Jungkook?! - o olhei

– É, acho que sim. Tem alguma coisa que eu deva saber de lá antes?

– Só que as meninas de lá são bastante atiradas - voltei a olhar pra frente

– Entendi, sinceramente não gosto de meninas assim, eu gosto de desafios - ele coloca seu braço apoiado em meu ombro, o olho e dou um sorriso não tão confiante e tiro seu braço de lá

– Sabe, eu acho que já te vi em algum lugar - o encaro tentando lembrar - Ah lembrei!!!...você é o cara da balada que a Gabe me contou, ela me mostrou uma foto sua - ri fraco.

– Nossa, sua prima te fala tudo? 

– Sim, nós crescemos juntas então somos quase irmãs - dou um sorriso fechado

– Entendi - ele olha pra Gabe que estava ao lado só que um pouco mais afastada - Gabe, posso falar com você em particular? - Namjoon vai até ela

Com certeza Namjoon ia falar com ela sobre aquele dia, como não queria atrapalhar esse "reencontro", continuo a caminhar em direção ao parquinho que tinha na praça e me sentei no balanço que tinha ali, começando a me balançar fraquinho, Jungkook vem até mim e se senta no balanço ao meu lado

– Sobre o que você e Namjoon estavam falando? - Jungkook pergunta

– Nada demais, só sobre a escola - suspirei - Você sabe que seu primo tá na cidade a mais de uma semana? 

– Como assim? - o mais velho pergunta confuso

– Umas semanas atrás a Gabe foi numa balada e encontrou seu primo lá, os dois ficaram dentro de um banheiro

– Nossa, esses dois não tomam jeito - o garoto balança negativamente a cabeça - Mesmo tendo a mesma idade do meu primo, eu percebo que sou completamente diferente dele

– Pois é, e eu sou diferente da minha prima, mesmo crescendo juntas - o olhei mas logo volto a olhar pro chão

– Ahm, _______ posso te fazer uma pergunta? - ele me olha

– Pode, mas dependendo não garanto uma resposta

– Certo - ele assentiu - Hoje, uma hora antes do jantar, você estava na varanda do seu quarto e parecia está frustada, nunca a vi daquele jeito...e, por qual motivo você estava daquele jeito? - Jungkook parecia receoso com sua pergunta

– Não era nada, é que eu estava falando com minha mãe, faz tempo que não a vejo, queria conversar com ela, mas ela nem ao menos me deixou falar e desligou o celular na minha cara

– Ah entendo, ela deveria estar ocupada ou com pressa, mas isso não significa que ela esqueceu de você ou que não se importa - o acastanhado dá um sorriso fofo

– É, pode até ser - suspiro - Enfim, você ainda tem contato com a sua mãe?

– De vez em quando, as vezes eu vou pra casa dela nos feriados - ele começou a se balançar - E você, tem contato com seu pai?

– Não mais, só tive no começo da separação, agora nem sei mais onde ele mora

– Você não tem vontade de falar com ele? 

– Sinceramente não - sorri de lado 

– Certo - ele se cala e mais um vez o silêncio se faz presente - Ah, _______ você vai fazer alguma coisa nas férias de verão?

– Eu costumo viajar, mas esse ano eu não vou por causa do trabalho da minha mãe. Porque a pergunta? - o olhei esperando uma resposta

– É que eu estava pensando em acampar, e queria perguntar se você quer ir junto, eu estava pensando também em chamar o Jean e a Vitória, Namjoon já vai então queria saber se você e a Gabe querem ir - ele sorri

– Hm, não sou muito de acampar, mas vou pensar e falar com a Gabe.

Gabe e Namjoon haviam sumido do mapa, eu estava ficando com sono, Jungkook também não estava cem por cento com ânimo de ficar ali, então decidimos ir para casa, quem sabe nós teríamos a sorte de encontrar esses dois por lá. Fomos caminhando lentamente, conversando alguma coisa qualquer, eu não prestava muito atenção no assunto, nem estava com ânimo para falar, só concordava com o que Jungkook dizia. 

Estávamos na rua de nossas casas, quando pude ver Namjoon e Gabe, estavam no meu portão, se beijando, esses dois não perdem tempo, fui caminhando o mais devagar o possível para não estragar com o momento, o bom é que eles logo pararam, Gabe entrou rapidinho em casa, parecia estar com vergonha, eu apenas rio e acompanho Jungkook até seu portão 

- boa noite _______ - Namjoon dá uma piscadela para mim e abre o portão, logo entrando 

- Boa noite - sorrio para ele e logo fecho - Boa noite Jungkook 

- Boa noite ________ - e Jungkook me abraça forte, eu achava que ele tinha parado com esse costume, o que foi em vão 

- Me solta - bato em seu braço - tá apertando peste 

- Só mais um pouco - e logo ele solta - agora assim, boa noite - Jungkook sorri e entra em sua casa 

- Tão idiota - reviro meus olhos e caminho em direção a minha casa, logo entrando nela e trancando tudo 

Ao chegar na sala, vi Gabe jogada no sofá, com um sorriso bobo, eu preferi nem perguntar o porque, apenas caminhei em direção ao meu quarto, abri a porta, logo a fechando, então fui tirando meu tênis e depois minha roupa, vesti meu pijama e me joguei na cama, olhando para o lado, vendo as portas da minha varanda aberta, eu havia esquecido de fecha- lá, me levantei e caminhei até elas, mas antes preferi sair e ver como estava lá fora, olhei para o lado e para minha sorte, lá estava Jungkook, parecia estar bravo com algo, estava bufando, murmurando algumas coisas e caminhando de um lado para o outro. 

- então a princesa também se irrita - digo rindo - o que houve? 

- Ah, você está aí - ele me observa - não aconteceu nada, eu estou bem 

- Se você diz, boa noite Jungkook - caminho para dentro, logo fechando as portas 

Finalmente apaguei as luzes do meu quarto e me joguei na cama, coloquei minhas cobertas sobre mim e logo fechei os olhos, assim sentindo o sono vir e me consumir por inteira, me fazendo dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...