História Blue Moon - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Gran Torino, Hizashi Yamada (Present Mic), Nemuri Kayama, Personagens Originais, Shouta Aizawa (Eraserhead)
Tags Aizawa Shouta, Bnha, Boku No Hero Academia, Comedia, Drama, Eraserhead, Hizashi Yamada, Present Mic, Romance
Visualizações 44
Palavras 1.151
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Aproximação


Fanfic / Fanfiction Blue Moon - Capítulo 9 - Aproximação

O caminho para o lago foi mais longo do que aparentava, ambos ficaram em um massivo silêncio sem saber como cortar esse clima. Shouta ficou se perguntando o que Satoshi queria conversar, porém entra em um conflito com seus pensamentos, por um lado ele queria perguntar logo qual era o assunto a se tratar, por outro seria indelicado para alguém que ele respeita. Satoshi estava tendo pensamentos semelhantes, ele queria agradar um pouco o garoto, entretanto isso parecia mais complicado do que fazer isso com qualquer outra criança. Em um momento de coragem o raposo toma coragem para dizer algo

- Está aproveitando a viagem? – Satoshi coça a garganta antes de falar tentando disfarçar sua tensão, porém sua voz vacila deixando mais claro ainda que ele está tenso.

- Está ótimo! – ao responder, o garoto fala com um tom mais elevado que o normal e depois volta lentamente ao normal – quer dizer, é calmo eu gosto disso.

- Haha que bom saber! – Agora mais aliviado, Satoshi sente eu pode ficar mais a vontade com Shouta – Já estamos chegando

Ao chegar no lago, já é noite e percebe-se que há outras barracas por lá e alguns chalés onde estão fazendo churrasco e etc. diferente dos outros, Satoshi não tem uma barraca, ele para seu carro que é um pick-up mais afastado dos outros do outro lado do lago em um campo mais aberto, na traseira do carro é colocado alguns cobertores para dormir e por fim ele ascende uma fogueira perto do carro.

- bom está tudo pronto – Satoshi coloca as mãos sobre a cintura falando com completa satisfação

- vamos dormir sobre as estrelas huh? gostei – Shouta fala distraído enquanto olha para o céu.

- achei que iria te interessar, que bom que acertei – o raposo demonstra um enorme sorriso enquanto ajeita a fogueira.

- e o que temos para comer? – saindo de sua distração, Shouta se aproxima da fogueira também para se aquecer.

- trouxe alguns petiscos para esta noite, mas amanhã iremos assar o peixe que pescarmos – Satoshi retira alguns salgadinhos do carro e lança um para o garoto.

- sem ganho se almoço – Shouta ri irônico – entendi.

- hey, claro que teremos almoço, o velho aqui é bom nisso! – Satoshi fala um pouco ansioso achando que ele se ofendeu com algo, mas felizmente lembra que ele é assim mesmo então se acalma mais.

Os dois ficaram novamente em um profundo silêncio, só se ouvia os grilos, a fogueira e as vozes das outras pessoas lá do outro lado do lago rindo e festejando.

- bom... – ambos acabaram falando ao mesmo tempo, o clima é aliviado ao Satoshi rir discretamente – o que você ia dizer?

- eu gostaria de saber sobre o que queria conversar comigo – Shouta é direto afinal já não aguentava mais tanto suspense. Ele não é tão calmo quanto aparenta

- ah era sobre isso mesmo que ia falar – Satoshi continua rindo descontraído, porém imediatamente sua feição fica séria – Shouta, eu acho que você sabe disso, mas eu vou ressaltar, eu tenho sentidos nem mais aguçados, logo eu escuto tudo que se passa pela casa – Satoshi dá um breve pausa e olha fixamente nos olhos do garoto levemente tenso – Eu ouvi sua conversa com minha filha no natal, eu gostaria de saber o que você tem a dizer em relação a isso.

Shouta não imaginava falar disso tão cedo, por isso sua tensão, mas estava completamente seguro de seus sentimentos em relação a Meyko, logo ele tornou a encarar Satoshi na mesma seriedade e respirou fundo antes de falar

- eu a amo e não tenho duvidas disso se é isso que quer saber, porem não conversamos adequadamente ainda então minhas sinceras desculpas – Shouta reverencia ao homem a sua frente de forma cordial.

- hahaha levanta daí moleque! – Satoshi dá leves tapas sobre as costas de Shouta rindo como se tivessem lhe contado a melhor piada – eu só queria saber como você iria reagir, sabe como é, eu não entregaria minha garotinha a qualquer um! Como sempre você vai além das minhas expectativas – Satoshi para um pouco de falar, olha para o céu e lentamente para de rir – eu acho que vocês têm muito de aprender um com o outro, vocês ficarão bem juntos... e eu confio em você – o raposo ergue sua mão sobre a cabeça de Shouta com a intenção de acaricia-lo, entretanto torna a abaixar sua mão lembrando que ele não gosta desse tipo de aproximação.

- tudo bem... – o garoto fala tímido com seus olhos escondidos sobre seus cabelos negros como a noite – tudo bem fazer isso de ver em quando se te faz feliz... após muito tempo com a Meyko eu entendi que está tudo bem em me render um pouco para as pessoas que eu gosto, e o mesmo vai acontecer comigo de volta, assim se cria um relacionamento equilibrado e saudável.

- como sempre você está 10 anos a frente da sua idade – Sorrindo confortavelmente Satoshi o acaricia pela primeira vez – eu estou orgulhoso com você... filho...

- obrigada... por tudo... – Shouta fecha os olhos e aprecia o carinho com calma, sua voz falha um pouco ao falar, mas o raposo consegue entender o que ele disse.

Eles foram dormir um tempo depois, Shouta simplesmente apagou em seu saco de dormir amarelo, enquanto Satoshi ficou mais tempo acordado observando as estrelas. No dia seguinte como prometido Satoshi pescou bastante peixe, mais do que Shouta previa, tanto que ele distribuiu para os outros pescadores também se unido ao churrasco mais a tarde. Ao chegar em casa ambos são recebidos energeticamente pela Akari e Meyko

- Hey vocês estavam sumidos, onde foram? - Meyko exclama um tanto frustrada por não ter sido chamada também

- Devem ter ido pescar, seu pai sai de fininho as vezes para fazer isso – Akari cruza os braços, sorrindo, mas um pouco chateada também por não ter sido avisada apesar do costume disso acontecer várias vezes

- Foi mal eu... fui pescar com o pai – Shouta responde descontraído, porém a reação ao redor dele foi de euforia principalmente por parte de Akari que vê que enfim ele está mais unido ainda com a família agora – A culpa é sua que é uma dorminhoca – Ele olha provocativo para Meyko, a mesma não dá 2 segundos para cair na provocação e começar a discutir com o mesmo.

A noite, a família se reuniu para jantar juntos, cada um foi servido com seu prato favorito para comemorar o que para eles era um grande avanço e para Shouta não era algo para tanto alarde, porém preferiu deixar seu pequeno descontentamento com tanta agitação de lado dessa vez afinal estão felizes com ele. Apesar de não demonstrar isso bem, Shouta se importa com a felicidade das principais pessoas ao seu redor, por isso, esse foi um final de semana bem memorável não só para ele, mas para toda a família.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...