História 'Blue Neigbourhood' - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Haechan, Mark, Personagens Originais
Tags Haechan, Mark, Markhyuck, Nct
Visualizações 33
Palavras 607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas finais depois ok? :3

Capítulo 2 - 01


Fanfic / Fanfiction 'Blue Neigbourhood' - Capítulo 2 - 01

Era um sábado qualquer quando o vento de outono sacudiu as folhas das árvores e bagunçou o cabelo avermelhado de Donghyuck, que estava em frente a uma loja de música.

Não fazia muito tempo desde que se mudou para o Canadá, então, até agora, não tinha noção da existência de uma loja totalmente dedicada a músicas e artísticas famosos -ou nem tanto- perto de sua nova casa.

Ao princípio, pretendia dar um passeio para recordar da cidade e ver como tudo mudou com o passar do tempo, assim como seus pais o aconselharam há duas semanas atrás. Mas, quando viu o lugar, não conseguiu se conter.

Donghyuck abriu sua mochila se certificando de ter pego dinheiro antes de sair de casa e, dando um último suspiro, empurrou a porta da frente, fazendo o som de um sino escoar por todo local.

Dirigiu-se diretamente para a seção de discos, absorto em seus pensamentos e procurando explorar o local. Passeou pelos corredores repletos de capas com cores, estruturas e estilos diferentes, lendo os infinitos nomes de cantores estrangeiros que Donghyuck só conhecia por nome. Por um momento parou para olhar ao redor, vendo o quão grande aquilo aparentava ser.

Antes que pudesse se distrair de novo, hyuck o viu ali. Um menino de olhos escuros, cabelos castanhos que lhe caíam ligeiramente sobre os olhos e um pouco maior se destacava no meio de todos. Nem mesmo se deu conta de quanto tempo ficou parado apenas o observando, enquanto o menino em questão andava de um lado para outro atendendo os clientes e colocando novos materiais nas prateleiras.

O olhar do castanho em um momento repentino se encontrou com a seu, fazendo donghyuck rapidamente se recompor e voltar a atenção para o disco que pretendia comprar.

Nem sequer percebeu a presença de mais alguém ao seu lado, até essa pessoa com uma voz doce e viciante como o açúcar chegar de surpresa.

- Bem-vindo ao Lee Records, como posso ajudá-lo? - perguntou o menino com um sorriso que transmiteu um calafrio pelas costas do menor.

Donghyuck meio que abre os lábios e os fecha novamente. Sintia já ter visto esse sorriso antes, há algo familiar sobre o menino que Donghyuck não é capaz de apontar.

- Desculpa, mas eu sinto que já te conheço de algum lugar... Lee Donghyuck?- Perguntou o funcionário antes que o outro pudesse responder. Seu o olhos rapidamente se direcionaram para o pulso do ruivo, onde encontrou a pulseira que deu ao seu melhor amigo em seu último aniversário juntos.

- Como você me sabe o meu... - Donghyuck seguiu o olhar do castanho, encontrando sua pulsera - Mark? 

Ao olhar para cima, o castanho responde sua pergunta envolvendo-o em um caloroso abraço no qual Donghyuck não tardou em responder, sentindo um sorriso se formar involuntariamente em seu rosto.

- Você voltou! Eu senti muito a sua falta, Hyuckie - exclama Mark sorrindo, uma vez que já haviam se separado.

- Senti sua falta também Mark, muita muita muita falta.

Mal tiveram tempo para conversar, pois seu sorriso foapagado intantes depois de ambos verem o pai de Mark entrar no local, pronto para analisar como o trabalho de seu filho estava indo.

- Deveria ir agora, Donghyuck. Outro dia você volta, certo? - Perguntou, vendo menor assentir com a cabeça.

Mark alcançou um disco da prateleira na qual Donghyuck analisava atentamente, entregando um de seus favoritos para seu amigo- Um presente? - Perguntou Donghyuck, logo vendo Mark concordar com um grande sorriso no rosto. - O-obrigado. Até amanhã, Mark - sorriu, despedindo-se antes de desaparecer pela porta da frente.


"Ainda há 

Muito tempo para o fim de semana

Muito tempo até eu me afogar em sua mãos,

Muito tempo desde que eu fui um tolo"


Notas Finais


Oi genti 💌

Lá vai uma pequena explicação:

Mark e Donghyuck são melhores amigos, mas o pai de Mark, por não ter um bom relacionamento com a família de Donghyuck, não permite que eles fiquem juntos.

Diante disso, Mark se expressa para Donghyuck através de canções tudo o que não pode dizer-lhe cara a cara.

E e as frases no final de cada capítulo são do disco que Mark dá para Donghyuck cada dia.

Espero que gostem!

¡I'm out!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...