História Blue Sweater - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, Chen
Tags Chanchen, Chanyeol, Chen, Chenyeol, Exo, Fluffy, Jongdaefest
Visualizações 130
Palavras 1.038
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


aimeusantosuperjunior
Eu levei um tempo para conseguir fazer o plot fluir, escrevi umas três vezes
achei essa versão a mais maravilhosa, porque eu adoro um fluffy bem diabético
fluffy + chanchen é a minha nova religião!

boa leituraaaa! e espero que a pessoa que doou o plot goste, porque bem, eu ADOREI escrever esse plotzinho!

(obs: esse é o plot 83)

Capítulo 1 - ;único; você com o meu suéter é uma obra de arte


Fanfic / Fanfiction Blue Sweater - Capítulo 1 - ;único; você com o meu suéter é uma obra de arte

JongDae procura pelos armários seu tão amado e querido suéter, que não poderia ter sumido! Não assim do nada, pelo menos. Ele cogita a ideia de simplesmente ir e perguntar ao namorado, já que dividem o quarto.

Então, se lembra do último show, o que acabara de fazer.

Sempre se perguntou como conseguiu ficar calado o tempo todo, estava começando a se cansar sobre ter que ver o namorado se abraçando com BaekHyun, ou às vezes quase o beijando nos palcos, para agradar as fãs. Não que o Kim odeie o Byun, muito longe disso, o considera como um irmão que sempre quis ter, mas está cansado.

Os integrantes do grupo também não colaboravam, sempre fazendo questão de colocar lenha na fogueira.

— Tudo bem, já que eu perdi o meu suéter, você vai perder o seu também, ChanYeol — Ele sussurra um pouco irritado, sentindo as próprias bochechas congelarem, já que está muito frio. Chen puxa um suéter azul claro de uma das gavetas extremamente organizadas do Park, o vestindo em seguida.

Chen sente todo o peso cair sobre as suas costas, o grupo está em uma turnê tão frenética que não conseguiram parar para simplesmente descansar, e o Kim sente falta de conseguir dormir pelo menos cinco horas por dia. Ele se deita calmamente na cama do namorado, esperando-o surgir à qualquer momento.

ChanYeol havia passado mais tempo trabalhando do que Chen, ato que preocupa o loiro, fazendo-o suspirar algumas vezes, em seguida se cobrir com uma das cobertas.

Gargalhadas ecoam pelo corredor, a voz de KyungSoo se mistura com a de ChanYeol, e algumas risadas de SeHun faz JongDae despertar do seu estado de sonolência. Minutos depois, Park ChanYeol abre a porta, ligando a luz e encontrando seu tão amado Chen deitado em sua cama, com o seu suéter.

— Meu bem, você perdeu de novo o seu suéter? — ChanYeol tira os sapatos, nem percebendo que entrou dentro do dormitório com eles. — Deve estar na lavanderia, vou pedir para o SuHo hyung ver amanhã.

— Tudo bem, obrigado — A voz sonolenta de JondgDae ecoa pelo quarto. O mesmo fecha os olhos, sorrindo em seguida.

“Tão bom dormir, nunca achei que dormir seria tão bom!” Ele pensa, sentindo o namorado se aproximar, enquanto brinca com os seus cabelos. “Obrigado Zeus por existir as camas, e travesseiros”.

— Eu sei que deve estar cansado, não anda sendo fácil ser nós — O rosado brinca, empurrando de leve Chen para o lado, para que consiga deitar na cama sem cair. Quando consegue, passa o braço direito por detrás do pescoço do menor, sentindo o perfume adocicado de JongDae.

— Nós vamos conseguir, yah! — Chen diz animadamente, mesmo estando literalmente caindo de sono.

ChanYeol sempre agradeceu a Zeus por ter colocado Kim JongDae em sua vida. Todos dizem que o Park é a alegria do grupo, mas ele sente que a alegria da sua vida é o seu namorado, que faz questão de estar sempre consigo.

Na felicidade, na tristeza. Na saúde, na doença.

— Você fica tão lindo com o meu suéter, pode usar ele sempre que quiser — O Park sussurra, continuando a enrolar os fios de cabelo do namorado entre os dedos. — Combina com o seu novo cabelo loiro.

— No próximo comeback — Chen se vira para encarar o namorado, o fazendo sorrir quando vê os olhos negros de ChanYeol brilharem. — Podemos combinar as cores dos nossos cabelos?

— Nós podemos sim, vamos pintar de cinza e preto, que tal?

— Yay! Adorei a ideia!

O Kim afaga as bochechas do namorado, o fazendo corar, assim ChanYeol aproveita para observar quão maravilhoso é o seu namorado. Os incríveis solos, o sorriso único, as piadas sem graça, os abraços, as xícaras de cappuccino que o mesmo lhe prepara de madrugada. O conjunto Kim JongDae é extremamente adorável, fato que encanta muito o maior.

— ChenChen, desculpa estar tão ausente — O Park sussurra no ouvido do namorado, que se encolhe ao lado de ChanYeol.

— Não precisa se desculpar, meu bem — JongDae rebate, não entendendo o pedido de desculpas repentino. — Todos nós estamos ocupados.

Park ChanYeol concorda em silêncio, aprumando-se e puxando as cobertas para mais perto de si, ouvindo um ressonar baixo ecoando de Chen, que fecha os olhos lentamente.

“Me acorde no horário de sempre, por favor Chan” O Kim por fim pede com calma, deixando se embalar pelo sono.

Chen está feliz por finalmente conseguir um momento de paz, silêncio e um abraço quente do namorado enquanto dorme, coisas que fazem o dia do loiro ficarem simplesmente incrível.

ChanYeol espera até o namorado cair realmente no sono, e então retira as cobertas lentamente de cima de si, as deixando em cima de Chen, enquanto tenta levantar sem fazer um barulho sequer.

Ele se lembra que comprou uma Polaroid quando foram à turnê ao Estados Unidos, e nunca conseguiu usar a máquina. A Polaroid está em cima da cômoda de roupas, ChanYeol levanta na ponta dos pés, indo até o móvel e pegando a câmera. Depois de conferir se está com filme, ChanYeol aponta a Polaroid para Chen, vendo se está no ângulo que deseja. Algumas fotos reveladas depois, ele as balança, para secar mais rapidamente.

“Você é tão lindo, meu amor” O Park pensa consigo mesmo, esboçando seu melhor sorriso em seguida. Ele pega uma caneta que estava ao lado da câmera e escreve algumas palavras nas fotos, depois as colando em algum lugar visível de Chen, para quando o mesmo acordar, as veja.

 

“Obrigado por estar comigo, ChenChen”

“Sua voz é maravilhosa”

“O seu perfume também”

“O seu sorriso mais ainda”

“Os seus olhos me encantam”

“E a sua boca é a boca mais fofinha desse mundo rsrs”

“E você com o meu suéter é a mais bela obra de arte”

“Eu não consigo não te amar, meu bem”

 

ChanYeol volta a se deitar com o namorado, o puxando bem devagar para perto de si, repousando a cabeça de JongDae em seu peito.

— Você fica maravilhoso com o meu suéter — O rosado diz, antes de cair no sono profundo, agradecendo a todos os deuses nórdicos por terem criado Kim JongDae e suéteres azuis.


Notas Finais


AAAAAAAAA
fluffyzinho com chanchen é a minha mais nova religião!!
otpzinho maravilhoso, amo muito!
muito obrigada por ler
e não esqueça de deixar seu comentáriozinho fofinho, eu adoro ler os comentários haha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...