História Boblula: O pesadelo se aproxima - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bob Esponja, Lendas Urbanas
Personagens Bob Esponja, Lula Molusco, Patrick, Personagens Originais, Plankton, Sandy, Seu Sirigueijo
Visualizações 0
Palavras 299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, LGBT, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - O dia que eu me cortei e ganhei primeiro beijo.


Fanfic / Fanfiction Boblula: O pesadelo se aproxima - Capítulo 4 - O dia que eu me cortei e ganhei primeiro beijo.

Lula on

Eu acordei no hospital olhando pro teto onde a luz incomodava meus olhos, então olhei pro lado e vi o bob não com a lágrima escorrendo em seus olhos. 

- bob esponja? O que aconteceu? E por que está chorando?- eu perguntei olhando pra ele muito preocupado.

- oh, lula molusco fiquei com medo de te perder.- disse bob esponja me abraçando forte e apertando os olhos para as lágrimas molharem minha camisa. 

- como assim?

- eu fui na sua casa porque você não respondia o som da porta, então eu entrei na sua casa e te encontrei imóvel na cama e com pulsos cortados.

- ah...bob eu...quero te...

- por que fez isso?- perguntou bob esponja com um olhar preocupado. 

- porque...cê vai me achar louco. 

- não vou não luloso. Fale pra mim. 

- é que...o meu alter ego está me seguindo e...ele é um creepypasta.- eu disse olhando pra ele deixando a lágrima escorrer em meu rosto, de repente sinto um abraço caloroso e um coração batendo em meu ouvido. 

- lulinha, eu te amo e não importa o que aconteça.- disse bob esponja fazendo carinho na minha cabeça. 

- mas bob...

Bob ficou na ponta dos pés e beijou meus lábios e segurou na minha mão, enquanto a mim, retribui o beijo abraçando o seu corpo. 

- se esse alter ego aparecer e te atormentar, eu não o deixarei.- disse bob acariciando meu rosto. 

- isso é entre mim e ele.- eu disse colocando minha mão em seu rosto. 

- você não tem escolha, se você morrer eu morro junto.- disse bob muito corajoso. 

- bob...tem certeza?- perguntei engolindo a saliva. 

- sim meu amor.- disse bob beijando minha testa. 

Continua...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...