História Bohemia Rhapsody - Seunpyo - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Dongpyo! Bottom!, Homofóbico, Produce101, Seungwoo! Top!, Seunpyo
Visualizações 6
Palavras 832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


°História narrada pelo Dongpyo

Capítulo 7 - Encounter with surprises


Três semana havia passado rápido, eu matei minhas saudades, tanto da minha família, como dos amigos, e francamente, estava sendo uma experiência incrível estar aqui, conversando e rindo, que nem nos velhos tempos.

Eu encontrei Jimin no mesmo dia que cheguei, ele estava com a Naeun, minha irmã mais velha.

E francamente, em uma semana eu terei que voltar, já que estará completando um mês que eu havia vindo para cá, e que por mais que as birras do Seungwoo me afetem, eu não posso ficar perdendo aulas decisivas, principalmente pra mim.

Desde a última vez que eu vi o Jimin, ele está mais encantador e bonito, tem seus traços delicados, e não perdeu o costume de ser o grude e ficar me bajulando.

—Dongpyo, você vai embora quando?— Jimin se encontrava arrumando os fios cinzas de sua cabeça.

—Possivelmente semana que vem Jimmy.— matinha um sorriso franco.

Vi o mesmo formar um biquinho, totalmente adorável e fofo, por essas pessoas que eu adoraria nunca sair daqui.

—Mas você pode me visitar também, ou Até mesmo estudar no mesmo colégio que eu.— sorri largo ao pensar nessa possibilidade.

Vi o cinzentado sorrir de orelha a orelha, e soltar um aaaaaa sério mesmo?, Que por minha vez assenti, soltando uma risada.

Olhei para meu celular, que estava piscando, avisando que havia novas mensagens, mas quando eu liguei o mesmo, e o desbloqueei, vi que era mais e mais mensagens do Seungwoo, que desde a semana passada, estava me mandando mensagem.

Até agora não abri suas mensagens, tinha medo que ele estivesse me xingando, Jimin estava sentado do meu lado, então ele olhou para o celular, e o tomou de minhas mãos, com certeza pelo movimento que suas pupilas faziam ele estava lendo alguma coisa.

—"Dongpyo, quando você ver isso me responde..."

—"Onde você está?

—"Espero que esteja bem... Estou sentindo sua falta"

—"Desculpa se eu fui um tanto que grosseiro aquele dia, eu falei aquilo no calor do momento, não queria aquilo de verdade, você pode voltar pra cá?"

Jimin estava falando tudo que dizia nas mensagens, aquilo me deixava aflito, e se fosse o Yohan, eu estaria sendo um babaca em não o responder.

—Quem é que mandou isso?— perguntei ansioso.

—Seungwoo hyung.— Jimin disse e me olhou, entregando o celular.

Meu coração só faltou sair pela boca, quando vi que o mesmo estava digitando mais coisas ainda.

Estava roceoso do que ele iria falar para mim, optei por apenas esperar o mesmo me mandar mensagens.

A cada texto e frases que o mesmo mandava, eu percebia o quão preocupado ele deveria estar, parei pra pensar, não iria lhe responder de tal forma, iria voltar daqui uma semana, e deixaria as coisas por si.

Eu me preocupava com o mesmo, mas ele soube ser tão rude comigo, que eu não soube o que fazer além, de seguir o que o mesmo havia mandado. Sumir de sua vida, e foi isso que eu fiz, sumi.

E após isso, eu me preocupei primeiramente comigo, com meus estudos, Seungwoo e sua homofobia nunca foram meus reais problemas, só que, eles foram a primeira brecha que eu achei para poder sair um pouco daquela cidade, que todos amam.

Jimin pousou sua mão sobre a minha, e nesse momento olhei em seus olhos, que agora não tinham brilho, mas seu rosto carregava um sorriso termo.

—Se você sente que deve voltar, não hesite, e volte, volte pelo seu amigo, ou por você, não se prenda aqui por medo, nem por saudades, você terá férias, e eu pretendo ir estudar na sua faculdade, com o tempo.— Jimin sorria, e isso me acalmou muito.

Ele me acalmou, e de imediato eu escolhi que deveria voltar, faziam três semanas que eu havia parado de frequentar a faculdade, que eu havia a trancado, voltaria amanhã a noite, seriam poucas horas, mas ainda sim prefiria a noite.

Eu saí com o mesmo, que disse querer me acompanhar, fomos até a única rodoviária que tinha na cidade, paramos numa fila grande.

Me encontrava nervoso, eu voltaria hoje mesmo, mas eu voltarei amanhã para ter calma em poder arrumar as minhas coisas, terei que me despedir dos meus pais.

Nossa vez chegou, deixei que Jimin procedesse com a compra, e quando vi, o mesmo apareceu com duas passagens em mãos.

—O que é isso? Por que duas passagens?— perguntei curioso.

—Eu vou junto bobinho.— sorriu, pondo seu braço em meu pescoço, começando a caminhar.

Meus olhos se iluminaram, alguém que eu considerava demais estaria comigo.

—Então... Como você vai, pode me fazer um favor?

—Todos do meu alcance.— disse num tom brincalhão.

—Pode fingir ser meu namorado?— perguntei vendo o mesmo parar.

—Por quê?— ele estava sério.

—Aquele garoto, Seungwoo hyung, ele me machucou, eu não o quero perto de mim, não agora, e se eu disser, ele com certeza não irá me ouvir... Poderia fazer isso?—vi o semblante de Jimin mudar.

—Você gosta dele?— ele estava sério ainda.

—E-eu...



                  Seungwoo on


Notas Finais


Desculpa o capítulo iper fraco...
Desculpa o capítulo bosta o suficiente...:(

Espero que esteja bom^^
Até um próximo...:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...