História Boku No Hero - The Next Generation (Interativa) - Capítulo 3


Escrita por: , Deeeder e L_MilGrau

Visualizações 163
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Filhos De Titãs


Fanfic / Fanfiction Boku No Hero - The Next Generation (Interativa) - Capítulo 3 - Filhos De Titãs

 POV Narrador

 

Tóquio, Japão, 16 de fevereiro de 2020, 08:27

 

– Yuri-san! Acorda! – Disse uma voz infantil o balançando.

 

– Hmmm, só mais cinco minutos… – Pediu sonolento se virando para o outro lado da cama.

 

– Você disse isso há meia hora! – Disse a criança.

 

– Ah, tá, tá! – A empurrou levemente para parar de o levantar, se levantando e ficando sentado na cama, coçando os olhos.

 

O jovem de 15 anos então se levantou, encarando o quarto com preguiça, em seguida olhou para a irmã mais nova de 7 anos, que o encarava sorrindo.

 

– O que, Asami? – Questionou.

 

– A mamãe mandou te acordar por que você tem que ir pra U. A. terminar uma coisa pra estudar lá. – Respondeu sorrindo.

 

– Ah, tá. – Disse e foi em direção a porta – Eu tô morrendo de fome! – Gritou.

 

******

 

Centro de treinamento da U. A.

 

Em uma grande arena feita especialmente para treinamento, similar as dos torneios da U. A., um contador fazia uma contagem regressiva, enquanto robôs de treinamento apareciam.

 

– 3, 2, 1, e já! – Disse uma voz masculina em uma gande caixa de som.

 

Então, um jovem de cabelo branco e olhos vermelhos com uma roupa similar a de ninjas apareceu na arena, ele retirou duas espadas das bainhas que estavam presas nas costas, fazendo suas lâminas pegarem fogo, avançando contra os robôs que começaram a avançar, em menos de 1 segundo, ele reapareceu atrás dos robôs, agachado com as espadas em mãos, ele então deu um sorriso de canto, em seguida se levantando, e colocando as espadas nas bainhas, mas quando as espadas entraram totalmente, os robôs despedaçaram.

 

“Flame, uma Individualidade que permite seu usuário queimar qualquer objetivo que esteja em seu campo de visão.”

 

“Teleport, uma Individualidade que permite seu usuário se deslocar para qualquer lugar em um campo de 20 quilômetros.”

 

– Ótimo, desempenho, David! – Disse a mesma voz.

 

Em uma cabine, no topo da arena, Lyda – que vestia um terno azul – e Midoriya – que usava uma blusa verde um pouco justa que mostrava seus músculos, uma calça preta e tênis brancos – estavam encarando o desempenho do jovem David com o restante dos robôs que apareciam, enquanto ele os derrotava facilmente.

 

– Esse jovem parece um ótimo lutador. – Disse Midoriya com os braços cruzados.

 

– Sim, ele é um dos três melhores da U. A., ao lado de Dayran e Masashi. – Disse Lyda sem tirar atenção do treino.

 

– Iremos abrir mais vagas na U. A., cerca de 30 vagas. – Midoriya começou.

 

– Tem certeza disso? A Liga dos Vilões pode tentar infiltrar pessoas aqui. – Supôs Lyda.

 

– Não tenha medo, a Liga Dos Heróis vão investigar todo o passado dos novos estudantes. – Respondeu calmo.

 

– Hai. – Disse e se aproximou de uma mesa cheia de botões e apertou um – David, está bom, pode sair – Disse e o jovem guardou suas espadas, ele então saiu da arena ofegante – Dayran, pode entrar! – Disse e um jovem com uma roupa social e um chaleco branco – Dayran, pode lutar!

 

– Qual a Individualidade dele? – Questionou Midoriya curioso, pois o jovem esbanjava tranquilidade.

 

– Veja e se surpreenda, Midoriya-san. – Disse e ficou olhando a arena.

 

Vários robôs então aparecem, eles avançam contra o jovem de cabelos castanhos, mas ele continuou calmo, com a cabeça baixa e os olhos fechados, Midoriya estranhou, quando os robôs se aproximaram a tão ponto, Dayran ergueu a cabeça e abriu os olhos, Midoriya e Lyda sentiram uma estranha sensação, os robôs então se desmontaram, caindo em forma de peças no chão.

 

“Temporal, uma Individualidade que permite seu usuário paralisar, voltar e avançar o Tempo, apesar de quando usando em grande quantidade causar efeitos colaterais.”

 

– O-O que foi isso?! – Questionou o Símbolo da Paz tomando pela surpresa.

 

– Dayran é capaz de manipular o tempo a vontade, ele pode paralisar, ir para o futuro e passado, uma Individualidade ótima para evitar catástrofes, apesar de Dayran não gostar de alterar praticamente nada. – Lyda respondeu.

 

– Mas porque alguém tão poderoso não pode alterar o tempo. – Questionou curioso.

 

– Dayran diz que se ele voltasse no Tempo e, por exemplo, impedisse a invasão da Liga Dos Vilões a U. A. quando eramos estudantes, aquela viagem poderia alterar toda nossa história, fatos que ocorreram poderiam não ocorrer, ele também afirmar que tudo está predestinado a acontecer, e ele não tem o direito de impedir o que já está predestinado, por isso, ele só viaja no tempo em casos muito extremos. – Respondeu.

 

– Meio confuso, não? – Disse Midoriya rindo coçando a nunca – E o próximo estudante?

 

– Masashi não está presente, pois eu pedi para ele ajudar a retirar um vírus dos nossos computadores. – Lyda respondeu.

 

– Bom, me diga, Lyda, esses três estão na U. A. há quanto tempo? – Questionou.

 

– Há exatos 2 anos, em breve poderão fazer missões, esse ano eles serão representantes das classes 1-A e 1-B, pois são veteranos aqui. – Respondeu.

 

– Ótimo, precisamos treiná-los rápido, para proteger o mundo da Liga. – Midoriya disse sério – Se me dá licença, preciso resolver algumas coisas sobre a matrícula dos meus filhos. – Disse e se virou para sair.

 

– Midoriya… – Lyda chamou sua atenção, apesar de não falar alto, fazendo-o parar de andar – Você acredita mesmo que ele está vivo? – Questionou.

 

– Sinceramente, não – Começou com a cabeça baixa – Mas ele é capaz de tudo, acho que poderia até mesmo suar a própria filha, a Naomi não é minha filha, mas eu vou protegê-la como se fosse! – Disse com convicção.

 

******

 

Yuri e Sayuri andava, por uma rua, até chegarem na U. A., enquanto conversavam sobre assuntos aleatórios, ao chegarem nos portões da U. A., eles encararam o grande muro, em seguida vendo que a porta se abriu sozinha, eles então entraram, passado pelo piso em direção a escola, vendo que acima da pequena escada havia duas pessoas que conheciam, Iori e Naomi estavam na escadaria enquanto conversavam sobre assuntos aleatórios, eles se aproximaram deles, fazendo eles pararem a conversa.

 

– O que estão fazendo? – Questionou Sayuri.

 

– O diretor pediu para a gente esperar porque ele está resolvendo alguns assuntos. – Respondeu Naomi.

 

– Que assuntos? – Questionou Yuri.

 

– Eu lá vou saber? – Respondeu Naomi rindo.

 

– Bom, então só nós resta esperar – Disse Sayuri, ela e o irmão então se sentaram em baixo de uma árvore que havia ali perto, enquanto Iori e Naomi em uma árvore do lado – Vocês não acham chato serem aceitos assim tão fácil? – Questionou após alguns minutos de silêncio.

 

– Do que está falando? – Questionou Iori.

 

– É que nós somos filhos dos grandes da “Geração Dos Milagres”, já perceberam que nós tivemos as coisas sempre muito fácil, descobrimos nossas Individualidades cedo, eramos sempre os melhores. – Respondeu.

 

– Então você quer desafios? Como seu pai? – Questionou Naomi.

 

– Sim e não, olha, é bom sermos reconhecidos, mas eu quero ser reconhecida por quem eu sou, não por quem eu sou filha. – Respondeu.

 

– Traduzindo o que ela disse: Ela vai pedir para o Diretor deixar ela fazer o teste como todos os outros! – Disse Yuri com um toque de deboche.

 

– QUE?!! – Questionaram Naomi e Iori em perfeita sincronia.


Notas Finais


Então, é isso por hoje!
Caso perguntem, a Naomi tem uma Individualidade chamada "Vulcana", o Iori tem uma Individualidade chamada "Zeus", o Yuri herdou o "One For All" do Midoriya, a Sayuri tem uma Individualidade chamada "Titânia", e se prepara que lá vem spoiler, a Asami - mesmo sendo nova - vai desperta uma Individualidade muito rara e poderosa que ela ainda não despertou, que é... Acho melhor esperar pra vocês saberem, kkk.
Uma perguntinha que eu esqueci de perguntar pra quem enviou já enviou as fichas, seu personagem pode ter par? Lembrando que serão pares heterossexuais.
Ass:
MasashiTensai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...