História Boku no Hero: O Caminho do Herói - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Fumikage Tokoyami, Fuyumi Todoroki, Gran Torino, Hanta Sero, Hitoshi Shinsou, Hizashi Yamada (Present Mic), Ibara Shiozaki, Inasa Yoarashi, Inko Midoriya, Itsuka Kendo, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kinoko Komori, Kurogiri, Kyoka Jiro, Mashirao Ojiro, Mei Hatsume, Mina Ashido, Minoru Mineta, Mirio Togata (Lemillion), Momo Yaoyorozu, Naomasa Tsukauchi, Neito Monoma, Nejire Hado, Nemuri Kayama, Ochako Uraraka (Uravity), Personagens Originais, Pony Tsunotori, Sen Kaibara, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Stain, Tamaki Amajiki (Sun Eater), Tenya Iida, Tetsutetsu, Thirteen, Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Toru Hagakure, Toshinori Yagi (All Might), Tsuyu Asui, Yosetsu Awase, Yu Takeyama (Mount Lady), Yuga Aoyama
Visualizações 389
Palavras 3.654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá Olá, eu gostaria de avisar que vou que as postagens serão feitas somente nos fins de semana, estou postando esse e mais um mais tarde viu?
Como Musica pra trilha sonora vou dar pra vocês só uma, eu queria duas mas não achei uma boa pros momentos finais sabe, então escutem a musica quando o nome dela aparecer, mas ja deixem a musica separada pra não cortar a leitura (Se quiserem a musica claro, tem gente que não gosta ne?)
E tem imagem da Jiro bem fofinha sim!!

Capítulo 7 - Monstro


Fanfic / Fanfiction Boku no Hero: O Caminho do Herói - Capítulo 7 - Monstro

                Jirou e Isamu já estavam fingindo que estudavam a muito tempo, eles não tinham como esconder o cansaço, e não conseguiram pensar em nada... Isamu não queria que a colega estivesse ali se fosse apenas para escutar ele sendo usado como um brinquedo, enquanto Jiro não aceitava saber que o colega sofreria e ela não poderia fazer nada quanto a isso, mas logo o tempo deles acabou

 

Midnight- Se arrumem pra dormir, Jiro se importa de ficar no sofá?

Jiro- Não, tudo bem, Isamu pode me emprestar alguma roupa pra dormir?- A garota tinha um sorriso humilde

Isamu- Claro, vem aqui que eu te entrego

                Jiro subiu junto até o quarto de Isamu e ali no quarto eles começaram a se encarar por algum tempo em silencio, não queriam falar, não sabiam oque falar já que o momento a seguir não seria fácil, oque nenhum dos dois sabia era que a porta estava aberta e que Midnight viu o olhar dos dois, so que ela o interpretou de outra forma, ela via como um olhar de romance, e quando parou pra pensar imaginou que alguma coisa poderia estar acontecendo entre os dois, um romance? Seria muito pouco para aquele momento tão intenso que ela acabara de ver, talvez Jiro estivesse com algum desejo mais quente, e para Midnight não existia nada mais interessante do que o calor e desejos perversos de jovens nessa idade, ela já imaginava a cena, os dois fudendo sem parar enquanto ela apenas escutava e se masturbava para o casa, ela sentiu tanto desejo que já sentia estar molhada... Ela decide esperar, logo Jiro sai do quarto do rapaz e vai ao banheiro para poder se preparar pra dormir, assim que a mesma terminou de escovar os dentes ela sente uma mão em sua boca e se assusta, percebe Midnight bem atrás dela, seus peitos gigantes chegam na altura de seu pescoço...

 

Midnight- Jiro, sua pervertida, você não achou que eu seria tola e não perceberia

Jiro- “Droga, ela descobriu? Sera que ela me viu aquela noite? Eu estou muito ferrada...- A mente de Jiro so possuía medos

Midnight- Eu vi como você olha pro Isamu, eu vi seu rosto fervendo enquanto o encarava

Jiro- “Do que ela esta falando?”

Midnight- Olha, só por que sou muito legal vou dar essa noite pra vocês dois, então eu só vou pedir uma coisa em troca... Façam bastante barulho- Sem que Jiro veja ela coloca camisinhas em seu bolso

                Midnight solta a garota que estava com a boca tremula e parecia um pouco assustada, saindo dali Midnight segue para seu quarto e fecha a porta, dali ela abre uma brecha pequena da parede onde ela não consegue ver muito, mas ajudara a ouvir, então so restava esperar ali...

 

Jiro On

                Midnight pensa que tem algo entre mim e o... Jisatsu? Droga, oque ela viu? Sera que ela me viu na hora que ficamos parados e pensou alguma besteira? Mesmo que seja! oque eu devo fazer agora? Ela pediu pra gente ainda fazer barulho, a Midnight é conhecida realmente por ser pervertida, mas lidar com isso dessa forma é meio complicado, oque eu devo fazer, aposto que ela vai estar ouvindo tudo, talvez se eu sussurrar no ouvido dele eu consiga... Mas e se ela estiver vendo e ouvindo? Oque eu faço, terei que me deitar com ele? Não sei se tenho coragem pra fazer isso com ele, nem é meu namorado, não que eu tenha um, ou pense em ter, mas que droga... Vamos pensar, acho que ela não vai ouvir se eu sussurrar... Tá, vamos lá, sigo para o quarto de Isamu que esta de costas colocando uma blusa, eu entro e lentamente fecho a porta, ele me encara sem, eu ando até ele com meus olhos fitando o chão, quando chego perto dele ele parece não querer recuar

 

Isuma- Jiro? Oque foi?- Ele estava corado, seus olhos negros estão trêmulos... Vou ter que agir, pego ele pela nuca e seguro firme seu cabelo, eu o puxo pra perto e deixo seu ouvido ao lado de minha boca, oque eu falo? Que tal “Midnight acha que eu tó afim de me deitar com você e agora esta tentando escutar a gente fazendo amor”? É vai servir

Jiro- deita na cama- POR QUE EU FALEI SO ISSO, POR FAVOR RECUSA!

                Ele foi andando até a cama sem tirar os olhos de mim então ele lentamente se deita e eu o acompanho, eu me sento sopre sua cintura e começo a olhar em volta, procurando câmeras, se eu achar acredito que vou ficar mais envergonhada do que já estou, Isamu percebe que estou procurando, mas ele parece não saber oque fazer, tenho que assumir que eu também não sei... Mais uma vez chego em seu ouvido

 

Jiro- Ela deve estar assistindo, esperando que façamos alguma coisa bem suja- Até pra contar pra ele eu falo do jeito errado que droga, eu me afasto e reparo que ele fica em duvida por alguns segundos, mas então ele parece entender, ele fica corado com a situação

Isamu- droga- Ele fala sussurrando- Oque deveria fazer agora?- Ele me puxa pra perto onde pode sussurrar em seu ouvido

Jiro- eu não sei, Midnight acha que eu queria fazer alguma coisa com você ou sei lá...

Isamu- e quer?- Fico cara a cara com ele, a vontade era de dar um tapa nele

Jiro- não faça uma pergunta difícil dessas do nada!

Isamu- mas oque vamos fazer, que barulho que ela quer ouvir?

Jiro- deve ser o de... gemidos

Isamu- droga, ela gosta de escutar coisas desse tipo- Ele assume desviando o olhar de mim- mas então oque devemos fazer? fingir gemidos?

Jiro- ótima ideia, então pode começar

Isamu- ta falando serio?

Jiro- sim, vai logo

Isamu- então vai ter que me ajudar

Jiro- oque? não, eu to com vergonha...

Isamu- desculpa dizer mas também não me sinto a vontade okay? e não faria sentido so eu estar gemendo numa situação dessas sabia?

Jiro- ta, eu ajudo.... droga

(Twisted - Two Feet)

                Isamu fica me encarando por alguns segundo, eu volto a me sentar sobre ele, seu rosto corado parecia me dizer alguma coisa como “Eu queria que essa situação fosse diferente” ou “Ela so esta aqui por que veio me salvar”. E talvez seja verdade, mas agora encarando ele aqui de cima com esse olhar envergonhado ele não parece assustador, acho que se nos conhecêssemos antes teria até sido diferente... eu sou surpreendida por um gemido, que na mesma hora me faz ficar mais corada, ele percebe e então desvia o rosto...Ele então solta mais um e não tem como não achar essa visão linda, ele esta prestes a soltar mais um quando eu decido me ajeitar ali, mas dessa vez ele e eu soltamos um quase ao mesmo tempo, ele me encara assustado... Eu coloco a mão na minha boca, sem querer faço um movimento com minha cintura que me faz soltar um gemido, era uma sensação  gostosa vindo la de baixo... Ele esta duro?! Eu dou uma levantada e percebo que sim, ele ta com tesão, meu deus, eu vejo Isamu movendo a mão até minha cintura, e segurando firme ali, oque ele ta fazendo? Ele esta gostando? como não ficar corada?! Eu me movo mais uma vez e meu gemido sai um pouco mais alto, fico envergonhada mas sei que é isso que Midnight quer... Isamu meche sua mão um pouco e parece que tem algo no meu bolso, ele tira e me deparo com camisinhas... Isamu me encara de olhos arregalados...

 

Jiro- Eu juro que não é meu, devia estar no seu short- Eu esqueço de sussurar

Isamu- Não tem como, eu não comprei isso, so pode ser coisa da....- Ele olha pro lado- Midnight...          

                Ficamos algum tempo em silencio até que Isamu volta as mãos pra minha cintura, ele gostou de me segurar por ali? Ele solta um gemido um pouco mais alto dessa vez, e agora escutamos um barulho de algo caindo no quarto ao lado, ela com certeza esta ouvindo, Isamu continua gemendo, o barulho do outro quarto aumenta, Isamu para por falta de folego, ele olha pra baixo como se espiasse meu intimo, eu me levanto pra ver se ele esta procurando alguma coisa ali... Eu estou... Molhada... Eu já ia gritar quando ele tapou minha boca, o barulho no quarto do lado foi alto de novo, Isamu sussurrou “Sua vezes...” Eu entendi, vou ter que fazer minha parte... Começo a gemer de pouco, e logo vou acelerando, fecho meus olhos enquanto me movimento e mantenho os gemidos, que começaram fingidos e logo ficaram de verdade, eu estou me movendo automaticamente e olha que eu nem sabia que eu conseguia fazer esse movimento de cintura, estou já ficando sem folego quando sinto Isamu se levantando, e então sinto um calor me envolvendo, os braços de Isamu, meus peitos se encontram com o dele, e seus lábios tocavam os meus... Eu abro os olhos e percebo que Isamu realmente esta me beijando, um beijo simples, mas esta tão... gostoso... Eu não lembro a ultima vez que beijei alguém, ele lentamente se separa e vejo uma fio de saliva que mais parecia uma teia que se desfez, ele fica alguns segundos me encarando, ele olha no fundo dos meus olhos

 

Isamu- Me perdoa...- Ele esta se desculpando- Eu não consegui me controlar, você estava tão linda e estava se movimentando eu...

Jiro- Eu sei, eu também senti...- Falei colocando o dedo em sua boca- Eu posso te perdoar, mas vou pegar isso de você- Ele demora a entender, mas volto a beijar ele

                Não sei oque deu em mim, mas eu não queria parar aquele beijo, ele tinha um jeito gentil de beija, e seus braços me seguravam firme, eu me envolvi naquele abraço e logo senti que estava envolvendo ele, ele separou o beijo lentamente, ele vai ao meu ouvido e eu espero um sussurro mas recebo uma leve mordida na orelha, eu me assusto, mas o pior é o gemido alto, não tinha como não gemer, meu ouvido é mais sensível do que devia, ele da um beijo suave, ele se separa e me encara, ele vem mais uma vez pra perto so que desta vez sinto seus lábios em meu pescoço, por favor não deixe marcado, ele da leves beijos e por fim ameaça morder, eu me encolho... Quando ele percebe se afasta e me encara

 

Jiro- Fui pega desprevenida, você vai me pagar

                Eu vou ao seu pescoço onde dou uma mordida fraca mais mordi, ele soltou um gemido, eu apertei um pouco oque fez gemer alto, eu solto com um sorriso no rosto, então  ele movimenta a cintura me fazendo gemer, ele começa a fazer isso varias fezes, droga cada gemido é uma briga contra meu próprio corpo... E então ele para e tapa minha boca, escuto gemidos vindo do outro quarto que acabam com um grito

 

Isamu- Ela gozou, vai dormir rápido agora- Ele fala com muita calma, e parece já saber o jeito dela

Jiro- Então terminamos?- Isamu olha pra mim, eu estou um pouco ofegante

Isamu- Eu que te pergunto... Terminamos?- Eu olho entendendo na mesmo hora, ele quer saber se quero continuar

Jiro-Na...- Encarei bem ele, parecia estar sem folego também- Sim, eu estou com sono- Estou prestes a me levantar quando ele segura minha mão

Isamu- Se quiser pode dormir aqui, sabe... Seria... Quentinho- Eu não sei como não dizer, mas ele é tão fofo, ele falou olhando pra baixo, então eu desvio o olhar dele

Jiro- Eu... Vou aceito... Mas so por que vai ser quentinho

                Eu automaticamente me deito ali e logo ficamos cara a cara, ele puxa o cobertor e ficamos escondidos ali, Isamu me puxou pela cintura e me fez ficar colado ao corpo dele, eu fiquei totalmente sem jeito, ele me abraçou tão gostoso, eu não resisti, eu o abraço e coloco minha cabeça em seu peito... Estava realmente quentinho assim... Eu acordo com um despertador que não é o meu, me espreguiço na cama e sinto meu punho bater em alguma coisa...

 

Isamu- Meu olho- Olho pra cima assustada- Serio que é assim que você acorda as pessoas?

Jiro- Oque... você ta fazendo aqui?- Pergunto assustada pegando o cobertor so pra mim

Isamu- Achei que a cama fosse minha sabe?- Olho bem e estou na cama dele, instantaneamente eu coro...

                Eu no susto me levanto levando o cobertor dele e corro pro banheiro, droga, oque eu fiz? Que loucura foi essa... Espera, eu consegui salvar ele da Midnight, isso! Consegui! Mas por que eu aceitei ficar deitado com ele? Eu não precisava fazer isso, eu podia dormir no sofá...  Mas eu aceitei... Por que?

 

Isamu- Ei Jiro- Me assusto com Isamu me chamando do outro lado da porta- Vou fazer o café da manha, se arruma pra escola

Jiro- Tá bem

                Termino de me arrumar e vou direto pra cozinha nas escadas dou de cara com Midnight que tinha um sorriso no rosto, eu passo sem falar nada, quando chego na cozinha vejo a comida já na mesa , Isamu se senta, eu vou comendo e tento evitar ficar olhando pra ele, eu desvio o olhar de vez em quando, eu olho pra ele e meus olhos encontram o dele mas na mesma hora ele desvia o olhar... Estava uma situação constrangedora

 

Midnight- Comam rápido, a carona já esta chegando- Ela quebrou totalmente o clima, ela parecia tão calma, parecia que nada tinha acontecido ontem a noite

                Isamu se arrumou rápido e logo estava pronto, entramos no carro forte dirigido pela própria Midnight, mas só no carro forte que percebo que Isamu esta com um olho rocho e uma leve marca de mordida

 

Jiro- Merda, Isamu vem aqui- Eu pego minha mochila

Isamu- Oque foi?

Jiro- So vem logo- Ele se aproxima de mim e eu já levo uma esponja de passar pó pra perto do olho dele- Tem sorte que sou boa com maquiagem

Isamu- Culpa sua o meu olho ta assim, foi um belo soco

Jiro- Desculpa, não é comum ter mais alguém na minha cama...

Isamu- MINHA cama!

Jiro- Fica quieto- Eu começo a passar no pescoço dele- Pronto, ninguém vai notar, e é aprova de água

                O carro para e nos descemos, mais uma vez os olhares parecem me pressionar, droga, é difícil chegar em um carro forte com o Isamu, andávamos tranquilos até que fui atacada por uma criatura rosa com chifres que se jogou em mim e me puxou pro banheiro, eu mau tenho tempo pra respirar antes de ser cercada por Mina, Asui, Uraraka, Momo e Hagakure

 

Mina- PODE COMEÇAR A FALAR MOSSINHA! – Ela falava apontando o dedo pra mim

Uraraka- Jiro você nos deve explicação, devia ter respondido nossas mensagens!- Uraraka parecia mais preocupada do que irritada

Jiro- Calma, me deixem respirar

Momo- Você foi muito imprudente, e nos deixou preocupadas

Jiro- Imprudente? Eu so fui estudar com o Isamu

Asui- Com o Jisatsu- Asui me corrigiu

Jiro- Jisa...? Esse não é o nome dele- Falei com um tom um pouco mais forte

Momo- Mas é quem ele é- Ela falou ainda preocupada mas com o tom de voz mais firme- Ir com um grupo é seguro, mas ir sozinho foi arriscado Jiro, ele poderia ter...

Jiro- Poderia ter ficado estudando Literatura e Geografia- Falei cortando ela- Por que estão falando dele assim?

Uraraka- Jiro, eu sei que ele é um garoto legal e parece bem normal, mas ele ainda é o Jisatsu...

Jiro- Gente, isso não tem graça, eu não acho certo falar dele assim

Asui- Eu não gosto de falar nada pelas costas dele mas é verdade, ele é perigoso e você sabe disso

Jiro- Gente, Midnight estava la qualquer coisa, e como ele faria mal a alguém estando em uma casa que parece mais uma cadeias?

Momo- Ele já enfrentou profissionais antes e fugiu, acho que não deve subestimar ele Jiro, ele é perigoso sim!

Jiro- CHEGA- Grito extremamente irritada- Parem de falar dele assim, isso é ridículo- Saio de lá batendo os pés, saio do banheiro e ao lado do bebedor vejo Isame- Isame, vamos!

Isame- Oque aconteceu?- Ele me olha sem entender, mas eu não to com cabeça pra isso

Jiro- Nada, so vamos pra sala!- Eu o puxo pelo braço

 

Jiro Off

 

A aula estavam prestes a começar uma aula, era uma aula que os alunos já haviam começado, mas sua continuação se daria de forma diferente e complicada

 

Aizawa- Vou precisar de um voluntario e do Isamu aqui- Todos se assustam- Venha logo Isamu, tem colocar uma coisa em você pra te deixar a caratês

Isamu- Professor que aula é essa?

Aizawa- Psicologia de vilões e como ela abala a mídia, você é a melhor opção pra representar o papel que eu quero- Assim que Isamu sobe no tablado Aizawa puxa uma mascara de respiração preta com dois respiradores que tampavam apenas a parte de baixo do rosto, Isamu olhou apreensivo- É a sua mesmo, a sua jaqueta esta ali so pegar- Isamu obedeceu e se vestiu, junto a ele veio Momo- Momo você vai representar o Assassino de Heróis Stein

Iida- PROFESSOR- Lida se levanta- Eu acho que não seria certo Momo fazer uma representação de um vilão como esse na sala de aula

Vlad- Você esta certo Aizawa- Lida solta um suspiro de alivio- Acho que um dos três que estava diante dele deveria fazer, e já que Lida já se impôs...- Uma gota caiu da cabeça de Iida

Aizawa- Esta certo... Iida venha aqui

                Logo Iida teve que substituir Momo, que agradeceu em silencio, Momo não queria ficar no mesmo palco que Isamu, Iida colocou uma mascara de pano no rosto, semelhante a do Assassino de heróis, todos encaravam ele com certa pena dele, mas logo os olhos se viraram para Isamu, que agora vestia uma jaqueta negra com um capuz que escondia quase todo seu cabelo, e no seu rosto uma mascara, todos o encaravam de cima a baixo

 

Aizawa- Parece que coube como uma luva...

Isamu- Oque você quer que eu faça vestido assim/

Vlad- Paciência, primeiro Iida, quero que tente falar pra turma sua opinião sobre os heróis e convença a turma sobre ela

Lida- Isso é serio?- Falou preocupado

Vlad- Sim, vale nota- O rapaz se espanto, mas respirou fundo e então incorporou oque se lembrava do vilão, mesmo que sentisse um grande nojo de fazer aquilo precisava pela aula

Lida- Todos aquele que buscam recompensa... Não merecem se intitular de heróis! São todos lixo que sujam essa sociedade que se tornou imunda, so existe um herói de verdade e esse é o All Might!! Eu farei sacrifícios por uma sociedade melhor!!- Assim que Lida termina de falar ele rapara que todos ali o encaram com pena, ele olha para Midoriya e Todoroki que parecem ter um flashback daquele dia fatídico, Lida tira a mascara e sai andando

Vlad- Nota máxima Lida, obrigado pelo esforço- O garoto não responde nada, apenas se senta- Agora é a vez do Jisatsu, mostre o seu melhor

Isamu- Serio isso?- Ele abaixa a mascara e o capuz que escondia seu cabelo- Fala que você estão brincando...

Aizawa- Na verdade você é o melhor exemplo já que é atual e esta bem aqui, então você poderia incorporar você mesmo logo, vale nota- Aizawa falava tudo isso extremamente calmo

Isamu- Fala serio- O garoto recoloca a mascara e o capuz que havia tirado, ele fecha os olhos por alguns segundos e respira fundo, todos encaram curiosos, e logo o garoto abre os olhos...- Não é justo com os inocentes...- Seu tom de voz havia mudado, não havia uma ponta de duvida em seu tom de voz, e seus olhos negro pareciam queimar com traços sombrios que revelam sua verdadeira natureza- Cada criminoso que age com malicia deve queimar, deve pagar com a própria vida, eles são a escoria que trazem a infelicidade para todos, não merecem uma segunda chance, eles merecem uma morte pra pagar cada um de seus crimes...

Momo- VOCÊ ESTA ERRADO- A aluna se impõe batendo em sua mesa e se levantando, ela se sentia realmente cara a cara com um justiceiro, oque na verdade era bem real- Eles também são pessoas com seus direitos

Isamu- Eles matam os outros por simples desejo e luxuria!! Onde esta o direito dos inocentes que foram mortos em Criative?!- A garota se assusta com as palavras, Isamu havia se perdido tanto em si que chamou a colega pelo nome de heroína dela- EU LUTO PELO DIREITO DE CADA INOCENTE, PELO DIREITO DE VIDA DOS QUE NÃO PODEM SE DEFENDER, E ATÉ MESMO PELO DIREITO DE VIDA DOS HERÓIS! MATAR UM CRIMINOSO NÃO É UM CRIME, CRIME É DEIXAR UMA PESSOA TIRAR MAIS VIDAS SEM UMA VERDADEIRA PUNIÇÃO

                Muitos daquela sala tinham aquela sensação pela primeira vez, de serem esmagados pela forte crença de alguém, alguém extremista que fala com força e confiança nas palavras, alguém capaz de matar pelo que acredita, os alunos sentiam o ar fugindo de seus pulmões, Momo caiu sentada sentindo os olhos do garoto a atravessarem. Mas três dos alunos tinham um sentimento nostálgico terrível, era uma sensação estranha, eles achavam que teriam se acostumado mas não, era sufocante para todos... Isamu mantinha o olhar até que sente uma mão em suas costas, ele olha para trás e vê Aizawa que fala com ele tranquilamente

 

Aizawa- Esta bom por enquanto, devolva as coisas e pode se sentar- Aizawa não queria mostrar, mas estava suando frio

Isamu- Si... Sim...- Ele se vira pra turma já sem o capuz e a mascara- Me perdõem, eu não queria assustar vocês- O garoto ficou com o olhar baixo 

                Assim que Isuma saiu do palanque ele subiu as escadas e no meio do caminho escutava sussurros dos alunos sentados mas logo uma voz se sobressai, falando diretamente com ele...

 

-Monstro...


Notas Finais


Espero que tenham gostado viu?! Então vou avisando que mais tarde pretendo postar mais um, mas ai so no fim de semana de novo sacaram? Se eu postar todo dis vocês vão ficar mal acostumados, por mais que eu goste de postar com frequência eu não posso estar digitando todo dia, então é isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...