História Boku no Hero: O Torneio de Jovens Heróis - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Capitão América, Doutor Estranho, Gavião Arqueiro, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Homem-Formiga, O Incrível Hulk, Thor, Viúva-Negra (Black Widow)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Denki Kaminari, Dr. Bruce Banner (Hulk), Eijirou Kirishima, Fumikage Tokoyami, Iida Tenya, Katsuki Bakugou, Mashirao Ojiro, Midoriya Izuku (Deku), Mina Ashido, Minoru Mineta, Momo Yaoyorozu, Natasha Romanoff, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Stephen Vincent Strange / Doutor Estranho, Steve Rogers, Thor, Toru Hagakure, Tsuyu Asui, Uraraka Ochako (Uravity), Yagi Toshinori (All Might), Yuga Aoyama, Yuuga Aoyama
Tags Boku No Hero, Heróis, Luta, My Hero Academia
Visualizações 12
Palavras 1.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Nos Estados Unidos da América


Lá embaixo, o mar de concreto esticava-se até o horizonte, repleto de prédios e casas dos mais variados tipos e tamanhos. Carros lotavam as ruas, pessoas caminhavam por calçadas, meliantes fugiam da luz espreitando pelos becos e vielas. Quase tocando as nuvens com seu pináculo, o Empire State Building erguia-se soberano perante os demais prédios; presa no cerco de água, a Estátua da Liberdade levantava sua tocha e segurava sua tabuleta com firmeza; e, estendido como um tapete verde em um piso empoeirado, o Central Park criava um contraste lindo quando visto de cima.

Os quatro alunos da U.A haviam acabado de chegar na cidade de Nova York.

-Wow, e eu pensava que Tóquio era impressionante...- Comentou Ojiro enquanto olhava pela janela do avião.

-Aquela é a Times Square?- Midoriya juntou-se ao seu colega.- É onde o Capitão América, o Homem-Aranha e o Senhor Fantástico lutaram contra o Dr. Octopus uma vez!

Uma voz soou pelo interior do veículo.

-Senhores passageiros, por favor sentem-se em seus lugares e certifiquem-se de que seus cintos estão bem fechados. Estamos prestes a aterrissar.

-Mas... Eu acho que não estamos indo na direção do aeroporto...- Disse Ibara.

-Não, não estamos.- Izuku abriu um sorriso quando viu pela janela um arranha-céu aproximar-se. Sua arquitetura moderna e incomum já o diferenciava dos demais prédios, mas era o chamativo letreiro "Stark" que o denunciava. Aquela era a famosa Torre Stark.

O avião foi aos poucos diminuindo a altitude e a velocidade, se preparando para pousar no hangar privado de Tony Stark. Cautelosamente, as rodas do avião tocaram o chão do local, e o veículo já se encontrava quase estacionado. Ao realizar a parada total, a escada localizada ao lado do avião abriu-se, liberando os jovens para poderem sair.

-Viajei no avião do próprio Tony Stark e desembarquei no hangar pessoal do prédio dele. Agora já posso morrer em paz.- Comentou Ojiro enquanto se libertava do cinto de segurança. Era complicado sentar com sua robusta cauda.

Ao descerem do avião, o quarteto foi recebido pelo alegre mordomo Jarvis.

-Saudações, jovens. Fizeram boa viagem?

-Claro que fizeram.- Respondeu Tony Stark, que havia acabado de chegar ao local.- Afinal, esse é um dos meus aviões.

Acompanhado de Tony, estava Steve Rogers, em seu traje azul e vermelho de Capitão América, mas sem a máscara. A luz do sol refletia no brilhante escudo preso às costas do soldado.

-Ficamos felizes por vocês terem sido os escolhidos do seu colégio. Por favor, nos acompanhem, nós ainda temos que fazer o registro de vocês.

Os alunos assentiram e seguiram a dupla de vingadores pelo interior da Torre Stark. Passaram por salas de pesquisa, laboratórios de testes, alas de criação e aperfeiçoamento de máquinas e escritórios. Cientistas passavam segurando pranchetas, revisando papéis e , vez ou outra, observavam pelo canto do olho os jovens passarem. 

O grupo adentrou em uma larga sala. A parede à frente da porta era feita de vidro, dando visão à imensa cidade, que se estendia até o horizonte. No centro da sala, havia uma larga mesa oval rodeada de cadeiras; à direita, um pequeno centro de operações, com painéis de controle e modernos computadores, e à esquerda, um pequeno espaço de lazer, com poltronas e estantes.

-Por favor, sentem-se, iremos fazer o registro de vocês para que possam participar da luta.- Falou Rogers enquanto passava pela porta.

-A U.A. não enviou nossas informações para vocês?

-Enviou.- Tony Stark tomou uma cadeira à frente de um computador.- Mas o Dr. Bruce Banner tem andado um pouco paranóico em relação a esse Torneio, e ele quer que nós nos asseguremos de que vocês são, bem, vocês. Então me desculpem por qualquer coisa.

Os jovens se entreolharam. Stark acessava algumas informações no painel enquanto Steve sentava-se com os estudantes.

-Eu não acredito que estou frente à frente com o Capitão América!- Midoriya sorria enquanto o soldado tomava seu assento.- Você não é só um super-herói, é uma relíquia!

-Ele te chamou de velho, Rogers.- Disse Tony.

-N-n-não foi isso que eu quis dizer! Eu só...

-Eu entendi o que você quis dizer, garoto, e fico feliz pela sua admiração.- Capitão América sorriu para Izuku.

-Certo, vamos começar.- Stark trazia consigo em uma mão um pequeno aparelho tecnológico que se assemelhava a uma azeitona, com uma pequena lente acoplada em um dos lados; na outra, um tablet.- Você primeiro, ô do cabelo. Abre o olho.

Shoto Todoroki encarou Tony Stark. O bilionário aproximou o parelho para perto do olho direito de do garoto. O olho que não estava marcado pela triste cicatriz de queimado. O aparato escaneou o olho de Shoto, encaminhando suas informações genéticas para o tablet, junto às informações que haviam sido mandadas pela U.A..

-Certo. Agora, me diga seu nome, idade, tipo sanguíneo, data de aniversário e poder.

Shoto cruzou os braços.

-Shoto Todoroki, dezesseis anos, aniversário em onze de janeiro, tipo O. Posso disparar fogo pelo meu lado esquerdo, e gelo pelo direito. 

-Beleza, agora você, garota.

Ibara Shiozaki mexia no cabelo composto de vinhas. Stark aproximou o aparelho do olho da garota, escaneando-o.

-Mesma coisa, nome, data de aniversário, tipo sanguíneo, idade e poder.

-Ibara Shiozaki, quinze anos, nasci em oito de setembro, tipo sanguíneo AB. Posso controlar as minhas vinhas para me ajudarem na hora da luta.

-Ok. Agora você.- Stark apontou para Ojiro e foi escaneá-lo.- Mesmas perguntas.

-Sou Mashirao Ojiro, tenho dezesseis anos, eu nasci em vinte e oito de maio e... hãã... Meu tipo sanguíneo é O. Eu tenho uma cauda forte e resistente, e minha força, no geral, reside nela. 

-Tá, e por último, você.

Midoriya endireitou a coluna, orgulhoso.

-Sou Izuku Midoriya, nasci em quinze de julho, tenho dezesseis anos, meu tipo sanguíneo é O, e meu poder...- Midoriya congelou. Não podia simplesmente falar que tinha o One For All, isso certamente levantaria perguntas e dúvidas para cima do garoto, tanto dos heróis quanto dos seus colegas.- Eu... Tenho um tipo de "super-força".

Stark e Rogers encararam o garoto, assim como Shoto, Ojiro e Ibara. Midoriya tremia levemente perante a situação.

-É, bate com o que o seu colégio enviou.- Tony disse, por fim.- Bom, isso foi só para sanar as dúvidas de Banner, não se preocupem. 

-A primeira fase do Torneio começará amanhã às sete horas da manhã. Será feita no Estádio da Liberdade, uma arena construída pelas indústrias Stark aqui em Nova York para realizar as lutas no decorrer da competição.- Falou Capitão América.- Porém, essa luta não será aberta ao público, apenas aos jornalistas, para que possam transmitir o confronto. Nós providenciaremos a locomoção, não se preocupem.

-Jarvis irá levá-los para seus aposentos, onde já se encontram suas malas. Comam e descansem, amanhã vai ser um longo dia.

Os alunos despediram-se da dupla de vingadores e deixaram a sala sob a escolta do mordomo Edwin Jarvis. Izuku observou a própria mão, e fechou o punho.

Amanhã vai ser um longo dia.




Notas Finais


Me perdoem se alguma informação à respeito dos alunos estiver incorreta. Algumas informações eu tive que pegar no Fandom de Boku no Hero.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...