1. Spirit Fanfics >
  2. Boku no Hero-Segunda Vida >
  3. Capítulo 6: Bicolores...

História Boku no Hero-Segunda Vida - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capítulo 6: Bicolores...


Fanfic / Fanfiction Boku no Hero-Segunda Vida - Capítulo 6 - Capítulo 6: Bicolores...


•Izumi on•


Onde eu....to?
Porque...está tudo tão...escuro?
Eu...não consigo me mecher!
O que ta acontecendo?!...

Abro os olhos com dificuldade e assim me deparando com uma visão um tanto que pertubadora. Uma garota que aparentava ter a minha idade estava de joelhos chorando e gritando desesperadamente enquanto segurava a mão de uma pessoa que estava possivelmente esmagada debaixo de grande pedaço de concreto.
Faço um grande esforço para mecher minhas pernas para poder andar até a garota e ajudá-la, mas tudo em vão, não conseguia mecher um músculo do meu corpo e muito menos respirar 

tack

        ... ...... .tAcK
.... ...                                         .TACK

Ouço som de passos se aproximando. 4 caras caminhavam devagar e riam de forma cabrera em direção a garota que até então avia parado de chorar.
Continuo a observalos até que um deles ativa sua peculiaridade transformando suas mãos em uma lâmina afiada. Arregalo os olhos assustada, o que eles pretendem fazer?

Xx 1: tem certeza que é essa a garota que o chefe quer?

Xx 2: Ela tem cabelos vermelhos, e suas características batem com as informações que
ele nos deu, não a dúvida, é essa mesmo

Xx 3: certo! Então vamos levá-la_fala o homem ao mesmo tempo que se aproximava da menina que se levantava com dificuldade do chão ensanguentado.

Espera!não posso deixar eles fazerem isso!


Em um ato de desespero eu grito, ou tentava gritar porque tudo que saia da minha boca era nada além de sussurros.
O homem estava cada vez mais perto do seu alvo enquanto eu estava apenas me lamentando pela a garota.
Não conseguirei ajuda-la.

Fecho os olhos com força. Não quero ver isso acontecer, não quero ver a menina sendo levada.

Xx2: MAIS QUE PORRA É ESSA! O QUE VOCÊ FEZ MERDA!

O que?

Levando minha cabeça para olhar a situação.
A garota agora com os olhos negros e com uma marca em sua testa segurava o braço de um dos homens que envelhecia de uma forma incrivelmente rápida e anormal, até virar pó. Acredito que seja sua individualidade.
Paro meus pensamentos quando ouço os Paços acelerados da menina.
Ela corre em direção ao os outros homens tocando sua testa e eles instantaneamente caem no chão desacordos e logo depois entram em estado de decomposição.
Eu apenas assistia aquela cena horrorizada. A menina agora caminha calmamente até o quarto homem, e sem dó nem piedade ela agarra seu pescoço habilmente o quebrando. Ela fica encarando o cadáver no chão durante alguns segundos até que a mesma vira seu olhar em minha direção,
Meu cu trancou na hora (autora:kakqka zuera).
Meu corpo gelou, e meu psicológico já não estava mas aguentando toda aquela situação esquisita.

¿¿: izu..mi..

Não!

¿¿: izumi...

NÃO!

Sinto mãos frias tocarem meu braço e acariciar meus cabelos.

¿¿:izumi fica calma assim você vai quebrar toda a casa.

O que?

De subto me vi na minha cama, no meu quarto, com braços de midoriya em volta do meu corpo em um abraço, levanto meus braços o abraçando também tentando a toda hora esquecer aquelas cenas que insistiam em passar pela a minha mente. Mais que merda foi aquela?

Izumi: tá brócolis, eu já estou bem_falo me afastando do mesmo para olha-lo

Midoriya: harr, que bom, mas me diga, o que você tava sonhando pra ficar desse jeito?

Izumi: sonho? Tá mais pra pesadelo_falo me levantando_ O que..aconteceu aqui?_pergunto olhando em volta.

Midoriya: o que aconteceu foi que a sua individualidade se descontrolou, tipo, ativou sozinha o que não é nada normal, e aí começou a levantar todos os móveis e roupas começaram a voar em forma de círculo em volta de você. A mamãe ficou tão desesperada que foi correndo pedir ajuda_ começo a rir.

Izumi: ei não ria disso você tem que ir atrás dela

Midoriya: E você tem que se arrumar.

Izumi: Se arrumar pra qu-haaaaa eu tenho que me arrumar porque você não me acordou antes??

Midoriya: E ser morto por um guarda-roupa na minha cara? Não valeu, ainda quero viver.

Izumi: medroso, cadê meu uniforme?_pergunto

Midoriya: tá na cadeira da escrivaninha, se apresse porque já são 6:12 e você sabe como a escola é meio longe_digo saindo do quarto fechando a porta.

Izumi: que coisa, porque Isso tinha que acontecer logo hoje?_resmungo indo em direção ao banheiro.

[...]

Izumi: Rápido brócolis! Assim não iremos entrar!

Midoriya: Não consigo voar como você tá?

Izumi: har, não sabia que você era tão molenga, ainda bem que já chegamos porque se dependesse de mim esperar por você talvez eu chegasse na escola, mais só no proximo ano.

Midoriya: para de tagarelar e vamos entrar logo, não quero receber bronca logo no primeiro dia.

Izumi: Seu chato, não sei como te aguento.

Midoriya: Você me aguenta porque eu sou foda e também porque tu me ama que eu sei.

Izumi:oxi! Desde quando você é assim tão convencido?(namoral querido você não é assim não, cadê sua personalidade fofa? Haa!)

Midoriya: Aprendi com você ué.

Izumi: aham, tá-ei cuida..._tento falar ao ver midoriya tropeçar em seus próprios pés. Tinha me esquecido dessa parte.

Midoriya:haa!

Ochogo: opa, foi quase_fala ela ao mesmo tempo que usava sua individualidade pra colocar midoriya em pé novamente.

Midoriya:O-obrigada, se não fosse por você eu teria caído.

Izumi: pois er brócolis, infelismente você perdeu a chance de tirar o o BV com o chão.

Ochogo: há! não foi nada, midoriya não é?

Eles me ignoraram?Sério isso?hello!agora sou do anime ta?

Midoriya: S-sim, midoriya izuku

Izumi:E eu sou midoriya izumi, somos irmão.

Ochogo: Prazer em conhecer vocês_ diz fazendo a reverência

Midoriya: Sim! E que bom que passou, fico feliz.

Ochogo:fiz o melhor que pude, fico alegre por você também.

Izumi:tabom né gente, até mais, porque sabe como é né, quanto mais cedo chegar na sala melhor, porque assim posso escolher meu lugar, então izuku vou indo na frente, tchau._ falo rápido e logo após seguindo o corredor.

Caminho em passos apreçados em direção a sala de aula, quando chego na mesma me deparo com vários rostos muito conhecidos para mim, meu coração acelera em emoção, nem acredito que estou vivendo isso, é mais que um sonho realizado.

Sorrio olhando para todos e logo após indo em direção a um acento perto da janela para me sentar, de preferência no Fundão, o lugar onde eu sempre ficava na minha antiga escola.

Izumi: desculpe Momo mais eu vou ter que ficar com a sua carteira

Coloco minha mochila no chão e me acomodo na cadeira já direcionando meu olhar para fora da escola, uma brisa suave bate em meu rosto me fazendo relaxar, nunca estive tão feliz em toda minha vida, naverdade nunca nem ao menos passou pela minha cabeça estar aqui, em meio a toda essa gente estranha, muito estranha, não, TOTALMENTE entranha.

Interrompo meus pensamentos quando ouço alguém sentar na mesa ao meu lado. Viro minha cabeça rapidamente para ver quem seria, e é nada mais nada menos que Todoroki Shoto, meu coração acelera mais uma vez naquela manhã. Sabe, desde que eu começei a assistir boku no hero, Shoto foi um dos personagens que mais me cativou e me atraiu, seu passado, sua personalidade, sua individualidade, sua aparência, tudo me chamou a atenção. Fico o encarando por mais alguns segundos memorizado cada característica sua, até que ele vira seu rosto em minha direção. Não deviei o olhar e muito menos minha atenção que continuava em sua fase, e então seus olhos bicolores fudidamente bonitos. Mexo meus lábios para comprimentalo mais desisto do ato quando ouço um movimento de alguém se sentando na mesa da frente.

Xx:IZUMI!


Essa voz....


Izumi: JUN? O que faz aqui?Você também é dessa classe?_pergunto alegre

Jun: infelismente não, eu estou apenas de passagem, só vim te dar um oi.

Izumi: entendi...

Jun: eu também já entendi, hehe, ele até que é bonitinho._fala sussurrando no meu ouvido enquanto olhava indiscretamente para Todoroki

Izumi:O que? Não seja louco._respondo nervosa.

Jun: não to sendo louco, tenho quase certeza que vi vocês se encarando.

Izumi:Também tenha certeza que darei um soco na sua cara se não se mandar daqui, você já acabou com a minha felicidade

Jun: Nossa sua agressiva!eu até tava pensando de te dar uma mãozinha com seu boy.

Izumi:uma ajuda que nunca eu iria aceitar, agora tchau nos vemos no almoço.

Jun:ok, mais saiba que eu só tô indo embora porque já deu minha hora, e não por que você mandou.

Izumi:porque você ainda ta aqui falando?

Jun: ja vou, já vou.

Izumi:esse garoto.


Notas Finais


me desculpem pela a demora, mas está aí rsrs, postarei o próximo capítulo quando puder, espero que tenham gostado:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...