1. Spirit Fanfics >
  2. Boku no Hero: The Brand New Doctor >
  3. Bem-vinda a U.A

História Boku no Hero: The Brand New Doctor - Capítulo 4


Escrita por: Fany_09 e Mensageiropedro

Notas do Autor


Fala amiguinhos! Tudo beleza tranquileza na mesa chinesa? Ô piada digna, de um tiozão do churrasco...Hehe enfim pessoal, eu só tô passando aqui pra avisar que dessa vez quem tá escrevendo o capítulo sou eu, o Pedro, cês já devem ter visto que a história tem uma autora e um co-autor, a autora principal é a Sthefany, que escreveu os primeiros capítulos, agora é minha vez. Então se vocês repararem que a escrita tá meio diferente, esse é o motivo. Mas eu só queria avisar isso, então chega de enrolação e bora pro capítulo!

Capítulo 4 - Bem-vinda a U.A


Leiam as notas do autor

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Alguns minutos antes

Após Midoriya e Aizawa terem ido atrás da doutora Shinro, e após o garoto conseguir convencer a mesma a ir trabalhar como doutora na escola da U.A, Shinro já tinha começado a arrumar suas coisas dentro do seu carro. Tudo que ela precisaria e gostaria de ter no seu novo local de trabalho.

E haviam muitas coisas, dentre elas, sua serra que costumava usar em cirurgias, vários frascos, alguns cheios com diferentes líquidos e outros vazios e também, uma foto que Shinro encarou por alguns segundos e deu um beijo, antes de guarda-la no porta malas, junta com todo os resto. A Yoshi entrou no seu carro e começou a dirigir rumo a escola da U.A.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atualmente

Nesse momento alguns alunos da turma 1-A estavam descendo bem animados para conhecer a nova doutora, e como essa turma era bem conhecida por ser eufórica, eles já estavam causando uma bagunça apenas descendo as escadas do dormitório. Enquanto isso, só um deles se mantinha animado, porém mais contido que os amigos, e essa alguém era Midoriya.

No portão de entrada da escola, a Shinro já estava saindo do seu carro, mas quando a mesma estava descendo do veículo, a loira acabou dando de cara com Midoriya sorrindo amigavelmente do lado de fora, mas foi algo tão repentino, que Shinro acabou caindo para trás com o susto, por sorte ela caiu em cima do banco do seu carro.

Shinro: *Arfando* Que isso garoto, que susto! Eu não tinha visto você aí

Midoriya: Bem-vinda a U.A doutora Yoshi. E hehe me desculpa aparecer assim do nada, é que meus colegas queriam muito te conhecer-Diz nervoso e coçando sua nuca, enquanto seus amigos continuavam atrás dele.

A doutora então se levantou com um expressão confusa e olhou para trás de Midoriya, se perguntando:

Shinro: Seus...colegas?-Pergunta em um tom de dúvida e com uma sobrancelha arqueada.

Então de repente, todos os alunos presentes começaram a rodear Shinro e fazer uma porção de perguntas, eles realmente queriam muito saber mais sobre sua nova doutora. As perguntas variavam bastante, desde "De onde ela veio?" até mesmo se "Ela era parente da Recovery Girl?"

O problema era que os alunos faziam essas perguntas quase todos de uma vez, então era muito difícil focar em uma só para poder responder, e também, Shinro não gostava muito de ficar rodeada de tantas pessoas fazendo perguntas no ouvido dela sem parar. A loira apenas respondeu de maneira rápida e simples para poder acabar com aquilo.

Shinro: Ei!-Grita para chamar a atenção dos alunos, que ficam quietos na hora-Olha só, respondendo uma das perguntas, sim, sou eu que vou ser a nova médica dessa escola e cuidar de vocês, e só pra deixar claro, não é tão legal quanto parece, ficar com um monte de gente em cima de mim, fazendo um monte de perguntas-Diz de forma séria e até meio sarcástica.

Os alunos então pedem desculpa e com isso eles se afastam um pouco de Shinro, para dar mais espaço para a mesma, que agradece acenando com a cabeça. Aí uma garota de cabelos castanhos e bochechas gordinhas sai do meio dos colegas e vai até Shinro, tentando não se aproximar muito, para não invadir seu espaço.

Uraraka: Desculpa por isso doutora, nós só estávamos muito animados pra finalmente te conhecer. Eu sou Uraraka Ochako, muito prazer-Uraraka então estende sua mão para Shinro apertar.

Mas assim que Shinro ia dar um aperto de mão para Uraraka, a loira percebeu que haviam bolinhas rosas na ponta dos cinco dedos da aluna, e aquilo chamou sua atenção.

Shinro: Hhmm...Uraraka, me responde uma coisa:-Chama a atenção da jovem na sua frente-Essas bolinhas rosas nos seus dedos, tem alguma coisa haver com sua individualidade?-Pergunta bem curiosa, Shinro possuía um interesse enorme pelas individualidades.

Uraraka: Ah! Bem, na verdade sim-Diz encarando a palma de sua mão-Essas "bolinhas" no meu rosto são meio que a causa da minha individualidade. Elas que ativam a minha individualidade.

Então Shinro pega na mão de Uraraka para saber o que a individualidade dela fazia e como já esperado pelos colegas de classe da morena, aquilo fez o corpo da doutora perder a gravidade e a mesma começou a flutuar.

Shinrou: Epa!-Pronuncia um tanto alto pela surpresa.

Uraraka: Ai caramba-Instintivamente segura o pulso da doutora, para evitar que a mesma saísse voando-Desculpa por isso doutora, não dá pra controlar. Isso sempre acontece quando eu toco alguém ou alguma coisa com meus cinco dedos.

Mas diferente do esperado, Shinro não demorou nem até a explicação de Uraraka terminar para se acalmar.

Shinro: Hh...Garota, não precisa se desculpar, na verdade isso é impressionante. Me fala, como isso funciona? Tem algum órgão que faz com que você consiga fazer isso?-Pergunta estranhamente tranquila, apesar de estar quase um metro longe do chão.

Uraraka: Eehh bem, eu não sei direito.

Lida: Uraraka!-Então o representante da turma interrompe a conversa, elevando a voz e fazendo seus costumeiros movimentos de robô-Não é educado levitar uma médica, principalmente se ela é nova na nossa escola, ela pode pegar uma impressão errada nossa!

Kirishima: É Lida, mas acho que a gente pode concordar que a gente já não tem uma imagem de tão comportados aqui na U.A haha!-Se pronuncia o garoto de cabelos ruivos e dentes pontudos.

Lida: Isso não vem ao caso agora Kirishima. Uraraka, por favor, coloca a Doutora Yoshi no chão

Uraraka: Ah tudo bem Lida, deixa comigo-Uraraka então solta o pulso de Shinro e na hora já libera a mesma dos efeitos de sua individualidade.

Infelizmente a garota não calculou muito bem isso e assim que Shinro recuperou a gravidade em seu corpo, ela acabou caindo de cara no chão.

Shinro: Ai!-Resmunga de dor quando seu rosto bate na calçada da entrada da U.A.

Midoriya: Nossa! Doutora Shinro, a senhora tá bem?-Pergunta o menino esverdeado, se aproximando de Shinro.

Shinro: Ah...-A mesma então começa a se levantar, a queda havia sido tão feia assim-Es ist okay, grüner Junge (Tradução: Tá tudo bem garoto verde)

A doutora finalmente se levanta e limpa um pouco de sujeira em seu uniforme, mas assim que ela falou aquela frase em alemão, isso acabou chamando a atenção de alguém em meio aos alunos, que tinha reparado bem no sotaque da Yoshi.

Momo: Hã com licença Doutora Yoshi-Diz a jovem de rabo de cavalo se aproximando-A Senhora por acaso é alemã?

Shinro: Sim, eu sou sim garota-Responde assim que termina de limpar seu uniforme.

Momo: Olha só, que interessante-Diz levemente surpresa e interessada-E oque você veio fazer no Japão?

Shinro: Eu vim pro Japão a trabalho, até que o Shota foi me chamar pra começar a trabalhar aqui. Mas agora me diz uma coisa você garota: Qual seria o seu dom? Você não parece ter nada de muito especial-Diz sem se importar se aquela frase soava ofensivamente ou não.

Mas a frase havia sim conseguido ofender Momo, que teve seu semblante mudado e logo tratou de responder a mais velha.

Momo: Bem senhora-Começa de uma maneira bem educada, como sempre costumava falar com as pessoas-Minha individualidade me dá a capacidade de criar qualquer material não-vivo de uma parte do meu corpo descoberto através da manipulação molecular das minhas células de gordura-Explica de forma detalhada como sua individualidade funcionava.

Shinro: Então basicamente você transforma lipídios em coisas?-Pergunta resumindo bastante oque tinha acabado de ouvir-Isso até que é bem interessante. Por acaso você consegue fazer qualquer coisa?

Momo: Mais ou menos, eu posso criar qualquer coisa que eu saiba do que é feita. Mas eu preciso saber tudo que compõem oque eu vou criar.

Shinro: Então faz alguma coisa aí.

Momo: Hã...! Por exemplo oque pra ser mais exata?-Pergunta surpresa e confusa ao mesmo tempo-E porque eu faria isso?

Shinro: Só faz logo, eu quero saber até onde seu poder pode ir-Diz começando a ficar sem paciência.

Ashido: Ei Yaomomo!-A garota de pele rosa se manifesta para tentar ajudar a amiga, chamando a tenção de todos no processo-Porque você não cria um rádio? Eu tô bem curiosa pra saber se você pode criar um-Diz animadamente.

As duas alunas, Momo e Ashido então começaram a discutir sobre isso, como Momo falando que não havia necessidade de criar um rádio e que seria bem complicado, e Ashido insistindo para que a amiga usando botas de cano alto fizesse porque seria divertido de ver. Mas uma coisa que as duas não perceberam, era que a atenção de Shinro agora havia mudado, saído de Momo e ido para Ashido.

Shinro então se aproximou de Ashido.

Shinro: Ei licença garota-Diz colocando a mão no ombro de Ashido-E você? O que você pode fazer? Tem alguma coisa haver com seu tom de pele? Ou com seu chrifres? Pergunta apontando para o braço de Ashido exposto e depois para o par de chifres em sua cabeça.

Ashido: Ah eu? Hehe bem, eu consigo soltar ácido pelo meu corpo. E sobre meu tom de pele, eu já nasci assim, pode ser que tenha haver com meus poderes, eu não sei. Nem meus pais sabem direito. Mas eu gosto desse tom de pele-Diz olhando para sua mão e sorrindo.

Shinro: Fascinante-Diz extremamente curiosa e com uma mão no queixo-Mal posso esperar pra saber mais sobre a sua individualidade garota ácida.

Ashido: Hehehe valeu, você parece mesmo alguém interessante. Agora eu entendo porque o Aizawa-sensei decidiu pedir pra você ser a médica aqui da escola.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Depois disso, Shinro começou a conversar com os outros alunos presentes, querendo saber um pouco sobre suas individualidades, afinal sua curiosidade falava mais alto. A Doutora Yoshi falou com Kaminari para saber sobre sua eletricidade, com Todoroki, pois ficou surpresa quando viu que o jovem possuía duas individualidades ao mesmo tempo, algo que até então não tinha visto, e com mais alguns dos poucos alunos ali presentes, oque só aumentou sua curiosidade para ver o resto dos alunos daquela turma.

Mas esse momento não durou muito mais tempo, pois logo Aizawa chegou no local e assim que viu Jirou demonstrando sua individualidade para Shinro, o mesmo fez de cara uma pergunta:

Aizawa: Ei. Porque estão incomodando a nova doutora?-Pergunta com sua expressão e tom de voz cansado de sempre.

Os alunos então param tudo que estavam fazendo e passaram a prestar atenção no seu professor para na frente deles.

Lida: Sensei!-O jovem de óculos então se aproxima de Aizawa, ainda mantendo a postura-Nós apenas decidimos vir conhecer melhor a nova doutora da escola, afianl ela que cuidará de nós a partir de agora!-Diz formal e fortemente.

Aizawa: A Shinro tá aqui pra curar vocês, não responder um monte de perguntas-Diz olhando por trás de Lida e encarando Shinro, que respondeu o olhar cansado de Aizawa, com um olhar de tédio. O professor da 1-A então se aproxima da doutora-Peço desculpas pelos meus alunos, eles costumam serem bem bagunceiros.

Shinro: Tá tudo bem, pra ser sincera, eu adorei os seus alunos, Shota. Mal posso esperar pra conhecer eles melhor-Diz lançando um leve sorriso para os alunos, que foi retribuído por alguns da mesma forma.

Por dentro Aizawa ficava satisfeito que Shinro havia gostado de seus alunos, mas eles tinham assuntos mais importantes para resolver.

Aizawa: Atenção, voltam para o dormitório e já coloquem seus uniformes de estudantes. Independente da Shinro estar aqui ou não, vocês ainda vão ter aula-Diz de forma seca.

Kirishima: Ah qual é professor, deixa a gente conversar um pouco mais com a doutora nova.

Uraraka: É, por favor professor, tava tão legal!

Jirou: Eu nem consegui mostrar minha individualidade direito pra ela sensei

Mas Aizawa não queria mais ouvir aquilo, então o mesmo ativou sua individualidade e encarou seus alunos, fazendo eles tremerem levemente com isso, aquela era a melhor forma que Aizawa tinha de fazer seus alunos obedecerem.

Aizawa: Vão logo-Diz em um tom levemente ameaçador, oque foi o suficiente para todos os alunos darem meia volta e seguirem em direção ao dormitório para pegarem seus uniformes.

Assim que seus alunos estavam a uma boa distância, Aizawa desativou sua individualidade e voltou a encarar Shinro, que até então, observava a cena com um leve sorriso no rosto. Shota não havia mudado nada mesmo.

Shinro: He. Seus alunos são bem interessantes, os dons deles são muito bons para serem heróis no futuro.

Aizawa: Eu sei disso. Mas escuta, você não vai dissecar nenhum deles pra tentar entender melhor sobre as suas individualidades, como você costuma fazer-Diz já tendo ciência de como os métodos da colega podiam ser...intensos.

Shinro: *Gasp* Eu me sinto ofendida, Shota-Diz colocando a mão no peito e fazendo uma expressão de espanto-Eu só faço isso com criminosos ok? Eu não faria isso com seus alunos.

A doutora então foi até o porta malas do seu carro, para poder pegar suas coisas para poder levar até seu novo consultório, que Aizawa ainda mostraria para ela.

Shinro: Eu só quero estudar um pouco das individualidades deles, afinal, elas parecem bem interessantes mesmo. E eu sou uma pessoa curiosa, acho que eles já perceberam isso-Diz enquanto abre o porta malas do seu carro e pega um de seus equipamentos cirúrgicos lá dentro.

Aizawa: Entendi. Só por favor, tente não ser tão curiosa pra cima dos meus alunos, entendido?

Shinro: Relaxa...-Diz pegando sua serra, o equipamento que ela mais usava em suas cirurgias, e que tinha um pouco de sangue seco na lâmina-Eu não vou-Diz enquanto observava se reflexo na lâmina da serra.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...