1. Spirit Fanfics >
  2. Boku No Villian >
  3. 25-Roubando oque me pertence

História Boku No Villian - Capítulo 25


Escrita por:


Notas do Autor


Ola galera desculpa pela demora de postar o Capítulo,Boa leitura.

Capítulo 25 - 25-Roubando oque me pertence



Midoriya

Assim depois daquele ataque na U.A eu simplesmente votei pra casa pra ligar o rastreador no meu computador e eu rapidamente aproveitei e levei os equipamentos que o Shigaraki tinha na sua base.

Midoriya: da pra mim, rastrear aquele Noumo, mais pelo visto ele foi para a base de polícia, mais e capaz dele ser transferido para a área de segurança na ilha, mais e claro que eles vão de transporte terrestre e depois ir para o aéreo depois de chegar na base da polícia e dos Heróis!eu tenho que atacar antes deles chegar na base.

Assim eu rapidamente peguei os equipamentos que eu peguei do Shigaraki e fui para o local.

Quando eu ia andando eu desviei meu olho para o meu lado esquerdo e vir o Cemitério que minha mãe foi enterrada, eu pensando muito fui entrando no cemitério e cheguei perto do Túmulo da minha mãe, eu encarava o túmulo deixando lágrimas cair no chão.

Midoriya:por quê?… por quê?por que você partiu mamãe?eu sei que a culpa e minha.

Assim eu sentei no chão chorando perto do túmulo.

Midoriya: eu sei que a culpa foi minha por você ter sofrido tanto, eu sei que eu deveria ter olhado mais os seus sentimentos, eu sei que a culpa e minha por ter nascido sem individualidade, mais sabe… por que você nunca me disse para mim para de estudar, por que você simplesmente me proibiu de ver aqueles malditos heróis no meu computador, você simplesmente me pedia desculpas sem fazer mais nada… eu odeio todo mundo, e também eu vou vingar de todos que me fez sofrer, eu sei que se você estivesse viva não ia concordar, mais… mais.

Eu ficava deixando minha voz mais fraca.

Midoriya: mais… eu não vou desistir de acabar com esse mundo que valoriza só as individualidades, eu vou mostrar para todos como e ser uma pessoa que não tem individualidade!todos vão sentir na pele oque eu sentir.

Assim eu levantei e encarei o túmulo.

Midoriya: me desculpa… mamãe…

Assim que eu disse isso rapidamente meu aparelho tocou e quando eu vir o Caminhão estava chegando perto.

Midoriya: pelo visto o rastreador e tão bom que confundi até mesmo Scan e detectador de ferro, metal e plástico… pelo visto eu vou tentar comprar mais desse aparelho.

Assim eu rapidamente fui direto para a direção do caminhão onde eu vir ele na estrada indo para o caminho do aeroporto, eu rapidamente corri e pulei em cima de um ônibus que passava naquele local.

Midoriya: pelo visto os encanamentos do Stain está sendo útil.

Assim o Ônibus estava indo ao mesmo caminho do Caminhão e pelo visto estava cercado de viatura de polícia.

Polícial: tem um vândalo em cima de um ônibus.

Assim um policial disse para mim.

Polícial: saia de cima desse ônibus e se renda.

Midoriya: eu não gosto de receber ordens.

Assim que o Ônibus ia corta caminho eu conseguir pular até em cima do Caminhão.

Polícial: ele e um criminoso.

Assim ele apontou a arma pra mim e eu rapidamente a puxei com a minha telepatia e peguei as balas.

Midoriya: legal oque será que uma arma pode fazer com vocês?(disse dando um sorriso de lado).

Polícial: para o Caminhão.

Assim que o caminhão e as viaturas pararam e assim sairam 4 políciais dos carros e 2 do caminhão!apontando as armas pra mim e quando eu olhei pra frente estava um herói também.

Midoriya: então e assim?

Esse Garoto.

Midoriya: olha quem eu encontrei, a quanto tempo em Death arms.

Assim ele me encarou.

Death arms: oque você está fazendo garoto?

Midoriya: estou olhando as paisagens encimam do Ônibus aí eu vir que o caminhão era mais grande e eu quis ficar aqui em cima.

Death Arms: desse daí.

Midoriya: e se eu recusar?

Death arms: atir…

Quando ele foi termina de fala eu disparei uma bala na cara de um policial e rapidamente desviei da bala que o policial ia me acerta e puxei a arma da mão dele e atirei em amanas direções acertando 3 deles!assim o outro ia atirar eu peguei minha espada e o cortei na barriga o fazendo morrer na hora.

Death arms: oque deu em você?(disse assustado)

Midoriya: só estou me divertindo (disse com sorriso psicótico)

Assim um dos policiais ia atirar eu dei um tiro na perna e na mão direita do policial.

Death arms: eu vou para-lo.

Midoriya: como?

Assim ele partiu pra cima de mim, tentando me dar um golpe e eu desviei e ele segurou meu braço e quando ele ia me colocar em imóvel eu peguei a espada rapidamente e enfiei na barriga dele.

Midoriya: muito lento né!

Death arms: co… como?(disse com a voz fraca.

Midoriya: está surpreso, mais sabe aquele inútil via tirar a sua vida né!você não acha incrível?(disse com a voz, psicótico).

Death arms: você não vai conseguir.

Disse caindo no chão.

Midoriya: será?

Assim eu peguei as balas dos policiais e recarreguei.

Midoriya: sabe essa arma vai ser minha companheira a parti de hoje.(disse esfregando a arma no seu rosto).

Death arms: os reforços já vão chegar.

Midoriya: até lá você não vai mais ver a luz do dia.(disse sorrindo).

Assim eu peguei a arma e apontei no rosto do Death arms.

Midoriya: eu vou destruir o símbolo da paz e ninguém vai me impedir, ele destruiu o meu sonho e eu vou destruir de todos que me fizeram sofre, inclusive você!por culpa daquele Filho da Puta eu desisti do meu sonho e perdi tudo que eu tinha, e agora eu vou tirar tudo que ele tem.

Death arms: não.

Midoriya: você lembra?quando você disse aquilo na frente de todo mundo e todos começou a rir de mim, você me fez de palhaço, e agora o inútil que não tem individualidade está de pé e você está no chão né.

Death arms: espere…

Midoriya: diga adeus!

Assim eu tirei a arma do meu bolso e peguei a arma e atirei na cabeça dele!fazendo sangue escorrer no meu rosto.
Depois eu lambi com meu lábio e fui na porta do caminhão que trancava o Noumo.
Assim eu quebrei a porta que estava trancando o Noumo e depois cortei a corrente.

Midoriya: agora você será meu amigo né!

Assim ele olhou pra mim e eu fui fazer do cafuné no seu Bico e depois ele levantou me seguindo.

Assim o policial que levou as balas no braço e na perna foi pegar a arma que estava perto dele e eu pisei na mão dele.

Midoriya: e agora? Nenhum herói vai te salvar!espero que você se queima no inferno.(disse dando risos).

Assim eu peguei uma bomba e coloquei perto do caminhão que ia explodir em 5 minutos.
Depois eu enfiei a espada no outro braço do policial e na outra perna o fazendo ficar ileso e depois eu sair andando para a direção norte junto com o Noumo.

Policial: não, alguém me ajuda por favor!socorro.

Assim ele olhou pro lado e faltava 1 minuto para a bomba explodir.

Assim eu fui andando pra frente sem olhar pra trás com o Noumo e deu uma explosão enorme atrás de mim.

Midoriya: parece que o destino está ao meu favor! All Might aguarde por que ainda vai ser sua vez.

Assim eu fugir do local e quando eu cheguei no apartamento junto com o Noumo passou no jornal a notícia.

Midoriya: o bom que eles nunca vão me identificar.

Assim eu fui lembrando de todos que riam de mim.

Midoriya:bem que se diz,quem rir por último rir melhor!All Might eu vou mostrar para todos do que eu sou capaz,e esse exemplo vai ser você All Might.


Continua...


Notas Finais


Então gostaram,em breve eu trago mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...