1. Spirit Fanfics >
  2. Bom Dia Senhor Sabe Tudo! >
  3. Noite estranha do CaRaLhOr

História Bom Dia Senhor Sabe Tudo! - Capítulo 3


Escrita por: BluePark_Fisher

Notas do Autor


Tá... Nem sei o que falar mano... Só lê aí é e nos Familia

Capítulo 3 - Noite estranha do CaRaLhOr


Fanfic / Fanfiction Bom Dia Senhor Sabe Tudo! - Capítulo 3 - Noite estranha do CaRaLhOr

Não vou falar como foi lá trás da escola mas nem fudendo, foi tão estranho que nem quero lembrar daquela praga... E depois daquilo eu fiquei traumatizado, não quero nunca mais transar na vida.

Tava eu com Haruzinhar atrás da escola comendo a comida que a gente não comeu no intervalo, e a mesma não parava de falar e de me encher o saco, eu nem lembro o que ela tava falando... Acho que de calcinha? Não sei! Não me lembro, nem tava prestando atenção no momento.

Até que chega a professora de química do terceiro ano, junto com o professor de química do segundo se pegando... Eles estavam eufóricos e o pau do professor tava para fora.. PENSA NUM PAU PELUDO! PUTA MERDA! Que eu não sabia se aquilo era um pau, ou o pau de um alien com pelos, parecia uma régua de grande, mas a grossura era do tamanho do meu dedo.

Quie? Tomou negócio para aumentar o pau, mas esqueceu de comprar um para engrossar? Caralho!

A buceta da professora era toda cabeluda também, parecendo a mata atlântica versão Deep Wep, que se o pia chupa aquela merda, vem com o brinde de pelo.

Eu e a Haru ficamos observando, enquanto aquela idiota gravava e ria da situação, demoro para o casal a nossa frente puta merda, não sabia se eu ria ou tinha uma ataque do coração.

Bem, pulando essa merda de cena... Eu agora estou todo pomposo em frente ao meu espelho, ajeitando minhas chiquinhas lindas e fru-frus com grandes laços segurando elas! Eu estava muito gostoso puta merda! Comecei a beijar o espelho me esfregando em seu reflexo eu estava sem máscara mas não liguei para isso, enquanto eu me amava ouvi minha porra que era segurada por fora crepe ser aberta...

- Sal, cuida do Giz--

Meu pai me viu ali parecendo um retardado, eu rapidamente solto o espelho fazendo ele cair no chão, falei graças a Deus com o espelho não ter quebrado.. E olhei para meu pai que estava com a testa franzida.

- então....... Eu.......... 

Olhei o mesmo e ele desviou seus olhares de mim, e coloco sua mão em sua testa se questionando como aquele esperma conseguiu chegar antes dos outros.

- --mo.... Gizmo.... Ele tá meio doente

Balancei negativo estava todo lindo cahovoso com meus aice de podre, e só faltava minha julliete para eu ir... Já tava pegando até a caixa de Bluetooth para ir andando na rua, a ma-- VAPAPOHA.

- não! Pai!! Tá doido? Eu vou sair! Com meus amigos!

Meu pai olhou aos arredores do meu quarto, olhando para o meu teto, comoda e o boneco de voodo ao lado da cama que inclinou a cabeça para olhar nos olhos azuis do velhote. 

- por que não tacou fogo nisso?

Peguei o inqueiro e taquei fogo no boneco mas o boneco nrm se mexia ou tinha algum rastro de queimado.

- =_=

- a

- bem, voltando... Você vai cuidar do Gizmo sim!

Eu cruzei meus braços, e meu pai apenas deu o Gizmo para mim.. O mesmo me olhou com aquela cara de doente, e eu fiquei o olhando fixamente até que bufo

- okay pai!.... Você vai para onde?

O filho da puta saiu da minha visão sem me responder, e quando fui atrás do velhote ele já tinha batido a porta da sala principal.. Emburrei minha cara e olhei para Gizmo.

- parece que vai ser só eu e você..

Ele se encolheu em meus braços, e eu senti ele mandando eu me fuder, mas eu ignorei, as vezes acho que eh ti ficando loko.. Falando com gatos eu hein..

- você não acha Gizmo? Que eu tô ficando loko?

- '-'

- bem.... Tu tá fedendo a cueca molhada mofada... Te dar um banho...

Ia na direção do banheiro até que ouço uma buzina lá fora, eu olhei pela janela e vi Haru acenando para mim e pulando encima do teto de seu carro..

- mas que--

Achei aquilo muito massa mano, meu cu começou a piscar várias, e várias vezes querendo ir para lá e me jogar no banco do carro e ficar fumando maconha.

- Sally??....

Olhei para quem me chamava e vi o jardineiro que estava batendo na porta de minha casa.

- mas nem fudendo que eh vou fuçar sozinho com esse loko aqui.

Sai correndo pela janela, achei que seria igual os filmes, e seria uma entrada mo foda de protagonista e eu ia relembrar dos meus bullyngers - Foda-se se tá errado - e lacra que nem uma lacraia. Mas não.

Cai igual bosta no chão, e Gizmo caiu lindo e leve no chão em pé e ainda foi na direção do carro de Haru enquanto eu beijava o chão tendi uma relação romântica com ele. Mas ouvi um barulho atrás de mim antes de criar coragem para falar alguma coisa

- boa noite Sally Face.....

Meu cu trinco que não passava nem sinal de Wi-Fi, sai correndo igual uma pilha e me botei dentro do carro de Haru que já estava igual uma tiazinha de gato lambendo ele é brincando com ele.

- que porra é essa? Da meu gato aqui caralho!

Peguei o Gizmo da mesma, e recebi um olhar de tristeza da arroxeada..

- bem... Vamos logo de comer Sally Face! BORA!

- tá.

Fiquei com uma cara de cu, e observei a mesma colocando a mão no volante.

- você dirige?

- lógico!

A mesma ligou o carro e apertou o volante e um olhar nada confiável saiu de seus olhos

- minha alma interior dirige...

A menor instante apertou o pé.

Na re... '-'

O carro por para trás. 

A gente foi para trás.

Para frente.

Para o lado.

O carro empinava mais que eu.

- AHA! AGORA VAI! ACHEI!

a menor coloco o pé no acelerador e quando ia começar a dirigir a mesma atropela uma velha.

-!!!! EITA PORRA!!!!!

- SAI CORRENDO! VAI VAI VAI! A VELHA É DA MAFIA! KRL CORRE!!

- VOCÊ MORA AONDE!

A velha levantou com tudo e tirou uma bazuca da bolsa dela...

- APERTA ESSA PORRA CARALHO!!!

- TÁ BOM!

A menor aperto no acelerador é a gente saiu correndo do local com tudo.

É a velha? Nem eu sei e figurante lembra?


[...]


A gente chegou no destino, o alarme do carro de Haru estava acesso e uma das janelas quebradas com um rodo enfiado nele, não me pergunte como isso aconteceu.

Eu sai do carro como se nada estivesse acontecido, e olhei o casarão que a menor tinha, era realmente lindo! Me encantei pelos enfeites da faixada, e a boa música que tocada lá dentro que era o famoso Ino "A Thousand Miles" e! As branquelas me ensinaram certo. 

Estava admirando até demais aquela faixada, parecia mais um Palácio do que uja casa. 

- e sua casa? 

- não! É invadida! Minha amiga Asheley esqueceu de trancar a porta quando foi viajar... e eu invadi... Minha casa é ali. 

A arroxeada apontou uma uma casa perto da mansão, aonde tinha um mini chiqueiro no quintal, com um porco na lama, e uma casa pequena que tinha uma velhinha varrendo o chão, e um velho do lado de fora sem camisa cheirando o suvaco peludo com pelos brancos. 

- OI VÓ! 

A menor acena é a senhora que tava lá na puta que pariu acenou de volta. 

- oi querida!

Puxei a morena para dentro da casa antes que o vô dela veja ela e decida comprimentar ela, se tá loko, pagar mico mano, tinha que ser podre, como que essa podre vez amizade com rico? 

Olhei tudo, e vi várias pessoas pulando que nem macaco no galho, e se esfregando umas nas outras parecendo um bando de lombriga de contorcendo, as pessoas na pista de dança parecia uma minhoca na terra, puta merda, Haru só convidou podre e? Conheço esse cheiro de podre mano, até de longa distância mano.. Nem fudendo vou conseguir achar o velho rico perfeito aqui.. 

É aliás.... Eu conheço aquela velha de algum canto.

Ta.... Pera... Não é a velha que a gente atropelou? HARU TEM UMA VÓ DA MAFIA?! E EU NÃO?! QUEM É O PROTAGONISTA AQUI GENTE? 

- Salzinho! OLHA AQUI! HAHAHAHAAH

A menor me puxou para um canto da festa, aonde serviam comida e afins, olhei para aquilo e vi um monte de.... '-' Lasanha, mandioca, bolo de fuba, milho, leite de bode por que de vaca é muito caro, e uma tigela com peninos que tem uma camisinha enfiados em si, eu como não sou podre........ KAKAKAKA ATAQUEI É TUDO JUNTO COM A A HARU 

A gente so parou de comer por que queria guarda estômago para comer algo muito melhor... CHURRASCÃO! HAHAHAHAHA

- BORA PARA CIMA! FIQUEI COM FOGO NO RABO! QUERO COMER O CU DE ALGUÉM! TU E LÉSBICA? 

- sim! 

- HAHAHA

 A menor me puxou pela manga de minha blusa, e subiu as escadas comigo, novamente, merda de escada, ela me carregou logicamente, e só quando terminou as escadas eu tomei vergonha na cara usei minhas pernas, e caminhei ao sei lado.. Ela olhou para os lados, e destrancou uma das portas e me tacou lá dentro.. As luzes estavam apagadas e eu cai na cama. 

Fiquei pensando que... Se ela abaixa minhas calças e vê um pau? Que porta é essa que tá acontecendo?...

Ouvi passos vindo em minha direção, e logo a menor abrindo minhas pernas em um passo rápido e se colocando dentre elas. 

- você gosta de ficar por cima ou por baixo Sally? 

-.... Cima.... 

Peguei a arroxeada e invertir nossas posições ficando por cima da morena agora, colocava uma de minhas pernas dentre suas coxasfazendo pressão contra as partes in-- a buceta! E pode ouvir os gemidos da mesma pelo quarto... Mas o arrependimento bateu 

- caralho mano... eu sou homem... 

- pera o que?! 


- você não notou? 

Uma voz diferente ecoou pelo quadro escuro, e logo o abajur foi acesso 

- QUE?! 

a minha voz e a voz de Haru falou em sincronia com a presença de uma 3° pessoa. 

Olhei para o rosto daquela pessoa e esbugalhei meus olhos 

- VOCÊ?! 

- VOCÊ?!

nos dois nos olhamos 

- VOCÊ NÃO É MENINA? 

- O CARA QUE EH CONHECI NO BECO DA CRACOLANDIA!!! 

- O CARA DE CABELO AZUL!!! 

- PERA.... ELE NÃO É MENINA?!

o silêncio permaneceu até que eu notei uma coisa. 

- cadê meu gato??



Notas Finais


KRL stlk hora maneira para terminar um capítulo KAKAKA ATEEEE MAIS MENOR


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...