1. Spirit Fanfics >
  2. .Bom pai. >
  3. .Um bom pai e marido.

História .Bom pai. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


A capa que está na fanfic,não é de minha autoria e o personagem que está nela,não é o Meliodas!.

Espero que gostem dessa one!Eu tive a ideia de fazê-la do nada hihi^^

Capítulo 1 - .Um bom pai e marido.


Fanfic / Fanfiction .Bom pai. - Capítulo 1 - .Um bom pai e marido.

Meliodas on

A alguns meses atrás,naquele altar,eu decidi viver minha vida inteira ao lado da pessoa que eu mais amo no mundo!.Dizer "sim" e ouvir ela dizer a mesma coisa a seguir,foi o melhor momento –Depois do dia que conheci ela–.

Tempo depois,meu amor foi dividido por dois,sim,duas.Não ache que sou cretino ou canalha.Um dos motivos para eu me casar com a minha esposa,foi eu amar muito ela,muito mesmo,o outro,era porque ela estava grávida.

Quando eu recebi essa notícia,só faltei soltar fogos de artifícios,estava realizando mais um sonho,ter uma família!Ter um filho e herdeiro!.

Bom,a outra pessoa que eu amo muito,muito mesmo,é ele,Tristan,o recém nascido,meu filho,que chegou ao mundo a poucas horas.

Ver aquela criaturinha...tão pequena...tão frágil...me faz querer proteger ele a todo custo,assim como eu sinto com a minha mulher.Ele era tão lindo,era uma mistura perfeita entre mim e a Elizabeth,minha esposa.

— Puxa,ele parece com você,mas ao mesmo tempo com a Elizabeth. —Meu irmão diz ao meu lado e río fraco.– Parabéns!Novo papai!. –Zeldris diz sorrindo largo. – Agora você vai saber como é ficar muito tempo sem transar por causa de uma criança. –Ele diz rindo e o olho. 

— Aposto que Tristan vai ser uma ótima criança!Não tenho culpa que seus dois filhos são umas pestinhas desde pequenos!. — Digo e Zeldris me olha indignado. 

— Não fale assim dos meus filhos!Seu imbecil!. —Ele bufa irritado e acabo rindo. – Você deveria ficar calado,aposto que vai ser o incrível papai coruja!. —Ele se afasta ainda rindo. 

— Idiota!. —Digo rindo.

— Boa sorte Meliodas. —Ele ri e reviro os olhos,logo balançando a cabeça negativamente.



2 mês depois...

— Eu não sabia que cuidar de uma criança era tão difícil!. —Reclamo cheroso e Elizabeth me olha com carinho,antes de vir até mim e beijar a minha testa.

— Ele é só um bebê Meliodas,por isso ele precisa de tanta atenção. —Ela diz sorrindo e logo após boceja e observo as olheiras abaixo de seus olhos,não era só ela que estava assim,eu também estava cansado e com olheiras.— Você se esforça demais pra me ajudar Meliodas,precisa descansar!. —Ela diz sorrindo levemente.

— E deixar você cuidar dele sozinha?De jeito nenhum! Eu também tenho a responsabilidade de cuidar dele Elizabeth! Eu sou o pai dele!. —Ela sorri ainda mais e me abraça,me fazendo deitar em seus seios.

— E eu sou a mãe,deve descansar Meliodas!. —Ela começa a fazer carinho em minha cabeça.— Está se esforçando demais,descanse um pouco. —Fecho meus olhos por alguns instantes.Eu sei oque ela está tentando fazer.

 Não. —Me afasto. — Sei que está me dando carinho para eu cochilar. —Cruzo os braços e ela sorri envergonhada.

— Oh não,você me pegou!. —Ela levanta as mãos em sinal de rendição e a olho seriamente. — Tá tá!Eu só quero que descanse Meliodas!. —Ela me olha preocupada. — Está dormindo mal.

— Você também. —Rebato.

— Não come direito.

— A mãe do bebê também.

— E ainda por cima. —Seu olhar se transforma em um triste. — Está dando total atenção a ele.—Ela faz um bico manhoso.

— Está com ciúmes?. —Acabo rindo e ela cora e cruza os braços,desviando o olhar.

— Não!E-eu...eu também preciso de atenção!. —Ela exclama e a olho indignado.

— Está com ciúmes do seu filho!?. —Digo e ela bufa se levantando do sofá.

— Porra Meliodas!.—Saío do meu transe com o seu palavreado.— Você me escutou Meliodas!?. —A olho confusa e ela infla as bochecha irritada e me empurra pra deitar no sofá. — Não é só Tristan que precisa de sua atenção!De seus cuidados!. —Ela senta em cima de mim. — Eu também preciso. —Ela diz manhosa e sorrio malicioso,apertando a sua cintura.

— Precisa é?. —Me sento e me aproximo do seu rosto.

— Uhum. —Ela segura meu rosto em suas mãos.

— Eu vou te dar "atenção" agora,amor.— Beijo seu pescoço escutando seu suspiro baixo,não tinha muito tempo,sabia disso,então minhas mãos vão para debaixo do seu vestido e começo a puxar sua calcinha.

Um choro alto chega em nossos ouvidos e me afasto dela.

— Acho que ele deve estar com fome. —Digo e Elizabeth sai de cima de mim e me olha chorosa. — Vamos amor,depois te dou carinho. —Me levanto e bato na sua bunda e Elizabeth cora,me fazendo rir.— Precisamos ser bons pais pra ele. —Digo e ela sorri.

— Você é um bom Pai!. —Ela beija minha bochecha. — E um bom marido. 




Notas Finais


Mas foi isso!Foi pequeno,eu sei,mas era apenas uma one^-^❤
Espero que tenham gostado! Essa ideia pra essa one,me veio derrepente^^❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...