História Bones Into Dust !TaeKook! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bts, Jungkook, Romance, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi
Visualizações 15
Palavras 365
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - ONE


Fanfic / Fanfiction Bones Into Dust !TaeKook! - Capítulo 1 - ONE

Jungkook:

Algo naquele garoto sempre me incomodou. Ele parecia não ter interesse em nada. Estou a meses observando. Daqui a um mês entraremos de férias da faculdade e eu ainda não sei o motivo dele ser tão frio. Talvez... ele apenas quisesse ser assim. A aula acabou. Eu ainda vou descobrir isso.


Caminhei até ele um pouco nervoso por todo o mistério que o rodeia.


- Oi,com licença, Kim Taehyung, não é?-não obtive resposta, mas estendi a mão para um cumprimento, não vou desistir de você agora- Prazer, sou Jeon Jungkook.


Ele ignorou o meu cumprimento, balançou a cabeça e saiu andando enquanto eu fui atrás um pouco irritado, sinceramente, eu já estava preparado para receber esse tratamento.


- Tem algo para fazer hoje? -ele olhou pra mim e parou de caminhar.


-Não, o que quer comigo?


- Vi que você tira notas boas em inglês... eu queria sua ajuda para estudar.


- Vire-se sozinho ou encontre outra pessoa. -o garoto de cabelos vermelhos voltou a caminhar.


- Espere! Uh... sinto muito estar te incomodando, mas posso sugerir um jogo?


- Eu nem te conheço, garoto, me deixe em paz!


- Tecnicamente já nos apresentamos... bom o jogo é de perguntas. Você quer começar?


- Por que não me deixa em paz? -falou em tom seco.


- Porque nós estamos jogando. -respondi sorrindo. Já estávamos caminhando fora da faculdade.


- O que quer de mim? Nunca falou comigo antes.


     - Quero jogar com você, e estou falando agora.

- Quantas perguntas são?

- Quantas você quiser.

- Faça suas perguntas e me deixe em paz.

Ele parou me encarando de frente. Parecia com raiva o suficiente para matar alguém.

- Vai a pé pra casa? -comecei

- Sim.

- Por que é tão frio?

- Não é do meu interesse te responder.

- O que aconteceu com você pra que ficasse assim?

- Me deixe em paz. As perguntas acabaram.

- Quem está fazendo as perguntas sou eu. -respondi sem entender.

- Você me disse que são quantas eu quiser. Agora, vá para sua casa. -se virou e me deixou lá.

Droga. Droga. Aah não. Não vai ser hoje. Fui escondido dele, fazendo o seu caminho ele parou numa ponte. Como se estivesse esperando alguém. Talvez estivesse.


Notas Finais


Aos poucos as coisas vão se encaixando.
Favoritem pf


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...