1. Spirit Fanfics >
  2. Book Shop >
  3. Como acaba?

História Book Shop - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


esse é o último

Capítulo 12 - Como acaba?


Fanfic / Fanfiction Book Shop - Capítulo 12 - Como acaba?


Tyler estava sentado atrás do balcão, lendo um exemplar antigo de um livro de Júlio Verne.

 Não via Josh há dois dias, era semana de provas e entrega de trabalhos na escola, e ele provavelmente estava ocupado.

Sentia-se levemente culpado por distrair o outro e tê-lo atrapalhado em escrever o tal romance. Ao mesmo tempo, sentia-se convencido por saber que era capaz de tal coisa.

Ouviu quando alguém entrou na loja, e sorriu abertamente ao perceber de quem era.

— Josh.

— Vim devolver seu pen drive, Ty — caminhou até o balcão.

— Só isso? — fingiu estar triste.

— E agradecer por me ajudar.

— Não foi nada — Tyler deu de ombros, porque realmente não havia sido nada de mais — Conseguiu terminar?

— S-Sim. Mas tem uma coisa que eu quero te perguntar... — Josh atraiu sua atenção e ao mesmo tempo desconversou sobre ter terminado a história — Como ela realmente acaba?

Tyler sorriu, saindo de trás da pilha de livros qe acumulou enqua e segurando a mão de Josh.

— Vou te contar — disse enquanto puxava o outro para as escadas, em direção ao seu quarto.


Josh sentou-se na cama bagunçada. Tyler pegou algumas folhas em sua mesa e o entregou, sentando-se próximo a ele.

— Essas são as últimas folhas. Eu coloquei os nomes dos personagens principais apenas como as iniciais pra manter o mistério, criei alguns personagens secundários para enrolar um pouco — riu — mas cinco folhas antes do fim você acha as respostas.

O Josh de antes teria perguntado, ou ido direto à página dita, mas agora ele gostava de ler mais do que admitiria e começou as folhas que faltavam uma por uma mesmo que a informação que buscava estivesse quase no final.

Por ser escrita à mão, a história tinha mais páginas do que quando digitada. A professora havia pedido pelo menos cem, mas o romance de Tyler não passava de pouco mais de oitenta.

Foi quando leu os nomes dos protagonistas que ficou surpreso como achou que nunca ficaria lendo.

— Eles são dois homens? — voltou-se para Tyler, que apenas se divertia vendo-o ler.

— Sim — falou calmo — Você até parece chocado com o fato de dois homens gostarem um do outro — brincou.

— Isso é incrível! Eu me sinto mal por ter imaginado uma imagem de que eles eram um homem e uma mulher.

— É o que aprendemos ser o "comum", você não tem culpa de tudo — Tyler comentou triste.

— Eu adorei. Você escreve tão bem — Josh tentou animá-lo.

Tyler sabia que aquela história não era tão boa. Era só uma espécie de rascunho. Ele fazia isso com a maioria das ideias que tinha: elas não eram desperdiçadas, porém não chegavam a ser uma história completa.

— Obrigado. Não te entreguei o final porque queria ver sua reação quando lesse. E você? Como terminou sua versão? — perguntou segurando os joelhos, curioso sobre o que Josh teria criado.

— Não posso te falar agora. Vai quebrar o mistério.

O sorriso de Tyler se tornou uma cara indignada.

— Não vale.

Josh deixou um beijo sobre os lábios de Tyler, que não resistiu e acabou rindo.

— Eu vou te mostrar depois que a professora corrigir e devolver os trabalhos. Prometo.



Alguns dias depois Josh apareceu novamente, segurava uma folha quando entrou na velha livraria.

— O que é isso? — Tyler perguntou ficando na ponta dos pés para tentar ver de longe, mas Josh a escondeu em suas costas.

— Minha nota.

— Deixa eu ver! — Tyler se animou e foi até o outro. Josh o impediu, o deixando irritado ao mesmo tempo que divertia-se vendo Tyler tentar pegar o papel de sua mão. Mas não lutou muito, logo a entregando.

Tyler se afastou um pouco para garantir que Josh não atrapalharia. Ficou confuso quando viu aquela folha com o garrancho conhecido de Josh, e a nota vermelha no topo.

— O que é isso? — questionou.

— Minha história — respondeu simples.

— C-Como assim?

Josh ficou satisfeito ao ver Tyler pela primeira vez sem saber o que estava acontecendo.

— Eu não tive coragem de usar seu trabalho, você é o único que merece os créditos por ele. E também a professora ia perceber que eu não escrevi aquilo e me interrogaria igual fez com o Brendon, que pegou uma história do Dallon  — admitiu.

— Do namorado dele? — Tyler lembrava-se vagamente do nome.

— Namorado? — Josh ainda não sabia.

— Ele me disse isso — Tyler torcia para não ter falado demais — Então sua nota...

— Minha média está péssima — Josh respondeu feliz.

— Por que está assim? Você tirou nota baixa!

— Porque, Tyler — se aproximou, fazendo Tyler dar um passo para trás, surpreso com a atitude, encostando-se no balcão e derrubando alguns livros — Eu preciso fazer alguns trabalhos pra recuperar um pouco da nota.

— E? — Tyler não se importava com a aproximação, estava irritado com o fato de Josh não parecer ligar para os estudos.

— E adivinha quem vai me ajudar a estudar literatura? — colocou um braço de cada lado do corpo de Tyler, deixando seus rostos mais próximos e o prendendo.

Tyler considerava uma idiotice ficar feliz com isso, já que a nota ainda era ruim. Mesmo assim passou os braços em volta do pescoço de Josh e sorriu para ele.

— Não sei... pode ser difícil te ensinar.

— Mas eu gosto de algumas histórias, e quer saber de uma coisa?

— O quê?

— Você seria uma interessante de conhecer.


Notas Finais


agradeço muito a todxs q leram, favoritaram e comentaram
sei q essa fanfic n foi algo "uau q incrível" mas é bom saber q tem alguém lendo
^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...