História Books and coffee - Capítulo 1


Escrita por: e Yaoi_Bangtan

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), SHINee
Personagens Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Taemin Lee
Tags Before Loving You, Dtown, Lee Taemin, Percy Jackson, Taegi
Visualizações 74
Palavras 2.075
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drabs, Fluffy, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu demorei para enviar para postagem kkkkk sorry ;__;

Aproveitem!

Capítulo 1 - Graças à Percy Jackson


Yoongi estava tendo o pior dia de sua vida, sentia um gosto amargo na boca e um nó gigante na garganta. Queria esmurrar uma parede.

— Você é muito infantil de jogar toda a culpa em mim. — Começou dizendo assim que terminou de contar calmamente até dez. As pessoas na biblioteca pareciam estar mais interessadas na pequena briga do que em suas respectivas leituras, Yoongi odiava ser o centro das atenções, por isso, até hoje se questionava o motivo de estar namorando o cara mais popular da escola.

Estava em um irritante clichê, era o típico garoto isolado de tudo e todos do colégio, tendo consigo apenas dois amigos de infância. Sua vida escolar era comum como a de qualquer adolescente, mas passou a receber algumas cantadas e assobios toda vez que passava pelo grupo de atletas, na maioria das vezes era Taemin que mais o cantava. E, devo dizer, que garoto insistente, ele não aceitava um vai a merda como resposta para: gato, seu pai é padeiro?” ou algo do tipo.

Ele continuou insistindo até Yoongi aceitar, finalmente, sair com ele. Depois, insistia por mais um encontro após outro, até que o Min passou a aceitar com facilidade seus convites.

O pior é que Yoongi realmente gostava de sua companhia, Taemin se tornava uma pessoa totalmente diferente quando estavam a sós, além de sempre conseguir arrancar um sorriso do mais velho, o Lee era bastante romântico durante os encontros. Não demorou muito para algo acontecer entre eles, a questão é que Yoongi tinha se apaixonado pelo Taemin que sempre o presenteava com uma pequena flor, fazia coisas bobas para o fazer sorrir e podia ficar por horas a fio apenas conversando, e não pelo Taemin líder do clube de basquete, que se pagava de machão para os amigos babacas, arrumava brigas e discussões com todos e sempre pegava no pé dos nerds

Isso se tornou o único e principal motivo de suas brigas, sempre que Min o confrontava sobre isso tinha como resposta: “ok, eu vou mudar”, todavia, era da boca para fora. E agora, as coisas tinham fugido do controle do mais velho, Taemin havia feito Jungkook, seu melhor amigo, tropeçar e cair de cima da escada, rolando degrau por degrau abaixo, por sorte Jeon era bastante resistente e isso só o ocasionou arranhões leves e um roxo em seu braço. Após ajudar seu amigo, no recreio, foi sem a mínima paciência até a biblioteca, onde ignorou a todos e começou a discutir com seu namorado, agora ex, que retrucou dizendo que a culpa era de Yoongi por estar sempre pegando em seu pé.

Disse que o Min não o dava espaço para ser quem ele realmente era, completando que tinha ciúmes de Jungkook com Yoongi, e foi assim que chegamos na situação atual.

— Infantil? 

— Sim, infantil! Meu melhor amigo poderia ter quebrado o braço graças a sua atitude de uma criança de seis anos — retrucou, cruzando os braços.

— Isso já é exagero, ele não ia quebrar o braço, Yoongi, não seja dramático. — Se aproximou do menor. — Já que você sempre insiste em apontar o dedo para os meus erros, vai ficar bem melhor sem mim na sua vida.

Claro, Taemin sempre ameaçava terminar, pois sabia que Yoongi nunca havia namorado antes, por isso, o garoto sempre o desculpava, já estava, de algum modo, dependente de Taemin. Mas, dessa vez, não ia simplesmente virar as costas para esse problema.

— Quer saber… acho que vou mesmo — respondeu com a mesma firmeza de quando começou a conversar com o mais novo. — Amanhã passa em casa para buscar suas coisas.

Taemin o olhou chocado, a tática do término sempre levava Yoongi a pedir desculpas, e agora não tinha outros métodos. Bufou e bateu na mesa com força.

— Já acabou o show! — gritou, fazendo todos que estavam olhando desviaram os olhares curiosos e voltarem a fazer o que estavam fazendo. 

Taemin saiu de lá espumando de raiva, pronto para matar qualquer um que falasse ou apenas olhasse para si. Já Yoongi suspirou pesadamente, deixando que algumas lágrimas que estava segurando durante a discussão, caíssem livremente, não conseguia de jeito nenhum se imaginar sem Lee. 

Se sentiu sem chão, pela primeira vez na vida não tinha um plano B para essa situação, seu humor estava péssimo, assim como seu pobre coração. Só conseguia pensar em um único jeito para tentar esquecer disso, lendo sua saga favorita, Percy Jackson.

Caminhou até a sessão em que se encontrava e a procurou por pouco tempo, achou os outros livros, mas não achava O Ladrão De Raios, esse era o único que faltava. Alguém já tinha pego? Ah, não! Esse era seu favorito, Yoongi estava ao ponto de surtar mentalmente, se não fosse por uma mão em seu ombro, o fazendo virar e encarar a pessoa.

— Er… oi, não foi minha intenção, mas eu acabei ouvindo a briga inteira — começou, buscando as palavras certas para tentar um bom diálogo. — E eu vi que você começou a chorar, queria saber se você não quer desabafar comigo, podemos ir para outro lugar se você quiser. 

Yoongi não fazia idéia de quem era aquele cara ou o que ele realmente queria, mas seu olhar o confortou de uma maneira única. Apenas balançou a cabeça positivamente em resposta ao outro, que sorriu quadrado e segurou levemente em sua mão.

— A propósito, me chamo Taehyung. — Se apresentou enquanto começavam a andar em direção ao portão da escola.

— Min Yoongi. 

Taehyung conseguiu convencer o porteiro de que Yoongi estava passando mal e o mesmo caiu nessa, deixando os dois saírem. Foram até uma cafeteria famosa por ali e sentaram-se em uma mesa perto da janela, aguardando em um longo silêncio desconfortável. Yoongi, nesse meio tempo, já tinha se acalmado, já Taehyung estava inquieto, por isso, foi o primeiro a começar a falar.

— Estava chorando, porque o ama?

A pergunta repentina fez Yoongi ficar um pouco surpreso.

— Estava chorando, pois me prendi tanto a ele que eu não consigo mais seguir sem ele, entende? — respondeu, brincando com seus dedos em cima da mesa de madeira.

— Sim, eu entendo, mas você devia aprender a desapegar de suas coisas, querendo ou não, sempre vamos perder algo que somos muito apegados, é a lei da vida. Você deve aprender a seguir em frente por você e a notar de que você não precisa de homem nenhum para conseguir se dar bem em algo ou fazer algo. — O mais velho ouviu atentamente o conselho de Taehyung, que logo voltou a falar. — Você é muito bonito, vai achar alguém melhor que aquele babaca, alguém que realmente te faça bem.

Yoongi parou para pensar um pouco nas palavras do outro, sorrindo minimamente ao perceber o elogio do mais novo no final.

— Obrigado, Taehyung. — Assim que o garçom chegou, fizeram seus pedidos, rindo após perceberem que pediram a mesma coisa, um macchiato de caramelo. Não demorou muito para começarem a conversar e perceber que tinham o mesmo gosto para música e filmes, o que ocasionou em horas e horas de papo acompanhado de um café morno.

— Eu queria ler Percy Jackson hoje, mas alguém já tinha pegado O Ladrão De Raios — comentou Yoongi, logo bebericando um pouco de seu café.

— Espera… Ah! Eu peguei hoje esse livro, nem li direito e já estou amando.

— Está com ele agora? Podemos ler juntos se quiser, prometo não soltar nenhum spoiler! — exclamou, levantando as mãos em um sinal de rendição, o que arrancou um riso fofo de Tae.

— Estou sim, mas não gosto de ler em lugares como esse — disse, mordendo o lábio inferior. 

Yoongi batucou levemente os dedos na mesa enquanto pensava em uma solução para esse pequeno problema e, sorriu abertamente assim que uma ideia iluminou sua mente.

— Podemos ler na minha casa, se estiver tudo bem para você. 

— Tudo bem, podemos sim!

Taehyung retribuiu o sorriso.

(...)

Ambos partiram para o apartamento do mais velho, após pagarem a conta e depois de um tempo já estavam lendo sentados no grande sofá macio da sala de estar. Perderam a noção de tempo e ficaram lendo por horas a fio, comentando sobre os acontecimentos durante a leitura, rindo de algumas piadas e brincadeiras que faziam, quem olhasse de longe acharia que os dois se conheciam a anos, estavam se dando tão bem em tão pouco tempo.

Não foi só nesse dia. A partir dali, todos os dias depois da aula marcavam de ir em alguns lugares juntos para terem sua tarde de leitura regada a café, na escola sempre trocavam algumas palavras e piadas internas e tinham o número um do outro para conversarem a noite inteira. Taemin tinha ido viajar com os pais, por isso não passou no ex namorado para pegar suas coisas, porém Yoongi foi superando aos poucos e hoje em dia nem se lembrava mais do mesmo.

Em uma das tardes de leitura, Taehyung acabou se empolgando demais, aproveitando que Yoongi estava distraído e o dando um selinho rápido e atrapalhado, o que arrancou um risinho do mais velho que aproveitou e puxou Taehyung para um beijo. Um beijo com um leve gosto de caramelo e o cheiro do ambiente era o do aroma quente de macchiato, às vezes gostavam de substituir as tardes de leitura por uma tarde de passeio ou uma tarde no cinema, qualquer coisa contava quando estavam juntos. 

Nem perceberam como as coisas entre si já estavam ficando mais fortes, estavam se apaixonando rápido demais pelas pequenas manias um do outro. Taehyung que resolveu oficializar tudo entre eles, escondeu uma aliança na página marcada do livro que estavam lendo, Yoongi que ia abrir na página e ficou surpreso por ser ato tão repentino, porém aceitou o pedido. 

Agora, no sexto dia de namoro, estavam vendo um filme abraçadinhos no sofá quando o barulho de alguém batendo na porta atrapalhou o doce momento, Yoongi foi quem a abriu, dando de cara com Taemin.

— Vim buscar minhas coisas. 

— Espera aí. — Caminhou até a cozinha, olhando em volta. Taemin estranhou, esperava que Yoongi fosse lhe implorar para voltar com ele, como sempre fazia. — TaeTae, você sabe onde está aquela caixa grande?

A voz alta de Min foi escutada por Taemin, a cozinha ficava quase ao lado da porta, mas espera, quem era TaeTae”?

— Acho que está perto do lixo, Yoonie. — A voz de Taehyung foi no mesmo tom do namorado, Taemin estava confuso e, estranhamente, com raiva, Yoongi já estava em outra? Quase entrou no apartamento do mais velho, mas um cara desconhecido chegou, bloqueando a passagem.

— Você deve ser o Taemin — disse, encostando no batente da porta com os braços cruzados.

— Sim, e você é...? — perguntou, encarando o desconhecido de cima a baixo.

— Kim Taehyung, namorado do Yoongi. — Sorriu ladino. — Você deve ser o ex dele, eu gostaria de falar que o Yoongi já falou de você, mas ele nem deve se lembrar mais. 

Essa fala provocou raiva no mais velho dos dois, como Yoongi havia se esquecido do primeiro namorado? Achou aquilo inaceitável.

— Ele 'tá feliz agora e eu gostaria que continuasse assim, se eu te ver enchendo o saco dele, vai se ver comigo. — Taehyung voltou a dizer, dando um sorriso fofo logo após a fala, Yoongi chegou e estendeu a grande caixa para Taemin.

— Eu já revisei e não 'tá faltando nada. — Yoongi disse assim que Taemin pegou a caixa, Taehyung fez questão de segurar Yoongi pela cintura e de o puxar levemente para perto.

— Foi bom te conhecer, Taemin, tchau! — Se despediu com um aceno de mão, não esperando por uma resposta para fechar a porta na cara do ex de seu atual namorado. — Eu gostei dele.

Brincou, fazendo Yoongi rir e caminhar de volta para a sala, sendo seguido pelo mais novo.

— Você tem um mau gosto para caras, Tae — murmurou, quase se sentando no sofá, se não fosse por Kim o puxando pela cintura.

— Eu não tenho, pois, namoro você — respondeu antes de juntar seus lábios aos do mais velho, sentindo o leve gosto de caramelo, que estava quase que sempre presente em seus beijos.

O que sempre precisavam para os unir eram apenas alguns livros e um bom café.




Notas Finais


Quero agradecer à @poemvante pela betagem! Ficou incrível, mozi! E eu amei essa capa feita pela @cricrix, ficou linda!!

Quero agradecer ao @DTown por essa oportunidade, muito obrigada!
Espero que tenham gostado, até o próximo shipp!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...