História B.O.P.E. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kisame Hoshigaki, Konan, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mito Uzumaki, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Tsunade Senju, Yahiko, Zetsu
Tags Bope, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Tropa De Elite
Visualizações 87
Palavras 1.848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie,mais um capítulo!
Nosso grupo no wpp https://chat.whatsapp.com/GYi3wD1XmJq0gfL3JC0dT0

Boa leitura!

Capítulo 4 - Noite de irmãos


Antes de ir embora passei na sala do Takashi. Bati na porta logo entrando. Ele tirou os olhos dos papéis e logo me deu um sorriso.Meu irmão veio em minha direção e me jogou em seu ombro como um saco de batatas.

_ Aí,mané,o que acha de comemorar minha promoção hoje ? _ ele perguntou nos rodando na sala.

_ Acho uma ótima ideia, mané!. _ eu disse entre risos. _ Gordice e filmes ? 

_ Gordice e filmes ! _ ele concordou e me desceu. _ Por que você ainda tem isso,Saky? _ ele pegou o meu pingente do colar.

Meu pingente foi a bala que matou minha mãe. No dia que fomos ver o corpo dela no necrotério, implorei para que os médicos me dessem as balas. Assim que eles cederam eu furei a bala que acertou o seu peito e coloquei em um cordão. A mesma coisa que a matou,me dá forças para seguir em frente e entrar pela favela.

_ Gosto de lembrar dela. _ olhei carinhosamente para o colar e depois olhei para o mané na minha frente. _  Você  esqueça o meu sorvete, que eu vou quebrar as suas pernas. _ eu disse ameaçando. Da última vez que eu e Takashi fizemos essa reunião de irmãos eu estava na TPM,e ele esqueceu de trazer o sorvete. Eu bati a porta na cara dele e fiquei sem falar com ele pelo resto do meu ciclo menstrual.

_ Prometo que não esqueço. Ainda preciso das minhas pernas. _ Takashi sorriu.

_ Então tá! Te espero lá em casa às 7. _ vou em direção a porta e me viro. _ Nada de atrasos.

_ 7:00 horas estarei na porta do seu apartamento, nojenta! 

_ Seu cú. _ sorri e fui para o estacionamento.

Chegando no estacionamento joguei minha mochila no banco de trás do meu Fusion preto e entrei. Eu iria passar no supermercado para comprar gordice. 

*~*


Assim que estacionei peguei meu celular que vibrava na minha bolsa e atendi.

_ Fala,porca.

_ Oh piranha,tá afim de uma festa mais tarde? _ Ino disse. Pelo tom de voz distante dela eu sabia que a loira estava deitada na cama pintando as unhas dos pés com o celular no viva voz.

_ Ah não dá,Ino... combinei com meu irmão de passarmos a noite juntos. E também eu estou super ocupada com o batalhão.

Quando entrei no mercado falando ao telefone. Eu já estava acostumada a receber olhares em locais públicos por causa do meu uniforme e minha arma na coxa. Eu já tinha me acostumado com os olhares. Minha rotina de uns tempos pra era batalhão,casa,academia. Mas eu já estava ficando cansada. Era um ciclo sem fim. E Ino Yamanaka sempre percebia isso.

_ Sakura,tenta viver um pouco. O B.O.P.E. tá tomando conta da sua vida. Você tem que viver um pouco. O trabalho não pode te dominar.

Suspirei e joguei um saco de batatas fritas congeladas no carrinho.

_ Eu sei, eu sei. Se eu pudesse parar a criminalidade por um dia eu parava. Mas isso não para,nunca para. Para você é fácil falar,é esteticista. _ ri baixo.

_ Bom, alguém tem que rebocar a cara e o corpo dessas pessoas né, Testuda.

_ E alguém tem que parar o crime e salvar a vida dessas pessoas,Porca. _ Nós rimos. _ Mas eu prometo que vou reservar o meu final de semana pra você. Mas é claro,se não for sair para um hotel e transar feito animais com o Gaara. _ No momento em que eu falei uma senhora me olhou de rabo de olho e eu sorri sem graça e caminhei um pouco mais rápido com o carrinho para outro corredor.

_ Não,o Gaara vai ter que viajar o final de semana. E eu sou movida a sexo e a bebidas. Ou seja você vai ter que me dar uma garrafa de vodka já que o tesudo do Gaara não vai estar presente.

_ Ino _ chamei sua atenção ruborizada.

_ Desculpa ,Saky. Esqueci que você não é tão sexualmente ativa como eu, graças ao seu trabalho. Bora coloca essa perseguida pra trabalhar.

_ Ah cala a boca. _ desliguei o telefone sorrindo. 

Terminei de comprar tudo o que faltava e fui para casa. Eu só quero um banho.

*~*

_ Boa tarde,Aoba. _ cumprimentei o porteiro cheia de sacolas.

_ Boa tarde, senhoria Haruno. _ disse simpático.

*~*

Quando terminei de guardar as compras, troquei de roupas e desci para a academia do prédio. E lá estava a morena de olhos amendoados. Tenten. Ela estava correndo na esteira e fui para uma do lado dela.

_ Oi. _ ela disse correndo e ofegante.

Eu subi na esteira e fui aumentando a velocidade já correndo no mesmo ritmo que ela.

_ Tá,pode me dizer o que aconteceu? _ perguntei.

_ Nada,Saky. Não aconteceu nada.

_ Eu sei que aconteceu ,Ten... você sabe que não adianta mentir pra mim,que eu descubro cedo ou tarde. _ falei dando coragem para ela me contar.

_ Sasori me ligou hoje perguntando sobre você e se estava livre.

_ O QUE? _ parei a esteira no mesmo instante que ela terminou de falar.

Sasori. Irmão por parte de pai de Tenten. Como eu conheci o demônio ruivo? Bom,Tenten namora o Neji Hyuuga que faz parte do meu batalhão. E o Sasori é amigo do Neji. Neji resolveu me apresentar. Acabei descobrindo que era irmão da minha vizinha. E foi aí que minha vida começou a desandar. 

Sim,eu fui feliz com o Sasori. Não vou dizer só a parte ruim do nosso antigo relacionamento. Mas também teve momentos que fui infeliz. Como no dia em que peguei ele me traindo. Na cama que eu dormia com ele. Ele foi um completo filho da puta fazendo isso comigo. Todo o meu treinamento psicológico foi por água abaixo assim que ameacei cortar o pênis dele.

A menina não tinha culpa. Talvez não soubesse que ele tinha namorada. Mas a raiva era tanta que eu queria dar uns tapas nela também.

_ E o que você disse?  _ a olhei nos olhos. Os mesmos malditos olhos castanhos do Sasori.

_ Eu disse que não. Que você estava muito ocupada e que se aparecesse na porta do seu apartamento você iria tirar todas as possibilidades dele ter um filho um dia.

Sorri aliviada com a mão no peito.

_ Você não existe, Tenten. _ disse rindo.

_ Mas você acha que ele tem chances para voltar com você? _ a morena parou a esteira e me perguntou.

_ Não. Acho que não,Sasori não cabe mais na minha vida.

*~*

Tomei banho e coloquei o meu pijama. Uma calça de moletom xadrez vermelha,e uma blusa de alça preta, prendi o cabelo. Vou fazer comida para alimentar o dragão vulgo Takashi.

Coloquei as batatas na minha Airfryer e fui fritar os bacon na minha frigideira antiaderente . - meus sonhos de consumo depois de velha e dona de casa. 

Coloquei os colchões na sala de frente para a televisão com travesseiros e cobertas. Na mesa de centro coloquei refrigerante,doce, armas ! Sim,armas! Nosso passatempo era montar armas. Ouvi a campainha.

Atendi a porta. Takashi estava de pijama , igual o meu. Com as mãos para trás e um olhar como quem diz "Desculpa"

_ Meu sorvete..._ eu disse baixinho.

_ Olha, Sakura, eu. _ eu o cortei.

_ Cadê minha arma? Eu preciso cometer um crime. _ fui em direção a sala.

_ Para de ser sem graça,Sakura. _ ouvi a porta batendo. _ É claro que eu trouxe o seu sorvete. _ ele colocou na mesa de centro.

O encarei enquanto eu ia para a cozinha. _ Não fez mais que sua obrigação.

_ O Sasuke se encaixou direitinho no seu batalhão,Sakura. _ ele disse da sala escolhendo o filme.

_ Verdade! _ gritei da cozinha colocando as batatas em uma tigela. Voltei e me sentei ao seu lado no sofá comendo algumas batatinhas.

_ Ele ainda é o mesmo cara do colégio militar. Pena que ele foi embora e vocês não ficaram juntos. _ o platinado disse sem preocupações escolhendo o filme na Netflix.

Eu quase engasguei quando ele disse "E vocês não ficaram juntos."

_ Eu não sei do que você tá falando. _ passei a mão na garganta.

_ Ah pelo amor de Deus, Sakura.Eu sempre soube que vocês eram namorados. _ ele riu. 

_ Como...como você soube? _ perguntei tímida.

_ Eu percebi, maninha. As trocas de olhares,os sorrisos,os chupões. _ falou cutucando meu pescoço com o dedo que logo recebeu um tapa meu.

_ Se o papai soubesse disso ,ah meu Deus não quero nem imaginar. _ falei abafado entre os joelhos.

_ Eu não contei pra ele. Não se preocupe com isso. 

O encarei e vi o sorrisinho de canto dele.

_ FILHO DE UMA RAPARIGA. _ Gritei indo pra cima dele distribuindo tapas ._ Você sabia de nós dois,e quando o Naruto se machucou foi a hora perfeita pra encaixar o Sasuke no batalhão.

_ Aí,aí,ai. _ ele segurou meu pulsos e disse rindo. _ Bingo! 


*~*

E lá estávamos nós. Cheios de tanto comer. Takashi afagando minha cabeça enquanto eu devorava o pote de sorvete que ele trouxe e chorava vendo pela centésima vez "Diário de uma paixão". Não importa quantas vezes eu veja esse filme, eu sempre vou chorar. A despedida do casal me lembrou de minha "despedida" com o Uchiha. O que me fez chorar mais ainda.


Me virei para o lado quando percebi que ele não estava mais mexendo no meu cabelo. Ele estava dormindo,no meu pior momento.

_ Viado. _ murmurei zangada e o empurrei para o colchão. Como eu esperava,ele nem se mexeu. Coloquei o pote de sorvete vazio na mesa e desliguei o filme. Observei ele dormir. Ele poderia ser mais velho que eu,por segundos,vamos ressaltar isso. Mas ele sempre foi o crianção que cuidou de mim e vice versa. Ele sempre foi o satanás em forma de irmão quando criança,mas sempre se importou comigo.

Cobri ele e lhe dei um beijo na testa.

_ Te amo,capiroto no corpo do meu irmão. _ sussurrei rindo.

Olhei para a mesa de centro e não vi o celular.

 _ Esqueci dentro do carro...merda. _ peguei uma arma e coloquei na cintura. Peguei as chaves do carro e sai.

Fui até a garagem. Busquei o celular e voltei para o elevador. A porta estava fechando quando uma mão impediu que ele fechasse. Quando a pessoa abriu meu coração parou. Fiquei gelada. Não sabia o que fazer. Sasuke sorriu e entrou ficando do meu lado.Ainda estava com o uniforme. Deduzi que saira agora do batalhão. Apertou o 6° andar.

_ Eu já te vi com roupas mais sexy,Anjo. 

Anjo. Grrr que raiva. Ele me chamava de anjo quando éramos namorados. O apelido me fez estremecer.

_Babaca. _ murmurei.

_ Mas pijama de calça xadrez e blusa que mostra seus faróis acesos, é realmente sexy. _ completou.

_ O que faz aqui,Sasuke? _ me virei para ele.

_ O que eu faço aqui? _ ele riu com a voz rouca. _ Eu moro aqui,Sakura. _ foi tempo do elevador parar e ele sair com um sorrisinho incrivelmente sedutor e que eu queria socar a cara dele até o sorriso sair do rosto.

E ele seguiu pelo corredor até as portas da minha frente se fecharem e irem para o meu andar. 7° andar. Um andar acima de Sasuke.PUTA QUE PARIU SASUKE ERA MEU VIZINHO,MEU AUXILIAR E MEU EX NAMORADO.




Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Beijos e arigatõ ❤😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...