História Born to KILL - Kim Taehyung ( V - BTS) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Red Velvet, TWICE
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Chaeyoung, Huang Zitao (Tao), Irene, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Jisoo, Joy, Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Lisa, Momo, Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sana, Seulgi, Wendy
Tags Bangtan Boys (BTS), Hot, Imagine Bts, Kim, Kim Taehyung
Visualizações 47
Palavras 1.837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DEMOREI
MAS VOLTEI

tá quente aqui né...?

boa leitura, hehehehe 😏

Capítulo 8 - Idiota.


Fanfic / Fanfiction Born to KILL - Kim Taehyung ( V - BTS) - Capítulo 8 - Idiota.

Foi um beijo lento e carinhoso, com Taehyung se separando e encarando meus olhos profundamente.

S/N — Eu...

Abro minha boca para dizer algo, mas só consigo observar com os olhos Taehyung segurando no meu mingau (que agora já deve estar frio) e o deixando em cima do criado-mudo.

Volta a me fitar e me empurra rente a cama, ficando em cima de mim com seus cotovelos apoiados no estofado.

S/N — O q-q-q-q-quê você e-está fazendo??- o mais velho sorri malicioso, passando a ponta de seus dedos por meu rosto e se apoiando com o joelho, que agora estava entre minhas pernas, aumentando a temperatura naquele local.

Taehyung — Algum problema? Está com vergonha, S/N?- debochou de mim, recebendo um suspiro meu como resposta.

S/N — E-Eu? Vergonha por causa da você?- revirei os olhos, fingindo estar calma.- Sonha, idiota.

Taehyung — Esse lugar aqui diz o contrário...- sussurrou em meu ouvido roçando seu joelho em minha intimidade, a qual estava encharcada.

S/N — V-V-Você não estava doente?- o encaro vendo que seu rosto ainda estava vermelho, sinal que a febre não havia baixado.

Taehyung — Eu...

S/N — Não, pare de tentar ter o comando sobre mim, você está doente.- não contí o sorriso vitorioso e o empurrei na cama, acabando pelo mesmo cair no travesseiro e ficar sentado, me deixando em seu colo.- Eu preciso...

Taehyung — Não.- suas mãos grandes (DESDE QUANDO FORAM TÃO GRANDES ASSIM???!) seguraram minha cintura com possessão, chocando nossos íntimos e arrancando gemidos baixos de nós dois.- Você gostou?- sorriu fraco, com a cabeça deitada sob o travesseiro.

S/N — Não sei do quê você está...- o maior impulsiona seu quadril, chocando nossos sexos com mais força do que antes.- Awnn...- abaixei minha cabeça, constrangida por estar sendo vencida.

Taehyung — É tão bom ouvir você gemer...- parou de se movimentar e mordeu o lóbulo da minha orelha, me fazendo soltar um arfar.- Rebola pra mim, hm?- apertou minha bunda com força, arrancando um gemido meu.

Sem mais consciência de meus atos, segurei seus ombros largos para conseguir me apoiar e iniciei os movimentos.

Meu quadril se movimentava para frente e para trás, onde eu sentia facilmente o membro ereto de Taehyung, mesmo se fosse por dentro da calça.

Não sei como cheguei nessa situação, ou por quê estou tão sedenta assim, mas agora não consigo pensar em mais nada.

O mais velho me deita novamente na cama e ataca meus lábios ferozmente, explorando cada canto da minha boca.

Suas mãos percorrem livremente por meu corpo, entrando de baixo da blusa e apertando meus seios.

S/N — Taehyung...- gemi seu nome sôfrega assim que nos afastamos do beijo, mesmo que em seguida Taehyung já tenha partido para meu pescoço.

Alí deixava beijos, mordidas e chupões, me marcando por completo, até que sinto sua mão quente encontrar o feixo de meu sutiã, logo retirando minha blusa e o mesmo.

O maior se ajeolha na cama e observa meu corpo enquanto mordia os lábios, me deixando deveras envergonhada.

S/N — O-O quê você está fazendo?- cobri meu corpo olhando para o lado oposto, até que Taehyung segurou em minhas mãos e sorriu para mim.

Taehyung — Você é linda.- deixou um selar molhado em meus lábios, que agora continham um sorriso bobo.

Volta á distribuir beijos por meu pescoço até chegar em meu seio direito, passeando sua língua por toda a extensão, arrancando gemidos sôfregos meus.

Mordisca e chupa meu biquinho, logo abocanhando meu peito enquanto sua mão apertava o outro com desejo.

A todo momento seus olhos se continham vidrados aos meus, com suas orbes repletas de luxúria, capazes de fazer as pernas de qualquer uma ficarem bambas.

Após revezar entres os dois, foi trilhando selares desde meu abdômen até minha virilha, causando arrepios por todo meu corpo.

Suas mãos seguraram a barra do meu shorts e o tiraram delicadamente, me deixando apenas de calcinha.

Taehyung se afasta e rapidamente tira sua camiseta, voltando ao que estava fazendo e tirando minha última peça de roupa.

Suas mãos vão de encontro à minhas coxas, abrindo minhas pernas e me deixando completamente exposta à ele.

Sua língua percorre toda a extensão de meu sexo e, sem aviso prévio, invade minha entrada, me fazendo soltar um gemido alto.

S/N — T-Taehyung... Porra...!- tombei minha cabeça para trás, e revirei os olhos ao sentir dois dedos entrarem em mim.

Depois de algum tempo me provocando, sinto meu interior apertar seus dedos e um espasmo tomar conta de meu corpo. Eu havia gozado.

Taehyung — Você é doce, S/N.- lambeu os dedos maliciosamente, me fazendo engolir á seco.

Eu nunca havia visto esse olhar em Taehyung antes. Sempre foi tão bobo e idiota, que demorou para mim notar esse seu lado.

Seu lado repleto de luxúria e malícia.

Me deixando repleta de desejo.

Levo minhas mãos para o ombro do maior o jogando na cama e atacando seus lábios rosados.

Arranho desde seu peito até seu abdômen, recebendo um arfar do mais velho durante o beijo.

Minhas mãos descem para sua calça, abrindo seu zíper e desabotoando-a, descendo a mesma logo em seguida.

Quando nos separamos do ósculo pela falta de ar, desci meu olhar para sua box, onde marcava facilmente sua ereção.

Taehyung riu nasalmente e inverteu as posições, ficando por cima de mim e selando nossos lábios novamente.

Uma de suas mãos acariciava meu seio esquerdo, enquanto a outra retirava sua cueca, o deixando completamente nú.

Quando nos separamos, Taehyung me ajeitou na cama e abriu minhas pernas, se posicionando entre as mesmas.

Olho para seu membro e... Porra. Isso não vai caber em mim.

Taehyung — Você é virgem, S/N?- fui pega desprevenida e subi meu olhar, o encarando totalmente corada.- Não tenha vergonha, sua boba. Pode me dizer.- sorriu carinhosamente colocando uma medeixa de meus cabelos atrás da orelha, comigo assentindo com a cabeça depois.- Bom. Vou ser cuidadoso, eu prometo.- beijou meu nariz e, não vou negar, aquilo realmente me acalmou. Sua voz gentil e seus atos confortantes, são mais potentes que o melhor calmante.

S/N — S-Se eu pedi para você parar, você para.- entrelaçei meus braços em seu pescoço e senti suas mãos acariciarem minhas coxas.

Taehyung — Não se preucupe.- sorriu sem mostrar os dentes e posicionou seu membro em minha entrada, arrancando um suspiro meu.

Mordi meus lábios fitando o teto; eu sabia que aquilo doeria, mais já passei por coisas piores, então...

S/N — PORRA.- arranho as costas de Taehyung ao sentir seu membro me penetrar lentamente, também sentindo meu interior se fodendo todo (literalmente).

Mordo os lábios com força para não começar á gritar e fito Taehyung, que tinha os olhos fechados e cenho franzido.

Percebo que o mesmo estava realmente se segurando, e sua expressão, digamos... Que me exitou.

Quando me dou conta, seu membro já estava por completo em mim, e eu já não sentia dor, apena êxtase e desejo que o mais velho comece a me foder.

S/N — P-Pode se mover...- ofeguei ao sentir Taehyung apertar minha cintura com força, começando os movimentos vai e vem.

Em questão de segundos, ele aumenta sua velocidade e me estoca rápido e fundo, me fazendo revirar os olhos e gemer alto. A dor ainda se fazia presente, mas era praticamente imperceptível.

Ele sai por completo recebendo um gemido de reprovação meu, mas logo em seguida entra totalmente acertado em cheio meu ponto G, conosco gemendo juntos.

Taehyung — Porra, S/N...- Taehyung se inclina e morde meu ombro, fazendo meu interior se contrair de mais exitação (se possível).- Isso, me aperta mais...!- soltava gemidos baixinhos, diferentes dos meus, que saiam descontrolados.

Espasmos percorrem meu corpo novamente, me fazendo arquear as costas e revirar os olhos mais uma vez.

Assim que chego ao meu apíce, sinto seu membro engrossar junto de suas veias, com seu jato de líquido quente me invadindo.

Depois de uns instantes, ele se retira de mim se jogando ao meu lado, e deitando minha cabeça em seu peitoral.

Taehyung — Eu gozei dentro, desculpa.- soltou um riso sapeca.

S/N — Tudo bem.- rí junto dele.

Taehyung — Eu te machuquei?- puxou minha cintura para sí, deixando meu rosto próximo ao seu.

S/N — Não, você foi ótimo.- sorrimos.

Um silêncio se fez presente, enquanto nós apenas nos entreolhavámos.

Taehyung — S/N.- respondi com um "hm", perdida em meus pensamentos de que eu nunca havia parado para pensar do quão lindo Taehyung era.- O que nós seremos a partir de agora?- a pergunta me pega desprevenida, atraindo a direção de meus olhos para os seus, que me fitava seriamente.

S/N — Eu... Não sei.

Eu realmente não sabia o quê pensar agora. Eu estou incerta sobre meus sentimentos...? Eu? Lee S/N?

Taehyung — Eu gosto de você.- engolí á seco, sentindo meu rosto queimar.- Eu gosto de você, S/N.

E-Ele está se declarando para mim? Meu deus. Isso é real, não é? Espera, eu tô muito empolgada. Respira, respira...

Taehyung — Você gosta de mim?- sua expressão continuava séria.- Não tem problema se não retribuir meus sentimento...- eu não o deixo encerrar a frase, o interrompendo.

S/N — Eu também gosto de você!- coloquei a mão na boca, surpresa. Até mais surpresa que Taehyung, que tinha o cenho franzido.- É isso! Porra, Taehyung!- sorri me sentando na cama, com o maior seguindo meu ato logo em seguida.

Taehyung — Isso... É bom ou ruim?

S/N — Olha.- me virei a sua frente, encarando sua face confusa animadamente.- Sempre que eu estava perto de você, eu sentia um negócio no estômago, e provavelmente eram borboletas no estômago! Eu lí isso em romances!- o mais velho abaixa sua cabeça, rindo discretamente.- Aí, quando você se aproximava, meu coração se acelerava e minhas pernas ficavam bambas. Cara, é isso!!! Eu sou uma gênia!!!- Taehyung começa á gargalhar, me deixando confusa.- O quê... Foi?- arqueei uma sombrancelha. Ele está brincando comigo?

Suas mãos seguram meu rosto e o maior me encara carinhosamente.

Taehyung — Então é isso?- sorriu quadrado, me deixando ainda mais sem entender.- Você me ama?

Engulo á seco, e meu coração volta a se acelerar.

S/N — Você está tirando sarro da minha cara...?- abaixei minha cabeça, mas suas mãos a levantam novamente.

Taehyung — Você não respondeu minha pergunta.

Seu sorriso permanecia em seu rosto, um sorriso peverso, um maldito sorriso. O causador de todas minhas inseguranças e seguranças.

S/N — Eu te amo.- disse em um fio de voz, vendo seu sorriso se aumentar.- Você...

Sou o interrompida com seus lábios se selando aos meus, de forma diferente de antes. Carinhosamente, apaixonadamente, delicadamente, profundamente...

Amorosamente.

Taehyung se separe de mim e junta sua testa a minha, agora segurando minhas mãos.

Taehyung — Eu também te amo. Idiota.- sorrimos juntos.














Notas Finais


morrendo de amores com minha própria criação uhu
---
*Alguma sugestão de capítulo, fanfic, encontrou algum erro ou tem alguma crítica construtiva? Deixe nos comentários!
(Para mais fanfics como essa siga @__minmin_sz)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...