História Borusumi - Alguém por quem lutar - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Borusumi, Boruto, Denkiserena, Inosara, Metalchou, Naruhina, Naruto, Romance
Visualizações 67
Palavras 1.606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, cá estou eu de novo. Minhas aulas começaram ;-;
Mentira, eu gostei das minhas aulas terem volta de, eu pude rever minha melhor amiga 💗
Bom, não tenho muito a dizer.
Boa leitura

Capítulo 6 - O ideal de um ninja!


Fanfic / Fanfiction Borusumi - Alguém por quem lutar - Capítulo 6 - O ideal de um ninja!

A manhã começava. O sol radiante iluminava Konoha e todos os seus habitantes. Em meio toda aquela tranquilidade, Boruto estava inquieto em sua cama. O loiro conseguia ouvir o barulho de sua mãe preparando o café da manhã. A mente do Uzumaki estava bagunçada, o exame Gennin estava se aproximando e ele queria treinar, mas, para a infelicidade de Boruto, ele tinha que ir para a Academia Ninja.

O loiro, que já estava acordado há um tempo, vai para o banheiro tomar banho. A água ajuda a reorganizar os pensamentos dele. Depois, já vestido e pronto para encarar mais um dia, Boruto desce e fala com sua mãe:

- Bom dia mãe!

- Bom dia Boruto! - Hinata responde organizando a mesa.

- Deixa que eu te ajudo! - Boruto fala pegando os copos da mão de sua mãe e os organizando em cima da mesa.

- Obrigado filho! - A morena agradece. - Está ansioso para a viagem?

- Bom, não sei se "ansioso" seria a palavra adequada. - Boruto responde olhando no fundo dos olhos de Hinata. - Eu diria que estou nervoso.

O loiro suspira.

- Não, eu tenho certeza que vou conseguir! Vou me tornar um ninja muito forte!

- É assim que se fala, filho! - Naruto fala saindo do quarto. P rosto do Nanadaime era de quem não dormiu muito na noite passada.

- Sua cara está péssima velhote! - Boruto brinca. - Não dormiu foi?

- Eu estava bem... Ãhn... Na noite passada eu... Eu... Eu estava...

- Arrumando alguns papéis! - Hinata completa rapidamente, seu rosto estava levemente corado.

- Isso! - Naruto explica. - Eu estava arrumando alguns papeis importantes. Onde está a Himawari?

- Ela está dormindo. - Hinata responde. - Vou deixá-la dormir um pouco mais, isso faz bem para o crescimento dela

- Vamos comer que o dia está só começando! - Boruto fala sentando-se à mesa.

Hinata e Naruto estranham a animação de seu filho. Os três sentam-se e começam a comer. Boruto devora seu café rapidamente:

- Não é bom comer rápido demais! - Hinata alerta.

- É que eu queria chegar logo na escola. - Boruto explica. - Tô indo.

O loiro se despede e sai depressa. No caminho, o loiro animado pula por cima de bancos, bueiros e outros "obstáculos" pelo caminho. Chegando no portão da Academia, o Uzumaki percebe que seus amigos não chegaram ainda e resolve caminhar um pouco:

- Boruto! - Shikadai chama com as mão no bolso.

- Ah, oi Shikadai! - Boruto responde. - Estou indo dar uma volta, quer ir comigo?

- Não sei... Ficar na escola vai ser chato, mas nada garante que eu vá me divertir...

- Vamos, se decide logo Shikadai! - O loiro apressa. - Daqui a pouco o Shino-sensei aparece e nos chama.

- Ah, eu vou! - Shikadai responde.

Os dois descem a rua ao lado da escola e continuam caminhando por algum tempo. Boruto estava bem distraído, observava as árvores e os pássaros que cantavam:

- O que nós viemos fazer mesmo? - Shikadai pergunta besta entediado.

- Viemos andar, só isso mesmo. - O Uzumaki responde distraído.

- Sério? - Shikadai para e olha, perplexo, para Boruto. - Você me fez vir da escola até aqui só para "andar"?

- Primeiramente, eu não te obriguei a estar aqui, você veio porque quis. - Boruto responde. - Bom, temos que voltar de qualquer forma, a aula já vai começar.

Os dois voltam para escola correndo e se depararam com alguns de seus amigos sentados embaixo do salgueiro que fica no pátio da Academia Ninja. Os dois se aproximam dos amigos quando são parados por um estranho homem de cabelos castanhos com uma câmera:

- Bom dia garotos! Meu nome é Mizuno - O homem cumprimenta Boruto e Shikadai. - Posso fazer uma perguntinha rápida para vocês dois?

- Sim... - Boruto e Shikadai respondem.

- Primeiro para você. - Mizuno aponta para Shikadai. - Qual o seu nome?

- Shikadai... Shikadai Nara. - O moreno responde.

- Bom, Shikadai, qual a sua motivação para se tornar um ninja?

- "Motivação"? Como assim? - Shikadai pergunta confuso.

- O que te levou a entrar na Academia?

- Bom, eu só entrei porque meu pai acha que vai ser bom pra mim.

- E você não tem nenhum outro motivo? - Mizuno pergunta.

- Não, eu acho que não.

- Bom, pode ir. - Mizuno finaliza e Shikadai vai para o grupo de amigos. - E você, qual o seu nome?

- Boruto Uzumaki. - Boruto responde. O semblante de Mizuno expressa sua surpresa.

- Qual a sua motivação para se tornar um ninja? - Mizuno pergunta.

- Eu... Eu quero mostrar ao meu pai que eu não sou fraco. - Boruto fala olhando para o chão.

- Fale olhando para a câmera. - Mizuno recomenda. Boruto olha para o homem. - Além disso, muito além, o que você busca com essa força?

- Eu... - De repente, Boruto vê Sarada e Sumirê entrarem na escola. - Tem... Tem pessoas que eu quero proteger...

- Interessante. - Mizuno fala anotando algumas coisas num caderno. - Pode ir Boruto.

Boruto vai em direção aos seus amigos e diz:

- Qual é a daquele repórter?

- Também não sei. - Inojin responde. - Ele está entrevistando todos os alunos.

- Ele também fez a mesma pergunta pra você? - Iwabe questiona.

- Uma sobre motivação? Sim, ele fez. - Boruto responde.

- Ele só está querendo um pretexto para gravar a minha beleza. - Cho-Cho fala convencida. - Esse paparazzi quer ter a chance me gravar ainda jovem, para poder vender quando eu for famosa e forem fazer um documentário sobre mim.

- É, vão fazer um documentário sobre essa sua arrogância, gorducha. - Inojin brinca.

O sinal toca e eles entram. Os alunos vão para suas salas e o professor entra:

- Bom dia alunos! - Shino comprimenta. - Hoje teremos uma aula diferente. Vamos ter a presença do repórter Mizuno.

De repente, Mizuno entra na sala:

- Olá, eu acho que todos aqui já me conhecem. Eu fiz uma pergunta a todos e gravei, mas quero repeti-la aqui com todos na sala: Qual a motivação de vocês para se tornarem ninjas?

Um silêncio constrangedor toma conta da sala.

- Eu vou me tornar Hokage! - Sarada fala quebrando o silêncio.

Alguns alunos começam a perder a timidez e responder:

- Eu quero dar orgulho aos meus pais e à minha vila! - Iwabe fala confiante.

- Eu... Eu quero... Quero proteger meus amigos! - Sumirê fala e todos olham pra ela, o que a deixa corada.

- Tem pessoas que eu quero proteger. - Boruto fala.

Depois de um tempo, todos os alunos respondem:

- Vejo que todos aqui tem os mais diversos motivos para se tornarem ninjas. Isso é bom! - Mizuno fala. - Para um ninja, ter motivação é o que separa aqueles que fracassam daqueles que conseguem. Um ninja luta por um ideal e é capaz de fazer qualquer coisa por aquilo que acredita. Qual o ideal de vocês?

Nenhuma resposta.

- Bom, não se preocupem em conseguir responder agora. Vocês ainda são jovens, tem muito o que viver e aprender. Vocês, como gennin, vão enfrentar missões das mais variadas, desde resgatar gatos até prender bandidos.

- Com licença, mas qual é a sua experiência com o mundo ninja? - Um garoto no fundo da sala pergunta.

- Bom, pode não parecer, mas eu já lutei muitas batalhas. Acabei abandonando o campo de batalha para criar uma família. - Mizuno responde. - Continuando o assunto. No decorrer das missões, vocês enfrentarão muitas situações, algumas dessas situações podem colocar seus amigos em perigo fatal. Me permitam fazer uma pergunta: Se um companheiro de equipe estivesse em perigo, vocês seriam capazes de matar alguém para salvá-lo?

A pergunta causa espanto nos alunos, o que não surpreende Mizuno e Shino.

- Como ninjas, vocês enfrentarão situações de vida ou morte. - Shino explica. - Mesmo jovens, vocês podem acabar enfrentando problemas desse tipo.

- Sobre esse lance de "ideal", no que isso é importante para um ninja? - Shikadai pergunta.

- Bom, ter um ideal lhe dá confiança em suas ações. - Mizuno responde. - Se você acredita em algo com todas as forças, isso lhe impede de exitar ao tomar uma decisão, o que pode ajudar muito em missões e pode garantir a segurança de seus companheiros.

- Eu me dividi! - Boruto grita e assusta a sala inteira.

- Decidiu o quê? - Shino pergunta.

- Decidi qual o meu ideal. - Boruto fala de pé. - Vou me tornar um ninja forte para que proteger meus amigos e evitar que as pessoas que eu amo se machuquem.

- Eu também! - Sumirê concorda. - Quero... Quero proteger aqueles que eu amo!

- Isso é bom! - Mizuno explica. - Embora a ideia que vocês tem ainda precisa ser lapidada, já é um ótimo começo. E vocês, tem alguma ideia sobre seus ideais.

A conversa segue por mais um tempo até que o sinal toca:

- Bom, a aula acabou. - Shino fala. - Estejam cedo aqui amanhã para a nossa partida.

Os alunos saem, deixando apenas Mizuno e Shino. De repente, Mizuno tira uma peruca e revela sua verdadeira identidade:

- Bom trabalho, Iruka-san! - Shino parabeniza.

- Não acredito que eles não me reconheceram. - Iruka fala surpreso.

- O que achou dos meus alunos? - Shino pergunta olhando para as carteiras vazias.

- Posso dizer que eles me surpreendem a cada dia. - Iruka responde. - Mas será que estão prontos para enfrentar o próximo desafio que os aguarda?

- Tenho certeza que sim. - Shino fala orgulhoso de seus alunos. - Embora eu saiba que não será fácil, meus alunos sabem muito bem se adaptar às adversidades e vencê-las. Fiquei contente, muitos deles já tem uma boa visão de seus ideais. Eles tem um grande futuro pela frente.

- Nisso eu tenho que concordar. Vamos, eu pago a primeira rodada de petiscos


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^.^
Se tiverem algo a dizer: comentem!
Nos vemos no próximo capitulo
> . <


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...