História BOSS ZHANG -Imagine Lay (Exo) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Lay, Lu Han
Tags Exoimagine, Imagineyixing, Sheepyixing
Visualizações 75
Palavras 2.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, mais um capítulo para vocês.

Obrigado por todos os comentários e favoritos.

Boa Leitura!❤❤

Capítulo 9 - Good Notice


POV'S YIXING ON'.

Meu final de semana tinha se resumido em curar a resaca, dormir, pensar no jantar e dormir mais um pouco.

LuHan tinha saindo muito cedo no sábado, quando acordei ja estava sozinho no apartamento de tamanho médio.

Como sempre faço toda manhã, tomo banho e visto meu terno, pego a chave do apartamento e do carro, coloco em meu bolso saindo para a empresa.

Meu estômago está muito embrulhado pensando em hoje a noite e em tudo que pode acontecer.

Ligo o carro dando partida, o trânsito não estava um dos melhores hoje, o que faz perder um pouco a paciência. A verdade é que tudo está me fazendo perder a paciência facilmente.

O sinal fecha fazendo eu parar o carro, aproveito e dou uma analisada no veículo, aparentemente está tudo em seu devido lugar. Mas vindo do Zhou Mi o certo é ter os dois pés atrás.

Vinte minutos.

Vinte minutos foi o tempo que eu gastei parado naquele semáforo, sem andar nem se quer um metro.

Quando finalmente o sinal abril, consegui acelerar aquele carro para finalmente chegar na empresa.

Gastei meia hora para chegar no local desejado, sendo que normalmente gasto metade do tempo.

Hoje não é meu dia.

Nenhum dia é meu dia.

Direciono o carro para o estacionamento, saio de lá as pressas, não sei porque não se tem quase nada para se fazer nesse lugar.

Pego o elevador indo até minha sala, assim que me sento ouço alguém bater na porta.

_ Pode entrar! - Ajeito alguns papéis em cima da mesa.

_ Preciso falar contigo. - Ela entra com alguns papéis em mãos e uma cara não muito boa.

Mais problemas.

POV'S YIXING OFF'.

POV'S S/N ON'.

Assim que Louise me avisa que Yixing tinha acabado de chegar, saio imediatamente da minha sala indo até o elevador para chegar em sua sala.

_ Por favor, só diz que não é algo ruim. - Encosta a cabeça na cadeira -.

_ Porque acha isso? - Me sento quando o vejo indicar o local -.

_ Desculpa dizer… Mas sua cara não é das melhores - Faz uma cara apreensiva -.

_ Acho que não estou em um bom dia - Comento baixo - Mas não vim aqui falar disso!

_ prossiga!

_ Lembra daquela empresa coreana que eu estava tentando fechar parceria e você disse ser perda de tempo?

_ Aquela que o irmão da JunHee faz parte?!

_ Essa mesma! - Entrego os papéis - Parceria fechada.

_ Como você conseguiu? - Pega os papéis dando uma olhada.

_ Insisti mais um pouco e também tive pouco de ajuda da JunHee - Cruso as pernas.

_ Esse contrato tem um valor mais alto do que aquele primeiro - Vira a folha -.

_ Eu sei, consegui aumentar o valor e o tempo de contrato.

_ Obrigado Senhora Lee, isso aqui é o começo para reeguermos essa empresa, felizmente uma boa notícia. - Sorri animadamente -.

_ Não fiz mais que a minha obrigação - Sorrio junto -.

_ Bem, então nada mais justo do que te deixar a frente desse contrato, viagens, reuniões, você será a responsável. - Me entrega os papéis de volta - Isso se quiser obviamente.

_ Claro que eu quero, seria uma honra! - Sorrio mais, eu finalmente me sentia útil nessa empresa.

Sua expressão muda de alegre para de alguém pensante e um pouco triste.

_ Está tudo bem Yixing? Você ficou feliz mesmo com o contrato?

_ Claro que eu fiquei feliz, há tempos não tenho uma notícia boa - Suspira pesadamente - Mas é que hoje irei conhecer minha noiva e não estou nenhum pouco animado para isso.

_ Entendi - Prendo a respiração por uns instantes - Eu só posso te desejar boa sorte - Me levando ajustando as folhas em minhas mãos.

Caminho até a porta a abrindo.

_ S/N? - Me chama, fazendo eu virar e o olhar.

_ Sim?

_ Obrigado - Sorri minimamente - De verdade, obrigado.

_ De nada - Assinto rapidamente saindo de sua sala indo para a minha no andar a baixo.

_ Senhora, LuHan está te esperando lá dentro. - Louise avisa assim que me vê sair do elevador.

_ Obrigado Louise.

Abro a porta e o vejo de costas para mim, fecho a porta com um pouco de força o fazendo perceber que já tinha chegado.

_ Como você está? - Fala baixinho.

_ Feliz e triste - Me sento.

_ Eu ja te pedi desculpas, infelizmente não posso fazer mais nada - Abaixo o olhar.

Quando LuHan chegou em minha casa no sábado pela manhã bem cedo, eu ainda estava dormindo, como ele tinha a cópia da chave, entrou e se deitou ao meu lado para dormir.

Assim que acordei, ele já tinha despertado e não estava com uma cara muito boa, logo deduzi que tinha acontecido algo.

Foi quando ele contou o que aconteceu aquela noite na boate. Mesmo sabendo que não teve beijo eu fique triste, como não ficaria sabendo que seu noivo quase beijou outra.

Então pedi para ele ir embora e me deixar o final de swmana sozinha.

_ Eu entendo LuHan, você não teve culpa - Suspiro - Mas foi inevitável não ficar triste e com ciúmes, não é fácil receber essa notícia.

_ Eu amo você, já te falei isso muita vezes, poderia aparecer a mulher mais linda do universo, eu não faria isso contigo.

_ Acontece que… Eu ja não estava confiante em te deixar ir, aí justamente acontece isso com a mulher que está louca por ti, logo a enfermaria tarada do hospital. - Tento não chorar.

Ouço a cadeira se arratar e LuHan sair do seu assento e vir até meu lado.

_ Olha para mim - Obedeço enxugando uma lágrima teimosa - Eu não vou deixar essa mulher fazer nada para atrapalhar nossa vida.

_ Tudo bem.

_ Confia em mim? - Segura meu rosto -.

_ Confio - Sorrio de lado.

_ Ótimo - Me puxa para um abraço apertado - Achei que iríamos terminar, eu surtaria se isso acontecesse - Ri um pouco -.

_ Não é para tanto, eu acho - Ri baixo.

_ Me diz, você falou que estava triste e feliz, a tristeza era por causa disso e a felicidade?

_ Sabe a empresa coreana que eu estava tentando fechar parceria - Assente - Então... Eu consegui!

_ Sério? - Confirmo - Amor parabéns, sério você merece muito - Me beija -.

_ Você não imagina como eu surtei quando eu li o i-mail.

_ Eu imagino sim, você fica muito louca quando está feliz - Sorri. - Eu sei até como vamos comemorar - Beija meu pescoço -.

_ É? - Meu pescoço se arrepia -.

_ Unhum, só nós dois - Mais um beijo em minha boca - Na sua casa - Mais um - Comendo alguma coisa que você irá fazer até nós explordirmos.

_ LuHan! - Protesto rindo.

_ Eu vou indo, enquanto isso você pensa no que irá fazer para jantarmos.

O vejo sair rindo, encosto minha cabeça na cadeira respirando um pouco mais leve.

Depois dessa notícia do contrato, me deu até mais vontade de trabalhar, finalmente eu tinha feito algo produtivo para essa empresa.

POV'S S/N OFF'.

POV'S YIXING ON'.

Essa notícia tinha me enchido com um pouco de esperança de que talvez um dia esse contrato poderia chegar ao fim.

Uma notícia boa que mesmo não resolvendo cem porcento dos problemas da empresa é um pontapé inicial para um novo começo.

Por uns instantes eu esqueci que daqui a poucas horas irei conhecer minha noiva.

Mais uma vez alguém bate na porta da minha sala.

_ Estou entrando! - Só poderia ser LuHan.

_ Já sabe da notícia?

_ Sim, ela me contou assim que cheguei!

_ Você soube primeiro que eu?! - Faz bico -.

_ Sou o chefe dela LuHan, é óbvio que tenho que saber primeiro.

_ Eu sei retardado, além de que nós não estávamos muito bem.

_ Contou a ela o que aconteceu na boate?

_ Contei, pediu para ficar o final de semana sozinha.

_ Por isso ela não estava com uma cara muito boa - Falo baixo - Mas já estão bem?

_ Sim, nos acertamos. - Se ajeita na cadeira - Como está se sentindo sabendo que irá conhecer sua noiva essa noite?

_ Nada bem, só essa notícia para alegrar meu dia.

_ Fico feliz que pelo menos uma coisa boa esteja acontecendo em meio a esse caos.

_ Eu também amigo, eu também.

_ Já vou indo, só queria saber qual foi sua reação soube!

_ Tchau LuHan!

_ Boa sorte a noite.

_ Obrigado.

Quando olho pela janela vejo o cair da tarde dando lugar a noite.

Pego meu celular olhando as horas, eram cerca de seis e quarenta e dois, tinha que estar no restaurante por volta das oito.

Respiro pesadamente, arrumo as coisas em cima e mesa, checo se a chave do carro e do apartamento estavam no bolso.

Sigo para fora da sala e dou de cara com JongIn de costas para mim passeando pelo corredor.

_ Tá indo para onde? - Me pergunta assim que me vê.

_ Casa, preciso me arrumar, hoje irei conhecer a dona da minha desgraça.

_ Tá falando da sua noiva? - Me encara confuso -.

_ A própria.

_ E se ela não for igual ao pai?!

_ Não confio em ninguém da família JongIn, deixa eu ir logo, quero descansar uns minutos em casa.

_ Tudo bem, boa sorte!

_ Obrigado!

Pego o meu carro indo para meu lar, preciso tomar banho e descansar antes de ir.

O trânsito desta vez estava até bom, fazendo eu levar o tempo que sempre levo para ir e voltar da empresa, como disse anteriormente cerca de quinze minutos.

Quando chego a porta de entrada do meu apartamento, retiro a chave de casa a abrindo.

Assim que coloco meus pertences na mesinha de centro meu celular vibra indicando uma nova mensagem.

" Está quase na hora, não se atrase " - Zhou Mi.

Ignoro sua mensagem subindo as escadas indo para o meu quarto, abro a porta do banheiro tirando minha roupa e tomando um banho para relaxar.

Saio do banheiro indo até a cama me jogando nela, me ajeito na mesma ficando quieto por uns instantes.

Depois de uns quinze minutos tomo coragem para levantar e colocar uma roupa.

Abro meu guarda roupas analisando as peças que ali tem. Pego uma calça jeans escura e uma camisa social azul Marinho, estava de bom tamanho, e eu até que estava indo bem arrumado visto que, minha animação é zero.

Abro a parte dos sapatos pegando um tênis preto.

"Se Zhou Mi pensa que irei todo formal parecendo um Príncipe está muito enganado."

Visto a roupa rapidamente descendo e pegando o necessário, vou até o estacionamento do meu prédio onde meu carro estava.

Vejam bem, minha pressa não é para conhecer minha noiva e sim porque preciso abastecer meu carro.

Senão estaria indo a 10 Km por hora só para o contrariar e chegar atrasado.

Rio dos meus pensamentos, as vezes acho que passo tanto tempo com LuHan que pego as manias dele.

Para chegar ao restaurante garrafa cerca de meia hora, para abastecer não gastava mais que cinco minutos, pelos meus cálculos chegarei no limite do tempo.

_ Pode encher o tanque! - Entrego a chave para o frentista abastecer o carro.

Tinha um posto de gasolina dez minutos antes do restaurante.

_ Aqui senhor, tenha uma boa noite! - Me entrega a chave, entrego o dinheiro e dou um sinal de confirmação com a cabeça.

Com dez minutos contados chego aí restaurante, procuro por uma vaga, assim que encontro coloco meu carro ali, saio do estacionamento adentrando o restaurante.

Meus olhos batem logo nele, não teria como não o ver, ou seus seguranças que parecem armários.

Caminho lentamente em sua direção com as mãos no bolso na calça, sentando de frente para ele.

_ Achei que não viria.

_ Era minha vontade. - Faço cara de poucos amigos.

_ Não me testa moleque, não é hora de gracinhas.

_ Então, onde ela está?

_ Está chegando, teve um imprevisto em seu trabalho.

_ Foi cobrar dinheiro de quem? - Sorrio ladino o provocando -.

_ Só não faço nada contigo por que estou de bom humor hoje - Sorri - E respondendo sua chacota, ela não trabalha com isso, não arriscaria a vida da minha preciosa.

_ Olha só, Zhou Mi tem coração - Eu realmente não tenho medo da morte pelo visto.

_ Aí está ela - Me ignora olhando para a porta de entrada sorrindo.

Me viro em direção a onde ele está olhando e de imediato arrregalo os olhos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Eu comecei uma fanfic do Baekhyun também, se puderem dar uma olhada eu ficarei muito feliz.


Link: https://www.spiritfanfiction.com/historia/i-still-love-you--fanfic-baekhyun-13002850


Até a próxima! 💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...