História Boy Mysterious - Min yoongi , Suga (Bts) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Escolar, Luta, Suga, Yoongi
Visualizações 441
Palavras 1.450
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O capítulo foi meio longo kk..
Pra compensar os dias sem capítulo!

Boa leitura!

(Sobre a One , ela já está sendo feita)

Capítulo 23 - O maior fora dado por Min yoongi.


Continuação. 

S/n on.

 

Procuro a assinatura, mas não havia.

 

S/n: Que ótimo! Mais um babaca querendo trollar!

 

Rasgo o papel e jogo pela janela do meu quarto.

 

Fico sem sono, então, vou para sala assistir na Netflix umas séries que tenho que atualizar. 

 

"Netflix melhor amiga de todas as horas." 

Palavras da grande S/n...

 

 

Ligo a TV e vou na cozinha tomar um copo de água gelada. 

 

Do nada a imagem de Min yoongi vem na minha cabeça. 

 

Como pode ser assim? Seu jeito ignorante é o que mais me deixa interessada em você... Sua pele pálida...

 

Respiro Fundo. 

 

Uma pena... Que ele não liga pra minha pessoa, mas além dele... Existe outro que me interessa...

Taehyung. 

 

Acabo de tomar a água e volto para sala, para assistir me sentando no sofá. 

 

S/n: Quanta coisa, Jesus!  — Jogo o controle para o outro sofá e olho para o teto.

 

Minha vida é realmente um desastre!  

 

Toque do Celular. 

 

S/n: Quem será o infeliz! — Me levanto um pouco irritada.

 

Pego o celular e atendo.

 

Ligação on.

 

S/n: Quem é? 

 

Tae: Eu! Ué...

 

S/n: Ah... É você! O que você quer essa hora da noite me ligando?

 

Tae: Ana falou comigo depois que você foi embora!

 

S/n: QUE?! — realmente estou surpresa.

 

Tae: Ela queria ficar comigo pra fazer dupla, eu disse que não, mas ela se fez de surda e disse que viria na minha casa e é óbvio que vou para sua casa fazer o trabalho! — Fala com a voz um pouco mais rouca do que o normal.

 

S/n: Isso vai dá merda Taehyung! Tenta avisa a ela! 

 

Tae: Já tentei! Mas ela não me ouve! — Suspira.

 

S/n: Bom... Isso vai dá merda... Vai dá merda... — Cantarolando e o mesmo rir.

 

Tae: Você é incrível! — Fala rindo.

 

S/n: hey... — "uh?" Ele murmura — E o Min Yoongi? Cadê ele? Quer dizer... Porque ele faltou?

 

Ele bufa... Irritado?

 

Tae: Deve está viajando para o Brasil!

 

S/n: Bom, vou desligar aqui, vou Assistir!

 

Tae: Certo meu Anjo, Beijos! — Manda beijo pelo o outro lado da linha.

 

Desligo a chamada.

Ligação off.

 

Volto pra sala.

 

S/n off.

 

Klear on.

 

Klear: Aaanw... Isso katy... — Seguro seus cabelos, enquanto ela me chupa.

 

Katy: Goza na minha boca baby! — me chupa com mais força acertando meu ponto sensível.

 

Klear: Anww... Delícia! — Mordo meus lábios.

 

Finalmente alcancei meu limite e gozei em sua boca, ela se lambuzou toda com meu gozo.

 

Katy: Gostosa! — da um tapa na minha coxa, Ficando por cima de mim e me beija, fazendo eu sentir meu próprio gosto.

Ficando sem fôlego rápido por que acabamos de transar, ela separa do beijo e se deita ao meu lado.

 

Katy: Deveríamos fazer mais vezes, você é muito boa nisso! — Pisca.

 

Klear: Quem sabe... — Sorrio maliciosa.

 

Nós ficamos aconchegadas na cama e logo dormimos rapidamente. 

 

Klear off. 

 

Dia seguinte, 16:34 pm - Brasil, São Paulo. 

 

Min yoongi On.

 

O avião finalmente chegou no destino, peguei minha mala e fui para um hotel mais próximo, que seja ótimo de bom porte.

 

Chegando no hotel vejo uma moça, que imagino ser a empregada.

Até que é simpática. 

 

Empregada: Por aqui senhor! — Falou para que eu seguisse a mesma.

 

Entramos em um elavador, fiquei no canto e ela apertou os botões. 

 

Estranhei, pois que eu saiba é só aperta o do andar desejado e esperar, mas ela apertou quatro botões. 

 

Depois de esperar a porta do elevador se fechar, ela se virou para mim com uma cara pervertida, pegou minha mala e colocou no chão, ficou em minha frente e começou roçar e rebolar sua bunda em meu membro. 

 

Eu me assustei com sua atitude, do nada, eu não esperava por isso.

 

Yg: Dá pra sair?! — Falo meio incomodado.

 

Eu não estava afim de transar... Pelo menos não agora.

 

 

Emp (empregada): Sei que você quer, vi o jeito que me olhou! — pressiona sua intimidade em meu membro.

 

Que jeito que olhei? Essa mulher ta louca? Quem ela pensa que é?  

 

Empurro a mesma que quase caiu.

 

Yg: Se eu quisesse mulheres como você eu ia para um puteiro e não para um hotel!  — Falo cínico e sorrindo — Estou no hotel para me hospedar e não para comer mulheres!

 

Por enquanto... Ou não mesmo.

 

Ela olha com cara feia.

 

Yg: Cara feia pra mim é fome! — fico pensando, então falo — Foi mal comida pra se oferecer assim pra mim? — Falo provocativo e mais cínico ainda. -

 

Ela se calou e com muita raiva me guiou até meu quarto.

 

Yg: Ah... E por favor, me mande outra pessoa para me atender! 

 

Emp: Sim senhor! — Falou mansa.

 

Yg: acho bom!

 

Fecho a porta do quarto.

 

Yg: Inacreditável, como é possível eu mexer tanto com o psicológico assim das mulheres! — Riu convencido.

 

Jogo minha mala em qualquer canto e começo a me despir, indo em direção ao banheiro. 

 

Chegando lá apenas de calça, me olho no espelho. 

 

Até que sou bonito. 

 

Fico completamente nu e tomo meu banho demorado.

 

(...)

 

Já vestido e cheiroso como sempre, me deito e ligo a TV.

 

Noticiário on. 

 

Plc ( Policial ): Ainda nada foi encontrado a respeito de Suga! Seus ataques pararam durante esse tempo, o que é bom!

 

Pensamento — Yg: Ai ai... Por enquanto querido policial!  

 

 

Desligo a TV.

 

Noticiário off.

 

Estou exausto e só em pensar que vou ter que depositar dinheiro ainda hoje me deixa cansado.

Dormir agora seria ótimo. 

Mas não posso.

 

Não conheço nada do Brasil, mas me disseram que aqui é bem quente. Isso com certeza já percebi. 

 

Levanto, visto uma camisa, ponho minha arma na cintura da calça escondida pela camisa e saio do hotel com minha mala.

 

Pelo menos aquela empregada não veio me perturbar.

Uso meu GPS para me guiar aqui em São Paulo.

 

(...)

 

Chego no banco, olho ao redor .

As mulheres daqui são bem mais atraentes que as da Coréia, deve ser por isso que s/n me atrai tanto.

Da pra perceber que ela não é coreana, com um corpo daqueles...

 

(...) 19:34 pm

 

Acabo de depositar e vou indo a pé para o hotel, consigo decorar os caminhos com facilidade. 

 

Até porque eu sou o Suga.

 

???: Parado! O playboyzinho vai passar tudo o que tem ai! — Empurra a arma com força na minha cabeça e eu fui parando lentamente.

 

Rio cínico. 

Vamos atuar...

 

Yg: — Me viro com cara de desespero — Por favor, não... — Me curvo "chorando" 

 

???: Mais um froxo! PASSA LOGO VOCÊ É SURDO BABACA? — Empurra com mais força na minha cabeça, o que estava me incomodando muito.

 

Yg: Por favor... — Falo voz de choro.

 

Quando ele ia colocar suas mãos dentro dos meus bolsos, Me levanto em um movimento dou um cotovelada em rosto, pegando sua arma jogando a mesma para longe e torcendo seu braço para trás. 

 

Yg: Muito cuidado, nem sempre você é o caçador! — Empurro o mesmo que caio de cara no chão — ah e Toma um lencinho, vai precisar pra limpar esse sangue ai! — Jogo o lencinho em sua cabeça e volto a caminhar.

 

Um tempo depois...

 

 

Finalmente chego no hotel, vou para meu quarto e me jogo na cama, não sei porque, mas s/n me veio na cabeça do nada.

Tive uma idéia, Vou brincar um pouco com você... 

Sorrio malicioso e maléfico.

 

Min yoongi Off. 

 

S/n on. 

 

O dia de hoje foi normal, conversei, zoei e irritei a Jessica, incrível como o jeito ridículo dela me lembra uma pessoa de antigamente da minha antiga escola.

Esse nome já me deixa irritada, me faz lembrar de uma coisa que aconteceu.

 

FlashBack on. 

 

Me jogam na parede com força, fazendo com que meus livros caíssem. 

 

Jssc: Olha só quem está por aqui! — rir com suas amigas.

 

S/n: Me deixem em paz! — Meus olhos lacremejam.

 

Jssc: Vai chorar bebê?  — faz cara de choro e rir novamente — vamos brincar de novo! 

 

Fazem uma rodinha e me batem. 

 

FlashBack off. 

 

Uma raiva imensa subiu.

 

Se eu encontro essa menina por aí, seria tão interessante um reencontro de "parceiras de brincadeiras".

 

Quem derá...

 

Rio, cínica.

 

Bom, não quero pensar nisso, até porque ver essa coisa novamente seria impossível, e graças a Deus que não vejo ela hoje em dia.

 

Deito na minha cama e abro minhas redes sociais, primeiro o Instagram. 

 

Após um tempo, vejo uma foto postada por Min yoongi agora mesmo.

Sem blusa e deitado em sua cama com lençóis brancos, fazendo um expressão muito provocativa. 

 

Que homem da porra...

 

Depois dessa, fechei meu instagram, apaguei as luzes e fui descansar.

 

O dia de hoje foi cansativo.

 

Toque de mensagem. 

 

Quem será agora? Nem descansar eu consigo. 

 

Mensagem on. 

 

Desconhecido 

— S/a... Baby... Tenha uma noite deliciosa com eu nos seus pensamentos!  

 Eu:

— Quem é você? Está louco? 

 

Mas o que? 


Notas Finais


Desculpa a demora..
Bom..

Obrigadaa Por lereeem ♥
Desculpa por qualquer erro de digitação! Bjoos até a próxima :*

Recomendo :
https://www.spiritfanfiction.com/historia/dark-secret-park-jimin-bts-11021389

Eu achei boa ! Foi feita por uma amiga minha! Passem lá e dêem uma olhadinha , obrigada bbs♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...