História (Boy)Friend - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Personagens Originais, Xiumin
Tags Baekyeol, Boyfriend, Chanbaek, Exo, Romance, Yaoi
Visualizações 59
Palavras 1.359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, cupcakes <3 Tudo bom com vcs? Aqui estamos com mais um projetinho \o/ E olha que nem demorou muito dessa vez rsrs Vai ser ChanBaek então por favor não shippem errado, amores, não quero ninguém sofrendo <3 Sobre as postagens, agora que eu estou de férias vai ser mais tranquilo, então pretendo atualizar às quartas. Sobre a fanfic, eu não tenho um plot definitivo, portanto não tenho uma estimativa de quantos capítulos, mas eu prometo que ninguém vai morrer e nem levar um tiro dessa vez rsrs Para quem prefere BTS, não se preocupem, já tenho uma ideia em andamento. Então é isso, amores, deem muito amor para esse projeto <3
Desculpem qualquer erro e boa leitura~

Capítulo 1 - Persuasão



- Não, isso não vai dar certo - o garoto alto repetiu pela enésima vez, cruzando os braços.
Mas Baekhyun estava disposto a pedir por mais uma semana inteira se isso o fizesse ceder. Assim era Baek, insistente. E Chanyeol... Bom, Chanyeol sempre cedia. 
- Ah, qual é Chani? - o moreno baixinho dizia, puxando a barra de sua camiseta - Por favorzinho... 
Chanyeol suspirou. Não acreditava no que estava prestes a fazer, mas ali estava ele, mais uma vez caindo de paraquedas em mais um dos planos malucos de Baek depois de jurar a si mesmo incontáveis vezes que não cederia na próxima vez. 
- Eu não sei, Baek - ele disse, olhando para cima, talvez na esperança de que alguma divindade o ajudasse.
O que óbvio, não aconteceu, porque o sinal de início das aulas tocou e o amigo o seguiu pelos corredores da escola até a classe deles e listou uma série de argumentos absurdos do porque ele deveria ajudá-lo e de como Baek era um bom amigo, que o ajudara a superar quando Tomas, o peixe dourado, partiu dessa para melhor quando tinham oito anos, não parando até a senhora Oh, a professora de matemática entrar na sala. Chanyeol nunca pensou que ficaria feliz em ver a senhora que devia ter uns cem anos e cheirava a naftalina. A aula começou e o garoto passou a se concentrar em fazer suas anotações, que garantiriam suas notas impecáveis, mas Baek, que não era exatamente um exemplo a ser seguido, tentava chamar sua atenção, cutucando-o. Chanyeol resistiu bravamente à tentação de virar e lhe encher de tapas, até que ele parou. E então seu celular vibrou no bolso. 
Baek 7:35
"Por favor... Podemos discutir os detalhes naquele restaurante que você tanto gosta"
Chani se virou para olhá-lo feio, se sentindo ofendido pelo baixinho tentar comprá-lo com comida. 
- Você acha que pode me comprar com comida? - sussurrou, indignado. 
- Claro que não... Só pensei que pudesse ser um incentivo - o mais baixo respondeu, em falso tom de inocência.
Chanyeol se virou outra vez, fazendo uma bolinha de papel para atirar em Baek. Mas ouviu uma tosse seca e sentiu aquele maldito cheiro de naftalina. Droga.
- Algum problema, senhor Park? 
O garoto se virou lentamente para frente, escondendo a bolinha no bolso do uniforme. 
- Nã-não, Senhora Oh - respondeu, abaixando a cabeça.
A professora voltou para a frente da classe com uma carranca que ele não saberia dizer se era natural ou se ela estava brava. 
Chani 7:38
"Você me deve um rámen"
"PS.: eu te odeio"


Chanyeol já estava em sua segunda tigela de rámen de bacon quando Baek achou seguro tocar outra vez no tópico "plano". 
- E aí, você topa ou não?
Baekhyun mexia o canudo em seu suco de laranja, enquanto observava atentamente o grandão esfomeado que tinha um bigode de rámen acima da boca. Ele teve que se controlar para não rir.
Chanyeol o olhou, pegando mais um bocado de macarrão.
- Deixa eu ver se eu entendi - ele disse, comendo o macarrão e pegando um pedaço de bacon - Você quer que eu finja ser seu namorado por que o cara que você gosta tem um fetiche estranho por caras comprometidos? 
O mais baixo o olhou esperançoso, acenando positivamente com a cabeça.
- De jeito nenhum - o castanho disse por fim, esvaziando a tigela de rámen - Isso não vai dar certo.
O mais baixo fez um biquinho. 
- Por favor, Chani... O que pode dar errado? É só por uns dias... - ele disse.
Chanyeol ergueu as sobrancelhas, ele acreditava mesmo que era uma boa ideia?
- Para começar, o fato dele ficar com alguém sabendo que essa pessoa namora já devia ser motivo mais que suficiente para cair fora - disse, cruzando os braços na frente do peito - E de verdade, eu não sei o que você naquele cara, o que ele tem de tão legal? 
E então Baek sorriu para o copo em sua frente, levando o canudo até a boca antes de encarar o amigo, havia tido uma ideia brilhante, e conhecendo Chanyeol, sabia que aquele seria o empurrãozinho final para que ele cedesse.
- Você quer mesmo saber? - perguntou, cada detalhe em sua expressão incitava malícia - Bem... Você já deve ter notado como ele é bonito, com aquele olhar que me dá um tiro toda vez que me encontra, e aqueles braços fortes... Você devia ver como ele fica sem camisa, isso sem falar do tamanho do...
O mais baixo começou a falar, mas Chanyeol arregalou os olhos, corando instantaneamente enquanto se agitava na cadeira gesticulando com certa afobação para o amigo, em uma tentativa engraçada de fazê-lo parar e acabando por atrair olhares para a mesa deles no processo, o que só serviu para deixá-lo mais vermelho. 
- Pelos deuses, Baek, eu não quero mesmo saber! - disse, encarando-o incrédulo, ele não tinha vergonha? - E eu não quero nem imaginar como você sabe dessas coisas...
Um sorriso vitorioso surgiu no mais baixo, ele estava conseguindo, sentia isso. Não que não quisesse olhar para Minseok sem camisa, o garoto era uma perdição, mas ainda não o havia feito. "Ainda", acrescentou mentalmente. Contudo, conhecia Chanyeol, e se a única maneira de conseguir o que queria era pelo cansaço, pois bem. Afinal, ele era Byun Baekhyun, e ele sempre conseguia o que queria, ou quase sempre. 
- E então, vai me ajudar? - perguntou, olhando para as unhas - Porque eu realmente não me importo de te contar os detalhes, podemos passar a semana toda falando sobre isso.
Chanyeol suspirou cansado, a quem queria enganar? Ele já havia cedido, tentando evitar imagens traumáticas do maior galinha da escola nu. E possivelmente de Baek fazendo coisas que ele preferia não saber. Balançou a cabeça, afastando o pensamento.
- Okay, okay! - disse, se levantando apressado da cadeira, antes que Baek arrancasse mais alguma coisa de si e jogando a mochila por cima do ombro - Vou pensar sobre isso, mantenha essa sua boca sem filtro calada enquanto isso.
Baekhyun comemorava por dentro, ele estava cedendo, sabia que sim. Era como as coisas sempre funcionaram entre eles. Chani dizia um não, que virava um talvez e depois um grandíssimo sim. Então sorriu, fingindo fechar a boca como um zíper.

Chanyeol se deixou cair na cama, deveras agradecido por ter tomado um banho. Ele fechou os olhos, numa tentativa de tirar, nem que fosse só um pouco, a tensão de si. Faltavam duas semanas para as provas e ele andava usando o tempo livre para revisar, isso fazia sua cabeça doer. E tinha Baekhyun. Suspirou. Não entendia o que ele via em Minseok. Não que se importasse, é claro que não. Talvez apenas um pouco.
- Além de ele ser o cara mais bonito da escola, é claro - murmurou sozinho.
Então o tema de Star Wars começou a tocar, e ele amaldiçoou quem quer que estivesse ligando. Tateou pela cama a procura do celular, atendendo-o sem abrir os olhos.
- Alô?
- Nossa, Chani, até que enfim - a voz de Baek falou do celular - Já estava achando que tinha sido comido por zumbis.
Chanyeol revirou os olhos, dramático como sempre...
- Eu atendi no segundo toque, seu exagerado
- Tá, tá - ele respondeu alto, o que fez o mais alto afastar o aparelho do ouvido - Amanhã vamos à Hongdae.
- Vamos? - perguntou, franzindo a testa.
- Sim, nós vamos, eu preciso fazer compras e eu sei que você vai passar o dia todo enfiado no quarto, como bom amigo é meu dever te tirar daí.
Chanyeol suspirou, rolando na cama, pretendia passar o dia com seu amado notebook.
- Eu tenho planos para amanhã, Baek... - disse, encarando no escuro o objeto prateado com um adesivo do mestre Yoda.
- Claro que tem - Byun respondeu em tom irônico - Passo aí às dez.
E o celular ficou mudo. Park suspirou outra vez, por que ainda tentava argumentar? 
- Talvez tivesse sido melhor ser comido por zumbis... - murmurou, jogando o celular no emaranhado de cobertas.
 


Notas Finais


E então? Gostaram? Xiumin biaseds, por favor, não me matem XD
~Kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...