História Boys Like Boys - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Lemon, Romance Escolar, Shonen-ai, Yaoi
Visualizações 36
Palavras 2.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tá ai gente...

Desculpa a demora pra postar,o meu celular apagou umas três vezes esse cap ,tem coisas que eu não escrevi nesse cap e (talvez) em outro cap eu escreva.

Esse gato ai embaixo é o Reiko mais conhecido como Reiko-Sensei,Reiko-San ,Demônio ou o proferssozinho do Saga neném.

Boa leitura sz

Tiamu vcs babys sz

Capítulo 17 - Por que você insiste em aparecer na minha vida!?


Fanfic / Fanfiction Boys Like Boys - Capítulo 17 - Por que você insiste em aparecer na minha vida!?

P.O.V.S Saga :|

'Estava andando pelo corredor da escola quando alguém me puxa e me prende na parede ,olho pra ver quem é, e me deparo com o Demônio.

Demônio- Sozinho?—Pergunta enquanto colava seu queixo na curva do meu pescoço cheirando o mesmo. — Adoro o seu cheirinho.— Dá aquele sorriso que me faz tremer dos pés à cabeça, odeio aquele sorriso.

Saga- Sen-sensei por favor... não faça isso..— Falo sentindo meu olhos lacrimejarem. — Você sabe q-que isso não é certo..— Sinto uma lágrima cair e logo depois as outras começam a rolar sobre minhas bochechas.

Demônio- O Anjinho está com medo de mim?— Concordo,o Demônio me encara e seca minhas lágrimas. — Mas,eu Irie ganhar um beijinho certo?— O olho apavorado .— Vamos não irá doer, é só um beijo.— Fala e se aproxima me beijando."

Acordo chorando e soluçando baixinho ,olho ao redor e vejo que estou no quarto do Hyung, o mesmo dormia do meu lado.

Levanto rápido(não tanto, não quero acorda o Hyung) e vou para o banheiro.

Retiro minhas roupas e entro embaixo do chuveiro, a água estava morna eu me permiti chorar baixinho para tentar relaxar,tentar tirar um pouco dessa pressão de cima de mim.

Termino meu banho pego meu roupão (tenho o meu próprio roupão na casa do Hyung) Me enrolo e saio, o Hyung estava sentado na cama coçando os olhos,ele vai abrindo lentamente os olhos e me ver.

Hyung- B-bom dia..— diz sorrindo por ter gaguejado.

Saga- Bom dia.— Digo e encaro o Hyung, o mesmo me olha confuso.— Hyung,faz cafuné em mim?

O mesmo me olha abismado com a proposta repentina que lhe dei,pensei que o mesmo negaria mais não ,o mesmo me olhou fofo e bateu sua mão em sua coxa.

Pulei em seus braços na mesma hora,afinal,não é sempre que Duck-Young faz cafuné em você ,nem demonstrar carinho ele demonstra.

Hyung- Manhoso..

O Hyung começa à fazer cafuné em mim, fecho meus olhos para receber o carinho,um tempo depois o Hyung começa a acariciar minha bochecha, abro um pouco meus olhos e vejo que ele estava me olhando com um sorriso discreto em seus lábios.

Hyung- Por que você estava chorando?— Me olha serio e preocupado.

Saga- E-eu tive um..pesadelo..— O olho com os olhos lacrimejando .

Hyung- Está tudo bem,agora você esta aqui comigo,eu estou com você nada nem ninguém ira lhe machucar.— Fala com um tom serio mais suave ao mesmo tempo, ele me dá um abraço desajeitado e me dá um beijo na testa.(okay ,ele tá doente? Sei lá ,ele tá com..febre? Ele tá muito carinhoso ultimamente..)— Agora eu vou tomar banho e você vai..— olha pra mim deitado no seu colo só com o roupão e fica vermelho.— Vai se vestir.— Me retira do seu colo e se levanta indo ao banheiro.

Saga- Hyung.. — O mesmo me olha.— Obrigado..— Ele me olha sem entender e sorrir logo depois.

Hyung- Não foi nada,agora vai se vestir.— Fala fechando a porta atrás de sí.

Saga- Obrigado por sempre me motivar a viver ,mesmo sem está sabendo,você que é o motivo para eu ainda estar aqui...— Sinto uma lágrima cair em minha bochecha e logo em seguida a limpo.

Me levanto e vou até o guarda-roupas do Hyung, adoro as roupas dele são... tão quentinhas e confortáveis.

Separo uma roupa pra mim e outra pro Hyung.

Me visto e vou para cozinha pra esperar o Hyung vim fazer o café da gente.

(...)

Hyung- Você vai querer o que ?

Saga- O que você vai fazer?

Hyung- Salada de frutas! — Falou alegre sorrindo(tão lindo) e quando ele percebeu o que fez fingiu que nada aconteceu e voltou a ficar sério. — Vai querer?

Saga- Leite condensado!! Sim!— Sorrir de orelha a orelha.

Hyung- Leite condensado nada, você se esqueceu que não pode ter uma alimentação irregular.— Me olhou sério e eu fiz um bico de reprovação.

Saga- Isso é injusto, eu sempre como bem,o que tem eu comer ao menos uma vez uma comida "irregular"?

Hyung- Sempre bem? Já se esqueceu que ontem,você, passou mal e desmaiou? Já pensou se eu não tivesse ido para a faculdade? Quem iria lhe pegar antes de chegar ao chão? Você tem que comer muuuito bem.— Falou sério e rindo um pouco com a minha cara de bunda.

Saga- Hmm,tá, tá bom..— Ele sorriu e foi fazer a salada de frutas.(sem leite condensado..)

Quando terminou me entregou um potinho com a salada e pegou o dele logo depois.

Hyung- Come, depois te dou uma surpresa.— O olhei curioso pronto para pergunta o que era essa tal surpresa. — Não irei dizer até você comer tudo que tem ai dentro.

Olhei para o potinho e vi várias frutas cortadas em cubos, tinha varias frutas e a maioria era fruta que eu não gostava.

Saga- Hyung..eu não gosto dessas frutas..— Falei usando o tom mais neném que eu tinha.

Hyung- É eu sei, mais você tem que comer tudo,você ainda quer a surpresa certo?— Falou gozando da minha cara.

Estou realmente irritado com ele agora.

Saga- Isso não se faz..

Hyung- Desde o momento em que sua mãe falou que era pra eu cuidar de você ,tudo o que faço é justo.

Saga- Tsk..ainda não eu justo eu já sou de maior..—Falei baixinho para ele não escutar.

Comi tudo e o Hyung também, ele foi pro quarto pegar a bolsa dele e voltou com uma caixa em suas mãos.

Saga- O que é isso?—Perguntei curioso.

Hyung- Sua surpresa!— Disse levantando sua mão em minha direção, peguei na mesma hora.(Sou curioso mesmo!)

Abri a caixa e vi que estava cheia de guloseimas ,nunca vi tanto doce na minha vida.

Peguei dois chocolates e os joguei na minha boca.

Saga- brigadu Hyung ,obrigado meismo— Falei de boca cheia.

Hyung- De nada , agora vamos pra faculdade.— Sorriu e saiu andando.

Coloquei meus doces dentro da mochila e fui atrás do Hyung.

(...)


Chegamos na faculdade e entramos logo para sala de aula,tinha acabado de tocar o primeiro sinal.

Estranho,acho que tinha um garoto olhando para mim...deve ter sido minha imaginação.

(...)

Acabou de tocar o terceiro intervalo ,e o Nico veio chamar o Hyung para "conversa sobre assuntos importantes" ele nem se deu o trabalho de me chamar pra eu ir com ele,o Hyung que ficou preocupado,pois o Sam ,Marco e Aiçha faltaram justo hoje,cara e quinta-feira, quem que falta numa quinta?

Falei pro Hyung pra não se preocupar , que eu iria para biblioteca e quando tocasse o sinal iria diretamente para sala, ele ainda hesitou em me deixar só, mas o Nico saiu arrastando ele e por fim desapareceram da minha vista.

Fui em direção da biblioteca e vi novamente aquele garoto me observando,mano ou ele tá olhando realmente pra mim, ou tá brisando com minha cara ,só pode meu Deus.

Fui diretamente para biblioteca e como sempre não havia ninguém lá, só a bibliotecária ,uma velhinha muito fofa, sério dá vontade de aperta aquelas bochechas gordinhas dela.

Saga- Bom dia senhorita! — Falei dando um beijo em sua bochecha esquerda.

Sra.Kyung— Bom dia meu anjo!— Falou e sorriu doce para mim.— Você sempre alegra minhas manhãs tediosas .—Falou saltando uma risada,abracei ela e me "despedir" dela.

Escolhi um livro qualquer que chamou minha atenção e fui para o meu lugar de sempre,a banca mais longe que havia.

Um tempo depois a Sra.Kyung venho e disse que iria sair para comer um pouco e perguntou se eu podia olhar a biblioteca enquanto ela não voltava ,eu disse que poderia olhar que ela não se preocupasse , ela foi embora e eu fiquei lá sozinho , em uma biblioteca gigantesca sozinho.

Para os corajosos de boa ficar sozinho,mais eu não gosto de ficar só, já passei tempo de mas só, não quero voltar a ficar sozinho.

Começo a ler o livro novamente e escuto alguém entrando na biblioteca ,vou ver quem era e vejo que se tratava de uma colega de classe .

Aluna - A Sra.Kyung-Soo não está aqui? 

Saga- Não ela me deixou aqui e foi comer um pouco ,volta depois ,ok?

Aluna- ah ok,tchau.

Saga- Tchau.

Voltei para o meu lugar e comecei a ler o livro de novo,peguei minhas guloseimas dentro da bolsa e comecei a comer.

Depois de um tempo lendo ouvir alguém passando atrás de mim ,ignorei e continuei lendo o livro, de repente sinto alguém puxar a caixa de doces que o Hyung tinha me dado,olho pra ver quem tinha sido e vejo que se tratava do garoto de hoje mais cedo,de perto ele é sete vezes maior.

Saga- O que você está fazendo?

Brutamontes- Comendo? — Fala colocando um pirulito em sua boca.

Saga- Sério? E quem lhe permitiu pegar o meu pirulito?

Brutamontes- Está me negando um doce baby?

Saga- Baby um cassete, e se eu tiver?

Brutamontes- Baby que boquinha áspera, você quer ser punido? 

Saga-Cara, se você é louco o problema não é meu ,mas fala sério, punido? saí daqui seu louco.

Brutamontes- E se eu não quiser?

Saga- Vai parecer uma criança, seu brutamontes.

Brutamontes-Você me chamou de quê?

Saga- De criança, brutamontes.— Falei levantando uma sobrancelha.

Brutamontes-Ok baby,você que pediu.— Falou levantando sua mão, antes dele me bater alguém segura a mão dele ,olho para pessoa atrás do brutamontes e me deparou com o demônio.

Preferia levar uma tapa,que merda..não poderia aparecer outra pessoa não?

Demônio- Minhas mais sinceras desculpas,mas esse garoto pertence a mim. — Falou saltando o garoto e sorrindo pra mim,odeio esse sorriso.

Brutamontes- M-me desculpe Reiko-Sensei , isso não irá mais acontecer.— Falou e saiu o mas rápido possível, cara o brutamontes é muito maior que o demônio e mesmo assim ficou com medo,como que é isso?

Demônio- Assim espero.— Falou o olhando sério,virou e sorriu pra mim.— Olá Anjinho.

Saga- O que você está fazendo aqui?

Demônio- Lhe salvando?— Falou gozando da minha cara.

Saga- Não preciso de você,muito menos sua ajuda.

Demônio- Que isso Anjinho, eu só estou protegendo o que é meu.

Saga- Eu não pertenço a você,não fale que eu sou seu, nunca serei.

Demônio- Você é sim meu.— Sorriu debochando da minha cara.— É e sempre será.

Saga- Por que você é assim?Por que comigo!? Você tem problemas! Você é um lunático! Por que você insiste em aparecer na minha vida!? Por que!?

Demônio- Eu lhe sigo porque você sempre some, por que você foge de mim?

Saga- Por que!? Sério!? Você sempre me machuca! Você sempre me persegui,você não percebe que eu tenho medo de você! Você é um louco ,me segue desde o primário! Agora eu lhe pergunto, por que? O que você quer de mim!?— Grito com o mesmo e ele sorrir.

Demônio- Eu lhe causo medo? — Ele me olha com um sorriso debochado nos lábios. — Você acha que eu me importo com isso? O que eu quero de você? O que você acha? Eu quero o seu corpo Anjinho,o meu corpo pede pelo seu.

Saga-Nunca! Eu nunca darei o meu corpo para você! Você é repuguinante! Eu realmente amei você! Você se mostrava ser tão bom,por que? Você se aproximou de mim só para me usar!?

Demônio- Me amou é? Você acha que eu me importo com os seus sentimentos? Você está muito enganado anjinho, não ligo nem um pouco, como já disse eu só quero o seu corpo, enquanto eu não tiver ele pra mim, eu sempre vou lhe seguir.— Lágrimas grossas começam a rolar pelo meu rosto.

Saga- Você.. Sempre quis me usar..?

Demônio- O que você acha?— Sorriu.

Saga- Se..se eu tivesse realmente transado com você.. Você não me seguiria? Você não iria mais me seguir?

Demônio- De fato,provavelmente já estaria em outra,mais você sempre escapava, deve ser ótima a sensação de estar dentro de você, você não acha?

Saga- VOCÊ É LOUCO! EM PENSAR QUE EU JÁ LHE AMEI!! EU TE ODEIO, TE ODEIO!!

Demônio- Cala a boca!— Falou tampando minha boca.

Saga- Você é amigo da minha família, por que você faz isso? Meu pai realmente lhe ama como um filho dele.

Demônio- Oh que fofo,imagina quando ele souber que eu quero fuder com o filho dele,será que ainda irá me amar?

Saga-Eu..não vou mais lhe escutar,eu já..não vou mais..não posso.— Falei pegando minhas coisas coisas e colocando dentro da minha mochila,o mesmo apenas me olhava.

Demônio-Ok , depois nós vamos conversa novamente.— Falou e me puxou para um abraço,colocou o queixo dele na curva do meu pescoço cheirando o mesmo.— Seu cheiro continua o mesmo,doce..— Levantou sua cabeça e me encarou nos olhos,eu estava estático ,em choque não conseguia reagir,o mesmo se aproximou de mim e me beijou,despertei do choque e dei um tapa em sua cara.

Saga- Nunca mais toque em mim.— O mesmo me olhou com a mão no local aonde eu havia lhe batido e sorriu.

Demônio- Veremos.

Saí de lá o mais rápido possível e sem querer esbarrei com a Sra.Kyung.

Saga- Me desculpe senhorita,estou um pouco apresaado.— Falei dando um beijo em sua testa e voltando a correr o mais rápido possível para minha sala.

Quando cheguei havia só alguns alunos dentro dela, poucos minutos depois o fim do intervalo tocou e o Hyung voltou para sala,me olhou e sorriu,sorri sem graça pra ele, o mesmo me olhou sem entender e venho até mim.

Hyung- Algum problema? Você tá mais branco que o normal.— Perguntou colocando sua mão em minha testa.

Saga- Está tudo bem,eu só estou me sentindo um pouco fraco..

Hyung- Você comeu alguma coisa?

Saga- Sim,os doces.— Sorrir sem graça.

Hyung- Você só comeu isso?— Afirmei com a cabeça. — Espera um pouco ,vou pegar uma barrar de cereal para você. — Saiu correndo para fora da sala.

Saga- Ele se preocupa tanto comigo..— Susurrei baixinho deitando minha cabeça na banca apoiada nos meus braços. — Eu o amo tanto..


Continua..?



Notas Finais


Ui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...