História Brain Games - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Escolar, Jimin, Jungkook, Namjoon, Romance, Taehyung, Yoongi
Visualizações 10
Palavras 1.617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Não queres tu ficar com ele?


- “Sou todo ouvidos.” – Jimin diz com um sorriso no rosto. – “Como correu o jantar? Eu acertei sobre o filho do sócio do teu pai?”

- “Primeiro que tudo o jantar foi horrível, mas tinhas razão em relação à existência de um filho.”

- “Como ele era? Era giro?”

- “Sim, muito giro, mas não sei se o feitio é o melhor.” – S/n ri.

- “Tens uma foto?”

- “Achas? Eu só fui jantar com a família dele, não fui fazer de paparazzi.” – S/n e Taehyung soltam uma gargalhada.

- “O Jimin anda demasiado carente.” – Taehyung diz rindo.

- “Tenho hipóteses com ele?” – Jimin pergunta seriamente.

 

- “Amigo, se ele for gay tens todas as hipóteses do mundo. Tu és lindo, simpático, gostoso, és uma pessoa ótima, tens hipóteses com todos.” – Jimin sorri envergonhado ao ouvir as palavras da rapariga. – “Se o acordo entre ele e o meu pai resultar talvez o teu pai se envolva e tu ainda o conheças.”

Jimin sorri agarrando as mãos de S/n.

- “Adoro-te.” – diz o rapaz olhando para S/n.

- “Também te adoro, Jiminie.”

- “Vais contar porque é que o jantar foi horrível ou vão continuar nesse melodrama durante muito tempo?” – Taehyung diz fazendo os dois jovens soltarem uma gargalha e o abraçarem.

- “O Taehyungie está com ciúmes.” – diz Jimin fazendo troça do amigo.

Taehyung sorri e retribui o abraço de ambos. Quando se separam, S/n senta-se novamente ao lado deles e continua.

- “Foi horrível porque uma pessoa apareceu...Uma pessoa indesejada.”

- “O quê? Não me digas que o Woo Jin apareceu?” – Jimin diz com um ar surpreso.

- “Não!”

- “Quem é o Woo Jin?”

 

- “O Woo Jin da nossa turma do 5º ano, a S/n tinha um crush nele.”

- “Tu tinhas um crush no Woo Jin?!” – questiona Taehyung surpreso.

- “Não! O Jimin é que inventou essa história! Posso continuar?” – os dois rapazes assentem afirmativamente. – “Bem, primeiro, antes do jantar, eu fui para a biblioteca estudar como eu disse, e adivinha quem estava lá? O Yoongi e o Jungkook. E a sério, eu juro-te, se eu já achava o Jungkook irritante agora ainda mais, ele não tirou o som do telemóvel então aquilo estava sempre a tocar.”

- “Típico do Jungkook...” – Jimin diz revirando os olhos.

- “Quando a biblioteca fechou saímos os três, o Jungkook foi de táxi e eu fiquei à espera dos meus pais, entretanto a mala do Yoongi estragou-se e as coisas dele caíram no chão, eu tentei ajudá-lo e foi estranho porque quando nos levantamos, ficámos a pouca distância, eu nunca o tinha visto assim tão de perto, foi uma sensação estranha...”

- “É impressão minha ou a S/n está a ficar corada?” – Taehyung diz fazendo Jimin rir e S/n abaixar a cara com vergonha.

- “Para de inventar, Taehyung. Continuando, ele não quis ajuda e entretanto os meus pais chegaram. Fomos para o restaurante, começámos a jantar e depois o sócio do meu pai começou a arranjar confusão com a empregada e adivinha quem aparece?”

- “O Yoongi? O que ele estava lá a fazer?”

- “A empregada era a mãe dele, os rumores dele ser filho de um elemento do governo são mentira.”

- “Espera, espera, espera.” – Jimin diz incrédulo. – “Estás a dizer que o Min Yoongi da nossa turma que fica sempre em primeiro nos exames não é rico?”

 

- “Exatamente. Pelo que entendi ele foi ajudar a mãe no trabalho.”

- “E o que aconteceu depois?”

- “O sócio e o meu pai continuaram a arranjar confusão, ele ignorou e continuou o trabalho da mãe, eu tentei ajudar a mãe dele, mas ele obrigou-me a sentar de novo e a melhor coisa da noite e razão pela qual já estou aqui, derrubou um copo de vinho propositadamente para cima de mim.”

- “Aquele idiota...” – Jimin resmunga.

 

- “Ele não parece ser filho da mãe dele, a mãe dele é uma pessoa muito doce e amável, já ele parece que tem um cubo de gelo no coração.”

- “Eu achava que ele se achava superior por ser rico e ter boas notas, mas agora não o entendo.” – Jimin diz coçando a nuca. – “Bem, vamos esquecer o assunto, só de pensar que amanhã o vou ver de novo na escola dá-me agonia.”

- “Já é tarde.” – Taehyung diz. – “Vamos dormir?”

Jimin e S/n assentem, levantando-se e arrumando o quarto de Jimin. Taehyung iria também dormir na casa de Jimin e como habitual dos dias em que dormia em casa deste, Taehyung iria dormir para o quarto do irmão mais velho de Jimin que estudava na Europa. S/n pelo contrário, dormia na mesma cama que Jimin, o facto de se conhecerem desde infância dava-lhes confiança e segurança suficiente para se sentirem em dormir os dois.

Os três jovens trocam de roupa e Taehyung despede-se dos outros dois amigos dirigindo-se ao respetivo quarto. Jimin e S/n deitam-se e algum tempo depois adormecem.

 

- “Obrigada.” – agradece S/n à senhora da secretária, saindo da respetiva sala com o seu uniforme na mão.

Devido ao incidente da noite anterior, S/n ficara sem uniforme e tivera de pedir um novo na secretaria da escola. Ao sair do andar principal, onde ficavam a sala de professores, a secretária e a biblioteca, S/n dirige-se ao balneário, a sua próxima aula era de educação física e começava dentro de alguns minutos.

S/n dirigiu-se ao balneário, trocou de roupa calmamente vestindo o uniforme para educação física e guardando as suas coisas nos cacifos.

 

- “Foste rápida.” – diz Jimin com um sorriso, ocupando o cacifo ao lado do de S/n.

- “O que vamos fazer na aula de hoje?”

- “Não faço a mínima ideia, mas vamos andando.”

Jimin e S/n caminham pelo corredor em silêncio até ao pavilhão principal, quando lá chegam alguns dos seus colegas encontram-se sentados nos bancos e até no chão. Yoongi e Jungkook encontravam-se num dos cantos do pavilhão e assim que S/n entrou, ambos seguiram-na com os olhos.

- “Aquilo que aconteceu ontem foi verdade?” – Jungkook questiona.

- “Porque haveria eu de estar a mentir?”

- “Tens razão, hyung. Eu nunca pensei que a S/n pudesse ser uma pessoa assim tão snob.”

- “Tu estavas à espera do quê? Dela pode esperar-se tudo.”

Alguns minutos se passam e logo os restantes alunos entram no pavilhão acompanhados do professor.

- “Muito bem alunos, hoje vamos começar com danças de salão, coloquem-se lado a lado porque quem vai fazer os pares sou eu.” – todos os alunos bufam e murmuram em reprovação. – “Os pares vão ser feitos por notas.”

 

- “Até aqui as notas vão mandar?” – um dos alunos protesta.

- “Eu concordo convosco, as notas não deviam ter este impacto tão grande, mas não sou eu que faço as regras, eu apenas estou a cumprir ordens.” – o professor diz seriamente. – “Vou começar pelo fim.”

- “A quem é que eu fiz mal para merecer isto?” – S/n murmura.

- “O quê?” – Jimin sussurra.

- “Eu vou ter de ficar com ele.”

- “Pois é!” – Jimin diz arregalando os olhos e rindo.

- “Não tem graça, não queres tu ficar com ele?” – S/n diz tapando a cara com as mãos.

- “Park Jimin fica com a Jiwon.” – informa o professor.

 

- “Não posso ficar com ele, vou ter de ficar com a Jiwon.”

- “Jeon Jungkook fica com a YeJin.” – o professor vai anunciando os nomes até chegar ao final. – “E por  último mas não menos importante, Han S/n e Min Yoongi.”

Os dois jovens cruzaram olhares e suspiraram.

- “Vamos começar, juntem-se.”

S/n e Yoongi aproximam-se, evitando olhar um para o outro e mantendo o silêncio.

- “Só estou a fazer isto pela nota.” – S/n diz olhando diretamente para Yoongi.

- “Tu achas que eu alguma vez iria querer fazer isto só porque sim?” – Yoongi diz rindo sarcasticamente.

- “Para começar, vamos aprender em que posição os dois ficam. As raparigas colocam o braço direito nos ombros do rapaz.” – o professor diz enquanto exemplificava com um dos pares. – “E os rapazes põe o braço esquerdo por baixo do braço das raparigas servindo de apoio.” – enquanto o professor ia dizendo, Yoongi e S/n iam tentando fazer o que o mesmo dizia o mais afastados possível. – “O outro braço junta-se de mão dada e o cotovelo de ambos fica ligeiramente dobrado.”

O professor passou pelos diversos pares corrigindo o que estava mal e mostrando como era na realidade. Quando este se aproxima de S/n e Yoongi solta uma gargalhada.

- “Vocês não podiam estar mais afastados.” – o homem empurra os dois jovens de modo a que fiquem mais perto um do outro. – “Tem de ficar mais juntos.” – primeiro S/n e Yoongi fazem força para não se manterem muito perto, resistindo ao empurrão do professor, mas este aumenta a força e os dois jovens acabam por desistir, sendo empurrados um contra o outro.

 

Nunca nenhum deles pensou ficar tão perto do outro. S/n conseguia sentir a leve respiração de Yoongi no seu rosto, e Yoongi sentia o cheiro do doce perfume que a rapariga colocara de manhã. Apesar da proximidade de ambos, não parecia haver um desconforto vindo de ambos, os braços de ambos parecem relaxar e a tensão parece aliviar, mas, mesmo assim, ambos preferiam não fazer contacto visual nem falar.

O professor começa a ensinar alguns dos passos básicos e os dois vão seguindo-os atentamente tentando fazer o melhor possível. Apesar da situação um pouco constrangedora, o tempo passou rápido e assim que deu o toque, S/n e Yoongi separaram-se à velocidade da luz mantendo-se o mais longe possível.

- “Como correu?” – Jungkook pergunta assim que se aproxima do seu hyung.

- “Menos mal do que eu pensei.” – Yoongi responde seguindo até ao balneário masculino.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...