1. Spirit Fanfics >
  2. Brainwash - Creepypasta Original >
  3. Brainwash - Origem

História Brainwash - Creepypasta Original - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é uma história original, não há relação com acontecimentos ou pessoas reais.

Capítulo 1 - Brainwash - Origem


Fanfic / Fanfiction Brainwash - Creepypasta Original - Capítulo 1 - Brainwash - Origem

*Sons de uma porta fechando*

-Srta. Kim?

-Sim?

-Está sentindo-se bem? parou de ouvir as vozes mesmo sem os medicamentos

-Estou Dr. Jasper, digamos que sim.

-Muito bom, Então... Você se sente culpada pelo que fez há dois anos?

-Não.

-Quando você confessar que se arrepende do que fez, você poderá enfim sair daqui, você não quer sair desse lugar cheio de loucos?

-Eu vou sair daqui assim q--

-Você continua a mesma, já faz dois anos que está aqui, o que você pretende?

-Tire a venda de meus olhos e eu digo, assim como essa camisa desconfortável de força, e claro, diga para esses seguranças saírem daqui

-Senhores, por favor esperem lá fora, vai ficar tudo bem. Eu não vou remover sua venda, ainda... 

-E... a camisa?

-Não vejo problema, mas você ficará algemada na mesa. 

-Não sou sadomasoquista, mas acho essa ideia divertida.

-Não é isso que pretendo. Então, vamos me diga o que ocorreu em seu ponto de vista.

-Bom...


 *Dois anos atrás   

Julie Kim, Uma linda garota com curtos cabelos loiros, era uma garota isolada da classe por sofrer de Esquizofrenia, ela vive tomando medicamentos para não delirar no meio da aula ou em outras atividades do dia a dia. Julie tinha uma irmã mais velha que a ajudava ela na aula, Lynn era uma garota popular, estudiosa, tinha longos cabelos dourados, uma garota cobiçada pelos meninos.
 Tudo estava indo bem, até que em um dia, Julie acaba esquecendo seus remédios na sala de aula durante o intervalo, Julie vai junto a Lynn pegar a chave da sala e em seguida a mesma. Ao chegarem na classe de Julie, elas não encontram os medicamentos, Lynn sugere esperar até o final da aula e pegar em casa os medicamentos reservas, porém Julie diz que não poderia esperar, ela sentia que começaria a ter alucinações, Lynn tenta a confortar e diz:

-Que tal irmos na diretoria, talvez alguém possa ter pego eles não?

 Julie concorda e ambas vão até lá, no meio do caminho, Julie começa a ouvir vozes, ela ignora elas pois sabe que não são reais. Ao chegar enfim na diretoria, Lynn relata o que ocorreu e a diretora pede para os monitores procurarem dentro da sala de Julie o culpado pelo roubo.

 Após o intervalo, todos voltam para sala, um Monitor junto a Julie e Lynn entra e fala:

-Preciso da atenção de todos, um medicamento foi possivelmente roubado, preciso que todos mostrem o que tem em suas mochilas.

 O monitor começa a investigar as mochilas dos alunos até que um deles fala:

-Não está comigo, não precisa verificar.

-Eu preciso.

-Você não pode.

-Você sabe quem pegou pelo menos?

-Sei!

-Quem foi?

 O garoto começa a suar frio, como se estivesse com medo de dizer, o Monitor fala:

-Vamos, diga-me quem foi.

-Foi... foi a Sasha!

 Uma garota levanta e fala:

-NÃO FUI EU.

 O monitor pede para Lynn ver a mochila de Sasha enquanto ele vê a mochila do garoto, Lynn ao aproximar-se da garota, ela olha Lynn com uma cara de ódio, ela abre a mochila e acha o medicamento de Julie, Lynn afirma que achou e a professora pede para Sasha ir para direção com ela.

 Julie observa Sasha sair com a professora e a Lynn vai junto para esclarecer o que aconteceu, mas antes ela joga os medicamentos para Julie que tira eles para tomar. Porém, antes que Julie conseguisse tomar os medicamentos, O monitor acha algumas armas dentro da mochila do garoto, ele grita para todos saírem da sala, o Garoto puxa uma das armas e aponta para a cabeça do Monitor e diz:

-N-não era para você ver isso, você p-podia ter se salvado.

-Fique calmo, abaixe a arma.

 Julie vendo a cena começa a ter alucinações e escutar vozes dizendo "Ataque ele, pare ele, faça ele parar", ela coloca as mãos na cabeça e

grita:

-PARA COM ISSO!!

 Ambos olham para ela e se assustam, O monitor aproveita distração de Julie e tenta imobilizar o Garoto, mas ele consegue desviar e dá dois tiros no Monitor que caí sangrando no chão, o garoto em seguida vai para cima de Julie e a chuta contra a parede, fazendo que ela deixe seus medicamentos caírem no chão, o garoto fala:

-Acabou para vocês.

-Não precisa fazer isso.

-Preciso, preciso, PRECISO!

-Você matou ele, isso é horrível.

-Sim, mas eu quis, não há nada que possa fazer agora.

-Você pretende matar todos não?

-Sim, claro.

-Você vai encarar seus pais depois disso?

-Meus pais? (Risadas)

-Qual é a graça?

-Eu matei eles antes de vir aqui.

-Você é podre.

-Sou e daí?

 O garoto apavora-se com a expressão no rosto de Julie, ela o olha com um olhar morto, o garoto começa a surtar e pedir perdão, Julie levanta-se e diz:

-Você... deve... morrer.

 O garoto começa a lacrimejar e aponta a arma para sua própria cabeça, ela dispara se suicidando. Após alguns dias do Suicdio de Wilson Turner, Sasha havia sido Suspensa e acaba de retornar para a escola, Julie e Lynn agem como se nada tivesse ocorrido. Julie após o suicídio de Wilson, ela começou a para de tomar seus medicamentos, Lynn não sabia disso.
 Em um certo dia, Julie começou a delirar e foi correndo para o banheiro para evitar de ser vista pelos outros, ela se esconde em uma cabine tentando se controlar, até que ouve a porta abrir, ele olha pela brecha da porta e vê Lynn lavando as mãos, ela pensa em ir lá conversar com Lynn, mas antes de sair ela ouve novamente a porta abrir, era Sasha que estava com uma faca em sua mão, ela entra gritando:

-LYNN!

 Lynn se assusta e fala:

-O-o que você está fazendo?

-Eu vim me vingar Querida.

-Pelo que?

-Lembra o que você falou na diretoria?

 Sasha avança para cima de Lynn que consegue desviar mas é recebida com um golpe em seu rosto dado por outra garota que havia entrado depois de Sasha, Ela ri e puxa Lynn pelos cabelos, Sasha aproxima-se falando:

-Depois de você, sua irmã irá ser a próxima, e ninguém vai suspeitar, ser filha de um policial e da diretora tem suas vantagens não é?

-Por favor... não toque na Julie.

 Sasha ri e começa a passar a faca na garganta de Lynn que já havia desistido de lutar, Antes que ela fizesse algo com Lynn, Julie sai da cabine e chama a atenção de Sasha, Lynn se desespera pedindo para Julie correr, mas ela fica de cabeça baixa enquanto Sasha aproxima-se dela e então Sasha diz:

-Vocês sempre fizeram sucesso entre os garotos, agora que eu tenho as duas aqui, vai ser divertido puni-las pela lavagem celebral que fizeram neles.

 Lynn tenta soltar-se mas a outra garota continua a segurando, Julie levanta sua cabeça lançando o aquele mesmo olhar morto dessa vez para Sasha, que começa a tremer, Desesperada Sasha tenta pedir desculpas para Julie, mas a mesma só diz:

-Você deve morrer.

 Sasha começa a lacrimejar, e crava a faca em sua própria garganta, seu sangue vai em direção a Julie a sujando inteiramente, a garota que segurava Lynn a solta e grita, Julie fala enquanto vira seu olhar para a garota:

-Olhe em meus olhos!

 A garota começa a lacrimejar e corre para fora do banheiro e pula de uma janela, se matando. Julie começa a rir desesperadamente, Lynn em choque acaba desmaiando, Julie coloca suas mãos na cabeça dizendo:

-Parem, parem de falar, só um pouco por favor!

 Julie está perdendo totalmente a sanidade, Um garoto acaba entrando no banheiro depois de ouvir os gritos, ele pergunta se está tudo bem, Julie vira-se para ele e desmaia.

 Ela acaba acordando em casa, seu pai estava ao lado de sua cama segurando sua mão, Julie então fala:

-Pai... o que aco--

-Julie, graças a deus você está bem.

-Cadê... cadê a Lynn?

-Ela está dormindo, já havia acordado um pouco antes de você.

-Entendo.

-Foi sorte aquele garoto ter conseguido levar as duas para diretoria sem desmaiar.

-Quem?

-Um garoto acho que era da turma da Lynn, só lembro do sobrenome, Stlear.

-Não conheço eu acho.

-Você deve uma para ele. (Risadas)

-Pai...

-Sim filha?

-Olhe em meus olhos.

-Por...

 O pai de Julie começa a lacrimejar, ele levanta-se e pula da janela de seu apartamento. Julie começa a rir desesperadamente novamente e então Lynn entra pela porta falando:

-Irmã? está tudo bem?

-Lynn... Olhe em meus olhos querida Irmã.

 Lynn começa lacrimejar, em seguida vai caminhando lentamente até a janela aberta, ao chegar lá, Lynn consegue ficar sã novamente, ele vira-se para Julie e fala:

-Você é um monstro Irmã.

-Sim... eu sou sim, como eu ia dizendo, olhe em meus olhos irmã.

 Lynn evita contato visual e foge do quarto, Julie tenta ir atrás, mas ao descer as escadas acaba caindo e machucando-se, Lynn aproveita a oportunidade e foge. Assim que Julie consegue levantar-se, ela vai até o terraço do apartamento e então depara-se cercada por policias, eles a prendem e levam ela para um Centro Psiquiátrico, onde fica por dois anos.

 *Dois anos depois

-Bom... como eu ia dizendo, eu não irei dizer nada há você Dr. Jasper.

-Você é difícil em garota, não tem o que fazer não é? você vai continuar nesse lugar pelo resto da vida.

-Eu não matei ninguém.

-Verdade, você fez eles se matarem,Seus amigos, seu p-

-Eles não eram meus amigos, Sasha,Wilson, aquela garota que nem lembro o nome, eles nunca seriam meus amigos.

-Você realmente não tem cura, eu realmente queria te ajudar.

-Pois você ainda me ama, não é?

-Q-que não, não teria esse tipo de sentimento por uma paciente.

-Dr. Jasper, foi você que me tirou daquele lugar, quando Sasha se suicidou, você que me levou para minha casa junto da minha irmã e do meu pai.

-C-como você sabe disso?

-Esses últimos meses eu fiquei pensando, aí lembrei que só havia uma pessoa com o sobrenome que eu lembrei, e além disso, você acabou de admitir o que fez.

-V-você--

-O que foi Dr. Jasper Stlear. (Tira a venda)

-V-você estava algemada.

-Eles não prenderam direito, não é?

-O que você vai F-fazer?

-Com você nada, você me ajudou, eu vou ir atrás de quem realmente merece, ela está em algum lugar, ela me abandonou quando eu pedi algo para ela.

-Lynn...

-Exatamente.

-Você quase fez ela cometer suicídio, ela não há abandonou.

-Você acha isso?

-Ela vinha te visitar, el--

-Eu não lembro de falar com ela desde aquele dia.

-Ela... Julie... eu...

-Dr. Jasper?
 

Jasper havia desmaiado, Julie ri da situação e saí da sala, os guardas apavorados mandam ela parar, ela somente olha para eles e fala calmamente:

-Olhe em meu olhos.

 Os dois guardas se matam, Julie não entende o seus olhos fazem, mas ela sabe que eles são abençoados. Julie Kim chamada pelo Dr. Jasper Stlear de Brainwash, está desaparecida, as últimas vezes que foi vista, foi quando incendiou o Centro psiquiátrico onde estava sendo mantida, sendo que ela levou o corpo do Dr. Jasper para fora de-lá antes de queimar o local, Já a segunda vez foi mais recente, segundo testemunhas que hoje foram encontradas mortas em suas casas, por suicídio, Ela estava perto de um pier, Vestindo um vestido Azul, com uma calça leg preta, um casaco preto com detalhes azuis, seus olhos estavam completamente brancos, a polícia suspeita que ela estivesse usando lentes de contato brancas que escondiam suas íris, Pelos casos ela mata da seguinte forma, Brainwash faz as pessoas se matarem e em seguida arranca seus olhos, Um investigador chamado Steve Oswald é a pessoa que irá assumir esse caso .Segundo o Dr. Jasper ela está indo atrás de sua irmã mais velha, Lynn Kim. Em um vídeo postado na internet há alguns dias atrás, Brainwash aparecia e dizia: 

-"Não importa onde esteja minha querida irmã, eu irei te encontrar e você enfim olhará novamente em meus olhos".


Notas Finais


Espero que tenham gostado, qualquer pergunta fiquem a vontade para perguntar, quem quiser utilizar a Brainwash em alguma História/Fanfic, por favor me mande, eu adoraria ler :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...