História Branca de Neve - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Visualizações 167
Palavras 858
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem os erros e boa leitura...

Capítulo 25 - Capitulo 25


Capitulo 25

Rin – Sesshoumaru... – sussurrou o nome do príncipe, sem acreditar no que via.

Todos estavam ali, temerosos com o clima que tomou conta do lugar. Um arrepio corria pelo corpo ao verem Sesshoumaru em pé, lhes encarando.

InuTaisho – meu filho... – tentou falar com o rapaz, mas seu filho já não estava ali.

O jovem príncipe, possuído por uma fera desconhecida. Ele caminhou em direção a grande janela, passos firmes e fortes.

Rin – Sesshoumaru, espere... – chamou-o. E ele a olhou, Rin não sentiu Sesshoumaru. aquela criado não era o príncipe. Podia parecer, ter o corpo, mas não tinha sua alma. E aquela criatura, de olhar frio. Voltou a caminha em direção a janela e de lá se jogou – NÃO... – correu ate a janela para ver o que tinha acontecido, e todos que estavam ali no quarto fizeram o mesmo.

Mas ao invés de verem um corpo estirado no chão, uma grande fera surgiu. Um terrível monstro. Uma besta de tamanho gigantesco. Um grande cachorro branco, que assustou a todos.

Os soltados lhe apontavam lanças e espadas, incapazes de feri-lo, fugiam apavorados. A grande fera destruía muros, grandes e saiam em direção ao vilarejo. Causando mais pânico e devastação.

Inuyasha – o que foi isso? – completamente assustado.

Izayoi – o espírito da lua tomou de conta do corpo de Sesshoumaru.

Rin – temos que ir atrás dele.

Sango – ir atrás dele? como vamos atrás disso?

InuTaisho – preciso reunir os soltados e proteger todo o povo.

Inuyasha – eu vou com o senhor pai... – rei e o jovem príncipe, saíram para proteger todo o reino, que estava em perigo com aquela fera a solta.

Izayoi – eu preciso pesquisar, saber mais sobre essa lenda. Para entender com o que estamos lhe dando – a rainha também se retirou.

Rin – eu tenho que ir... – o incrível, era que com toda essa estranha coisa que estava acontecendo. Rin conseguiu controlar seus poderes. Estava tão concentrada em ajudar Sesshoumaru. que todos seus sentimentos estavam calmos, apesar da situaçao não se nada calma.

Sango – Rin... eu preciso falar com voce.

Rin – agora não, Sango. Eu preciso cuidar de Sesshoumaru – e saiu correndo.

Sango – Oh meu Deus! Por que ninguém me escuta.

#-#

O vilarejo estava um caos. Mulheres corriam para salvar seus filhos, homens tentavam lutar com o que encontravam pela frente, mas nada parecia deter aquela fera. Ela destruía tudo que encontrava pela frente. Casas, barracas, carroças. Muitos estavam feridos. Os soldados tentavam refugiar todos e impedir que aquela besta continuasse sua onda de terror.

Os homens uniram suas forças com os soldados e cercaram a fera. Armados de lanças, espadas e ate um canhão, usado para defender o reino e povos inimigos. Estavam prontos para ataca-la. Ate que o rei chegou.

InuTaisho – não o mate...

Jaken – mas senhor, é uma grande fera... – comandava as tropas.

InuTaisho – não quero que o mate. Tente neutraliza-lo, faça alguma coisa, mas não mate.

Jaken – sim senhor... – armava outro plano de ataque.

InuTaisho – Inuyasha, ajude com os feridos.

Inuyasha – sim meu pai... – o jovem príncipe correu para abrigar todos que queria fugir daquela fera e a cuidar dos feridos.

Jaken – vamos desnortea-lo. assim conseguiremos  captura-lo.

Bombas foram lançadas, a fera só parecia se irritar ainda mais. Apenas com suas patas, conseguia atingir os homens que ali lutavam.  Que ficaram caídos, sangrando, muitos ate quase mortos ou mortos.

Já não se tinha esperança. Lutavam por bravura e por honra, mas aquela fera era muito poderosa. Tudo parecia acabado. Quando der repente, uma neve começou a cair. um vento forte soprou. Bolas de neve começaram a atingir a criatura. Cada vez mais rápidas, velozes e maiores.

A fera começou a se incomodar, com aquelas bolas de neve em seus olhos. ate que muitas bolas ao mesmo tempo lhe acertaram. Era evidente sua fúria. Ate que a criatura identificou de onde vinha esses ataques.

Vinha daquela mulher, cercada pelo gelo, ela lhe atacava. A grande besta babava acido e encarava a mulher. E iria devora-la.

Por sorte Rin havia conseguido chamar a atenção da fera, antes que matasse todos ali. E agora, tudo o que tinha que fazer, era correr. Correu floresta adentro e a fera foi atrás dela. Claro, em pouco segundo lhe alcançaria. Mas Rin tinha que tentar afastar a besta do vilarejo.

Correu e com a ajuda de seus poderes, fazendo ondas de gelo para lhe fazer ir mais rápido. Rin, conseguia fugir. Ouvia atrás de si, barulho de troncos de arvores caindo. Ate que parou de ouvir esses barulhos.

Parou de correr e olhou para trás. Não via nada, a não ser arvores caídas ao chão. a fera já não estava atrás de si. Quando virou novamente, do nada, o grande cachorro branco surgiu a sua frente. E ela se assustou.

A fera parecia não ter pressa em devorar a sua presa. Queria brincar com aquele pequeno ser que trituraria com seus dentes afiados. Se aproximou lentamente, e bufou. Tão quente que quase queimou a pele de Rin.

Rin – Sesshoumaru... sou eu! – era inútil tentar conversar com uma fera – por favor, volte a si. Eu sei que você ainda está ai – a fera mostrava seus dentes e estava pronta para atacar.

Continua...


Notas Finais


fiz agora, nao sei se tá bom então deem suas opinioes.
bjs e ate.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...