1. Spirit Fanfics >
  2. Brands Crimson >
  3. Agora eu estou muito melhor

História Brands Crimson - Capítulo 9


Escrita por: e Nalin_a


Notas do Autor


eu devia ter postado a um tempão atrás mas nao deu, desculpaaa

Sim, os personagens foram mudados, vou explicar melhor em outra hora, mas a história continua a mesma.


espero que gostem!

Capítulo 9 - Agora eu estou muito melhor


Fanfic / Fanfiction Brands Crimson - Capítulo 9 - Agora eu estou muito melhor

P.O.V Ethan

Eram 15:00 da tarde quando escutei meu celular tocar, olhei a tela e vi que era o Adam, atendo e ele diz:

— Alô alô, eu sei que eu podia passar aí, mas deu preguiça, tu pode vir aqui pra' gente conversar? Tô sem nada pra fazer. — Ele pergunta animado quase não me deixando falar.

— Não sei se eu vou poder, desculpa, queria mesmo passar com você. — Respondo de forma sincera, mas meio desanimada.

— Você tá bem? — Ele pergunta com uma voz preocupada.

— Eu tô bem. — Minto, não quero que ele de preocupe mais do que já parece estar — Vou desligar, tá? — Pergunto e ele concorda, então desligo.


A realidade é que eu me sinto pior a cada dia que passa, mesmo com o tratamento. Eu estava cada vez mais cansado, com febre, falta de ar ou estava deitado tentando dormir para fazer tudo parar de girar e eu apenas conseguir descansar, mas eu não conseguia. Os médicos estavam sempre aqui, mas eles também não podiam fazer isso passar. Eles não podem e eu também não.

Confesso que queria meus amigos por perto, eu só não quero que eles fiquem preocupados, eles tem seus próprio problemas, eles não precisam ficar passando por isso junto comigo. Eu realmente queria ir lá com o Adam, talvez até o Oliver estivesse junto com ele, o problema é que sei que não consigo e estou com uma cara péssima. 

Fico tentando me concentrar em um ponto fixo no teto pra isso passar e não consigo, parece impossível. Até que escuto algumas batidas na porta e em seguida alguém entrando, não me viro pra olhar, deve ser mais alguma enfermeira vindo checar como estou.

— Serviço de quarto! — Escuto aquela voz masculina se forçando a parecer fina, era Adam, solto uma risada fraca e em seguida falo

— Oi, você veio aqui. Não precisava, eu estou bem. — Falo e sorrio tentando parecer verdadeiro, mas falhando, porque eu não estava bem e ele sabia disso melhor do que qualquer outro.

— Não está não — Ele diz e se senta ao meu lado na cama — Cara, você precisa se cuidar. — Ele com certeza estava preocupado.

— Você não precisava vir aqui, não queria que se preocupasse. — Falo sério

— Você é meu melhor amigo, sempre me ajudou, eu vou me preocupar de qualquer jeito. — Ele fala e eu dou um sorriso — Você tá comendo direito? — Ele pergunta e eu apenas fico calado — Não acredito nisso! — Ele fala e sai. 

 Me pergunto se ele foi embora mesmo. Minha pergunta é respondida quando ele volta 5 minutos depois com alguma sopa estranha que só vende aqui.

— Agora você tem que comer isso. — Ele diz me entregando a sopa e sentando no sofá azul ao lado da minha cama.

— Você sabe que eu odeio as comidas daqui. — Falo olhando para aquela sopa verde, provavelmente de ervilha.

— Eu sei, mas você tem que comer. Só saio daqui quando você terminar — Ele fala e eu sei que aquilo é verdade então começo a comer.

Depois de um tempo estávamos só conversando, rindo às vezes, ele me disse que assim que eu pudesse era para falar com Oliver, porque ele queria me contar uma ótima notícia, ainda não sei qual é, mas estou feliz por ele ter uma boa notícia. Eu ainda não estava 100% bem, mas agora estava muito melhor.


P.O.V Oliver

Mexer os dedos, eu estava muito melhor, nunca imaginei que fosse conseguir fazer isso de novo algum dia, mas eu consegui e estava muito orgulhoso de mim. O problema agora não é comigo, são meus amigos, eu sei que Ethan não está bem e também sei que não posso ajudar ele, porque pelo que Adam me falou ele não quer que ninguém o veja desse jeito. Mas sei que posso estar aqui pelo Adam e é isso que estou fazendo, me mudei para o quarto dele por esses tempos.

Assim que ele chega do tratamento eu fico por lá com ele. Eu sei que não é tanto, mas é o que eu posso fazer por ele.

— Oi — falo enquanto entro no quarto de Adam com um picolé de morango e entrego para ele.

— Valeu, é meu favorito. — Ele fala e sorri fraco enquanto abre a embalagem.

Fizemos alguns testes de Buzzfeed para passar o tempo, até que percebo que ele parece cansado,  falo para ele tentar descansar um pouco e fico por lá até que ele dorme, então vou embora. Queria poder fazer o mesmo pelo Ethan, mas nem sei ao certo como ele está, só sei que não está bem.


P.O.V Adam

Assim que acordo me sinto muito melhor, então resolvo passar mais uma vez no quarto do Ethan, bato na porta e entro, ele parece estar melhor, acho que conseguiu dormir um pouco também. Ele estava assistindo Looney Tunes na televisão do quarto.

— Posso assistir com você? — Pergunto e ele assente. Me deito no sofá azul. Assistimos uns 3 episódios até que resolvo perguntar.

— Por que você não quer que o Oliver esteja aqui também? — Pergunto e ele fica calado durante um tempo até que responde

— Não quero que ele me veja assim. Eu só quero ele bem. — Ele fala de forma verdadeira.

— Ele está preocupado, não sei o que falar para ele, ele quer muito te ver — Falo lembrando do quanto Oliver fala do Ethan — Talvez se ele soubesse algo mais ou viesse falar com você. Acho que faria bem para os dois.

— É... Talvez — Ele fala pensativo — Acho que seria bom. — Ele diz e eu comemoro internamente.

— Eu posso chamar ele? — pergunto torcendo por um "sim"

— Agora? — Ele pergunta surpreso e eu assinto. Ele pensa um pouco mais — Hm... Tá bom.

— Eu já volto, fica aí — Eu falo e saio. Ando até meu quarto já que Oliver estava lá por um tempo. Chego e falo.

— Tenho uma boa notícia! — Falo animado.

— Qual? — Ele pergunta voltando sua atenção a mim.

— Ethan quer te ver

— Sério? — Ele pergunta sorrindo.

— Sim — Assim que eu falo isso começo a levar ele para o quarto do Ethan, que também era do Oliver.

Chegamos na porta e resolvo avisar ele mais sobre o Ethan antes de entrarmos.

— Preciso te contar umas coisas. Você sabe que o Ethan tá mal, mas não sabe quanto. É muito. Tenta não falar muito disso, ele não gosta que as pessoas fiquem preocupadas com ele. — Falo e ele parece ter entendido então entramos.

— Oi, Ethan. — Oliver fala de forma calma.

— Oi, Ollie. — Ethan fala e sorri.

Depois disso conversamos por horas, sobre desenhos, jogos, tudo. Quando foi ficando um pouco mais tarde resolvi voltar para o meu quarto e Oliver ficou com Ethan. Acho que ele vai voltar a dormir por lá.


P.O.V Oliver

Depois de um tempo que Adam foi embora conversei um pouco mais com Ethan até que resolvo perguntar.

— Posso voltar para cá? — Pergunto receoso

— Pode. — Ele responde com uma expressão neutra. Fico feliz por isso, apesar de tudo eu sentia falta dele.

Alguém bate na porta e em seguida entra. Era o Dr. Martin.

— Boa noite, Oliver. Preciso falar com você, você pode me acompanhar? — Ele pergunta e eu assinto em seguida indo atrás dele.

Quando chegamos em sua sala vejo que está tudo igual sempre, me aproximo da mesa e pergunto

— Vamos conversar sobre o que?

— É sobre a Lauren, psicóloga que te atendia. — Ele fala sério.

— Atendia? — Pergunto confuso

— Infelizmente. Percebemos junto a direção do hospital que ela estava tendo comportamentos anti-profissionais, porém não podemos divulgar quais são. — Ele fala e juro que o vi dar um sorriso — Mas eu vou te ajudar enquanto você não acha outra psicóloga, tá bom? — Concordo, mesmo que ele não seja psicólogo é uma pessoa responsável e confio nele. Me despeço e volto para meu quarto, já está tarde e preciso dormir.


P.O.V Adam

Eu tinha acabado de acordar e estou decidido a achar Erick. Já dei um tempo para ele e sei que fui um péssimo namorado por não procurar ele antes, mas achei que ele fosse voltar logo. Resolvi então olhar primeiro pelo hospital, não estava no quarto dele, nem de outros amigos de sua ala, perguntei para algumas enfermeiras e nenhuma soube me dizer nada, uma me levou de volta para o quarto dizendo que eu não podia ficar por lá. Eu sei que não posso, mas o Erick sumiu!

Já que fui expulso do andar resolvo fazer algo que está mais ao meu alcance e ligo várias e várias vezes para o Erick, nada de respostas, algumas mensagens perguntando o porquê de ele ainda não ter voltado, até pedi desculpas pelo Ethan, mas nada. Penso durante um bom tempo até que decido ligar para os pais dele. Primeiro ligo para mãe dele, mas ela também não atende, tento ligar para ela mais algumas vezes e então ligo para o pai dele que para a minha sorte atendeu na segunda chamada.

— Alô, Adam? — Ele pergunta.

— Alô, sou eu sim. Você sabe me dizer onde o Erick está e se ele está bem? Por favor. — Falo meio desesperado, mas tentando ser educado e respeitoso.

— Eu não sei, não conversamos esses dias, achei que ele estava bem e com vocês. O que aconteceu? — Ele pergunta um pouco nervoso.

— Ele e o Ethan tiveram uma pequena discussão e aí ele foi embora, achei que ele ia voltar logo. — Falo um pouco triste.

— Eu e a mãe dele vamos tentar entrar em contato com ele, mas eu imagino que ele esteja bem. — Ele fala tentando me acalmar e se acalmar.

— Tudo bem, muito obrigado mesmo. Tchau. — Falo e ele se despede e desliga.

Eu só queria que ele aparecesse, não aguento mais ficar longe dele. Penso nisso e desisto de tentar ligar para ele, sento na minha cama e começo a assistir Looney Tunes.

— Poxa, nem me chamou pra' assistir. — Alguém fala e olho para o lado.


— Erick?


Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...