História Brawl stars a batalha pela sobrevivencia - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Brawl Stars
Visualizações 9
Palavras 860
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi pessoal desculpem demorar trazer novos capítulos é pq o display do meu celular tinha quebra e não tinha como eu digitar e eu ainda tive que encomenda o display por isso eu demorei pra voltar a trazer capitulos

Capítulo 7 - Melhores amigos


Fanfic / Fanfiction Brawl stars a batalha pela sobrevivencia - Capítulo 7 - Melhores amigos

A muito tempo atrás antes dos seres humanos existirem no meio do espaço avia um pequeno planetoide 

o planetoide comessa a brilhar por acaso e derrepente uma grande esploção acontece e do nada o planetoide cresse soltando uma jóia roxa

a jóia roxa voa até um pequeno planeta ela se choca com esse planeta 

a jóia roxa vira um líquido roxo claro esse líquido roxo afunda até o núcleo do planeta

e então a vida comessa 

de um do mundo surge várias flores de cacto essas flores se transformam em varias formas humanóides de cacto 

e do outro lado do mundo surgem várias flores de Sakura e do nada essas flores viraram formas humanóides 

uma era a raça totalmente maligna e arrogante mas bem lá no fundo tinha compaixão

e a outra raça era totalmente do bem e não tinha um pingo de maldade

com o tempo essa raças conviveram entre elas mesmas sem saber da existência uma da outra

quando um dia um
representante da espécie de cactos transformou em um ser
totalmente diferente 

ele começou a brilhar um cor roxa e do nada ele cresse do tamanho de 3 metros e ganha dentes de espinhos tão finos que parecia agulhas de navalha
seus espinhos do corpo ficarão todos escuros e sua flor na cabeça deixou de ser macia e se tornou áspera e espinheira

esse monstro matou um por um da sua espécie 

ele decapitou,mumutilou,
estralhasou e devorou todos de sua raça até que não sobrasse ninguém de sua raça 

quando ele estinguiu toda sua raça ele saiu a procura de mais 
espécies foi então que ele encontrou o povo Sakura e então fez o mesmo com eles

foi um massacre 

quando o cacto voltou ao normal ele se deparou com oque fez ele gritou de raiva foi aí que ele vê a última flor de Sakura de sua espécie

ele correu até ela a carregou para um lugar com solo fértil e a plantou 

ao terminar de plantar a flor o cacto viajou ate sua vila destruída chegando ao centro da vila ele olha para o céu sorri enquanto cai uma lágrima de seus olhos 

foi então que ele arranca o seu coração e antes de morrer ele o planta e cai no chão 

muitos anos depois uma menina de 14 anos e de cabelos roxos estava brincando na floresta com outra menina de 15 com cabelos roxos elas estavam brincando até que se casaram e se deitaram em baixo de uma árvore 

- rosa oque vc vai ser quando creser 

rosa: lutadora de boxe e vc Shelly -- diz rosa sorrindo 

Shelly fica vermelha e pensa -- meu deus ela é muito fofa

Shelly: eu ainda não sei -- diz Shelly corada

rosa: não importa oque vc seja vc sempre será sempre minha fofa  

Shelly: j-j-ja falei pra vc não me chamar assim -- diz Shelly corada e gagejando 

rosa: pq não vc é mesmo fofa 

Shelly: é que eu fico envergonhada

rosa: vc sente vergonha

Shelly: só perto de outras pessoas

rosa: e perto de mim

Shelly: perto de vc eu sinto outra coisa -- diz Shelly com seu rosto se aproximando do rosto de rosa

rosa: sério? -- diz rosa fazendo o mesmo

Shelly: sim -- diz Shelly pronta para beijar rosa

mas rosa bota a mão na boca da rosa e diz

rosa: não Shelly eu já te falei eu não sou assim 

Shelly: s-s-sim e-eu entendo -- diz Shelly cobrindo o rosto com sua camisa

rosa: Shelly tá tudo bem 

Shelly: s-sim eu tinha esquecido que eu tinha que ajudar a minha mãe a fazer comida tchau -- diz Shelly correndo totalmente corada

rosa: Shelly espera ah -- diz rosa triste batendo o pé no chão 

do nada o chão quebra e rosa cai num buraco

foi ai que ela vê uma luz roxa bem forte 

ela olha e vê uma flor de cacto 

quando rosa carrega a flor e quando ele a carrega aparecem letras flutuando e uma voz diz

vc que está segurando a flor de cacto essa flor é totalmente maligna ela está aprisionada a mais de um milhão de anos

rosa: ouve bem oque a voz disse e então pensou e se ela estivesse presa em um lugar durante um milhão de anos
e então ela diz

rosa: não ligo vou ficar com ele mesmo assim 

a vós diz 

ao fazer isso o cacto terá sua idade criança 

rosa: tudo bem 

a flor comessa a brilhar e puf rosa olha pra frente e ve um garoto de cabelos vermelhos shorts marrons colete roxo e camisa verde fraco

rosa: vc não disse que ele seria um cacto -- diz rosa corada

a voz diz 

ao assumir sua idade ele também assumiu a forma de sua espécie

ele ficará nessa forma até ele corta o lasso de amizade com vc isso é tudo adeus -- diz a vós enquanto as letras somem

rosa pensa: realmente porque eu aceitei

quando derrepente o garoto a abraça e fala bem lento como se não soubesse falar

- o-b-r-i-g-a-d-o

rosa fica totalmente corada mas abraça de volta e diz

rosa: não precisa agradecer

 


                     continua........... 


Notas Finais


Ok pessoal esse foi o capítulo de hoje espero que tenham gostado e eu vou tentar ficar mais ativo Agora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...