1. Spirit Fanfics >
  2. Break me ... "Little brother". >
  3. Chapter VI - Irônia do Destino.

História Break me ... "Little brother". - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


A-
Matt vai piorar cada vez mais mi amigos.

Capítulo 6 - Chapter VI - Irônia do Destino.


O sinal do intervalo havia tocado a pouco tempo e, sem demoras, Matt estava no corredor dos armários encostado em um armário qualquer.

ㅡ Boa sorte. ㅡ Nick desejou enquanto esperava Gabriel junto com seu amigo.

ㅡ Valeu... ㅡ Falou baixo enquanto olhava para o chão com os braços cruzados. ㅡ Pensando bem, acho que eu posso estar arrependido sobre isso. ㅡ Murmurou e Nick riu.

ㅡ Você foi procurar encrenca, agora se fudeu e lide com isso. ㅡ Nick bateu batendo nas costas de Matt fraquinho.

ㅡ Matt! ㅡ Os dois ouviram a voz de Gabriel, acompanhado por Levi. ㅡ Tava pensando em fugir por acaso?

ㅡ Nunca! ㅡ Se desencostou do armário o qual antes estava encostado e ficou parado. ㅡ Não vai vim me bater?

ㅡ Claro que vou! ㅡ Após dizer tal frase, Gabriel partiu para cima de Matt com força que em absolutamente em nenhum momento revidou, apenas deixava Gabriel o bater com todo prazer do mundo.

ㅡ Eu me pergunto... Qual dos dois é mais idiota? ㅡ Levi perguntou enquanto observava a luta junto com Nick e a platéia. Espera... Platéia? Quando menos perceberam, estavam rodeados por uma multidão filmando.

ㅡ O que é isso aqui? ㅡ O diretor apareceu com uma cara nada boa.

ㅡ R-retribuição, senhor diretor...ㅡ Fora o que Matt disse com a voz fraca e falha, sorriu antes de fechar os olhos.

...

Matt havia acabado de acordar. Olhou ao redor e pelo que percebeu, estava na enfermaria da escola.

ㅡ Fez isso para me ferrar, né? ㅡ Gabriel perguntou chamando a atenção do garoto. Estava sentando numa cadeira ao lado dele.

ㅡ Não, eu estava tava sendo sincero quando disse que era uma retribuição por eu sempre ter batido no Levi. ㅡ O respondeu.

ㅡ Desculpas não bastava?

ㅡ Desculpas bastavam para você?

ㅡ Não.

ㅡ Então pronto. ㅡ Matt sentou-se na cama da enfermaria e suspirou.

ㅡ Vamos, o diretor disse que quando você acordasse era para irmos na diretoria. ㅡ Explicou levantando-se da cadeira indo até a saída da enfermaria e sendo acompanhado por Matt.

Ao chegarem na diretoria, Matt bateu na porta e receberam um " pode entrar " do diretor. Entraram na sala e se sentaram nas duas cadeiras que ficavam de frente para o diretor.

ㅡ Agora, garotos, poderiam me explicar o porque da briga no corredor? ㅡ O diretor perguntou.

ㅡ Retribuição.

ㅡ Explica tudo,Matt. Explica os motivos. Todos, os motivos! ㅡ Gabriel mandou e Matt suspeitou pesado.

Começou a explicar tudo direitinho surpreendendo ao diretor.

ㅡ Você sabe que isso é expulsão imediata, não é mesmo, Matt? ㅡ O diretor perguntou sério.

ㅡ Sei sim, mas devo ter lembrar que meu pai é um dos investidores dessa escola e... ㅡ  Nem precisou continuar a falar.

ㅡ Não precisa disso... Você só será suspenso por essa semana, irei avisar avisar ao seu pai.

ㅡ Tá...

...

Não acredito nisso Matt! ㅡ Lucas falou em voz alta com o garoto sentando no sofá. ㅡ Você bate no Levi! Qual é o seu problema?!

ㅡ Eu batia nele antes mesmo de você inventar o seu querido casamento então não começa! ㅡ Resmungou com raiva.

ㅡ Não fala assim comigo e de qualquer forma, bater e fazer bullying é errado, Matt!Lucas o respondeu. ㅡ Hoje mesmo vai ter umjantar e você, vai pedir desculpas!

ㅡ Não vou, eu já fiz o que tinha de fazer! 

ㅡ Levar socos e murros não é um pedido de desculpas, Matt! ㅡ Lucas reclamou.

ㅡ Sabe de uma coisa? ㅡ Lucas ficou confuso e arqueou a sobrancelha. ㅡ Eu deveria ter ido morar com minha mãe! ㅡ  Exclamou com raiva levantando-se do sofá.

ㅡ A sua mãe não te quer, você fica elogiando ela quando na verdade, você sabia que ela liga para mim e lembra que não quer você na casa dela pois ela já tem a família perfeita?! ㅡ Lucas falou sem pensar e Matt arregalou os olhos triste e surpreso. ㅡ Espera....Matt!

O garoto andou até a porta da casa e saiu, fechou a porta com força e o único lugar que iria te ajudar seria o bar e foi onde começou a beber de tarde e só parou às onze da noite.

Entrou em casa tropeçando e tentando fazer o mínimo de barulho possível, o que não dera certo.

ㅡ Fiquei preocupado! ㅡ Lucas falou sentado no sofá.

ㅡ Seu casamento acabou? Acho que sim, né? ㅡ Zombou com a voz embriagado e riu em seguida, vomitando.

ㅡVem... ㅡ Levantou-se do sofá e ajudou o filho a subir as escadas e ir até o quarto, o deixando na porta do banheiro. ㅡ Toma banho, daqui a uns 20 minutos passo aqui com uma água e um remédio.

Dito e feito.

Agora Matt dormia serenamente e no dia seguinte, acordaria com uma puta ressaca e para sua sorte não teria de aguentar a ressaca na escola.

Bom, ele só não sabia se o casamento do seu pai havia acabado. 

O destino pode ser irônico, não é mesmo? Quem diria que o cara que você batia todo dia, de um dia para outro seria praticamente seu meio irmão e que estava apaixonado por ele, mas nunca teria coragem do assumir depois de tudo que fez. Nunca.


Notas Finais


Enfim-
Esse ficou curtíssimo e eu não gostei de ter ficado curto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...