História Breaking Limits - Remasterized - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Deidara, Haku, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kisame Hoshigaki, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Madara Uchiha, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shizune, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato, Zabuza Momochi
Tags Amfa, Escolhidos, Narukura, Shadow
Visualizações 278
Palavras 5.600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aqui estamos de volta com a melhor fic que ja fiz, muito provavelmente ne kkkkk

E aqui estamos com a primeira batalha. Vamos ver como estar esse remaster

Capítulo 4 - Arco I - Clímax entre chamas.


- Você é...

- Prazer em conhecê-los, principalmente para quem ainda não me conhece. – Falava o homem com um sorriso no rosto, enquanto seus olhos eram cobertos pelos seus cabelos ruivos. – Eu sou cientista Nagato, mas podem me chamar de Doutor ou Mestre Nagato. – Finalizou com um sorriso.

- Er... prazer. – Respondeu Kurama observando melhor aquela pessoa que tinha surgido, assim como os demais.

- O Doutor Nagato é o melhor cientista que tivemos desde que ele entrou aqui. – Começou Tsunade explicando sobre ele. – Ele é bem inteligente, bem mais do que os elfos altos de sua raça. – Completou a loira.

- É um prazer conhecer todos vocês. – Falava o ruivo esboçando um sorriso sincero. Era um homem até que alto, que teria por volta da idade de trinta anos. Seu corpo não era tão magro em relação aos demais de sua raça. Seu porte era até que ligeiramente magro. Usava uma roupa branca refinada, que o dava a impressão de médico, que tinha uma gola alta. Carregava consigo um livro. Apesar de tudo, não liberava nenhuma aura como as outras espécies que tinha na academia, assim como não era mostrado muito de suas feições. – Conheço todos que estão aqui, e também os que não estão aqui. – Falava se referindo a Naruto e Sasuke que não estavam presentes.

- Ocorreu um desentendimento entre aqueles dois. – Comentou Tsunade dando um suspiro pesado, vendo que eles não estariam.

- Isso é algo bom. – Disse o ruivo dando um sorriso grandioso.

- Eh? Por que seria algo bom? – Perguntou Shizune sem entender.

- Bem, vocês são escolhidos que não sabem nada sobre o poder do escolhido. Talvez nem mesmo saibam como usá-lo direito. – Disse ele de forma tranquila e lógica. – E isso é natural. Estão lidando com algo totalmente desconhecido. – Ele então olhou para cada um dos escolhidos que estava presente. Eles não viram seus olhos, mas sabiam que estava os observando. – Lutar é o melhor estímulo para poderem liberar seu poder. Como sempre dizem: aprende-se mais na prática.

- Mas... Eles não estão lutando como uma prática. – Disse Shizune um pouco exasperada.

- Não se preocupe. Nada de ruim irá acontecer. – Falou o Nagato calmo e com bastante segurança, o que não passou muito confiança para a elfa braço direito da loira. Ele então se virou para olhar a vidraça da sala. – Eu tenho muitas expectativas com esta geração.

Da vidraça ao longe, era possível ver alguns explosões e chamas sendo lançadas em várias direções, iniciando um pequeno incêndio na floresta ao lado da faculdade. Aquilo chamou a atenção dos outros, que rapidamente se levantaram para olhar a destruição que estava sendo causada.

- Já começou... – Falou Kurama séria observando ao longe a batalha.

Ao mesmo tempo, na floresta. Naruto tinha se aproximado em alta velocidade do dragonato, passando pela sua defesa tão facilmente que ele nem tinha percebido quando o loiro se moveu. Entre suas mãos estava a esfera de fogo que seu adversário tinha lançado contra ele. Sem nenhuma misericórdia, o Uzumaki segurou a esfera com a mão direita e atingiu a barriga do Uchiha em um ataque corpo a corpo. A esfera de pura chama brilhou de forma intensa, e o calor da mesma aumentou de forma abrupta. Seu tamanho se expandiu, e então explodiu numa grande onda de chamas, que foi a maior parte deslocada em direção a Sasuke, que foi alvo do ataque. Uma onda de calor se expandiu para todo o lado, queimando a terra e a vegetação.

No meio da explosão, Naruto acabou recuando para trás pelo impacto, com a sola de seus pés arrastando a terra do chão, de forma que pudesse reduzir a aceleração do recuo. Seu corpo estava exibindo uma fumaça preta, que tinha queimado completamente a parte superior de sua roupa. Sasuke por outro lado estava sendo lançado no ar, como se fosse um míssil ou um projétil restante dos destroços de uma bomba. Fumaça saia de seu corpo ao quanto iria ser lançado. O loiro viu o dragonato e então em rápido movimento, pegou impulso se abaixando e logo em seguida pulando. Seu salto fez com que ele rapidamente alcançasse o Uchiha no ar, que logo se recuperou, preparando para se defender do que viria a seguir. Naruto esticou a perna para o lado e rodopiou sobre o próprio corpo, acertando um potente chute lateral contra o dragonato. Sasuke conseguiu bloquear, mas ainda sofreu danos pelo impacto. Ele que tinha se lançando no ar, acabou sendo jogado contra o chão.

O Uchiha foi lançando em alta velocidade contra a terra, e dessa vez, estava fora da floresta onde tinham começado. Ele então caiu com um tremendo baque no chão, fazendo-o afundar um pouco. Ele gemeu de dor e se pôs a tentar levantar. Quando levantou o olhar, observou que o loiro estava descendo rapidamente em sua direção em alta velocidade, pronto para o atingir com uma espécie de voadora. Ele logo se levantou e pulou para o lado, evitando assim o ataque. Naruto quando caiu no chão, seu pé atravessou a terra e a partiu em vários pedaços em um raio de alguns metros. A terra tinha afundando bem mais do que antes, e várias rachaduras tinham surgido. A perna do Uzumaki estava praticamente enterrada no chão. Ele apoiou as mãos e a retirou sem muita dificuldade.

Os dois estavam agora mais próximos do território da faculdade, o que acabou atraindo a atenção de outros estudantes que estavam na faculdade. Os estudantes acabaram cercando em alguns cantos, mas mantendo o máximo de distância, para acabarem não sendo pegos na batalha. Inclusive, os outros escolhidos, junto de Tsunade, Shizune e Nagato se aproximaram para poder ver a batalha.

O quê é essa aura ao redor dele? De onde vêm esse poder? Isso não é magia nem um pouco, pensou Sasuke sem entender.

- Você não é nada mal... – Disse o Uzumaki o olhando de forma séria. Seu olhar era bem diferente do que o Uchiha já tinha visto. Era como se perfurasse a sua própria alma e enxergasse tudo sobre o próprio Dragonato.

- Você não é capaz de usar magia... então como você... – Ele acabou sendo interrompido.

O loiro tinha se movido rapidamente, dando um salto para frente, que fez parecer que ele estava deslizando em direção a Sasuke. Seu olhar ainda concentrado em focar atingir um ataque em seu adversário. Ele esticou o braço pronto para atingir um potente soco contra o rosto do Uchiha. Contudo, o mesmo conseguiu defender o ataque bloqueando com centro do machado.

O choque que o punho do loiro fez com a arma do escolhido foi como um alto impacto que se espalhou. O ar se moveu rapidamente em todas as direções, e o chão abaixo dele se quebrou e elevou alguns pedaços de rochas. Os dois se encararam olho no olho. Um mostrando a intenção do outro.

- Não é da sua conta o que posso ou não posso fazer. – Disse o loiro erguendo um braço livre e preparando para desferir mais um ataque contra o dragonato. – Attack of the one hundred hands! (Ataque das cem mãos).

Em seguida o loiro começou a desferir uma grande quantidade de socos em direção a Sasuke. Cada um se movendo com alto poder e velocidade, vindo de diversos pontos diferentes e prestes a atacar vários locais diferentes do corpo do adversário.

O Uchiha usou seu machado que era grande, e dessa forma, seu lado era capaz de defender dos ataques que vinha do humano que atacava sem parar. Ou ele defendia com o machado ou conseguia escapar dos ataques por pouco. Os socos do loiro eram tão rápido que criava a ilusão de vários braços atacando. Sasuke não conseguia se manter no lugar, e acabava recuando para trás.

Enquanto os dois se enfrentavam, o pequeno público observava a batalha acontecendo. Com mais atenção vindo dos escolhidos que estavam olhando com atenção. Principalmente vindo de uma certa ruiva. Kurama estava bem atenta a batalha. Apesar de estar com a intuição certa, não imaginava que o loiro fosse lutar tão próximo com ataques corpo a corpo. E nem como um humano poderia ter tanta força e velocidade.

- Como ele consegue lutar daquela maneira? O que ele está usando? Magia? – Perguntou-se a raposa olhando com bastante atenção para a batalha. – Mas isso não seria possível...

- E realmente não é. – Disse Nagato que estava próximo a eles com um sorriso, chamando a atenção dos escolhidos, Tsunade e Shizune. – O que o Naruto está usando difere de qualquer habilidade que alguém poderia utilizar.

- Como assim? – Perguntou a ruiva concentrando a atenção no professor. – E por que não seriamos capazes de utilizar a mesa habilidade que ele? – O encarou, assim como os outros.

- A verdade é que o que dá a ele esse tipo de poder se deve a sua própria raça. Devido a sua natureza incomum em relação as demais. – Respondeu o doutor com os olhos fechados enquanto respondia.

- Natureza incomum? – Perguntou Neji sem entender. – Como assim?

- Ele está falando sobre o Naruto não poder utilizar magia. – Respondeu a Senju de forma firme, sem tirar os olhos da batalha. – Os humanos são incapazes de sentir a energia que vem da própria natureza. Do universo. Apenas da energia que eles próprios tem. – Finalizou a loira cruzando os braços.

- Mas o que isso tem relação com a capacidade do Uzumaki? – Perguntou Suigetsu.

- A magia se forma por se utilizar o exterior a nós como fonte e o nosso interior como o intermédio. – Começou Nagato. – Isso porque sentimos ambos, mas o mesmo não acontece com o humano. Por isso, eles tiveram que desenvolver outro método para poder superar essa fraqueza. – Completou o ruivo.

- E que método seria esse? – Perguntou Kurama curiosa, assim como todos os demais. Nagato apenas sorriu.

- Ele transforma sua energia interior tanto como fonte como o molde. – Respondeu Nagato com um sorriso largo. Todos com exceção de Tsunade se assustaram lá.

- Mas isso quer dizer que... – Disse a ruiva ainda surpresa.

- Mas isso é impossível! – Disse Gaara tão surpreso como os demais.

- Impossível você diz? – Falou Nagato com um sorriso. – Para nós realmente é. Nós sentimos uma grande quantidade de energia, dentro de nós, como ao nosso redor. – Ele direcionou sua atenção para o loiro que lutava fervorosamente. – Mas para aquele garoto, ele consegue lidar apenas com sua própria energia. Então ele só sente ele mesmo. Ele é seu próprio universo!

- E é por isso que ele é capaz de fazer isso. – Respondeu Tsunade. – Com uma sensação não tão grande de energia, ele consegue trabalhar apenas nele dessa forma. E assim, consegue usar sua própria força vital de duas formas diferentes. – Finalizou.

- É surpreendente, não é? – Respondeu Nagato de forma animada. – É como se ele tivesse quebrado o próprio limite.

Kurama ficou observando a batalha de forma admirada, vendo o loiro atacando com tanto poder contra outro escolhido.

- Ora! Ora! Ora! Ora! Ora! Ora! Ora! Ora! Ora! Ora! – Dizia o loiro enquanto atacava com tremenda velocidade contra o Sasuke, que apenas podia recuar diante daquela situação.

- Seu maldito! – Disse o Uchiha ficando irritado, sem poder fazer nada para poder contra atacar aqueles ataque. Então os ataques do loiro se cessaram, com um último soco que acertou o metal do machado, fazendo um barulho zunindo ecoar por todo o local. Foi nesse momento que o dragonato sorriu, vendo que o humano tinha cessado com seus ataques, e passado um tempo parado. Ele ergueu seu machado no ar, e desceu com tremenda força, pronto para partir o loiro em dois. – Você morre aqui!

Foi então que apenas movendo, Naruto moveu e segurou a lâmina do machado com apenas uma mão, parando completamente o ataque do Uchiha. Parar um machado daqueles, com apenas uma mão, foi como um choque para todos que estavam vendo aquela batalha.

- Você é forte... – Respondeu o loiro de forma calma e tranquila. Naruto ergueu o braço, cobrindo a parte superior da sua cabeça, enquanto que a mão que segurava o machado criava uma abertura. Sua perna direita se ergueu, fazendo com que ele se sustentasse com apenas um pé no chão. Ele encarou o dragonato a sua frente de forma fria. – Mas não o suficiente...

E então ele desferiu um potente chute contra a barriga de Sasuke. Quando o ataque o atingiu, o Uchiha sentiu uma tremenda dor, e foi como se um dos seus ossos estivesse se quebrando. Seus olhos ficaram brancos por um momento, sem nenhuma pupila aparecendo. Sua boca se abriu cuspindo sangue. Por fim, ele acabou sendo jogado com tremenda força para trás, voando a poucos centímetros do chão enquanto era lançando.

- Acabou? – Perguntou Neji observando.

- Ainda não. – Respondeu Kurama com o olhar afiado.

Sasuke recobrou os sentidos no meio do ar e fincou seu machado no chão, reduzindo a velocidade que era atirado, criando uma grande rachadura pelo caminho que passava. A velocidade dele diminui, e por fim, acabou aterrissando no chão. Após mais alguns segundos, ele finalmente parou. Da sua boca, ele acabou cuspindo sangue, enquanto limpava com o braço.

Naruto estava observando com certo tédio vendo a persistência que o Uchiha tinha em querer lutar contra ele. O loiro observou o Uchiha ao longe.

- Já chega. – Disse Naruto visivelmente incomodado com aquela situação. – Essa batalha não tem sentido. Não tenho nem mesmo intenção de lutar com você. Além do mais, o resultado dessa batalha já está decidida. Não precisamos continuar até o fim. – O loiro se virou, pronto para ir embora. – Se quer me derrotar, lutemos outro dia, quando você estiver com total controle de seu poder. – Finalizou.

Agora que eu estou vendo. A camisa dele deve ter se queimado no calor da batalha. Ele até que tem um corpão, pensou Kurama olhando para o loiro com um pequeno sorriso malicioso.

- Que droga... minha camisa queimou... – Resmungou Naruto baixinho dando um suspiro cansado.

- Compra outra. – Disse Shadow surgindo flutuando ao seu lado.

- Onde você esteve durante todo esse tempo? – Perguntou Naruto olhando ao redor.

- Eu estava escondido. – Respondeu a entidade das sombras. O loiro ficou com uma gota atrás da cabeça.

- Você... uma entidade feita para lutar... se escondeu... de uma batalha? – Perguntou Naruto pausadamente enquanto olhava para Shadow.

- Exatamente. – Respondeu ele com um sorriso.

- Você me decepciona cada vez que lhe encontro. – Respondeu o loiro com uma gota maior.

- Você... como se atreve... – Disse a voz de Sasuke saindo rouca de onde ele estava, chamando a atenção de todos, inclusive do loiro que se virou.

- Ahn? – Falou Naruto sem entender, com as sobrancelhas erguidas.

- Como ousa tirar sarro de mim no meio da batalha, me ignorar e me dar as costas? – Disse Sasuke batendo com força seu machado no chão, enquanto a aura de calor o envolvia, e se misturava com poder e fúria. – Imperdoável!

O calor que ele emitia começou a se envolver nele. As chamas faziam como que ondas de calor percorresse pelo ar e se aglomerassem ao seu redor. Uma grande onda de calor começou dele e se espalhou. Uma espécie de remoinho de calor se originou dele. As pessoas que estavam por perto tiveram que se afastar para acabarem não sendo queimadas. Naruto encarou aquilo de forma mais séria.

- Eu vou fazer com que se arrependa do que fez! – Disse o Uchiha que então ergueu suas mãos para cima.

Nesse momento, diversas esferas de puro fogo começaram a se originar no ar acima dele. Mas não era apenas algumas, eram dezenas delas. Talvez mais de uma centena. Todas elas acima e ao redor de Sasuke que estava as criando enquanto rugia. As esferas então começaram a girar ao redor do próprio Uchiha em alta velocidade, como se estivessem criando uma espécie de redemoinho de fogo ao seu redor.

- Queime, Humano! – Disse Sasuke apontando o braço em direção a ele. – Spheres of Hell! (Esferas do inferno)

Foi então que umas cinco esferas daquele que o loiro tinha sentido antes daquela batalha ficar mais intensa foram em direção ao loiro. Elas iam em alta velocidade, e prontas para atingirem em cheio. Naruto ficou sério, e quando uma delas se aproximou, ele girou o próprio torso, enquanto inclinava a coluna ligeiramente para trás. A primeira esfera passou alguns centímetros de distância de seu corpo, mas mal o tocou. Quando a segunda esfera se aproximava, ele esticou um de seus pés para o lado e se abaixou levemente. A segunda esfera passou um pouco acima de sua cabeça, mas nada que fosse preocupante. A terceira esfera ele fez de forma diferente. Ele moveu o braço e a rebateu com seu punho, fazendo com que ela fosse jogada contra a quarta que vinha e as duas se explodissem ao mesmo tempo, cancelando ambos os ataques. A quinta esfera veio em cheio contra o Uzumaki. Com a outra mão, ele a segurou por completo, parando seu ataque. Ele então espremeu a esfera em seu punho, a desfazendo.

Todos que estavam assistindo ficaram surpresos, já que tudo aquilo foi feito de forma bem rápida. Sasuke mesmo assim não se deixou abalar e fez com que diversas esferas fossem atiradas em direção a ele em alta velocidade. Os ataques foram como se fossem disparos vindos de uma metralhadora, lançando várias esferas de puro fogo. O chão estava praticamente se destruindo, enquanto o loiro corria em alta velocidade, passando por entre os ataques, e desviando de todos eles com maestria. Ele se movia tão rápido que os ataques não eram capazes de acerta-lo.

- Incrível... – Disse Kurama surpresa com a capacidade que loiro tinha em combate.

- Definitivamente. Mas é melhor que ele termine logo essa batalha, ou irá enfrentar consequências. – Falou Nagato com um sorriso no rosto.

- Por que? – Perguntou Kurama curiosa.

- Ele está usando sua energia vital para poder enfrentar seu inimigo. – Disse Tsunade com uma expressão triste. – Contudo, tal fonte de energia não é ilimitada. – Finalizou.

- Então... ele vai acabar ficando sem forças se prosseguir por mais tempo nessa luta. – Respondeu Kurama logicamente.

- Por que acha que quando se utiliza magia, a nossa energia interior é o molde? – Perguntou Nagato a questionando, fazendo com que todos entendessem onde ele queria chegar. – Se utilizar como fonte, provavelmente se esgotaria.

- Mas esse não é o maior problema. – Falou Tsunade com a voz mais baixa. – Se ele esvair toda a sua energia vital... ele morrerá.

Os escolhidos acabaram tendo um susto ao ouvirem aquilo. Então para o loiro usar aquilo, era como se estivesse apostando a própria vida para poder lutar. A raposa olhou com mais curiosidade para os dois.

- Como sabem tanto sobre esse assunto? – Perguntou bastante curiosa.

- Porque eu e a Tsunade conhecemos há bastante tempo atrás alguém que lutava daquela mesma forma. – Respondeu Nagato de forma misteriosa. Kurama o olhou, e depois se concentrou em observar a luta.

Ele está arriscando a sua própria vida para poder lutar. Uzumaki Naruto. Pensou a ruiva enquanto observava.

O loiro continuava a desviar das diversas bolas de fogo que vinham das mais diferentes posições. Naruto ainda continuava a desviar dos ataques com bastante maestria. Sasuke então começou a se frustrar, então resolveu mudar seu estilo de ataque. Ele então fez com as esferas continuassem indo em direção a ele, mas dessa vez a velocidade com que elas se moviam era bem mais lenta. Naruto estranhou aquela forma repentina. Uma das esferas que vinha em sua direção desviou do mesmo, começando a ficar ao seu redor.

- Mas o que...? – Disse o loiro sem entender. Ele olhou ao redor e viu que tinha varias esferas de fogo ao seu redor paradas no ar. Todas elas quase da mesma distância uma da outra. Foi então que o Uzumaki se tocou do que aconteceria. – Ah, droga!

- Exploda, Naruto! – Disse Sasuke.

Logo em seguida cada esfera explodiu seguida das outras, como se fossem fogos de artifícios. A explosão delas cobriam uma área boa a suficiente para carbonizar alguém. Todas aquelas explosões de tamanho médio foram como se fossem uma única e enorme explosão, que atingia toda a área que o loiro estava.

Após aquele ataque, era possível ver o loiro rolando no chão rapidamente, enquanto fumaça saia de seu corpo, assim como algumas chamas. Grande parte do seu corpo estava bem chamuscada. Era visível isso mesmo enquanto ele rolava na grama queimada. O ataque tinha o derrubado completamente, o deixando no chão. Ele parou de rolar, e se apoiou no chão, vendo que tinha saído da zona do ataque anterior. Onde ele estava anteriormente tinha feito um grande incêndio que se elevou uma grande fumaça aos céus. Sasuke gargalhou.

- Não fugirá mais de meus ataque! – O dragonato inspirou bastante, de forma que sua própria barriga se deformasse de uma forma diferente.

O loiro vendo o que estava por vir se ergueu rapidamente no chão, com um pouco de dificuldade, firmando seus pés para se equilibrar. Respirou profundamente e se preparou para o que viria a seguir.

- Breathe of fire! (Sopro de fogo) – Disse Sasuke soprando todo o ar que tinha inspirado. Mas nisso, surgiu uma enorme labareda de fogo que se projetou em grande quantidade em linha reta e se espalhava.

Naruto então logo começou a correr para tentar escapar do ataque. O grande lança-chamas o seguir de forma persistente. O fogo queimava tudo ao redor em linha reta. O loiro fazia o que podia para escapar daquele ataque. Diferente das esferas que eram apenas pontos no ar, esse ataque se espalhava por uma grande área, o que dificultava mais a sua evasiva.

O Uzumaki tentou se aproximar de Sasuke para tentar ataca-lo enquanto soprava aquelas chamas. Contudo, ao se aproximar mais, ele tinha menos chances de poder escapar, já que entrava mais dentro da área de alcance do ataque. Sem contar que quando Sasuke girava, o ataque chegava mais perto dele, pronto para atingi-lo em cheio. Dessa forma, ele resolveu se afastar, ficando na área mais externa do ataque, tornando suas escapadas mais fáceis.

O ataque finalmente cessou, e Sasuke voltou a respirar. Naruto já estava começando a ficar ofegante de ter que continuar a prosseguir com aquela batalha.

- Não permitirei que você escape do próximo ataque! – Decidiu Sasuke apontando para o loiro. Ele ergueu o machado para o alto é o envolveu com suas chamas poderosas. – Double Eruption Wave! (Dupla Onda de Erupção)

O Uchiha desferiu dois ataques de seu machado contra o chão. Da mesma forma que anteriormente as rachaduras se prolongaram em linha reta, fazendo com que chamas começassem a se erguer do solo para o céu, como uma linha que cortava a terra em fogo. Os ataques se prolongaram, mas não acertaram o loiro. Em vez disso, as duas linhas de fogo passaram de cada lado, formando uma grande parede de fogo de cada lado. As duas paredes de fogo formaram uma espécie de corredor que ia de onde estava o loiro até onde estava Sasuke. As chamas que emergiam do solo por outro lado não cessaram.

- Este é meu corredor da morte de chamas. – Disse Sasuke sorrindo de forma convencida. – Dessa forma, você não pode escapar do meu ataque.

O dragonato então respiro profundamente. Naruto olhou ao redor em desespero, vendo que realmente não tinha escapatória. E mesmo que tentasse fugir para longe, o ataque provavelmente o alcançaria. Estava completamente em um beco sem saída.

Então ele não teve outra opção. Ele correu rapidamente em direção ao Uchiha. Seria bastante perigoso, já que quanto mais perto do ataque ele estivesse, maiores seria os danos que sofreria, mas não tinha outra escolha. Tinha que apostar em sua velocidade, e que chegaria no dragonato antes que ele estivesse pronto para desferir o ataque.

Que idiota! Não percebe que se aproximar de mim apenas vai que lhe causar mais danos? Pensou Sasuke enquanto sorria internamente.

Naruto continua se movendo o mais rápido que podia, para alcançar o seu adversário. Quando Sasuke estava pronto para lançar seu sopro, Naruto tinha se aproximado, e estava pronto para lhe acertar um golpe.

Fez muito bem, mas não importa onde acerte em mim. Não ira impedir que eu expire meu ataque de chamas a queima roupa. Está condenado, pensou Sasuke.

Quando o Uchiha iria expirar, Naruto estava pronto para utilizar seu golpe. Contudo ele não iria desferir um soco. Ele apenas com o punho fechado esticou o dedo mindinho. Quando Sasuke iria assoprar, Naruto acertou seu dedo bem na garganta do dragonato, fazendo com que o sufocasse, e ainda por cima, o erguendo no ar apenas com seu dedo menor na garganta dele. O dragonato se engasgou e ficou completamente incapacitado de lançar seu ataque. Naruto o olhava de forma fria.

- O mesmo ataque não funciona duas vezes comigo. – Falou Naruto seriamente enquanto o encarava. – Seu ataque além de tudo se baseia na respiração. Se eu bloquear sua garganta, de nada irá adiantar.

Maldito! Xingou Sasuke internamente, já que por ter sua garganta bloqueada, também estava incapaz de falar.

- Irei acabar com isso, e com você. – Disse o loiro levando a outra mão livre que tinha a cintura.

Ele então usando toda a força que tinha desferiu um soco contra o rosto do dragonato. O golpe foi tão forte que foi como uma tremenda choque. O impacto o fez virar o rosto por completo, até mesmo fez alguns de seus dentes sair para fora voando. O soco ainda fez uma onda de ar se espalhar ao redor. Sasuke foi jogado com tanta força no chão que saiu arrastando a própria terra e quebrando tudo. Ele fez um longo caminho de terra pela forma que arrastou, fazendo uma espécie de vala. Sangue começou a sair de diversas partes de seu corpo. Ele então parou do arrastar no chão.

Contudo, ainda não tinha acabado. Naruto surgiu a acima dele. O loiro tinha pulado para cair exatamente onde Sasuke estava. O dragonato ia esboçar uma reação, mas foi surpreendido quando Naruto segurou seu rosto com a mão e o ergueu. Em seguida, ele fez com que o rosto do Uchiha caísse com grande força no chão, fazendo o chão se quebrar e se abrir mais. O rosto do dragonato começou a sangrar. O loiro mais uma vez puxou o outro pelo rosto no ar e o fez com que batesse com mais força contra a terra, fazendo um buraco mais fundo se formar. Sasuke sentiu alguns ossos de seu corpo se racharem mais. O loiro mais vez ergueu o Uchiha no ar é o desceu com mais força no chão, destruindo a terra ao redor a fazendo desmoronar. Ele estava quase ficando desacordado. Naruto soltou o rosto e ergueu a mão, apontando seu punho em direção ao rosto do dragonato.

- Você já viu a morte? – Perguntou o loiro de forma fria e cruel, o olhando bem dentro de seus olhos, como se perfurasse a sua própria alma.

Foi nesse momento que Sasuke sentiu mais medo a sua vida. Naruto estava prestes a matá-lo e sem nenhuma misericórdia. Nunca tinha sentido tanto medo em sua vida diante daquele olhar frio. O loiro então deu soco em sua direção, e Sasuke fechou os olhos esperando seu fim. Ele ouviu algo se destruindo bem ao seu lado, mas estranhou não sentindo no ar. Abriu os olhos, e viu que o soco do loiro tinha dado bem do lado de seu rosto, abrindo um buraco perfeito no chão, em vez de seus rosto. O dragonato estava completamente de olhos arregalados e assustados, olhando para o humano a sua frente.

- Você nunca viu, e acho que nem é digno de ver. – Respondeu Naruto com certa desprezo se levantando, e se dirigindo para sair dali, deixando Sasuke completamente caído no chão, ainda com os olhos arregalados, encarando o céu acima dele.

Eu... fui... derrotado? Pensou ele consigo mesmo ainda sem conseguir processar como tudo aquilo aconteceu. Sua mão ainda estava tremendo e a decepção começou a tomar conta de si.

Naruto tinha se levantado do buraco que ele mesmo fizeram derrubando aquele Uchiha. Seu corpo estava bem queimado, assim como suas roupas. Suas calças inclusive estavam completamente rasgadas. Por pouco não acaba ficando pelado no meio da luta. Shadow acabou vindo até ele.

- Você o derrotou completamente. – Falou a entidade ainda surpresa pelo que aconteceu.

- Não estou nas melhores das condições. – Disse Naruto passando as mãos pelos cabelos, vendo que tinha muitos olhares curiosos sobre si. Inclusive de alguns garotos bem mais jovens. – Vamos embora.

- Como quiser, comandante! – Disse Shadow fazendo uma saudação de soldado.

Naruto estava pronto para ir embora dali, quanto atrás de si sentiu o fogo se erguer em chamas.

- Eu não aceito isso! Eu não aceito! – Gritou Sasuke emergindo do buraco que estava enquanto girava o machado em sua mão, em alta velocidade no ar. Um remoinho de chamas. – Eu não vou ser derrotado! Não serei!

- Que cara chato e persistente... – Falou Naruto coçando a cabeça.

- E lá vamos nós de novo... – Disse Shadow.

- Só vou desviar desse ataque e acabar com isso... ele não mais condições de ficar em pé. – Disse o loiro por fim.

Foi quando algo inesperado aconteceu. Uma garota que aparentava ter por volta de dezessete anos de idade correu em direção ao vórtice de fogo criado por Sasuke. A garota usava óculos vermelhos, e tinha uma aparência racial bem próxima ao que o Uchiha tinha.

- Onii-chan! Já chega! – Dizia a garota correndo, enquanto algumas lagrimas caíam de seu rosto. – Já chega disso! Você não é assim!

- Essa não! A garota vai ser pega pelo ataque! – Disse Shadow.

Naruto por outro lado encarava aquilo estático. As lembranças do passado começaram a emergir em sua mente. Como se fossem flashs em sua mente.

Tudo estava em chamas. Não o calor estava por toda a parte. Tudo era destruído pelo fogo. Uma criança chorava.

Okaa-san! Okaa-san! Otou-san! Otou-san!

Fuja, Naruto! – Falava a voz de alguém enquanto sua mão estendida surgia das chamas e logo era devorada pela mesma.

Naruto! Corra! – Falou outra voz sendo engolida por puro fogo.

Otou-san! Okaa-san!

- Morra, Uzumaki Naruto! – Bradou Sasuke lançando seu enorme machado de fogo. Contudo, o ataque acabou indo de encontro com a garota que estava no meio do ataque.

Antes mesmo que o loiro pudesse perceber, seu corpo se movia em direção ao ataque. Ele usando toda a energia que tinha lhe sobrado, ficou entre o ataque é a garota. Ele esticou os braços para impedir o ataque. O machado girando em puro fogo acabou o atingindo, e então tudo explodiu em puro fogo. Sangue se espalhou, e uma grande fumaça se espalhou por todo o local.

Os que estavam assistindo ficaram curiosos pelo que tinha acontecido. A fumaça acabou encobrindo tudo.

- Aquele idiota... – Dizia Kurama enquanto cobria os olhos com o braço.

- Antes daquele ataque... o Naruto ele... – Disse Neji.

- Vamos até eles! Isso já está indo longe demais! – Disse Tsunade, e assim todos os outros foram até o local.

A fumaça começou a baixar, revelando o que tinha acontecido. A garota estava de olhos fechados, esperando que aquela ataque tivesse a atingindo. Mas quando abriu os olhos, viu que tinha um corpo a sua frente, a protegendo do que tinha acontecido.

Sasuke estava com um sorriso no rosto, vendo que seu machado tinha acertado bem no peito daquele humano, o fazendo sangrar. O machado não o partiu em dois, mas o fez sangrar bastante pela abertura que fez, além de ter fincado no peito do loiro. Foi então que ele viu, quando a fumaça baixou, que atrás dele estava uma garota. Uma garota que conhecia bem.

- Sarada...? Sarada? O que está fazendo aqui, Sarada? – Perguntou Sasuke sem entender.

- Ei... garota... – Chamou a voz fraca de Naruto. O loiro estava totalmente de costas para ele. O Uzumaki pegou o cabo do machado e o puxou, tirando a lâmina do machado de seu corpo, e fazendo o sangue espirrar para a frente. Em seguida, ele largou o machado no chão. – Você... está bem?

- E-estou sim... – Disse ela meia temerosa. Naruto então virou o rosto para olha-la, enquanto sorria de forma confortável. Um sorriso verdadeiro em seu rosto.

- Fico feliz por isso... – Respondeu ele.

Então, o loiro caiu completamente no chão, desacordado, e perdendo bastante sangue. A garota atrás dele se desesperou.

- Ei! Moço! Acorde! – Disse a garota balançando o corpo do loiro, mas não obtendo nenhuma resposta. Sasuke então entendeu o que tinha acontecido.

- Olha o que você fez, seu idiota! – Disse Kurama profundamente irritada, enquanto se aproximava do loiro, olhando profundamente irritada para o dragonato. Ela se abaixou e observou o Uzumaki. – Você é mais idiota ainda!

Sasuke então tinha entendido o que tinha acontecido, e caiu de joelhos, enquanto tinha os olhos arregalados. O humano que ele queria tanto derrotar, a ponto de querer matá-lo, se jogou no meio do ataque para salvar aquela garota. Aquela garota que era sua própria irmã. Naruto tinha protegido sua irmã de ser morta por seu ataque.

- Eu... perdi... totalmente... – Disse Sasuke, fracamente, enquanto cuspiu se engasgando com o próprio sangue. Ele então caiu no chão, com os olhos completamente brancos, sem nem uma pupila aparecendo. O corpo tinha entrado em completo choque pelos ataques que tinha recebido. Estava em situação bem pior do que o loiro estava.

Shadow estava observando tudo aquilo, com os braços cruzados. Não esperava que ele realmente fosse proteger a garota em meio a luta.

- Ele é diferente daqueles que conheci.


Notas Finais


Essa batalha foi para dar um gostinho do nipe da fic kkkk e então, o que acharam? Ficou épico? E eu ainda botei um drama aí no final kkkkkk

Eu como autor estou bem louco com essa fic kkk como podem ver.

E então, o que acharam? Comentem aí embaixo um comentário que não seja somente um "continua", namoral :v só "continua" me deixa triste kk

Bem, então, até a próxima :v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...