História Breaking Rules - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Decisões para o resto da vida


Fanfic / Fanfiction Breaking Rules - Capítulo 4 - Decisões para o resto da vida

Sinceramente sempre fui movida pela curiosidade e sentimento,aquele escritório revirado de cabeça pra baixo me dava calafrios, apesar da cena ser aterrorizante, estava curiosa para descobrir o quem procurava e o que procuravam no escritório do meu pai,fui ate a prateleira de livros e observei atentamente e percebi que havia livros de direitos e relatos de pessoas,enquanto meus olhos deslizavam naqueles livros enormes,um em especial teve minha atenção estava trancado, empoeirado e velho, aparentava ser um diário ou algo do tipo,olhei onde o livro estava à procura de uma chave,mais sem sorte!não encontrei nada,aquele diário deveria ser do meu pai e parecia ser importante talvez por isso estivesse trancado. Quando eu ia colocar no lugar de volta veio uma sensação tão estranha,então resolvi guardá-lo comigo

Enquanto subia as escadas observando os detalhes daquele diário,ficava cada vez mais ansiosa para descobrir o que havia la,guardo aquele livro misterioso e vou para o banheiro faço minha higiene pessoal e tomo um banho,saio do banheiro e coloco um moletom preto de frio,o dia chuvoso representava meu humor ultimamente,repleta de dor e de amargura!


O pior era se sentir solitária,isso é horrível! A sensação de ninguém estar la por você, a sensação de não ter um propósito, felizmente eu tinha Anne e tia Jane e sim,isso me tranquilizava por inteiro

     *telefone toca*

-alô?. Pergunto calmamente

-Chloe! É sua tia Jane!


Como esta?

-presa no passado eu acho! Onde esta?. Pergunto me sentando na cama

-hospedada em um hotel! Bom,liguei pra avisar que em breve terei que voltar pra Coreia do sul e... Queria saber se quer ir comigo? Olha, sei que essa é uma pergunta repentina,mais ta na hora de recomeçar em outro lugar nao acha? La,você terá uma casa,emprego e uma vida nova! Sinceramente isso é bom pra você! so quero seu melhor você entende nao é?

- Tia, me pegou de surpresa!acho que não conseguirei recomeçar!Muitas coisas estranhas estao acontecendo,nao posso ir!

-tenho certeza que você ainda vai mudar de ideia! Bom,me explique o que você quis dizer com "muitas coisas estranhas estao acontecendo"?

-Bem, alguem revirou o escritório do papai!

-o que? Somente nos sabíamos sobre esse escritório! É um cómodo secreto de familia! Quem poderia saber?

-Eu realmente nao sei! Mais temo descobrir a verdade e nao gostar! Tinha esperança que você tivesse algum suspeito ou sei lá...

-entendi! Bem depois daquele conflito de familia me afastei você sabe ne... Então nao posso dizer que sei! Mais e entao... Decidiu se vai pra Coreia do sul comigo?

-Bem... Se eu for ficarei sozinha! Aqui eu tenho a Anne! Ela sempre esteve comigo apesar do conflito entre minha mãe e a dela,não deixamos elas nos distanciar! Nao posso e nao vou abandoná-la, não importa o que aconteça!

- admiro esse laço profundo com sua prima, ela mora sozinha sempre foi independente, ja se perguntou se ela deseja mudar de vida? Talvez seja bom pra ela também! Quer saber? Fala com ela,talvez ela esteja disposta a ir junto com você!

- hum... Vou falar com ela amanha! Está tarde!

-Falando nisso vou indo!

-Se quiser ficar aqui...

-não!  Eu... Eu to bem, tenho lembranças ruins daqui! Desculpe ! Ha sim! Sumiu algo importante?

- eu nao entrava la! Nao tem como eu saber

-hum... .Falou Jane num tom pensativo. Bom iremos descobrir mais cedo ou mais tarde não é?

- sim, iremos


  Nos despedimos e depois fui ao meu quarto, peguei a pequeno diário e olhei pra ele atentamente sem pensar em mais nada a nao ser abri-lo e descobrir o que tinha la... ta empenhada a ir a fundo disso custe o que custar! Afinal, nao tinha nada a perder, pois assim como meus pais se foram, foi a vontade de viver e de amar alguem um dia, acho que nao tenho esperança pra mim,sinto uma lágrima desliza lentamente bom meu rosto meus olhos se fechavam lentamente enquanto eu tinha um flash dê lembranças boas e ruins,senti um aperto no peito tão imenso que parecia que alguem tinha me dado uma facada funda e dolorosa, sinto uma falta de ar me levanto rapidamente da cama e vou ate minha janela, com esperança de conseguir respirar normalmente! Me apoio numa pequena mesa que cai na hora,assim como eu, vejo um jarro quebrar enquanto meus olhos se fechavam de novo!

Me levanto e olho para os lados daquele quarto eu estava furiosa com meus pais.

O que há de errado comigo? Mãe,mãe to com medo de ficar aqui, aqui nesse mundo sozinha, papai, papai cade você?  Por favor vem me proteger eu estou com medo! Por que, por que isso acontece sempre comigo? Nao quero ficar sozinha, por favor, por favor vem me buscar, por... Por favor! Me ajude papai! Mamae to com saudade do seu beijo e abraço quente! Por que?  Por que?  Isso é tao injusto!


Enquanto eu gritava de dor de joelhos em meios aos cacos de vidros, me afogando nas lágrimas e nos pensamentos sombrios, sentia o vento forte mais...mais por que to com essa falta de ar? Corro em direçao à porta saio de casa correndo em meio a chuva que se misturava com meu sangue nos braços e pernas,mais aquela dor corporal nao se comparava com minha dor mental... Eu corri tanto que cai no chão,toda molhada e machucada, começo a chorar... Olho pra frente ainda com a chuva atrapalhando minha visão avisto um rio, me levanto e vou ate ele, caminho sem olhar para outro lugar... Meus pensamentos pararam de me perturbar e eu nao sentia dor, me senti alegre... Eu dou risada olhando para aquele rio, vejo ainda com a chuva atrapalhando o rio percebi que ainda assim refletia o brilho da noite, ando... Ando... Ando, cada vez mais perto de lá eu fecho os olhos e olho atentamente pra la,paro e dou um passo para trás mais havia algo que me empurrava pra la de novo eu tento resistir mais é mais forte do que eu....

 Devo ceder a tentação?


Notas Finais


Desculpa a demora❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...