1. Spirit Fanfics >
  2. Breaking The Fairy >
  3. Irmãos!?

História Breaking The Fairy - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Hehehe... sei que demorei, mas cara, realmente foi dificil fazer esse capítulo!

Porque não sou lá muito bom com batalhas, então peço perdão se ficou uma merda!

Enfim foi isso! Aproveitem!

Capítulo 10 - Irmãos!?


Fanfic / Fanfiction Breaking The Fairy - Capítulo 10 - Irmãos!?

Gray – Porra... – Resmungou jogando o comunicador para longe, atraindo a atenção da sua equipe (Erza, Lucy, Juvia e Gajeel).

Erza – Era ele... – Olhou para o moreno que estava com os olhos fechados, concentrando seu ódio.

Gray – Blue Pegasus e Four Ceberus... Caíram – Disse abrindo os olhos e observando a reação de todos que foram das mais variáveis.

Lucy e Juvia abaixaram o olhar. Enquanto Erza e Gajeel apenas se mantiveram em silêncio e suspiraram pesadamente...

Gajeel – Seja lá o que houve com o Salamander, não podemos nos arriscar em deixa-lo vivo – Apoiou-se na árvore e cruzou os braços.

Erza – Já falei que não vamos mata-lo! – A ruiva deu um passo a frente, ficando na reta da visão de Gajeel que apenas fez sinal de negação.

Gray – Deixa-lo vivo é por não só a nossa... Mas a vida de todos em risco – Tomou a frente da Scarlet que se manteve em silêncio – Você me impediu da última vez, mas agora é outra história. – Suspirou pesadamente, lembrando-se das vitimas que o rosado fez.

Lucy – Ele ainda é o Natsu, Gray! – Disse a loira aumentando levemente o tom da voz.

Gray – Não! Ele não é o Natsu! – Gritou olhando diretamente para a loira – Ele matou a Asuka! O Alzack... Lisanna... Dobengal... O Happy! – Citava todas as vítimas do garoto, enquanto se aproximava lentamente da garota – Tirando o massacre que ele fez na prisão! – Parou em frente a ela, apontando o dedo para a floresta onde ele estaria no momento.

Juvia – Gray, se acalme – Colocou a mão sobre a mão do Fullbuster que rapidamente a tirou de si, assustando a azulada.

Gray - Eu vou atrás dele... Recuem todos de volta para guilda, não quero ter mais mortes nas minhas costas – Disse olhando para Erza.

Erza – Você pirou de vez, né? – Olhou incrédula para ele – Não vou deixar você sozinho! – Negou batendo fortemente o pé.

Gray – Eu sou o único que consegue... Esqueceu? – Arqueou a sobrancelha, enquanto mostrava a marca da magia, Devil Slayer. – Por favor, Erza... Você sabe que enquanto essa floresta estiver cheia, vai ser um banho de sangue – Foi até a ruiva e pois a mão sobre o ombro dela – Prometo voltar vivo... – Sorriu para Erza que sem ter o que fazer suspirou.

Erza – Melhor mesmo seu idiota... Se não vou te ressuscitar pra te matar – Riu acompanhada do Fullbuster. – Vamos, precisamos chegar na guilda e comunicar todos – Disse olhando para sua equipe que confirmou, enquanto começavam a se retirar do local.

Gray – Juvia... – Chamou pela Lockser que parou de andar na hora – Desculpe por tudo que te fiz... – Disse com um olhar sincero que só foi retribuído com um sorriso meigo da azulada.

Juvia – Volte vivo, Gray – Foi tudo o que disse, antes de sair do local junto aos outros.

E apenas Gray ficou lá... Olhando para onde havia arremessado o comunicador, foi até o mesmo e o pegou do chão.

Gray – Eu sei que você tá aí, seu merda – Disse para o comunicador e obteve apenas uma risada em resposta.

Natsu – Foi muito emocionante – Fingiu uma falsa voz de choro.

Gray – Quem você matou agora? – Perguntou se escorando na árvore.

Natsu – Ninguém... É o comunicador da Four Cerberus, sabia que ia entrar em contato comigo – Disse de maneira bem simples.

Gray – Saiba que você vai pagar por todas essas vidas, Natsu... – Rosnou e novamente obteve outra risada.

Natsu – É disso que estou falando – Riu – Você sabe onde me encontrar, Gray... Vamos logo terminar essa nossa luta de uma vez por toda, cuequinha – Assim que disse isso o comunicador começou a imitir um chiado, significando que ele quebrou novamente o comunicador.

Mas não seria necessário... Ele sabia exatamente o que Natsu queria dizer com aquilo. Soltando um largo suspiro e concentrando toda sua raiva, saiu correndo em direção onde ele encontraria aquele desgraçado.

...

Gray corria rapidamente pela floresta, ignorando qualquer possível ataque do rosado... Até porque, ele sabia que o Dragneel não faria isso. Mesmo ele tento pirado e virado um maníaco, ainda sim ele gostava de uma boa luta contra alguém a sua altura... E esse alguém era o próprio Gray.

Mas isso não impedia Natsu de tortura psicologicamente o garoto, já que em todo caminho o Fullbuster escutava a voz dele... Rindo, zombando, provocando... E olhando de relance para as árvores, via vários Natsu espalhados sobre elas. Claro que ele sabia que tudo não passava de alucinações... Mas era curioso saber como ele ficou tão bom nisso.

Depois de percorrer um longo caminho, Gray finalmente chegou ao seu destino... Um riacho enorme, com uma belíssima cachoeira. No fim do riacho havia um lindo lago que era gigantesco, ocupando grande parte da floresta.

Por todo o caminho da água haviam diversas pedras... Desde grandes a pequenas. E era exatamente numa dessas grande que Natsu se encontrava. O mesmo estava sem camisa, revelando diversas cicatrizes pelo peitoral que ele ganhou durante toda sua jornada na Fairy Tail... As mais recentes eram que ele havia feito com os cacos de vidro.

Vocês devem está se perguntando... Porque aquele local? Simples, foi nesse exato local onde os dois começaram a rivalidade que eles tem hoje em dia. Muito antes de irem para o canal da cidade... Foi exatamente aqui que tudo começou e onde terminaria.

Natsu – Little pig, Little pig – Se virou para Gray, curvando as costas para frente e abrindo os braços. – Bem-vindo... – Deu uma rápida piscadinha para o Fullbuster, enquanto voltava para a sua postura normal.

Gray – É sua última chance... Saia dessa pedra, se ajoelhe e se renda – Começou a tirar seu casaco – E talvez pense em te levar vivo – Jogou sua roupa no chão.

Natsu – Você sempre foi um ótimo piadista, Gray – Riu dando um pulo da pedra, caindo na em pé a poucos centímetros de Gray. – Você sabe muito bem que não vou me entregar... Little Pig – Abriu os abraços e inclinou lentamente a cabeça para a esquerda. – Só um de nós vai sair vivo daqui... – Assim que disse isso seus braços foram tomados por chamas negras.

Gray – É, você tem ração – Fechou fortemente os punhos – Não há outra alternativa – Sorriu de canto e fechou os olhos – Chega de conversa – Abriu rapidamente os olhos e ativou o seu poder de Demon Slayer. Seu braço ficou coberto por uma mancha negra que foi até seu olho. Nesse mesmo braço a sua marca de Demon Slayer brilhava fortemente. E era possível ver o gelo circulando o corpo do Fullbuster.

Natsu – É disso que estou falando – Disse ficando pela primeira vez sério e concentrando ainda mais poder nas suas chamas, fazendo-as aumentar cobrindo totalmente seu braço.

E o clima do lugar começou a entrar em conflito, entre o frio e o quente... Era possível ver a água do lado do Natsu borbulhado e começar a evaporar. Já na parte do Gray congelava instantaneamente.

Um silêncio ensurdecedor ficou entre os dois ex amigos. Tudo que era possível de se ouvir era o fogo de Natsu e o gelo de Gray, acompanhados com o vento batendo nas folhas das árvores.

E esse silêncio durou por longos minutos... Até que sem aviso nenhum, ambos começaram a ir para cima um do outro.

Gray – NATSU!– Gritou dando um pulo, enquanto deixava seu punho direito coberto por gelo.

Natsu – GRAY! – Gritou dando o mesmo pulo e encobrindo sua mão em chamas.

E ainda no ar ambos socaram as mãos um do outro, fazendo uma pequena explosão acontecer e jogando ambos para trás.

Gray – Ice-Make: Lance!- Estendendo sua mão para frente, Gray disparou diversas lanças de gelo em direção a Natsu, que sem tempo para contra-ataque, começou a desviar de todas.

Para a surpresa de Gray ele desviava com uma enorme facilidade, nem parecia que tinha disparado mais de 50 lanças de uma só vez.

Gray – Ice-Make: Floor! – Pensando rapidamente em algo que pudesse fazer. Gray levou sua mão ao chão e um rastro de gelo enorme começou a se criar e ir em direção ao Natsu, que não teve tempo de reação e acabou escorrendo no gelo.

Natsu – Merda! – Rolou para o lado, desviando de mais uma lança e sem tempo, deu um mortal para trás, desviando de mais outra – Chega! – Aproveitando o caminho de gelo que Gray havia feito, Natsu correu em direção a Gray e quando as últimas 10 lanças chegaram, ele se jogou de joelhos no chão e curvou as costas para trás, desviando delas e de brinde foi escorrendo de joelhos até Gray que nem teve tempo para reagir, já que chegou rapidamente até ele - Fire Dragon's Iron Fist – Deixando seu punho coberto de chamas, Natsu acertou habilmente e fortemente o queixo de Gray que não conseguiu se defender do golpe e com o a força do soco foi arremessado para cima.

Colocando chamas nos pés, Natsu pulou em direção a Gray que estava desnorteado com o soco e quando retomou sua consciência, viu Natsu bem ao seu lado.

Natsu - Fire Dragon's Claw – Levantando seu pé direito para cima, Natsu de uma só vez chutou o estômago do Fullbuster que simples cuspiu sangue, antes de se arremessado fortemente de volta ao chão.

Assim que Gray bateu contra o chão, uma enorme poeira se levantou no local, ofuscando totalmente a visão de Natsu sobre o Fullbuster. Sem conseguir enxerga-lo de cima, ele desfez o fogo em seus pés e caiu em pé no chão a poucos centímetros de onde Gray havia caído.

Natsu – Vamos Little Pig, só isso que você tem pra mim? – Perguntou sarcasticamente, enquanto abria os braços.

E ele não obteve nenhum resposta vindo de toda aquela poeira que baixava aos poucos... Ou melhor, ele obteve a resposta, mas não como queria. A cortina de poeira foi rapidamente cortava por um vulto em alta velocidade que em questão de segundos parou bem na sua frente.

Natsu – Mas que... – Olhando para baixo ele arqueou a sobrancelha, enquanto via Gray agachado na sua frente... Só que não como antes – Little Pig... – Riu e como de se esperado, Gray acertou um forte soco no estomago do rosado que cuspiu sangue e foi arremessado tão longe que ele foi parar 10 metros do Fullbuster e só parou porque bateu contra uma árvore que simplesmente se partiu ao meio com o impacto.

O que fez Gray ficar tão forte assim? Simples, sua forma Etherious Force. Nessa forma as marcas negras no braço de Gray se espalham por todo seu corpo, parando apenas na metade do peito esquerdo de Fullbuster. Seu cabelo fica arrepiado e por fim sua magia fica muito mais poderosa.

Natsu – Little Pig que golpe sujo... – Disse tirando a árvore de cima de si e se levantando calmamente do chão – Usando o modo Etherious logo de cara? – Indagou estalando as costas e voltando para o campo de batalha – Eu adoro jogar sujo – Riu batendo os punhos um no outro e fazendo as chamas consumi-los novamente.

Gray – Isso vai acabar de uma vez por todas, Natsu – Disse criando uma espada de gelo com as mãos e girando-a.

Natsu – Isso é apenas o início, Little Pig – Estalou a língua e deu uma piscadinha para Gray.

E essa foi a gota d´água. Gray rapidamente correu na direção de Natsu que fez a mesma coisa, enquanto empunhava a espada em mãos. Já Natsu ia apenas com as mãos envolta de chamas e como da primeira vez, ambos bateram um de frente com o outro e uma breve explosão (destruindo a espada de Gray) aconteceu fazendo ambos serem arremessados para trás, mas logo se encontrando novamente.

E ali se iniciou uma incrível trocação de socos e chutes. Onde nenhum dos dois ficava para trás, Gray acertava forte e rapidamente o rosto de Natsu com a mão limpa ou com magia, enquanto desviava de alguns golpes do rosado.

Natsu não era muito diferente. Ele sabia muito bem que na forma Etherious Force, Gray ficava muito mais rápido e forte, sabia que se tentasse trocar socos de igual para igual sairia ferrado... Então adotou uma atitude defensiva, onde deixava Gray dominar a trocação de socos e dos que ele desviava, Natsu contra-atacava com cabeçadas ou chutes na altura do estomago que por mais que não transparecesse, estava atingindo fortemente o Fullbuster.

Gray – Chega – Disse acertando um forte soco no rosto de Natsu que sentiu o golpe e abaixou a guarda.

Gray aproveitando acertou dois fortes chutes nele, um na barriga e outro no rosto o fazendo ficar ainda mais desnorteado.

Gray – Ice Make: Sword! – Criou outra espada de gelo e sem deixar o rosto reagir, enfiou totalmente no estomago de Natsu que arregalou os olhos.

Gray a enfiou toda a lâmina da espada no rosado que arregalou os olhos, enquanto olhava para sua barriga perfurada e sentia uma dor inimaginável. Já Gray apenas o olhava de maneira fria, sem demonstrar nenhum remorso para o que havia acabado de fazer.

Muito pelo contrário, Gray deixou a espada encravada na barriga de Natsu e deu dois passos para trás, observando atentamente como o rosado estava.

Natsu – Ha... Ha... – Ria cambaleando para trás, enquanto segurava o cabo da espada com as mãos. – Então é assim que termina? – Perguntou olhando seu sangue pingando no chão.

Gray – Você fez o seu fim... – Disse friamente.

Natsu – Qual é a sensação de matar um irmão? – Indagou não aguentando mais e caindo de joelhos – É boa né? Eu sei como é... quando matei Zeref me sentir da mesma maneira – Disse enquanto sangue descia da sua boca.

Gray – Você não é meu irmão – Respondeu indo até ele e segurando no cabo da espada – Você não é o Natsu – De uma só vez o Fullbuster puxou a espada para fora da barriga de Natsu, fazendo sangue espirrar para todo lado, até mesmo na sua cara.

Natsu – Ha... Ha... Ha... – Riu olhando para ele, enquanto fechava os olhos – Isso é apenas o começo, Gray – Disse e caiu sem vida no chão, deitando no próprio sangue.

Gray apenas fitou o corpo do rosado por alguns segundos, antes de respirar fundo e jogar a espada para longe. Em seguida se virou de gostas e começou a caminhar para fora daquele local, precisava avisar aos outros que Natsu não seria mais um problema.

Mas assim que o mesmo se distanciou um pouco do rosado, parou de andar na hora, enquanto sentia uma estranha energia atrás de si.

Gray – Mas que... – Se virou e arregalou os olhos – Impossível – Engoliu a seco, enquanto via chamas envolta do corpo de Natsu... Chamas negras, muito mais negras do que anteriormente.

O clima no local que antes estava em conflito entre frio e quente, agora estava totalmente quente... Tanto que as árvores começaram a pegar fogo, as pedras derreterem, o chão rachar e a água do riacho simplesmente evaporar em segundos!

Para piorar o Fullbuster começou a ver o Dragneel começando a se mover... Começou pelos dedos... Depois os pés... Em seguida sua respiração e por último o seu sorriso aparecendo no rosto.

Natsu – Little Pig, Little Pig – Chamava novamente pelo Gray, enquanto fazia aquela voz irritante – Você... Achou mesmo... Que seria tão fácil? – Perguntou pausadamente e se levantando calmamente do chão.

Gray – Como... – Tentou dizer, algo enquanto via o rosado se levantando como se nada tivesse acontecido.

Natsu – Não existe Inferno capaz de me segurar, Gray – Disse rindo e apontando para o buraco na sua barriga, que graças ao fogo começou a se cauterizar e criando uma enorme cicatriz no local. – Só morro quando eu quiser – Piscou para Gray, enquanto estalava o pescoço e aumentava ainda mais as chamas envolta do seu corpo e consequentemente a temperatura do local – É lindo, né? – Indagou olhando para as árvores pegando fogo – É exatamente assim que Fiore, Alvarez e toda Earthland ficara – Apontou para o fogo – Em chamas – Riu.

Gray – Só por cima do meu cadáver – Rosnou, entrando novamente no modo Devil Force e recriando sua espada.

Natsu – Sabe... No começou pensei em apenas brincar com você. – Coçou a bochecha – Mas você se demonstrou um oponente digno de demonstrar minha derradeira força – Fechou os olhos e respirou fundo, fazendo o clima do local ficar ainda mais pedaço – Contemple minha força perfeita! – Disse e na mesma hora o chão começou a rachar ainda mais e tremer como se acontecesse um terremoto. As rachaduras eram tão grandes que o riacho que seguia seu fluxo normalmente, teve uma enorme fenda aberta no meio dele fazendo toda água cair lá e destruindo o fluxo.

Gray para evitar cair em uma das fendas, se afastou o máximo que deu e ficou observando algo que sinceramente ele nunca achou que Natsu seria capaz... E o que era? Simples.

O corpo de Natsu começou a se transformar, ativando seu Dragon Force... Até aí tudo bem, era o poder de sempre do rosado... Só que isso acontecia apenas do lado esquerdo do corpo de Natsu que estava criando escamas vermelhas e uma asa enorme da mesma cor apareceu nas suas costas.

E o outro lado? Era exatamente esse lado que chamava a atenção de Gray... O lado direito estava ficando com longas manchas negras que consumiam rapidamente a pele do rosado, indo até seu rosto... Sua mão direita estava igual a esquerda, com garras enormes crescendo, mas não se parecia nenhum pouco com um Dragão... Mas sim com um demônio. Nas suas costas outra asa nasceu, mas completamente diferente do outro lado... Essa asa era negra com certos detalhes com ossos.  

E por fim na sua cabeça.... Do lado esquerdo a coloração do seu cabelo havia mudado para um vermelho mais forte. Do lado direito havia ficado completamente negro.

Gray – Dragon Force e o E.N.D? Juntos? – Deu um passo para trás, sem acreditar que aquilo era possível.

Natsu – Eu sinto o cheiro do seu medo... – Respirou fundo, sentindo todos os odores do local. – Eu a chamo de Kuroi ryū... - Sem dizer mais nada, Natsu riu e abriu seus olhos fazendo Gray ver o quão diferente estava um do outro... O esquerdo estava com a esclera amarelada e com a pupila avermelhada e com algumas fendas nas mesmas. A esclera da direita estava negra e apenas a pupila em vermelho.

Natsu – Vamos brincar, Gray – Disse dispersando as chamas envolta do seu corpo e começando a caminhar calmamente em direção a Gray.

O Devil Slayer apenas respirou fundo e começou a fazer novamente lançar de gelo e arremessa-las no rosado. Mas antes que as lanças o atinge-se, elas simplesmente derretiam a poucos centímetros do peito do Dragneel.

Gray – Merda...Ice Devil: Lance! – Unindo sua magia de gelo com sua forma Devil Slayer, Gray lançou mais lanças de gelo em direção a Natsu que continuava andando calmamente em sua direção.

Qual era a grande diferença dessas lanças para as anteriores? Simples, quando Gray une sua magia de gelo normal com sua forma Devil, qualquer tipo de de arma que ele criar fica inquebrável e impossível de ser derreter, então era impossível delas derreterem antes de atingir o alvo, certo? Errado, novamente elas se derreteram antes de chegar até Natsu.

Gray – Que!? – Arregalou os olhos, dando um passo para trás e vendo o sorriso de Natsu aumentar ainda mais.

Natsu – Você é muito idiota – Riu desaparecendo e reaparecendo na frente de Gray e acertando apenas um soco na barriga de Gray que vomitou uma enorme quantidade de sangue, e foi arremessado para longe. Ou seria se Natsu não segura-se seu pé o joga-se contra o chão como se fosse um brinquedinho. Em seguida o arremessou contra árvore mais próxima que se quebrou na hora – Vamos Gray, cadê a forma de um Devil Slayer? – Perguntou abrindo os braços e indo até ele bem lentamente.

Gray – Vai se foder! – Deu um forte soco no chão, enquanto cuspia um pouco de sangue e se levantava rapidamente - Hyoma Zero Blade – Gray criou outra espada, só que essa era bem diferente das anteriores... A temperatura dela era zero absoluto, fazendo-a ficar ainda mais firme e forte, causando mais dano ao seu oponente e consequentemente sendo mais difícil de quebrar. E um detalhe a mais, ela congela tudo que toca

E enquanto Natsu andava calmamente até ele. Gray corria em sua direção feito louco, enquanto preparava sua espada para atacar. E assim que chegou até o alvo, deu um pulo e tentou acertar a cabeça de Natsu... Mas ele simplesmente segurou-a com sua mão demoníaca sem nenhum problemas. E ao contrário do que Gray pensou, ela não começou a congela-lo... Muito pelo contrário a espada, começou a derreter fazendo o Fullbuster ficar ainda mais chocado com aquilo.

Natsu – Você ainda não entendeu, né? – Indagou olhando para a espada que derretia bem lentamente – Nada que você faça vai adiantar – Desviou sua atenção para Gray e em seguida quebrou a espada do Fullbuster.

Sem deixa-lo ter reação, Natsu acertou um forte soco no seu rosto fazendo soltar sangue pela boca e deixando-o desnorteado.  E em seguida o segurou pelo pescoço o arremessando para cima

Natsu – Tá na hora de acabar com isso – Disse estalando seu pescoço e olhando para Gray lá no alto, já perdendo a consciência. Respirando fundo, Natsu começou a concentrar todo seu poder em apenas um único rugido - Hellish Dragon Roar! – Gritou e de uma só vez soltou um enorme rugido em direção a Gray de chamas da sua parte dragão e da sua parte demônios, fazendo uma mistura de chamas negras e chamas normais.

E claro que Gray não teve a mínima reação aquilo e recebeu todo o ataque de Natsu que com o impacto no céu, fez uma enorme explosão de luz e de vento que fez árvores e pedras serem arrancadas do chão e arremessadas para longe.

...

Se arrastando pelo que um dia foi um riacho, Gray se encontrava todo machucado... Seu corpo estava coberto de sangue, com feridas em carne vivas e tremulo. Sua respiração estava bastante ofegante.

Tudo a sua volta estava destruído... Árvores em chamas e destruídas, pedras em pedaços, o riacho havia sido completamente seco pelas chamas de Natsu. Se um dia aquilo foi um local vivo, hoje não passava de um cemitério.

Natsu – Little Pig, Little Pig – Natsu parou ao seu lado, ainda na sua forma Dragon Force e E.N.D – Você achou mesmo que conseguiria me matar? – Riu fazendo um cafuné na cabeça de Gray que tentou dizer algo, mas nada saia da sua boca. – Vou fazer o favor de acabar com sua dor – Suspirou saindo da sua forma Dragão Demoníaco e virando Gray de barriga para cima. O Fullbuster nada conseguia fazer, apenas ficou deitado olhando para Natsu que estava criando uma espada de fogo e a girando – Relaxa, depois de você vou atrás dos outros – Deu uma piscadinha, enquanto levantava a espada para da o golpe final em Gray.

- AGORA! – Uma voz feminina soou pelo local, fazendo Natsu olhar para o lado e ver Lucy parada ali.

Natsu – O que você tá fazendo aqui? – Indagou olhando sem entender para Lucy.

- Pra isso – Outra voz soou agora atrás de si. Antes que ele pudesse reagir, alguém segurou seu pescoço em um mata leão... Em seguida seus braços foram segurados e por fim seus pés.

Natsu – Mas que... – Olhou de relance e viu quem o segurava era os espíritos celestiais de Lucy – Loki – Riu vendo o alaranjado segurando seu pescoço, em seguida voltou a olhar para frente. Os outros espíritos que o segurava era Scorpion (seus dois braços), Aries e Virgo nas suas pernas.

Loki – Você está descontrolado, Natsu – Disse Loki apertando o mata leão.

Natsu – Acha que isso é o suficiente para me parar, Luce? – Indagou olhando a feição seria da loira.

Erza – Sabemos que não é... – Erza saiu da floresta, ficando bem atrás de Lucy – Por isso temos reforços... – Disse friamente e na hora da floresta começaram a sair todas as guildas da floresta.

Quando digo todos eram todas, junto com todos seus integrantes... Era simplesmente mais de milhares de pessoas ali. Junto com vários guardas do conselho.... Com certeza tinha mais de mil pessoas ali.

Natsu apenas olhou para tudo aquilo com um olhar frio.

Erza – Solte-o – Disse olhando para Lucy que de maneira relutante, fez sinal para que seus espíritos o solta-se e assim foi feito. – Então Natsu... O que vai ser? – Indagou cruzando os braços.

Natsu apenas começou a olhar por toda sua volta, observando todos os membros das guildas olhando mortalmente para ele... Sting, Rogue, Kagura, Minerva, Gajeel, Levy, Laxus e etc...

Natsu – Hum – Riu erguendo as mãos e se ajoelhando lentamente no chão – Eu me rendo – Disse balançando as mãos no ar e sorrindo para a ruiva – Vocês venceram...


Notas Finais


Só para esclarecer uma coisa... Vocês tão se perguntando se esse é o Natsu ou o E.N.D e a sim é o Natsu! O motivo dessa forma demoniaca dele, vou explicar no próximo capítulo!~

Enfim... Só digo que vai da muita merda a partir do proximo capitulo hehehe

Espero que tenham gostado!

Foi mal se a luta ficou uma merda!

Comentem o que acharam!

VlwS2

OBS: O "Little Pig" foi inspirado no Negan de TWD que ele fala isso na primeira vez que vai para Alexandria... É muito foda aquela cena!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...