1. Spirit Fanfics >
  2. Breathe In - Ziall >
  3. Thanks for saving me

História Breathe In - Ziall - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


IMPORTANTE
Declaro que ambas imagens de Capa, assim como várias outras que aparecerão futuramente, são de minha autoria. Eu as editei no aplicativo PicsArt, plágio é crime e chato!!!
Caso queiram usar as edições, peça permissão antes, e dependendo eu mesma posso fazer do jeito que combinar com à fanfic de vocês.

Capítulo 6 - Thanks for saving me


Fanfic / Fanfiction Breathe In - Ziall - Capítulo 6 - Thanks for saving me

Uma semana já havia se passado, as aulas estavam tranquilas, algumas matérias já tinham provas marcadas e Niall já havia decidido superficialmente sobre sua apresentação final – ele iria cantar uma música e toca-la no violão, agora só faltava a letra e melodia, a parte mais complicada, contudo ele teria muito tempo para isso –. Os irmãos tinham marcado de estudarem juntos no próximo final de semana, o que seria muito bom para Horan, já que História da Arte não entrava totalmente em sua cabeça, e por falar em estudos, o constrangimento entre ele e Liam já estava resolvido. A verdade é que Liam se lembrava do ocorrido, mas preferiu fingir que não, até mesmo para que Niall não ficasse desconfortável com sua presença, já que ele não deixaria de tentar novamente até conseguir conquistar o irlandês. Dito e feito, Niall não estava constrangido e sim aliviado, já que acreditava que Liam teve amnésia ácoolica e preferiu manter normalidade, afinal gostava muito da amizade do castanho. 


Niall, junto dos gêmeos, estava sentado debaixo da árvore – que eles denominaram como árvore do intervalo – habitual, enquanto jogavam conversa fora após almoçarem. O céu estava bem azul, ainda com resquícios do início do fim de verão, e o sol já não estava tão forte, já era Quarta-feira, a semana estava se passando bem rápido. O relógio de pulso do Irlandês marcava exatas 1h da tarde, eles tinham mais  quinze minutos de descanso até o sinal tocar, e sua próxima aula seria prática de piano com Zayn, mas pensava em tirar de sua grade, já que assim ele poderia ter mais tempo para estudar a matéria que tinha mais dificuldade, além de já saber tocar muito bem o instrumento. Horan se levantou, avisando os amigos que iria ao banheiro, e seguiu até o extenso corredor do colégio, ele iria à sala de Sakolvitz para saber se poderia tirar a aula. Assim que terminou de conversar com o diretor – que de muito bom grado entendeu a situação e liberou os horários para seus estudos na biblioteca, já que era comum alunos terem afinidade com tal aula e não haveria problema, já que era opcional –, o loiro foi até seu armário pegar os livros das aulas de maior dificuldade, e o sinal já havia tocado, fazendo o corredor aglomerar de pessoas. 


A biblioteca não estava tão cheia, alguns alunos ocupava o grande local, uns com computador assistindo alguma vídeo aula e outros com livros fazendo anotações, contudo as mesas individuais já estavam ocupadas. Niall andou até às prateleiras na sessão alfabética H, para procurar alguns livros sobre a matéria, ele andava calmamente e nem percebeu que havia esbarrado em alguém e derrubado os livros da pessoa, logo abaixando para ajudar. Assim que se levantaram, Niall entregou os livros para o rapaz à sua frente, era um homem bem alto de cabelos cacheados, usava uma blusa de manga dobrada até os cotovelos, deixando algumas tatuagens de seu braço à mostra – o que fez Niall lembrar brevemente de Zayn e das tatuagens que reparou rapidamente dias atrás –, uma calça jeans e tênis all star branco. 


"Me desculpa, eu não tinha te visto" disse um pouco baixo, para o homem que tinha um crachá em sua blusa escrito 'Harry'. 


"Tudo bem, você deve ser novo por aqui, certo?" Niall confirmou com a cabeça. "Eu sou Harry, o bibliotecário do curso, precisa de ajuda...?"


"Ahn... Niall e sim, eu queria alguns livros sobre história da música e da arte" Harry assentiu, guiando o loiro até o fim do corredor e pegando dois livros nas prateleiras que Niall não alcançaria, entregando para o mesmo e sorrindo educadamente. "Obrigado... Harry."


"De nada, se precisar estou lá na frente" disse, saindo em seguida. 


Niall passou boa parte do tempo focado lendo os livros e anotando coisas que para ele pareciam importantes, porém eles sentia que não estava fazendo isso direito, já que não entendia 70% do conteúdo ainda. Quer dizer, era um conteúdo até mesmo fácil, pra quem gosta da matéria de história, algo que Niall não prestava atenção no High School e nem ao menos entendia como ele conseguia passar em tal matéria. Horan bufou exausto estralando os dedos, que doíam de tanto escrever, e coçou os olhos, olhou para o relógio e não havia se passado nem vinte minutos direito, o que para ele parecia uma eternidade. Ele abaixou a cabeça tentando relaxar um pouco, e assim que voltou com a postura normal percebeu que o bibliotecário, Harry, o encarava enquanto parecia rir, o que deixou Niall um pouco corado, mas Harry então percebeu que estava sorrindo pelo ato do loiro e que o deixou envergonhado, e logo desviou para os livros à sua frente. Mais dez minutos se passaram, já não tinha tanta gente dentro da biblioteca, então Niall desistiu de tentar fazer com que o conteúdo entrasse em sua cabeça, ele guardou as coisas na mochila e pegou os dois livros com o caderno, andando até a saída e percebeu que Harry o encarava novamente.


"Hum.. Niall?" Harry o chamou. Niall estava um pouco envergonhado com as encaradas do cacheado, ele já estava quase do lado de fora e voltou para a porta novamente, vendo que Harry o chamava, e seu rosto estava bem vermelho. "Pode vir aqui, por favor?" Niall andou de cabeça baixa, para não mostrar que seu rosto estava muito vermelho e percebeu Harry arqueando uma sobrancelha. 


"Bem, é que eu tenho aula daqui a pouco..."


"Tudo bem, não vou tomar muito seu tempo, só quero pedir um favor" Niall então o encarou confuso. Ele tinha percebido as encaradas do cacheado e do mesmo sorrindo para si, mas não estava interessado em absolutamente nada, pelo contrário estava bem envergonhado.


"Olha Harry, eu adoraria, mas... Você trabalha aqui e eu sou aluno, eu..." Harry semicerrou os olhos confuso e o interrompeu.


"Niall, eu sou casado" comentou dando uma risada nasal. "E só preciso que você me devolva os livros, não pode sair da biblioteca sem autorização" explicou. Então Niall arregalou os olhos e sentia seu rosto todo ferver, ele não sabia onde enfiar a cara, tinha entendido totalmente errado. Rapidamente entregou – ou quase jogou – o que tinha em mãos para Harry, e saiu o mais rápido possível. Ele precisava tomar um ar, estava nervoso demais com a situação, e se sentia estúpido com o que passou na cabeça. Após um tempo de descanso, o sinal havia tocado e a última aula iria começar, o corredor novamente estava cheio e Horan procurava por Liam, já que sua última aula seria com ele e Zayn. Assim a aula de Zayn havia acabado, com novamente Niall sem prestar atenção – mas dessa vez não por causa do sono e sim pela situação na biblioteca –, todos começavam arrumar os materiais dentro da mochila. Liam disse para Niall espera-lo na saída, que estava apertado para ir no banheiro e sumiu da vista do Irlandês. 


"Horan, podemos conversar?" Zayn disse, assim que Niall passou à sua frente para sair da sala. Os poucos alunos que estavam em sala, perceberam que atrapalhavam e saíram rapidamente. "Não foi à aula de piano hoje, o que aconteceu?"


"Ah... Bem, eu não vou precisar mais" respondeu dando de ombros, deixando Zayn confuso. "Eu pensei na nossa conversa aquele dia, e estou precisando estudar para algumas matérias com dificuldade, então achei melhor sair."


"Entendo, mas pra isso você precisa falar com o Salkovitz pra ele tirar seu nome da lista, se não ainda considera como falta" cruzou os braços, apoiando o corpo na mesa atrás de si.


"Eu já falei com ele, e disse que vai tirar" respondeu, ajeitando sua mochila.


"É... Mas essas coisas demoram um pouco, você precisa ir até que tirem, tudo bem?"


"Ah.. ok! Sem proble..."


"Com licença" uma terceira voz os interrompeu vindo da entrada, chamando atenção dos dois. "Niall, você esqueceu isso lá" Horan arregalou os olhos e corou violentamente vendo Harry entrar na sala de aula com seu caderno de anotações em mãos. "Acho que entregou por engano com os livros."


"E-e... Eu... O-obrigado" respondeu, pegando lentamente o caderno das mãos do cacheado e abaixou a cabeça. Zayn observava a cena confuso, e viu que Niall estava vermelho, mas não entendia o porquê. Que diabos Harry e Niall fizeram para que deixasse o loiro envergonhado com sua presença?



•BI•




Já era sexta-feira e devido ao horário ser reduzido, os gêmeos e Niall foram até a casa dos irmãos para estudarem os conteúdos das provas. Dessa vez, Niall tinha avisado Diana que provavelmente dormiria na casa dos amigos, já que logo anoiteceria e na semana seguinte haveriam duas provas. Liam e Josh dormiam no mesmo quarto, enquanto Miley tinha um só dela, embora a casa deles seja bem moderna e chique até demais, não era tão enorme quanto a dos Malik's, contudo era  bem espaçosa, dava para diferenciar o espaço de cada gêmeo no mesmo quarto. Os três sentaram-se no meio do cômodo, em cima do tapete felpudo, e começaram estudar, Miley um tempo depois apareceu com alguns comes e bebes, e ajudou explicando sobre o conteúdo, mas claro as partes que sabia. Uma hora se passou, e Niall já estava entendendo melhor o conteúdo, embora o mais difícil para ele não tenha – felizmente – prova na semana. Então eles resolverem parar pra descansarem um pouco, Josh foi jogador um pouco de videogame enquanto Liam e Niall estavam deitados no tapete mexendo no Instagram do Irlandês, Liam resolveu deitar em cima do peito de Horan, mas logo estava cochilando, e quando Niall se deu conta, estava postando a foto no Instagram e marcando o amigo deitado com a legenda 'Era pra ser uma tarde de estudos, agora não consigo sair haha'.


Em poucos minutos, a foto já recebia inúmeros likes e comentários, seus amigos da Irlanda fingiam certo ciúme, fazendo Niall os bajular um pouco no grupo que tinham. Ele respondeu mais alguns comentários, curtiu os demais, e atualizava o feed enquanto recebia notificação das curtidas, não sabia que essa foto iria repercutir tanto assim, provavelmente acharam que ele havia desencalhado em Bradford. Niall conseguiu deixar Liam deitado no tapete e pegou um travesseiro em cima da cama para o mesmo apoiar a cabeça, para ir ao banheiro da suite. Enquanto ele secava as mãos, a tela do celular se acendeu e a notificação o chamou atenção: @zaynjmalik curtiu sua publicação. Rapidamente Niall desbloqueou o celular, e quando percebeu, estava no perfil do moreno com acesso disponível, Zayn aceitou a solicitação do mesmo, então agora eles se seguiam. Niall rolou as fotos do feed do moreno, bastante fotos respiro, sozinho, com a família aparentemente até que então arregalou os olhos quando viu a foto de Harry com o moreno, ambos sem camisa com as tatuagens à mostra, e com a legenda 'Feliz aniversário irmão', a foto tinha sido postada em fevereiro, e Harry estava marcado na mesma. 


"Eles são melhores amigos!" Disse para si mesmo, envergonhado. Tudo bem, Niall estava constrangido com a situação mesmo que já tivesse passado, não era pra tanto, ele poderia esquecer isso, mas as paranóias da sua cabeça martelavam sem parar. "Se eles são amigos, à qualquer dia Harry pode ir até em casa e com a esposa! Que constrangimento meu pai..." murmurou para si.


"Niall, tá tudo bem?" Liam chamou do outro lado, fazendo o irlandês sair de seu pequeno transe e responder que sim, abrindo a porta em seguida. "Tá passando mal, se quiser tem remédio."


"Tá tudo bem, estava distraído" respondeu sorrindo envergonhado.


Todos já tinham ido dormir, assim que terminaram de estudar por mais duas horas e jantarem no quarto mesmo. Karen cumprimentou o Irlandês e conversou um pouco sobre Diana, até que os gêmeos a expulsaram do quarto rindo. Eles assistiram um filme de comédia com Miley, e logo se renderam ao sono, com a loira já fora do ambiente. Liam insistiu muito para que Niall dormisse com ele na mesma cama, já que a cama era de casal e tinha espaço o suficiente para os dois, e Josh – para o alívio do Irlandês – os ameaçou caso escutasse algo estranho, fazendo Liam o encarar com semblante sério. O relógio já marcava 1h da manhã, e Niall não conseguia dormir muito bem, não estava acostumado dormir com alguém e, no fundo, não queria que fosse com Liam, diferente de Liam e Josh que dormiam feito pedra. Horan resolveu ir até a cozinha beber um pouco de água para tentar voltar a dormir, silenciosamente ele fora até a cozinha, pegou o copo na prateleira e apertou o botão do bebedouro, todos seus movimentos eram bem silenciosos, já que ele não queria acordar ninguém na casa. Assim que terminou de beber o copo d'água, ele ligou um pouco a torneira e lavou o mesmo, colocando no escorredor, e assim que se virou, deu de cara com Geoff o encarando estranho, e deu um pulinho para trás de susto.


"Desculpe, não queria te assustar" disse o senhor meio rouco, provavelmente devido ao sono. "Está tudo bem?" Niall confirmou com a cabeça envergonhado, e então saiu do cômodo – ou tentou, já que Geoff segurou seu pulso, fazendo-o voltar –. Niall então olhou para o pulso sendo segurado, e encarou o pai dos amigos confuso, mas percebeu o sorriso malicioso no mesmo. "Também estou sem sono, poderíamos resolver, não acha?"


"O que?!" Perguntou perplexo e com certo desgosto, tentando puxar seu braço, mas gemendo baixo de dor quando seu pulso fora apertado com mais força. 


"Vamos... Você vai gostar" disse com malícia, e Niall engoliu a seco com desgosto.


"Você 'ta me machucando" murmurou com certa raiva, então Geoff soltou o pulso do menor. 


"Está seminu desfilando em minha casa, pensa que não entendi o recado garoto?" Niall saiu correndo até o quarto dos gêmeos e trancou a porta. Ele estava com nojo, ele era um senhor quase de idade e casado, pai dos seus amigos, que tipo de insinuação nojenta era aquela? Horan não aguentava mais, ele não ia conseguir dormir, ainda mais naquela casa, então pegou sua mochila jogada no chão e foi até o banheiro se trancando no mesmo, pegou o celular do bolso e procurava o número de Zayn na lista de contatos, número que ele mesmo havia o passado caso Niall precisasse de algo, mas Niall não imaginava que precisava ligar para esse tipo de coisa. 


"Alô?" 


"Zayn... Desculpa, eu te acordei?" 


"Niall? Não... O que foi?" Zayn perguntou confuso,. obviamente ele não esperava uma ligação do Irlandês a essa hora da madrugada. 


"Hum... Será que você poderia me buscar?" Niall estava receoso, e esperava uma bela desligada na cara, já que era estranha a situação. 


"Te buscar? Na casa dos gêmeos?" Niall confirmou. "Posso sim, mas... Eu poderia saber o porquê?"


"Eu te conto no caminho, só... Vem logo, por favor" suplicou. Zayn concordou e desligou, deixando Horan aliviado, ele devia uma pro moreno sem dúvidas. Alguns minutos se passaram, e Zayn mandou mensagem para o loiro avisando que havia chegado, e Niall saiu do banheiro devagar enquanto deixava um bilhete  –que havia escrito enquanto esperava o moreno – para os amigos em cima da escrivaninha de Liam. Niall lentamente saiu do quarto e percebeu que estava tudo escuro novamente, e saiu sem fazer muito barulho, já que não queria encontrar Geoff novamente. Ele correu até às escadarias e desceu rapidamente, dando de cara com Zayn esperando do lado de fora escorado no carro desligado, ambos entraram assim que ele percebeu o loiro meio ofegante e trêmulo – devido ao tempo fresco da madrugada –.


"Pegue minha jaqueta no banco de trás, você está tremendo" comentou Zayn observando Niall meio aéreo e arrepiado. Horan nem tinha percebido que estava apenar de shorts, e pegou o casaco de couro do moreno no banco, vestindo. Malik ligou o aquecedor em direção ao Irlandês, e o observava preocupado. "Está tudo bem? Você está muito pálido, Niall."


"E-eu... Eu nem sei como... Como te dizer isso" murmurou envergonhado, observando a estrada praticamente deserta. "Geoff... Ele..." Zayn reduziu a velocidade, estacionando meio fio à estrada e se virou um pouco para Niall. "O que?.."


"O que Geoff fez, Niall?" Zayn perguntou sério. Ele se lembrou do dia do aniversário do Irlandês e como aquele velho o olhava, isso o dava desgosto. "Ele tocou em você?"


"Não! Não... Quer dizer" sussurrou envergonhado. "Ele tentou..." Zayn travou a mandíbula e Niall se encolheu no banco com vontade de chorar. O moreno ligou o carro novamente e dirigiu silenciosamente até em casa, as vezes olhando de lado para ver se Niall estava bem. Assim que estacionou, Niall desceu do carro e entrou rapidamente, mas Zayn queria entender melhor a situação, não ia deixar o loiro dormir sem dar explicações. Niall estava parado no meio da sala com a cabeça na mão e mordendo o lábio inferior de nervosismo, e assim que Zayn entrou ele – por impulso – o abraçou forte, deixando o moreno confuso, mas aos poucos, envolvendo os braços em volta do menor, que fungou por causa do choro que havia se iniciado. Eles ficaram assim por um tempo – ambos achavam que bem longo – então Niall estava mais calmo e seus olhos estavam apenas vermelhos por conta do choro silencioso. 


"Eu vou fazer um chá pra você" disse Zayn, guiando o loiro até a cozinha, e Niall se sentou em cima do balcão da ilha enquanto Zayn esquentava a água no bule. "Quer me contar?" Niall o olhou, escorado em sua frente de braços cruzados.


"Eu tinha ido beber água, ele apareceu lá do nada e..." disse com a voz meio embolada por causa do choro que segurava para não voltar. "Ele segurou meu pulso, falou que eu o provocava, eu não quero voltar lá, eu não quero!"


"Ei... Tudo bem, você não vai se não quer" disse, se aproximando lentamente, os olhos de Niall já estavam marejados novamente. "Podemos denuncia-lo, você sabe que..."


"Não... Eu não vou fazer isso, eu não posso" suspirou. "Ele é pai dos meninos, eu não quero explicar essa situação, é muito constrangedor e Liam..." Zayn estremeceu ao ouvir o nome do castanho, mas ignorou e assentiu. Niall estava com medo, não queria ser responsável por destruir a família 'perfeita' dos amigos, e era direito dele. "Me desculpa te envolver nisso, é que eu não tinha pra quem ligar."


"Está tudo bem, foi bom você ligar" comentou e Niall sorriu sem mostrar os dentes. Eles estavam bem próximos, Zayn tinha uma de suas mãos – involuntariamente – em cima dos joelhos semi descobertos do menor, e Niall estava à altura do moreno, olhando para a mão do mesmo enquanto brincava com a barra da jaqueta dele. Contudo, o som do bule emitiu, despertando ambos, e Zayn desligou o fogo, pegando a xícara com chá de camomila para Niall tomar. Horan esperou um tempo para o chá esfriar, e foi tomando aos poucos, ele encarava a xícara que segurava firme, mas sentia que estava sendo observado por Zayn – dessa vez na posição inicial, escorado na frente do loiro, um pouco longe –. 




•BI•




Zayn estava em seu escritório pensativp, já eram 3h da madrugada, ele não conseguia dormir. Na verdade, ele estava assim há um tempo, dormia só depois de várias doses de whisky, mas dessa vez ele não queria beber, ele pensava na situação. Niall já estava dormindo, assim que havia terminado de tomar o chá, agradeceu à Zayn novamente e deixou o moreno limpando a xícara. E cá estava Malik, pensando muito sobre a chegada do Irlandês, a verdade é que Geoff não fez isso a primeira vez, e Karen – sua esposa – sabia disso, mas queria transparecer a imagem da família perfeita para Diana, especialmente, e por causa dos filhos, que nem faziam ideia do que se passava por trás de tudo. Zayn só sabia das coisas porque Diana sempre comentou, mesmo não se importando muito para as merdas de Geoff, mas dessa vez isso o incomodou. E por falar em Diana, Zayn encarava o envelope em sua mesa, ela não assinou os papéis do divórcio ainda, algo que ele pedia inúmeras vezes e ela sempre se esquivava, a verdade é que ele estava cansado de manter as aparências, ele era novo demais para tudo isso, estava concorrendo à uma bolsa de estudos para universidade de artes em Londres, esse casamento só o desfocou de seu sonho, mas fazia isso pelo seu pai – sempre foi por ele –. 


Malik bufou exausto, ele insistiria no divórcio, e Diana sabia que poderia fugir do assunto trazendo um intercambista, já que isso controlaria a língua de Zayn – teoricamente –. Porém isso não anulava o fato de que uma hora ela tinha que acabar cedendo ao divórcio e de todo luxo que os Malik's a proporcionava. Zayn então preferiu tirar tais pensamentos no momento, afinal o problema com Niall havia se tornado seu problema também, ele daria um jeito de dar uma lição em Geoff, sem que os demais soubessem, e Zayn tinha poder o suficiente para isso em Bradford, todos sabiam muito bem, até mesmo o próprio Payne. Agora, o motivo de querer tanto se vingar pelo Irlandês? Nem ele mesmo sabia explicar, na realidade ele só sentia a necessidade disso, assim como outras necessidades, tipo em dar aulas práticas à Horan, afinal, ele queria poder vê-lo tocar mais vezes, ele havia se encantado pela habilidade do mesmo – e antes fosse só pela habilidade, mas isso ele descobriria mais tarde –.


Notas Finais


Idade de Harry 25 anos

Observações: olha, o Geoff não vai aparecer em destaque mais, eu só achei melhor usá-lo (mesmo de forma de repúdio) como uma maneira de iniciar a aproximação de Niall e Zayn.

» Oi pessoal! Cá estou sem demora. E pelo capítulo pequeno :( Gostaria muito que vocês, leitores fiéis, me dessem um feedback sobre o andamento da fanfic. Aceito críticas construtivas, podem opinar sobre e não tenham medo quanto à isso. Espero que tenham gostado do att, até a próxima! Xxpj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...